Quinta-Feira, 29 de Junho

10/10/2012 - Copyleft

No mundo das ilusões da velha mídia

por Emir Sader em 10/10/2012 às 06:49



Emir Sader

Imaginemos alguém que só lesse, escutasse ou visse a velha mídia. Que visão teria do Brasil e do mundo?

Em primeiro lugar, não poderia entender por que um governo – corrupto, incompetente, com a economia à deriva, nomeando ministros como troca-troca eleitoral, que cobra muitos impostos, que está atrasado na entrega de todos as obras, do PAC, do Mundial e das Olimpíadas, que tem politica exterior aventureira, etc., etc. – tem 75% de apoio do povo.

Não entenderia como um líder como o Lula – que tem 80% de referências negativas na mídia – consegue que 69,8% dos brasileiros queiram que ele volte a ser o presidente do Brasil em 2014.

Não poderiam entender como o PT – partido corrupto, protagonista do maior escândalo da historia do Brasil – sai fortalecido das eleições municipais, eleja mais prefeitos e mais vereadores e ameace tirar dos tucanos a prefeitura mais importante do Brasil, a de São Paulo – tão bem administrada pela competência dos tucanos.

Não saberiam por que a economia brasileira não naufraga, se leem todos os dias que tudo vai mal, que o governo faz tudo errado, que a economia não cresce. Por que o governo continua a estender as políticas sociais, sem os recursos que a economia deveria lhe dar.

Não entende por que o FHC dá seu apoio e participa da campanha do candidato tucano no Rio – junto com o Aécio e o Álvaro Dias -, mas o candidato tem apenas 2,47% dos votos. Como os tucanos e o DEM perderam 332 prefeituras, sendo os mais preparados para governar.

Leem numa revista semanal que a Argentina é “governada por autoridades cada vez mais repressoras”, que “bloqueiam as liberdades individuais, como o acesso à livre informação, a bens de consumo e ao capital”. Que o governo “já tem o controle autoritário de 80% (sic) dos canais de radio e tv do país”. Que “na ilha de Cristina, os cidadãos só leem o que ela quer”.
Que as grifes “Escada, Armani e Yves Saint-Laurent fecharam suas lojas no país”, assim como a Vuitton e a Cartier. Que a “Avenida Alvear está com ares de fim de feira”. Que “na ilha de Cristina os investidores são tratados como piratas”.

E, no entanto, a Cristina é reeleita no primeira turno. Como entender isso, vendo a velha mídia?

Como entender que a Venezuela está se desfazendo, entre a ineficiência da sua economia, a corrupção e a violência, mas o Hugo Chavez é reeleito para um quarto mandato?

Que a América Latina vai bem enquanto os EUA e a Europa vão mal?

Tudo parece de cabeça pra baixo, o mundo parece absurdo, incompreensível, para quem depende da velha mídia, dos seus jornais, das suas revistas, dos rádios e da suas TVs.

Tags: Política





LEON - 18/10/2012
SERRA É UM BRUCUTU QUE ESTÁ MATANDO O FUTURO DO PSDB , A\FOGADO NA LAMA DA EXTREMA DIREITA.


Helena Mello - 16/10/2012
Realmente o patrulhamento da direito é bem forte contra nós que somos da classe média. No entanto seus argumentos são sempre aqueles de senso comum. Me lembram muitas vezes "a velhinha de Taubaté". A cronica apresentada na revista Veja durante um tempo se não me engano pelo Henfil(?)

A literatura da direita (e seu patrulhamento ideológico) é bem divulgada n mídia do contidiano. A literatura da esquerda mais refinada e reflexiva tem pouca penetração.

Porém o povo é inteligente e sabe o que é bom para ele.


Alberto Magno Filgueiras - 15/10/2012
Emir,

uma das estrelas do congresso da SIP, Carlos Alberto Di Franco, da Universidade de Navarra, parece sugerir uma descida da corporação ao plano terreno:



"O poder está nos jornais. A formação da opinião pública, a agenda pública é pautada pelos jornais. E neste continente os jornais têm um poder imenso. A TV e as mídias sociais reverberam, mas o poder está nos jornais".



O que acha?


Paulo Valmir Souza - 15/10/2012
O que me angustia, é que quem consegue enxergar para além das "verdades" da mídia, precisa passar a vida se justificando porque pensa diferente, ao passo que ELLES, apenas reproduzem o senso comum, e são tidos como baluartes da verdade. Para nosso regozijo, o Brasil e os brasileiros mudaram muuito nos últimos 12 anos, e as verdades definitivas do pensamento único dominante, estão caindo por terra, gostem as elites ou não.


Nelson - 14/10/2012
Como que país é este? Imprensa tendenciosa, políticos podres e povo ignorante. Sociedade simplória e desorganizada, povo sem educação e políticos hipócritas. Prende esses e muitos outros mais, acabem com os privilégios e com as gastanças. Eu podia ficar aqui listando um monte de incongruências como esta: Senador Paim, em quem já votei, se abstém no processo de cassação de Renan Calheiros...salvaram o energúmeno porque? Não me venham com essa história de que o fim justifica os meios. E esta publicação faz o mesmo que a outra aquela: diz o que seu público quer ouvir para mante-los cativos.


nilccemar - 13/10/2012
Nilton Santos diz: "...existe lugares onde a pratica jornalistica não funciona..." e depois sugere que o Profº Emir mude para lá. Nilton, em que país você vive ? Emir já está num desses países onde a pratica do jornalismo não funciona. Vejo gerações de formandos em jornalismo desiludidos, buscando outra profissão, por impossibilidade local. Não se respeita a própria ética do jornalismo que eles tanto aprendem nos cursos. Eles são oprimidos, pelos donos dos meios de comunicação, a escrever sobre o que eles querem, e como eles querem: é um horror. Eles sabem como é a "liberdade de imprensa" por dentro.


Dionísio Sfredo - 13/10/2012
Prof. Emir, a gente sente o calor da verdade em suas palavras que passam esperança para os marginalizados da sociedade, como fazia Jesus de Nazaré. Sinto falta das pesquisas que puxavam mais de 200 comentários, como aquela: Entre Lula e Gilmar(que mente), a quem você escolheria e porquê?


José Ricardo Romero - 13/10/2012
Tem gente que foi expelida do curto-circuito da circulação de notícias azedas da mídia velha, aquele que os convertidos e convencidos reforçam as suas opiniões ultrapassadas e ilógicas sobre o mundo em que vivem, que se consolam ao saber que tem gente suficiente para encher uma Kombi que pensam como eles, e estes, expelidos que foram, se aventuram por aqui a dar o mesmo tipo de palpite. Não são capazes sequer de inovarem os velhos chavões contra o Lula, o PT, a Dilma... E o povo vai, vota e mostra examente o contrário do que pensam e criticam esses elitossauros de higienópolis/leblon. Aí que tédio é essa gente...


Alberto Magno Filgueiras - 12/10/2012
Pelos que se depreende de certos comentários, tem gente que preferiria o estilo FHC-Brindeiro ('engavetador-mor da República') ou a definitiva alienação da soberania popular a um dos poderes (com os riscos já verificados em países vizinhos). Quanto ao desempenho do 'formador' de opiniões, não é difícil constatar que a sua preocupação é o reflexo que essas e as próximas eleições possam ter na revisão de seu privilégio no uso de concessões públicas, com o que certos comentadores parem não se importar.


Antonia Gabriel - 12/10/2012
Belas palavras Emir.


Messias Franca de Macedo - 12/10/2012
A QUE PONTO CHEGAM ‘AS GRACINHAS DO GARCIA’ “DA GLOBO”! ENTENDA



No comentário matinal de hoje (11/10/12), (a)notou o jornalista, abre aspas: “Na última sessão do STF, o ministro Ricardo Lewandovski foi flagrado [(sic) – adendo nosso] por um fotógrafo, conversando com o colega Dias Toffoli!...” Quer dizer, então, que um fotógrafo de um determinado jornal “flagrou” [“foram pegos em flagrante”!] dois membros do STF dialogando na Sala do Júri da Corte Suprema do país?! Considerando a tese do ‘domínio do fato’, é bastante ‘plausível’ que os dois colegas estivessem fazendo exposição – ‘in off’ - de tratativas, ardilosos conchavos, mesmo porque não é crível que estes dois ministros mancomunados estivessem tratando de outro assunto afora o mensalão [o mensalão do PT, revisor!].



RESCALDO: realmente, essa tal tese do ‘domínio do fato’ irá “dar muitos panos para manga”!



VALE A PENA RELEMBRAR: o tal do Alexandre Garcia “da Globo” exerce também a função de, digamos, capilarizar o PIG! Todas as manhãs, comentários do jornalista são retransmitidos por muitas emissoras de rádio dos rincões do Brasil!



... É verdade: o golpe [midiático] está sendo televisionado - e irradiando pelas ondas potentes do rádio!... A DIREITONA [golpista] OPOSIÇÃO AO BRASIL golpista está sempre à espreita!



AS RUAS ESPERAM POR VOZES! OU NÃO?!...



Que país é esse, sô?! República de ‘Nois’ Bananas, responde, “na lata”, o matuto ‘bananiense’!



Bahia, Feira de Santana

Messias Franca de Macedo – empanturrado de pipoca e limonada, elevando a audiência da TV (In)Justiça!…



Luiz Eduardo - 11/10/2012
Thiago, se tem um vigarista nessa história do falso mensalão (com certeza há outros, como o PIG), certamente é o STF , que se comportou como um tribunal de exceção, ou um tribunal golpista.

José Dirceu e José Genoino são grandes patriotas, grande políticos, e lutaram como poucos pelo bem do nosso país e do nosso povo.

Não será essa mídia bandida, golpista, imunda, de esgoto que há no Brasil, e muito menos um STF covarde, ridículo, subserviente, lambe-botas ou cúmplice do PIG e das elites mesquinhas que vão dizer para mim e para milhões de brasileiros conscientes, lúcidos, o que são ou o que não esses dois grandes brasileiros.

Os maiores bandidos, criminosos, ladrões deste país jamais foram tocados. E quando se tenta pegá-los, com fartura de provas, os tribunais superiores, muitas vezes com o apoio do PIG, inventam alguma desculpa esfarrada, vergonhosa, para livrá-los de uma merecida condenação, como fizeram quando anularam a Operação Satiagraha.


Gabriela Barros - 11/10/2012
Emir, só falta a gente 'entender', frente a seus argumentos irrefutáveis, porque o Governo Dilma não faz umas coisas parecidas com o Governo Cristina, no sentido de democratizar as comunicações em nosso país. Companheirxs de lá até criticam a Ley de Medios, mas por lá muita coisa tem acontecido. E aqui? Nada que democratize as comunicações. Por que será? É preciso coragem? Exatamente aquilo do qual falou a presidente Dilma, com as palavras tão lindas do Guimarães Rosa?


orlando f filho - 11/10/2012
Fico chocado que pessoas com o Thiago, ingênuos, acham que a velha mídia golpista é invenção. Vc, Thiago, que precisa prestar mais atenção à sua volta, pois é óbvio que o STF manipulou os fatos, Joaquim Barbosa declarou publicamente que anunciaria sua decisão aos quatro ventos, sem estar interessado na justiça. Um tribunal supeior só pode lançar uma sentença quando há unanimidade. Duvido que a Suprema Corte comportaria-se como verdadeiras estrelas inconsequentes(mazzy stars em inglês, deslumbradas) mais interessadas em posar prá mídia. Como pode ministros emitirem julgamentos tão opostos. Será que eles examinaram provas, processos diferentes? Onde estão as provas contra José Dirceu(atenção, não sou filiado ao PT, patrulheiros de plantão), Genuíno? Onde está o compromisso da mídia com a verdade, pois nem sequer investigou. Por que nenhuma palavra na velha mídia sobre as fraudes da privataria tucana? O mensalão mineiro só será(caso seja mesmo) julgado depois das eleições. Thiago, bem vindo ao mundo real, coloque o cinto e boa viagem pela realidade da imprensa tucana.


João Martins - 11/10/2012
A direita está indo para o PSD e fizeram mais de 500 prefeituras. Não será tão simples assim derrotar essa direita que vive se travestindo sempre em um novo partido para continuar no poder. Por outro lado, sobram reclamações, mas, por que a regulação da mídia não sai porquanto que quem está governando é o mesmo que está reclamando desta mesma mídia monopolista? Algo está faltando...


valeria morgana - 11/10/2012
Será que alguém que so lesse a velha mídia não poderia entender também, que quem criminalizou não o PT, mas ex-membros de sua alta cúpula dirigente, não foi “a oposição de direita e seus aliados na mídia”, mas o mais alto e respeitável tribunal do país.

Não custaria entender ambém, que, além de tudo, dos 10 ministros que votaram, 7 estão no Supremo por indicação de governos petistas.


Alberto Magno Filgueiras - 11/10/2012
Com as últimas pesquisas em São Paulo, alguém já matou a charada pra 2014: é Ayres Britto na cabeça e Roberto Irineu Marinho de vice.


Souto Neto - Caruaru - 11/10/2012
Isso é fácil dee explicar. A representante da velha imprensa foi quem denunciou que ela, velha imprensa, estava a serviço da direita, ou seja, fazendo o papel de oposição.


Joana - 11/10/2012
Emir, os militares com toda a barbaridade que fizeram tinham o apoio da maioria do povo, por isto resistiram no poder. Será que o povo nâo é conservador? O Brasil está melhor, inegável, mas quem trabalha de verdade, tem empresa, trabalho com carteir assinada, está pena pelo dia seguinte. Abs


Jorge Oliveira - 11/10/2012
Concordemos que autos jurídicos são muito mais verdadeiros e demonstráveis, pelo elenco de provas e/ ou evidências, do que o que sai na mídia em versão burguesa com o tal 'sigilo e proteção da fonte'. Muita gente recorreu contra informações caluniosas e ganhou, outros não. Fiquei incomodado (até odiar) um urubu-rei que livrou o sacripanta do Dantas e ainda criticou a "exposição" do meliante absolvido sem julgamento (algemas para os algemáveis ?).

Também a compra da reeleição do FHC com 'retorno do investimento' dentro do próprio mandato está impune. Sem falarmos do óbvio caso Maluf, conhecido malfeitor livre e prestigiado. Também sou a favor de castigar quem corrompeu contra os trabalhadores, ainda que eles majoritariamente ignorem as insinuações da mídia. Justiça é justiça...


elisabet gomes do nascimento - 11/10/2012
Quando a CORTE, toma como verdade absoluta a denúncia feita pelo Roberto Jefferson, HÁ ALGO DE PODRE NESTA cORTE!



É ESTARRECEDORA E VERGONHOSA, A DECISÃO DO STF. Essa ânsia em destruir o Lula e o Partido dos Trabalhadores, não vai muito longe, porque o povo não bobo!



nilccemar - 10/10/2012
Ro, até que seus funcionários não estão tão mal informados assim.


Thiago - 10/10/2012
Tenho pena de quem usa popularidade de governante para avaliar sucesso de governos. Infelizmente progressistas não conseguem enxergar um palmo a sua frente, não conhecem os conceitos bases de uma economia rica (educação de qualidade, investimentos de longo prazo, cultura empreendedora geradora de riqueza, Estado democrático e direito, e acima de tudo, respeito a liberdade individual). Preferem ovacionar Zé Dirceu, mesma depois da alta Corte do país deixar mais do que claro que ele um vigarista. Esse papo de velha mídia, Elite, não passa de uma grande piada....


Maria Thereza - 10/10/2012
Faço minhas as palavras do José Tadeu. Para ilustrar a falta de senso crítico, vai uma piada, para aliviar um pouco. Diz que no domingo à noite, depois de ler uma certa revista, o marido diz para a mulher: - querida, sabia que aquele filme que assistimos ontem é ótimo?


Alberto Magno Filgueiras - 10/10/2012
Ricardo Zigotto tergiversa sobre a questão central em jogo na conjuntura, que tem a ver com a desesperada tentativa de interrupção do processo democrático no país. Cada partido tem suas questões internas e definições estratégicas que cabem a seus filiados decidir. Tenta-se, à direita e à esquerda. imputar ao PT o peso de tudo o que resta por resolver no país: trata-se de uma peça político-ideológica compreensível, e o único que se pode cobrar é que seja identificada sua origem. O nível do debate político tem se degradado, pela indigência conceitual disseminada pelos veículos de meia dúzia de famílias que, por falta de regulamentação democrática da esfera da comunicação, acentuam a oligofrenia e falta de informação que qualquer um pode constatar nas ruas, e é esse o problema central, junto com as graves questões urbanas em jogo nessas eleiçoes, que Zigotto e outros comentadores se negam a reconhecer. Daí os questionamentos mais do que pertinentes do Emir.


Walter cesar - 10/10/2012
Tudo já foi pior sem a NET. Que venham os "blogs sujos" para nos informar. O olha que quanto mais indgnação mais "blogs sujos"...também encardidos ajudam.


Enio Luiz Figueiredo Vedovello - 10/10/2012
A cada dia mais, lendo as notícias divulgadas por essa mídia que aí está, só consigo lembrar da sábia frase do Raul Seixas, em "Cowboy fora da lei": Eu não preciso ler jornais, mentir sozinho, sou capaz.


ADAMO BERNARDO DE ALCANTARA - 10/10/2012
Ponto de vista fora da curva


Sergio Uliano - 10/10/2012
O custo operacional da grande mídia é de milhôes e milhôes.

Tudo isto, é pago por milionários que passam a agir como fiscais IDEOLÓGICOS dos noticiários.



Sabemos que os grandes conglomerados privados de mídia são propriedade de milionários também.



Esta convergência de interesses faz a mídia da casa grande contra a senzala e seus aliados.


Julia Rossi - 10/10/2012
Costumo dizer para essas pessoas: feche a veja e abra sua cabeça. Não tem adiantado muito, admito.


Zallas Avlys - 10/10/2012
Após ler seu texto profesor Emir, me permiti refletir um pouco. O que será que estes leitores, ouvintes e telespectadores da velha mídia andam fazendo? Vai ver que assinam a Folhana, O Estadão, a Vejona só por prazer mas não lêem nada. Vai ver que ligam o rádio um pouco baixo e vão fazer outras coisas como: conversar, beber cerveja com os amigos, jogar futebol, jogar cartas e outras coisas gostosas da vida. À noite quando ligam a TV, saem para o banho, vao jantar, conversar em família e esquecem a dita ligada e dormem sem se dar conta de qu esqueceu de desligá-la. Vai ver que ninguém mais se liga para a velha que fala, fala, fala e nem sabe o que está falando. Todo mundo pensa,.,ah, tadinha, está caduca, ficou gaga. Também,... olha quantos anos!!! E nem parece, hein.. Não fosse a caduquice, até dava um bom partido.



Bem, nada como um dia após o outro. Mas escrevendo sério, professor Emir, a velha mídia, cumpre papel importante. Veja que os ministro do STF nutriram-se de informações na mídia e dela tiraram os instrumentos para julgarem este processo (47..? ) de forma coenrente com os principios de Nero. Este, depois de atear fogo em Roma, volta aos seus aposentos e sai de lá envergando sua túnica (eu escrevi túnica e não toga) de autoridade. Senta-se para julgar todo processo com serenidade, não sem antes esparramar boatos que criminalizam os inocentes.


leprechaun - 10/10/2012
como entender? acho que é um tanto fácil, esses governos deram dinheiro aos pobres, o resto não importa. Como disse o rui Falcão 'o povo tá preocupado como avenida brasil e não com mensalão', muito menos com política externa, relação sul-sul, etc etc etc


ro - 10/10/2012
Quer saber, meus empregados não têm a menor idéia do que é o tal mensalão e acham que é perseguição ao Lula. Na próxima eleição, com toda certeza, as classes C e D votarão em peso no Lula ou em quem ele pedir, quer a mídia goste, ou não.


nina rita - 10/10/2012
Professor Emir, gostei deste texto. Você mostrou um veio humorístico desconhecido para mim. De fato, é uma situação ridícula a de quem está prisioneiro dessas "informações". Inclusive, há algumas pessoas tidas como bem cultas, eruditos mesmo, que ganham muito bem, e assim se comportam. Os ministros do STF, por exemplo, foram levados acreditar que desbarataram a maior quadrilha de todos os tempos da Humanidade. Que estão saneando o Brasil, livrando-os dos maiores corruptos da face da terra. Assim pensando,estão a defender o povo ignorante, que nunca será tão bem informado como eles, e foram cooptados pelo golpe da Bolsa Família. Nos ensinaram que esses facínoras queriam que seu partido crescesse ( ! ), e como se não bastasse, fizeram alianças partidárias para conseguir ganhar as eleições ( ! ) e aprovar seus projetos ( ! ). E nós, ignorantes, não sabíamos desse verdadeiro golpe, elaborado entre "quatro paredes", que pretendiam dar contra as instituições democráticas.


JOSE RAIMUNDO HORA - 10/10/2012




AOS POUCOS AS QUADRILHAS ORGANIZADAS VÃO PERDENDO ESPAÇO



Agora mesmo, um desses tiranos, com raíva de cão que não foi vacinado, deitou falação prá cima da Presidenta; o cão raivoso vai terminar seus dias mentindo descaradamente, não é só este, infelizmente, são muitos! Toda, "Nossa América", esta infestada desses Ratos, vivem para defenderem a elite mais cancerosa do mundo, e por tabela, o país mais arrogante do mundo. Cães Malditos!


Ricardo Zigotto - 10/10/2012
É inegável que há um interesse político oposto organizando a perceção da maior parte da grande mídia. No entanto, acho importante sublinhar que disso não segue que a situação brasileira seja o exato oposto do quadro pintado pela mídia. Ou seja, o Brasil não é a maior maravilha do planeta, nem eliminou suas contradições mais ferozes, como sugere às vezes o professor. Há várias contradições e impasses que a própria militância petista precisa enfrentar internamente, criticando e avançando nas suas próprias ideias. Autocrítica parece ser um elemento da esquerda histórica que o PT e os petistas, infelizmente, esqueceram, fiando-se por completo às suspeitas de conspiração. Procedimento extremamente empobrecedor e propriamente ideológico. Isso dificilmente se vê, inclusive em intelectuais, de quem se poderia esperar algum esforço nesse sentido, inclusive para avançar nos passos importantes que se deram sob o governo petista. Talvez a mídia seria mais "democrática" se os bancos e as instituições financeiras em geral, tão acariciadas e enriquecidas sob o governo do PT, criassem os seus próprios jornais. Quem sabe então haveria uma perspectiva mais favorável, não é? Pelo menos estaria de acordo com os números e estatísticas. Mais autocrítica, professor: isso não significa traição, mas avanço. Esse maniqueísmo é profundamente ideológico.


Marcos Lessa - 10/10/2012
A Carta Capital, revista impressa que existe desde os anos 90, é velha mídia?



E o conglomerado da Record, com TV, rádio, canal a cabo + igreja Universal, também é velha mídia?



O professor Emir Sader poderia esclarecer.


Maria do Rocio Macedo Moraes - 10/10/2012
Nada é necessário acrescentar!

ARTIGO MAIS QUE PERFEITO!

Parabéns, mais uma vez!


PAULO BRAGANÇA - 10/10/2012
Na verdade , o povo está aprendendo a contar a sua própria história e o PiG, está contando a história de uma maneira que só eles acreditam.

Com a internet e o poder deste malfeitores cada dia míngua mais. Os resultados eleitorais mostram que só o PIG mesmo digere suas imundícies mas um dia a casa cai e irão se afogar no próprio vômito.


José Tadeu - 10/10/2012
Prezado Prof. Emir Sader;



Você sabe escrever tudo o que a gente sente e não sabe como expressar.



Muito obrigado.



sds



José Tadeu


nilson santos - 10/10/2012
Emir tem rancor do jornalismo, existe lugares onde a pratica jornalistica não funciona, ele devia mudar para lá, ele bem sabe onde fica esses lugares maravilhosos.


Emanuel Cancella - 03/11/2012
LULA - O CARA

Lula que ganhou dois turnos nas eleições municipais agora vai enfrentar o terceiro. Vai pegar pela frente o Procurador Geral da República, Roberto Monteiro Gurgel Santos, que, de forma nada ética, desejou má sorte ao PT nas eleições, na seguinte frase: “As urnas dirão se houve repercussão, mas, a meu ver, seria bom ...”.



Também vai enfrentar a Veja e todos os seus aliados que reproduzem denúncias vazias, como aquela que, em matéria de capa, estampou que Valério teria dito que Lula era o chefe...Valério naquele momento nem sequer foi ouvido pela revista.



A sociedade está de olho na trama montada por essa gente que não aceita a derrota. Condenaram Marcos Valério a quarenta anos e depois apresentam a delação premiada onde Valério poderá diminuir sua pena. Logicamente que só vale se forem denúncias contra Lula e o PT.



Vamos ficar de olho já que essa gente é capaz de tudo! Principalmente retaliações em função da derrota que sofreram de Lula e do PT nos dois turnos das eleições. Inclusive os quarenta anos impostos de condenação a Marco Valério, de forma desproporcional, com certeza é para levá-lo ao desespero.



A ditadura militar tortura para conseguir informação. Agora é diferente, mas não deixa de ser uma tortura. Condenam a quarenta anos e depois, se Marcos Valério colaborar, a pena pode ser diminuída. Que venha o terceiro turno com todas as mentiras e armações. Esperemos que a verdade e a justiça prevaleçam!



RIO DE JANEIRO, 02 de novembro de 2012

Nome: Emanuel Cancella;



Nilton Sebastian - 01/11/2012
A resposta é simples: Ignorância dos povos

PARCERIAS