Arte

Na rota da ganância

A avidez corporativa é mostrada na série 'Na rota do dinheiro sujo' em investigações históricas de fraudes em ambientes desregulados e muitas vezes complacentes

02/05/2021 08:31

(Divulgação)

Créditos da foto: (Divulgação)

 
Diretor da série Na Rota do Dinheiro Sujo (Dirty Money), o produtor americano Alex Gibney, um dos mais solicitados diretores da atual onda de filmes documentários lançados em canais digitais, tomou como base uma desagradável experiência pessoal para esse trabalho. Planejou os episódios feitos para a Netflix quando ele próprio se viu vítima da Volkswagen, anos atrás, ao comprar um carro a diesel recém lançado na época pela marca alemã.

Com o título Emissões Mortais (Hard NOx), o episódio narra o caso da grande mentira da Volkswagen quanto à verdadeira quantidade de gases poluentes emitida pelos seus carros a diesel que estavam sendo lançados no mercado tendo como alvo clientes ecologistas. O escândalo do diesel limpo acabou custando à Volks bilhões de dólares. Mas isso depois que a empresa já tinha lucrado alguns bilhões a mais - o filme ressalta.

A Volkswagen não chegou a se manifestar oficialmente sobre o doc. O único entrevistado do grupo de origem alemã é um ex-funcionário da empresa que se apresenta indignado com o prejuízo que marca causou aos milhares de empregados espalhados pelo mundo e que foram, eles também, vítimas.

No lançamento da série, em 2018, a temporada estreou com seis episódios. Atualmente, há mais capítulos dessas histórias que narram fraudes envolvendo valores altíssimos perpretadas por grandes grupos de negócios da indústria farmacêutica, de automóveis, grupos imobiliários, bancos e até a fantástica história da fortuna do ex-primeiro ministro da Malásia, Najib Razak.

Com sua mulher e jovens amigos dos seus filhos - ela, uma segunda versão ampliada de Imelda Marcos - Razak acumulou uma fortuna de muitos milhões de dólares antes de ser deposto e processado. Hoje, aguarda julgamento em Kuala Lampur, a capital do país devastado pelas dívidas deixadas pelo sinistro casal.

A minissérie Dirty Money é mais um filme - gêneros documentário e ficção - que de poucos anos para cá vêm mostrando a agressividade econômica e financeira sem limites do neocapitalismo. No caso, o objetivo é expor fraudes de bilhões de dólares de grandes empresas enquanto cada vez mais o cidadão comum vai perdendo qualidade de vida em sucessivas crises, em inflação e extorsão, em falsas promessas e ignorando que estão sendo espoliados com esses assaltos ao seu bolso.

O entanto, o mesmo Gibney foi contestado enérgica e minuciosamente pelo grupo do WikiLeaks quando dirigiu e lançou o documentário Assange e Chelsea Manning - We Steal Secrets: The Story of WikiLeaks ao se opor ao modo como o documentarista narrou a sua história.

Os episódios de Dirty Money:

O andar da carruagem, a fraude gigantesca do banco Wells Fargo.

Indústria do consignado (Payday): a impressionante exploração de benefícios fiscais prometidos a indígenas e empréstimos imobiliários com altos juros e regras obscuras para clientes pobres.

O homem no topo narra a trajetória desonesta de Najib Nazak com diversas entrevistas com ele, depois de ter sido desmascarado pela manipulação, pelas fraudes do seu governo, abuso de poder e parceria com o 1MDB.

Remédio amargo (Drug short): como a indústria farmacêutica pode extorquir pessoas que precisam de remédios para viver.

O banco dos cartéis (Cartel bank): financiamento do HSBC para cartéis de drogas no México.

O roubo do xarope (The maple syrup Heist) aborda o cartel fabricante do xarope obtido com a folha de maple que acompanha tradicionais e populares panquecas que se come no Canadá.

O homem de confiança (The confidence man) mostra como a história de fracassos empresariais de Donald Trump se transformou em uma marca de sucesso.

Ouro sujo trata do contrabando de rede de lavagem poderosa em mineração ilegal e Quem quer ser milionário apresenta o império imobiliário de Jared Kushner, genro predileto de Trump e um dos seus conselheiros mais influentes, na Casa Branca, durante seu mandato. Os seus negócios com imóveis em Nova Iorque, mesmo ambiente onde o sogro consolidou sua fama.

O cardápio dessas investigações em corporações, na vida de executivos e de investidores é variado. Mas o tema comum é a ganância que campeia em um ambiente capitalista inteiramente desregulado e onde desfilam milionários que sabem que se encontram acima do bem e do mal.



Conteúdo Relacionado