Antifascismo

Dirigente do PSOL foi assassinado

Josimar da Silva Conde era presidente do PSOL num município do estado brasileiro do Acre. Juliano Medeiros, dirigente nacional do partido, exige o apuramento de responsabilidades. ''Não aceitamos esperar mais 600'' para saber o que aconteceu

22/11/2019 15:49

(Reprodução)

Créditos da foto: (Reprodução)

 
Josimar da Silva Conde tinha 47 anos e era um dos fundadores e presidente do PSOL no município de Xapuri, no estado do Acre, Brasil. O dirigente político foi encontrado morto na tarde de 20 de novembro. Conde tinha 47 anos, era seringueiro de profissão e tinha sido candidato a vice-prefeito do município.

A pouca informação atualmente disponível indica que o crime, com contornos violentos, terá ocorrido por conflitos de terras na região. Xapuri é conhecida por ser a terra de Chico Mendes, ativista internacionalmente conhecido pela sua luta em defesa da Amazónia e das pessoas que nela vivem.


O núcleo do PSOL no Acre confirmou a morte do dirigente através de uma nota divulgada nas redes sociais. "O Partido manifesta seu pesar frente ao brutal assassinato do presidente municipal do PSOL em Xapuri (Acre), Josimar da Silva Conde. Sua trajetória e dedicação foram muito importantes para a construção dos ideais de sociedade justa e livre que acreditamos. Expressamos nossas condolências à família e ao povo de Xapuri pela perda que também nós sentimos. Desejamos força e conforto neste momento de sofrimento", afirma a nota pública.

Também Juliano Medeiros, presidente nacional do partido, recorreu às redes sociais para exigir uma investigação rápida ao homicídio.


"Expressamos, em nome da direção nacional do PSOL, nossos sentimentos aos seus familiares, amigos e companheiros de partido. E exigimos respostas. Não aceitamos esperar mais 600 para saber por que um dos nossos tombou e qual a natureza do crime", escreveu Medeiros.

Os 600 dias a que o tweet faz referencia são os dias passados desde o assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro pelo PSOL.

*Publicado originalmente em esquerda.net

Conteúdo Relacionado