05/05/2013 - Copyleft

Onde está o dinheiro? O gato comeu?

por Emir Sader em 05/05/2013 às 18:41



A maior disputa de centralidade da agenda hoje no Brasil é aquela que se dá entre a prioridade da retomada do crescimento ou o suposto “descontrole inflacionário”. Ela reflete as distintas visões que a esquerda e a direita têm do país.

Para a direita – como sempre – a preocupação central é a inflação, razão pela qual aponta para os gastos do governo, a diminuição da taxa de juros, as políticas sociais, os aumentos de salários. Diz preocupar-se com os salários – que nos seus governos foram dilapidados –, mas se preocupa com os ganhos do capital financeiro e com as contas públicas. Por um lado, ataca o suposto descontrole inflacionário, por outro busca capitalizar eventuais descontentamentos produzidos pelo aumento da taxa de juros.

As pressões conseguiram que o Banco Central voltasse a aumentar a taxa de juros – mesmo sendo um aumento mais simbólico do que real –, mas suficiente para demonstrar que o BC havia assumido a pressão sobre ele. A própria Dilma tem reiterado nos seus pronunciamentos que a preocupação com a inflação é central no governo, o que, enquadrado como ela tem feito no marco das políticas econômico-sociais do governo, é correto. Mas não deixa de colaborar com a campanha opositora para colocar a inflação como tema central da agenda política.

O problema central do país não é esse, hoje. É a dificuldade que o governo enfrenta para conseguir retomar o crescimento econômico. O governo tomou e segue tomando iniciativas nessa direção, sem que se constate efeitos concretos. Baixa taxa de juros à metade do que ela era há algum tempo, diminui sistematicamente impostos para grande quantidade de setores, controla o câmbio, faz investimentos – mas não consegue fazer com que os setores privados invistam.

Não dispõem de recursos? Ou os canalizam para a especulação e até para os paraísos fiscais – como revelações recentes evidenciaram? Onde está o dinheiro?

O grande empresariado privado alega “incerteza”, que são produzidas por eles mesmos, ao privilegiar mais os investimentos especulativos do que os produtivos. Que aumentam os preços e alegam riscos inflacionários.

Para que a economia volte a crescer, é o Estado que tem que assumir o papel determinante. Além dos investimentos públicos diretos – ao invés das desonerações, que não tem tido retorno do capital privado –, o governo tem que condicionar fortemente a circulação do capital financeiro – elevando substancialmente sua taxação –, e condicionar toda concessão feita aos setores privados. A desoneração da cesta básica não chegou plenamente aos consumidores. As desonerações não têm tido contrapartidas do setor privado – seja na contenção de preços, seja na elevação dos investimentos.

Nenhuma empresa estrangeira se dispõe a sair do Brasil, considerada uma economia segura e com grande potencial e expansão. É o grande empresariado privado, com a boca torta do cachimbo da especulação, quem sabota o desenvolvimento econômico do país.

Tags: Economia




33 Comentários Insira o seu Coméntario !

Egito - 25/05/2013
Se apertamos nos impostos o empresariado reclama, se abrimos mao o empresariado nao investe..... acredito que o caminho é taxar e investir o arrecadado mesmo sujeito à corrupcao.



Branca - 09/05/2013
E José de Almeida, o dinheiro também está financiando a mídia que dizem golpista, é isto mesmo, por aqui os partidários do governo acusam os mesmos que, lá no palco, dão lhes nosso dinheiro! É muito para minha cabeça ese teatro ideológico!


Cleusa - 08/05/2013
Paulo Roberto Cunha, primeiramente você me plagiou para início de conversa. Não falei de títulos mas de caráter. Que me importa a formação da pessoa que representa o meu país! Desejo no comando, quem verdadeiramente defende a soberania deste País que nasci, apesar da minha descendência européia. Aqui é o meu país, dos meus filhos e os seu também (espero), dos meus netos e futuramente os bisnetos também. Falei do Lula e Dilma no caso em tela, mas poderia ser qualquer outro que não fosse covarde e individualista - a ponto de entregar nossas riquezas a poucos espertos empresários e banqueiros brasileiros e estrangeiros, que não estão nem aí com o Brasil e brasileiros, que é o meu caso. Já a sua situação não sei no que se enquadra.


Rômulo Cristaldo - 08/05/2013
Mais uma vez o país se encontra em uma armadilha de não-crescimento simplesmente porque a classe capitalista está boicotando o processo. Seja por covardia ou - como é provável - por conta de uma agenda com intuito de maximizar seus ganhos com a "crise", a verdade é que nossos planejadores políticos já deveriam saber que não se pode contar com a elite retrógrada desta nação.



Blog Administração Crítica: http://admcritica.wordpress.com/


Jose Carlos de Almeida - 08/05/2013
E o Emir novamente, dividindo o auditorio entre direita e esquerda, tal qual um Silvio Santos ideologico. E o pessoal ainda cai nessa...

A direita malvada, nao deixa a esquerda boazinha levar o Brasil ao paraiso.

A direita so' quer ganhar dinheiro. Ele nao diz mas a esquerda deve ser a que distribui o tal dinheiro. Mas, onde esta' o dinheiro?

Seria ate' comico, se tal pergunta nao viesse do teorico do partido que exerce o poder.

Voce mesmo respondeu, Emir. Boa parte do dinheiro se foi, quando o governo abdicou de receitas atendendo nao a um clamor popular mas ao choro de meia duzia de privilegiados.

Que enfiam goela abaixo dos brasileiros, produtos de qualidade inferior a custos de primeiro mundo.

Mas ajudam - e muito - nas campanhas politiicas.

O dinheiro, caro Emir, esta' nos Bancos gerando lucros indecentes. Ate' mesmo os estatais dancam nesse baile macabro.

O dinheiro esta em muitas "casas" esperando o inicio do processo eleitoral para aparecer nas declaracoes dos candidatos. Sim, eles guardam dinheiro em casa.

O dinheiro esta' nos supersalarios dos funcionarios publicos, multiplas aposentarias integrais, isonomia salarial que so' move para cima.

O dinheiro esta' sendo entregue a um certo bilionario patriota, atraves do BNDES.

O dinheiro esta' empenhado no pagamento da divida publica interna - o tal superavit primario - que cresce 'a medida que o governo - bonzinho, de esquerda - necessita se financiar e oferece juros atraentes aos investidores.

Podemos tambem dizer onde o dinheiro NAO esta': Na Saude, na Educacao, na Infraestrutura, no financiamento de moradias populares, no bolso do cidadao...


Ana Cruzzeli - 07/05/2013
Emir

Eu tinha tanta certeza que minha colocação sobre o Eike causaria criticas, por que eu também tenho criticas a fazer ao capitalismo, afinal onde tem lucro, tem injustiça, que aqui estou para fazer mais algumas observações



Eu ultimamente venho pensando nessas questões, tipo extração mineral e como adoramos criticar o empresário que em sua maioria é sim explorador e muitos de nós não percebemos que eles exploram por nós, somos nós que os obrigamos em muitos casos a exploração.



Vou dar um exemplo.



Minha coleção de panelas inoxidável e meu faqueiro da mesmo material, lindo e reluzente quantas mineiros devem ter morrido para que eu tivesse esse luxo que é tão barato para mim?



E meu sistema eletrico, feito com o mais puro cobre, quantos mineiros foram mortos para que eu tivesse esse luxo de ter luz em todos os cantos de minha casa?



São nessas horas eu ODEIO o que o FHC fez ao Brasil em vender a CSN e a Vale do Rio Doce.



Enquanto a justiça social não se amplia na velocidade que se deseja por questões historicas de traidores da pátria, devemos ainda andar de lado, mas ainda andando, melhor do que o FHC propunha, muito melhor.



Uma sociedade de classe média unica leva tempo, até lá esse é o melhor que a esquerda pode fazer. Evasão de divisas como FHC propunha? Deus me livre.





Cibele - 07/05/2013
"É o grande empresariado privado, com a boca torta do cachimbo da especulação, quem sabota o desenvolvimento econômico do país." Isso, isso, isso!



Está provado que o brasileiro preguiçoso que não gosta de trabalhar não é o cidadão comum, mas a burguesia sem vergonha, a elite cínica, os intelectuais do capital incapazes de renovar a própria mente.


Emilio R Rua - 07/05/2013
Caro Professor Emir Sader,

A queda da taxa de juros foi um golpe de morte para o capitalista financeirizado brasileiro. Não nos causa surpresas que, a despeito de toda desoneração tributária sobretudo nos itens básicos da cesta básica, esse setor da sociedade esteja se apropriando, pela via da extorsão, de ganhos que lhes dava o mercado financeiro. É como o senhor falou, agora são todos contra Dilma. A nossa presidente, apesar de se valer de uma governabilidade conservadora, mexeu nos juros. Esta política era necessária, dado o aumento exponencial da dívida pública. O Estado brasileiro caminhava para a insolvência e Dilma respondeu com a queda na taxa de juros. A atitude da presidente foi correta e corajosa, a medida que enfrenta os barões da mídia e setores poderosos da elite brasileira. Parabéns a Dilma.


edi - 07/05/2013
ai eu sim enho procuração do PT e quero dizer que só o pt é sabotado, politica é assim mesmo é a "governabilidade", quem discorda é fascista, a politica do PT é um trabalho de formiguinha por isso demora e muita vezes nao faz nada etc. é incrivel como se muda de posição, facilmente. é incrivel a falta de senso democratico e o sectarismo. dá uma espingarda logo pra cada um, e pronto!


Antonio de Pádua Silva - 07/05/2013
Não tenho procuração da Ana Cruzelli mas quero, independentemente de nomes citados como exemplo, voltar a defender o núcleo do pensamento inicial dela neste debate: acontece uma sabotagem do empresariado contra as iniciativas do governo Dilma. E isso mostra o nível deplorável da atitude ética desses espertalhões: Recebem incentivo da desoneração fiscal e não baixam o preço; beneficiam-se de financiamento, rolam eternamente a dívida no banco embora tenham auferido retorno suficiente para comprar caminhonete nova e formar filho na Harvard, etc. etc. etc. ... Até quando vão posar de santinhos sem que sejam desmascarados?


Amauri - 07/05/2013
Antonio de Padua Silva, existe sim uma sabotagem e voce sabe disso, mas porque ninguem tem corragem de dizer que esses "empresários" responsáveis pela sabotagem (hiperinflação nos produtos de consumo básico), porque controlam o comércio e a industria, são apenas "funcionários" da maior máfia do mundo, que é a "super sociedade secreta" que posa de "philantrópica".


Cleusa - 07/05/2013
Paulo Roberto Cunha, de que presidente Fernando Henrique você está falando? De algum ente de outro planeta? O FHC que eu conheço e me recordo com muita clareza realmente foi eficiente, mas na desindustrialização do Brasil; no sucateamento dos serviços públicos; na entrega do patrimônio público a preço zero para seus compradores, como exemplo a Vale do Rio Doce, que foi vendida ao valor equivalente a um mês de lucro da empresa; a destruição da educação, ou contrário do que você escreveu; com a destruição dos bancos públicos, que eram responsáveis por fomentar os empreendimentos dos estados, entre muitas outras ações de lesa pátria praticadas pelo "eficiente" FHC. Eu não sinto saudade nenhuma dessa gente. É claro que muitas coisas que a atual presidente está fazendo eu não concordo. Mas, entre ela e o Aécio, que é um playboy irresponsável, futil e que acha bonito desempregar milhões de pessoas, privatizar a Petrobrás, entre outas excrecências - fico com a Dilma!!


Paulo Roberto Cunha - 07/05/2013
Cleusa, de quem você está falando, do governo Lula, Dilma ou dos dois em sua mensagem? Perfeita colocação! Concordo com tudo. Entre um ignorante que nunca leu um livro e outro adepto a cultura, fico com este - farinha por farinha... E já que é para usar da velha tática petista de usar rótulos, ufanismo, muita "ideologia" barata. Vejam o nível do "debate"! Sempre assim... "Entre playboy e cheiro do povo" etc etc etc..... BAH!


Anderson - 06/05/2013
Esse é um governo na prática longe do discurso e do que prometeu em campanhas. A fim de dar um q de diferente, fica-se polarizando esquerda direita, fica-se rotulando o governo em artigos ao invés de ditcuti-lo pura e simplesmente. É o subtefrúgio dos pobres em politica apoiados em seus pobres articulistas que posam como intelectuais. Publica esse comentário, professor Emir, o democrata?


José Carlos Alencar - 06/05/2013
Ana Cruzelli, se é que você atende pessoalmente por este nome mesmo, defender o Eike e ainda dizer que "Muitos falam que Dilma está fazendo privatizações aqui e acolá"... ninguém está dizendo nada que a Dilma faz aqui e acolá, ela PRIVATIZA aqui, acolá e Brasil afora! Outro ponto curioso, evidenciando uma vez mais a pobreza jornalística brasileira e o quanto as pessoas se esquecem, ou defendem interesses político-partidários, é a questão do Marco Feliciano (ninguém diz que é fruto das alianças gospel daDilma), a sijeição do Judiciário à Câmara, fronta democrática, os próprios Sarney e Calheiros presidindo o Senado, a ausência de reforma agrária, política, ambiental etc etc etc Em que país estamos? Onde estou? Emir, estou sonhando ou você nunca escreve nada disso e é tudo fruto da minha imaginação?


Branca - 06/05/2013
"Defender pessoas que arriscam seu patrimônio e não especulam com a inflação é dever de oficio de todos nós"



a Heloísa Helena tinha total razão quando disse que "o poder não corrompe as pessoas, as revela!", cada vez mais fica comprovada essa maxima! Af!


Amauri - 06/05/2013
O dinheiro não foi o "gato" que comeu, nem a inflação de 5 a 6%a.a indice(falso) oficial da inflação, mas o que corroeu o dinheiro e salários foi a INFLAÇÃO REAL que se situa em 10 a 20 vezes o indice oficial.

Basta ver o preço dos imóveis, da carne, das quiquilharias da china, tudo teve aumeto de mais de 100% em um ano.

O Curioso é dizer que a inflação anual fica em 5 a 6%a.a, só se for no salário e naquilo que o trabalhador tem para vender.


Coutinho - 06/05/2013
Em algum momento, precisar-se-á fazer um planejamento de investimentos do Estado em setores produtivos, para que haja uma alternativa entre setor privado nacional e setores internacionais-importação. O objetivo seria duplo: servir de contra-peso em relação a surtos inflacionários e garantir a oferta básica de produtos.

Não se trata de abolir a economia de mercado, mas de adicionar um elemento público de contra-peso à sua lógica.


Elisa - 06/05/2013
Corrigindo o meu comentário anterior: ex- mineradora do ''empresário' (?) Eike.

Em tempo, a comunidade de São João da Barra também está sendo vítima da construção do Porto do Açu.


Amauri - 06/05/2013
Me poupe ANA CRUZZELI, o eIKE Batista patriota? é por causa desse tipo de gente que existe tanta desigualdade social.

Ele quer construir porto para ganhar MUIIITO dinheiro, e eu e voce e o povo todo vai pagar mais caro os produtos que vem de fora e vender mais barato para ele levar a sua GORDA FATIA em tudo.

Não precisamos de "salvadores da patria" desse calibre, precisamos sim de crescimento sustentável INTERNAMENTE atraves de uma agricultura familiar saudável que valorize os produtos puros, sem venenos e produtos quuimicos, voltados para suprir a demanda interna, se sobrar exporta e lá fora que paguem o onus da exportação, PATRIOTA É QUEM SE PREOCUPA PRIMEIRAMENTE COM O SEU POVO, EU DISSE POVO e não bolso.


Coutnho - 06/05/2013
Perfeito!



Já faz tempo que em casa, temos notado que os preços não baixaram, ao contrário, subiram com a desoneração fiscal. O empresariado nacional simplesmente aumentou sua margem de lucro e nada, ou quase nada repassou ao consumidor. Mais, a sonegação fiscal é muito grande!



De fato, o Estado tem assumir investimentos em infra-estrutura, aumentar na Saúde e melhorar a qualidade na Educação. Se houver concessões em obras de infra-estrutura, que a contrapartida em investimentos de manutenção, expansão e garantia de preços baixos ao consumidor-povo, sejam exigidas.


Antonio de Pádua Silva - 06/05/2013
Concordo com Emir e Ana Cruzelli. Como iremos desalojar esse "inimigo" disfarçado, o empresariado sabotador, e expor sua atitude anti-patriótica à execração pública? Qual a "midia" para dar visibilidade a esta campanha necessária? É evidente que o problema é do campo da ética mais que do econômico.


Paulo Roberto Cunha - 06/05/2013
É politicamente incorreto dizer isso no Brasil dos oportunistas hoje, mas sempre defendi o Collor, traído pelas megacorporações (bancos, indústria farmacêutica e de mídia), o Itamar foi um dos melhores presidentes, e o Fernando Henrique um presidente eficiente (mais na educação que os do PT, que impulsionou também o social), prejudicado por uma grande crise internacional. A realidade é que o PT é uma (má) continuação hoje dos governos passados. Em que se diferencia, na essência? Apenas em dar 2 reais a famílias para que saiam da renda de 69 reais (abaixo da linha da pobreza) e cheguem assim a 71 (acima de 70, n linha da pobreza, não mai miséria segundo o cômputo internacional, e lá fora e aqui dentro todo mundo acredita em revolução social do PT). Apontem-me o que é social e eficiente em matéria de educação, saúde, segurança, saneamento, política e distribuição.. Os governos passados sim, sem máscara, desfizeram-se de pesos estatais hoje eficientes (veja a telefonia). Enfim, que discordem, mas não digam que este governo hoje é de esquerda e que promove revolução social...


Ana Cruzzeli - 06/05/2013
FOI AO PONTO EMIR



Sou RADICALMENTE contra o concentração de riqueza nas mãos de alguns, isso gera desiquilibrio social . Uma unica classe média é o sonho de todo e qualquer socialistas. Esse é um sonho possivel.



Mas há momentos que não dá para não defender pessoas como Eike Batistas.



Estou tão incomodada com o que estão fazendo com o rapaz que partir para fazer algo que parece contraditório estou defendendo coisas que sou primariamente contra, mas diante de seu texto me sinto mais leve para cometer esse pequeno pecado.



Muitos falam que Dilma está fazendo privatizações aqui e acolá e estão batendo em cima dos portos.



Os portos antigos eu não tenho o que falar pois não sei se Dilma irá conceder administração privada e conceder não é vender ,a coisa muito diferente.



Mas aí vem o Eike que recebeu uma concessão de CONSTRUIR um porto altamente moderno e como você bem diz:

Ele poderia está aplicando em juros pelo mundo, deixando seu dinheiro em paraiso fiscal sem correr nenhum risco.



No entanto



Ele está INVESTINDO e NÃO ESPECULANDO.

Ele está arriscando seu CAPITAL acreditando num país desenvolvido.

Ele está sendo um PATRIOTA

Ele está gerando emprego e renda, colocando Açu no mapa, trazendo dinheiro estrangeiro para cá antes mesmo de sua inauguração, imagina quando for inaugurado?



Defender pessoas que arriscam seu patrimônio e não especulam com a inflação é dever de oficio de todos nós.



É o que você está fazendo agora.







Giovanni - 06/05/2013
Não há inflação?Não vai ao supermercado, feira e açougue?A culpa é do "capital especulativo"?"Desoneração da cesta básica não chegou plenamente aos consumidores"...não chegou 1 centavo!Reclamam que não tem dinheiro desperdiçando bihões de dólares na construção de estádios..enquanto isso, a saúde, educação e segurança, ficam com as migalhas, afinal, o pobre que procura atendimento não faz doações para campanhas milionárias, infra-estrutura zero, chinês cancelando compra da soja, merecidamente, não cumpre prazo de entrega, fique com seu commoditie!Exportando grãos para ração de porcos, é o fim!


Elisa - 06/05/2013
Cabe ao Estado manter o pulso firme com relação aos especuladores, e, também, deixar bem claro para a população, quem é que dificulta o desenvolvimento econômico do país.

Metendo a colher sobre o assunto "Eike Batista",não concordo que ele seja um patriota;ao contrário, é mais um aproveitador que mama nas tetas do governo, explorador, assassino e depredador do meio ambiente.

Assiti há pouco a uma audiência na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, pela TVALMG, sobre o estrago, a tortura e crueldade que a mineradora do sr. Eike tem provocado na população de Conceição do Mato Dentro.


Humberto Belisário - 06/05/2013
Onde está o crescimento economico? pibinho... onde está a met de inflação? o governo de esquerda está cada vez mais perdido, mostra sua cara, a bolha econômica e social está estourando, em em 2014 volta o PSDB, é AÉCIO NA CABEÇA!


Branca - 06/05/2013
O dinheiro segue em grande parte concentrado no país dentre os maiores concentradores de renda, mais baseados na especulação cujos bancos NUNCA na história lucraram tanto,e NUNCA houve tanta fuga de capitais ao exterior como hoje (tenho dados). O dinheiro está nas mãos da oligarquia e dos donos da terra e do agronegócio em um país que NUNCA passou por reforma agrária


reynaldo - 06/05/2013
O dinheiro saiu dos programas de reforma agrária, dos hospitais que deveriam ser remodelados, das aposentadorias minguadas por mecanismos perversos, do salário do funcionário público, bode expiatório, e foi parar no bolso abarrotado da aristocracia financeira através das montanhas de dinheiro geradas no dito superavit primário, e foi parar no caixa que transborda do consórcio de empreiteiras que constrói Belo Monte com financiamento do BNDES e foi revertido em lucros vultosos remetidos pelas montadoras a suas matrizes falidas após generosas doses de isenção fiscal, etc., etc. Enquanto isso, no palácio do planalto, a dama de ferro se reúne com gente séria, empresários, banqueiros, latifundiários, para conversa de gente séria, adulta, gente de verdade.


edi - 06/05/2013
professor Emir o Eice Batista parece agora que tem leitores achando que vai praticar um ato de bondade que é patriota ama o Brasil e acredita que ele tem um ideal onde esta levando o Brasil essa política? isso deveriam pensar todos nos o pior é que é petista parece falando isso nemhuma criança acredita nisa nao é


Wesley - 05/05/2013
No governo do PT, nunca os empresários ganharam tanto como ganham. Todos estão ganhando, mas, por ódio e preconceito aos trabalhadores, esses empresários nacionais direitistas tentam de todos os modos sabotar a política do governo. Realmente, cadê o dinheiro dessa gente que só especula e torce para o país desabar em miséria!


José de Oliveira Luiz - 05/05/2013
Saquear povo, cofres públicos, bens comuns, privatizar lucros e democratizar prejuízos é norma de mineradores e corporação de moedeiros.


diogenes - 03/06/2013
Como ganhar dinheiro fácil?

Ganhe dinheiro!!!!

QUER SER FINANCEIRAMENTE ABENÇOADO (A)?

ENTÃO ABRA O SEU CORAÇÃO, CASO CONTRÁRIO NÃO DARÁ RESULTADO.

PROGRAMA DE AJUDA MÚTUA

REALIZADO EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL.

ENTÃO LEIA COM ATENÇÃO. NÃO HAJA DE MÁ FÉ, LEMBRE-SE QUE SUA MENTE ATRAI O QUE VC FAZ E PENSA.

AJUDA MÚTUA: DA CERTO MESMO!!! Método aprovado pela revista Exame!!

Leia o texto com atenção; funciona mesmo! É só seguir as instruções abaixo.

Esta carta, com certeza, irá mudar financeiramente a sua vida, basta acreditar. Pois este Programa de Ajuda Mútua não é picaretagem, nem golpe, é uma maneira das pessoas se ajudarem, de forma simples, óbvia, totalmente segura e honesta.

Em dezembro de 1996 recebi este método pelo correio. Não havia pedido por isso, simplesmente alguém pegou meu nome na lista telefônica ou nalguma mala direta.

HOJE, AGRADEÇO A DEUS POR ISSO!!!

Após ler a carta várias vezes, para ter absoluta certeza de que estava lendo corretamente, não pude acreditar nos meus olhos. Diante de mim estava uma FANTÁSTICA MÁQUINA DE FAZER DINHEIRO. E eu precisava muito na época, para eu quitar as minhas dívidas e poder prover as necessidades materiais de minha família. Eu poderia investir 12 reais, sem me endividar ainda mais. Depois que fiz os cálculos, concluí que teria no mínimo meu dinheiro de volta. Foi aí que pensei: Por que não? Pior do que eu estava não poderia ficar.

Segui as instruções e após três semanas eu estava recebendo bem mais do que eu imaginava. Após três meses o dinheiro parou de chegar. Fiz um levantamento com os extratos bancários e, realmente, totalizavam em minha conta R$ 16, 164,00 (Dezesseis mil cento sessenta e quatro reais). E isso investindo apenas 12 reais.

É a CORRENTE DA FORTUNA

Esse sistema foi feito com a finalidade de ajuda mutua e você pode participar da seguinte maneira:

INSTRUÇÕES:

O 1º passo é você ter R$ 12,00 para depositar para essas seis pessoas:



01- diogenes…………….(banco do brasil . agencia:4863-1, conta:8779-3)



02- DANIMAR………… (BCO BRASIL AG – 181-3 C. C59013-4)



03- ADENILDO…………( BCO BRASIL. – AG.3545-9, C/P 18.950-2)



04- CARLOS…………………..( BCO BRASIL.-AG.0224-0, C/C 28.885-3)



05- Angelica………………( BCO ITAU. -ag.0159, C/C 75477-9)







Após depositar R$ 2,00 para cada uma das 6 pessoas, você deve salvar no seu computador esse texto que está lendo agora (o texto completo postado por mim). Você vai distribuir esse texto pela internet usando fóruns, comunidades, etc.… Só que você irá fazer uma alteração na lista de nomes contida no texto. No Texto que você vai distribuir tem que constar o seu nome na lista, para que você seja beneficiado. Aí está a chave de tudo: Você deverá excluir o nome da pessoa que está na 1ª posição de modo que o nome da 2ª posição passa para a 1ª, o da 3ª passa para a 2ª, o da 4ª para a 3ª, o da 5ª para a 4ª e o da 6ª para a 5ª. Aí é só inserir o seu nome e sua conta na 6ª posição. É de extrema importância respeitar essa seqüência para que dê tudo certo. Com a lista alterada, é só distribuir o texto pela internet… Quanto mais você postar o texto, mais dinheiro vai receber na sua conta. Poste no mínimo 250 cópias. Use fóruns, Bloggers, Comunidades, etc. Este programa não é uma loteria ou espécie de jogo. Nem um golpe. É uma ajuda mútua entre pessoas idôneas.

É um programa honesto e todos os participantes são responsáveis pelo sucesso do programa.

Aproveite!

Se você não gosta da idéia de mandar 2,00 para alguém, tenha em mente que você esta pagando esta quantia para um serviço legal, ou depositando na sua poupança e tenha muitos lucros.

Você vera!

Agradeço quem puder me ajudar, preciso muito, se puderem ajudar, que seja 1 real, agradeço de coração. (diogenes)