Antifascismo

Abaixo-assinado repudia ataques de Bolsonaro e afirma que Fernando Santa Cruz não será assassinado pela segunda vez

 

12/09/2019 16:48

Da esquerda para a direita: Ricardo Azevedo, Tibério Canuto, Rosalina Santa Cruz, Antonio Funari, Elzita Santa Cruz e Carlos Tibúrcio

Créditos da foto: Da esquerda para a direita: Ricardo Azevedo, Tibério Canuto, Rosalina Santa Cruz, Antonio Funari, Elzita Santa Cruz e Carlos Tibúrcio

 
Depoimentos de:
 
Beatriz Tibiriçá , a Beá: "Se Bolsonaro sabe - como afirmou em 29/072019 -- como Fernando Santa Cruz foi morto, e nunca revelou, está cometendo o crime de ocultação de cadáver; se não sabe, terá que responder judicialmente pela calúnia contra seus ex-companheiros' (trecho da leitura do abaixo-assinado) 
 
Ieda Botura Areias: "Fui da AP, hoje sou do PSDB; me revolta profundamente a tentativa de Bolsonaro de reescrever a história"
 
Geraldo Siqueira: "Nossa luta era por habitação, por reforma agrária, por educação; criminoso é aquele que afronta esses direitos, como o atual Presidente da República"
 
Ricardo Azevedo: "A história da AP, de 1962 a 1981, percorreu amplo gradiente progressista, estendendo-se do cristianismo ao marxismo"
 
Rosalina Santa Cruz , irmã de Fernando Santa Cruz: "É mentira, é mentira, é mentira desse que se diz presidente. Nós nos orgulhamos do nosso passado de lutas contra a ditadura"

Ouça os depoimentos:



*Carlos Tibúrcio é jornalista e foi militante e dirigente da Organização Política Operária, a Polop, e do POC, ex-preso político e co-autor, com Nilmario Miranda, do livro 'Dos Filhos deste Solo - Mortos e Desaparecidos Políticos durante a ditadura militar: a responsabilidade do Estado' (Editora Fundação Perseu Abramo e Boitempo Editorial)





Conteúdo Relacionado