Arte

Temos que salvar a arte dos riscos causados pela política!

 

11/07/2018 09:29

 

 
As Bahamas são um paraíso natural pobre em monumentos. A ilha de San Salvador está presente em todos os livros de história do mundo, pois foi onde o navegador genovês Cristóvão Colombo desembarcou no dia 12 de outubro de 1492, marcando a “descoberta” o Novo Mundo.

A ilha tem mais ou menos mil habitantes, que vivem à margem dos acontecimentos mundiais, não têm consciência histórica e não defendem um dos poucos monumentos existentes nas Bahamas: a prisão da ilha. Ela foi construída em 1836 com blocos de coral, alojou o escritório do governador inglês na localidade e tem duas celas que nunca foram muito utilizadas.

Em 1992, para as celebrações do V Centenário do Descobrimento do Novo Mundo, o município de Gênova, berço do navegador, supervisou a restauração do edifício que foi transformado em um museu.

Há poucos anos, em 2014, um furacão destruiu o teto, e o conteúdo do museu foi transportado a outro lugar. O governo das Bahamas demorou três anos para tomar a decisão de restaurar e voltar a abrir o museu.

Mas chegaram as eleições, e o governo de então recebeu um duro golpe, perdendo quase todas as vagas no parlamento. O ex-ministro de Obras Públicas foi um dos poucos reeleitos no colégio eleitoral de San Salvador, e agora é o líder da oposição.

Isso é suficiente para que o novo governo paralise todos os investimentos na ilha e olhe com indiferença a deterioração progressiva daquela construção sólida de quase dois séculos de história.

Penso que este é o momento em que a arte deve ser separada do uso partidário da política. Espero que em cada um de nós durma um pequeno Cristóvão Colombo, que queira descobrir seu novo mundo, e que considere a arte e a cultura como elementos importantes.

Por isso, convido você a assinar a seguinte apelação para o primeiro-ministro das Bahamas, para ajudar a salvar esse histórico edifício de sua morte: https://www.change.org/p/hubert-minnis-salvemos-el-arte-de-la-politica?recruiter=888468280&utm_source=share_petition&utm_medium=copylink&utm_campaign=share_petition&utm_term=undefined

Ao apoiar esta petição, você estará ajudando uma obra de arte a sobreviver, e mais que isso, dará uma mensagem que hoje em dia se faz cada vez mais importante: o patrimônio artístico e cultural não pode estar sujeito ao partidarismo político! E essa verdade não tem a ver só com as Bahamas.






Conteúdo Relacionado