Segunda-Feira, 24 de Julho

07/06/2016 00:00 - Copyleft

Dilma Rousseff: 'impeachment não tem base legal'

A presidente brasileira suspensa, Dilma Rousseff, discute seu julgamento de impeachment, alegações de corrupção e o porquê de estar otimista.


Lucia Newman, AlJazeera
Lula Marques


 
A presidente brasileira suspensa discute seu julgamento de impeachment, alegações de corrupção e o porquê de estar otimista

Dilma Rousseff, ex-guerrilheira de esquerda que se tornou a primeira presidente mulher do maior país da América Latina, está agora lutando pela sua sobrevivência política.


O imensamente popular ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, escolheu sua Chefe de Gabinete para continuar seu legado de crescimento econômico com justiça social.


Mas não durou.No período que Rousseff iniciou seu segundo mandato em 2015, o Brasil estava instável.


Agora Rousseff foi suspensa para encarar um julgamento de impeachment – abandonada por seus aliados e milhões de brasileiros que a acusam de soterrar uma economia que já foi saudável e ignorar a corrupção dentro de seu próprio partido de esquerda.


É o materil que produz as novelas políticas: escândalos de corrupção quase diários estão respingando em todos os partidos políticos, mais recentemente, o do presidente interino Michel Temer.


Essa semana, mais conversas telefônicas vazadas revelaram que dois de seus principais ministros, incluindo o homem encarregado do combate à corrupção, estavam aparentemente tentanto travar investigações de um esquema de propina multimilionário.


Temer, que era até o mês passado vice-presidente, se voltou contra Dilma Rousseff, de modo que ela pudesse sofrer o impeachment.


Rousseff é acusada de ter manipulado constas fiscais para esconder enormes déficits orçamentários para conseguir a reeleição.


Ainda assim, diferentemente de muitos que estão pedindo seu impeachment, ela não é acusada de roubar dinheiro para benefício próprio.


De fato, ao menos 60% dos políticos brasileiros estão sob investigação ou indiciados por crimes desde tentativa de homicídio até corrupção em massa, incluindo o presidente do Senado que fiscalizará o julgamento de impeachment.


Rousseff alega que seus inimigos a estão punindo por se recusar a bloquear as investigações de corrupção, mas serão os últimos escândalos envolvendo o governo interino suficientes para salvá-la?


Lucia Newman do Al Jazeera falou com a presidente Dilma Rousseff em Brasília em um cenário controverso de julgamento do impeachment que pode levar a presidente a ser removida permanentemente.


Rousseff fala sobre sua luta para ser restituída, a fragmentação política no país, e o que ela planeja fazer para reconquistar a confiança do povo brasileiro se ela ganhar a votação no Senado.

Créditos da foto: Lula Marques



Siga-nos no Facebook

Cadastro

Revista digital

Saul Leblon

Leia Mais

PARCERIAS