CM8 Internacional

CM8 Internacional - 07/01/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

07/01/2019 08:13

Bolsonaro e seus ministros em uma reunião no Palácio do Planalto em Brasília no dia 3 de janeiro (Reuters)

Créditos da foto: Bolsonaro e seus ministros em uma reunião no Palácio do Planalto em Brasília no dia 3 de janeiro (Reuters)

 

1 - NOTÍCIAS DO MUNDO

GABÃO.
Exército do país declara golpe “para restaurar a democracia”. Militares no país da África Central tentam derrubar o doente presidente Ali Bongo. Oficiais militares no Gabão fizeram uma tentativa de golpe, apreendendo a estação de rádio estatal e declarando sua insatisfação com o presidente Ali Bongo, que está se recuperando de um derrame no Marrocos. (THE GUARDIAN, Inglaterra)

https://www.theguardian.com/world/2019/jan/07/gabon-military-seize-national-radio-station-in-apparent-coup-attempt

EUA. Alexandria Ocasio-Cortez faz os democratas valsarem à esquerda. A nova e jovem eleita para a Câmara dos Representantes norte-americana sacode Washington e desestabiliza em seu próprio campo, o Partido Democrata. (LE MONDE, França)

https://www.lemonde.fr/international/article/2019/01/06/alexandria-ocasio-cortez-fait-valser-a-gauche-les-democrates_5405710_3210.html

ISRAEL.
Presos cinco adolescentes israelenses pela morte a pedradas de uma palestina na Cisjordânia. Os jovens, estudantes de um seminário rabínico ortodoxo, foram presos e acusados do crime de terrorismo, que provocou uma onda de protestos dos colonos e dos militantes ultranacionalistas. (EL PAÍS, Espanha)

https://elpais.com/internacional/2019/01/06/actualidad/1546787492_437506.html

FRANÇA. Macron luta para se salvar. O mal estar social deixa pouca margem ao presidente para cumprir seu programa. (LA VANGUARDIA, Espanha)

https://www.lavanguardia.com/internacional/20190106/453954500178/macron-francia-chalecos-amarillos-revuelta-mandato.html

EUROPA. A direita europeia visa a União Europeia. Os partidos populistas de direita na Europa vêm ganhando força há anos. Agora, eles esperam usar as eleições do Parlamento Europeu em maio como trampolim para ganhar maior influência na UE. Pesquisas indicam que podem ser bem sucedidas. (DER SPIEGEL-en, Alemanha)

http://www.spiegel.de/international/world/right-wing-populists-seek-to-flex-muscles-in-the-eu-a-1246433.html

HUNGRIA. Milhares protestaram em Budapeste contra “lei da escravatura”. Pelo menos 10 mil pessoas enfrentaram a neve e temperaturas negativas numa marcha contra o governo de direita de Viktor Orbán, denunciando a nova legislação que prevê que as empresas possam exigir aos trabalhadores até 400 horas extras por ano, o equivalente a um dia extra de trabalho por semana. (ESQUERDA.NET, Portugal)

https://www.esquerda.net/artigo/hungria-milhares-protestaram-em-budapest-contra-lei-da-escravatura/58924

EUA. Contradizendo Trump, Bolton diz que nenhuma retirada da Síria até o ISIS ser destruído e a segurança dos curdos garantida. (THE WASHINGTON POST, EUA)

https://www.washingtonpost.com/world/national-security/bolton-promises-no-troop-withdrawal-from-syria-until-isis-contained-kurds-safety-guaranteed/2019/01/06/ee219bba-11c5-11e9-b6ad-9cfd62dbb0a8_story.html?utm_term=.642313b98f3e

PORTUGAL. A "geringonça" de esquerda com a qual Portugal tenta superar o pesado patrimônio neoliberal. Se parece muito estranho que a esquerda difícil apoie um partido que flerta com o neoliberalismo para evitar a vitória do adversário abertamente neoliberal, é preciso entender por que ele é chamado de "geringonça". No meio da instalação de vários governos de direita, esta é a alternativa escolhida por Portugal. (EL DESCONCIERTO, Chile)

http://www.eldesconcierto.cl/2019/01/03/revisar-la-geringonca-de-izquierda-con-la-que-portugal-viene-superando-la-pesada-herencia-neoliberal/

2 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

THE GUARDIAN, Inglaterra

A violência continua no Ceará, apesar da presença da Força Nacional. Ataques, que incluem bombas de fabricação caseira, aconteceram no estado do Nordeste continuaram apesar da mobilização de pelo menos 300 membros da Força Nacional de Segurança Pública enviados para ajudar a acabar com os dias de violência na região. A polícia matou duas pessoas em um tiroteio. Mais de 100 pessoas foram presas desde o início da violência na quarta-feira.

https://www.theguardian.com/world/2019/jan/06/violence-continues-in-brazil-state-security-force-presence-ceara

LE MONDE, França

Símbolos, provocações e trapalhadas: os primeiros passos de Bolsonaro à frente do Brasil. O novo presidente, que assumiu o cargo em 1º de janeiro, já tomou medidas contra os povos indígenas e a comunidade LGBT. Mas ele conhece suas primeiras contradições na política econômica.

https://www.lemonde.fr/international/article/2019/01/07/symboles-provocations-et-cafouillages-les-premiers-pas-de-bolsonaro-a-la-tete-du-bresil_5405794_3210.html

PÁGINA 12, Argentina

O lobby de armas tem sócios no Planalto. O novo presidente anunciou que iria assinar um decreto para remover os controles sobre o porte de armas. O governo brasileiro quer usar o mesmo remédio que os Estados Unidos para resolver o mal da insegurança: a flexibilização no uso de armas. Para isso, visa desabilitar uma lei conhecida como Estatuto do Desarmamento.

https://www.pagina12.com.ar/166764-el-lobby-de-las-armas-tiene-socios-en-el-planalto

ANFÍBIA, ESPANHA

A campanha de Bolsonaro teve apoiadores ativos onde não pensava. @agustinofficial, maquiador gay com milhões de seguidores que defenderam o então candidato quando foi acusado de homofobia. Adriana Amado analisa o papel das redes sociais e dos meios de comunicação nas eleições brasileiras.

http://revistaanfibia.com/ensayo/los-influencers-bolsonaro/

PÁGINA 12, Argentina

Fuzilaram três indígenas.

https://www.pagina12.com.ar/166766-fusilaron-a-tres-indigenas

PÁGINA 12, Argentina

De presente, uma base militar. Bolsonaro ofereceu aos EUA instalar uma base no brasil. O secretário de Estado, Mike Pompeo, confirmou que o novo presidente brasileiro convidou os Estados Unidos a operarem militarmente em suas terras. Um setor das Forças Armadas e a oposição rejeitam essa perda de território.

https://www.pagina12.com.ar/166767-de-ofrenda-una-base-militar

LA VANGUARDIA, Espanha

Caetano Veloso se veste de rosa contra as políticas machistas de Bolsonaro. Personalidades do mundo da cultura mostram sua oposição à ministra brasileira da Mulher, Família e Direitos Humanos, que afirmou que as crianças devem usar azul e meninas rosa.

https://www.lavanguardia.com/internacional/20190105/453948170150/caetano-veloso-se-viste-de-rosa-contra-las-politicas-machista-de-bolsonaro.html

ESQUERDA.NET, Portugal

Povos indígenas enfrentam Bolsonaro e o agronegócio. “Não vamos hesitar em denunciar este governo e o agronegócio aos quatro cantos do mundo. Estamos dispostos a defender os nossos modos de vida, a nossa identidade e os nossos territórios com a nossa própria vida”, garante a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil.

https://www.esquerda.net/artigo/brasil-povos-indigenas-enfrentam-bolsonaro-e-o-agronegocio/58925

RFI, França; La Jornada, México e El Mercurio, Chile

Bolivianos ficam indignados após declaração de deputado carioca sobre indígenas. A Bolívia reagiu com indignação às declarações do deputado estadual do Rio de Janeiro Rodrigo Amorim (PSL), que afirmou que "quem gosta de índio, que vá para a Bolívia, que além de ser comunista ainda é presidida por um índio".

http://m.br.rfi.fr/brasil/20190105-bolivianos-ficam-indignados-apos-declaracao-de-deputado-carioca-sobre-indigenas-0

https://www.jornada.com.mx/ultimas/2019/01/05/indigna-a-bolivia-racismo-de-diputado-brasileno-contra-indigenas-5471.html

https://www.emol.com/noticias/Internacional/2019/01/06/933331/Politicos-de-Bolivia-rechazan-comentarios-racistas-de-diputado-brasileno-afin-a-Bolsonaro.html

RFI, França

Declarações racistas de Bolsonaro e desinteresse econômico afastam líderes africanos do Brasil. O chanceler de Angola, Manoel Domingos Augusto, foi a primeira autoridade internacional a ser recebida pelo novo ministro brasileiro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Para alguns especialistas, isso mostra o interesse de Brasília em manter boas relações com o país. No entanto, o diplomata foi um dos poucos representantes africanos presentes na cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro, confirmando o afastamento da África nas relações internacionais do novo governo.

http://m.br.rfi.fr/brasil/20190104-posse-de-bolsonaro-anuncia-incertezas-sobre-relacoes-entre-brasil-e-africa-0

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Leonardo Boff, entrevista – Política, Brasil (Página 12, Argentina)

“Teremos vergonha de ser brasileiros com este governo”

https://www.pagina12.com.ar/166694-tenemos-verguenza-de-ser-brasilenos-con-este-gobierno

Luis Leiria – Política, Brasil (Esquerda.net, Portugal)

“O irmão de Bolsonaro”

https://www.esquerda.net/opiniao/o-irmao-de-bolsonaro/58927

Cristina Semblano – Pelo Mundo, França (Público, Portugal)

“França: as razões da ira”

https://www.publico.pt/2019/01/05/mundo/opiniao/franca-razoes-ira-1856773

Paul Krugman – Pelo Mundo, EUA (The New York Times, EUA)

“A política de encharcar os ricos - O que Alexandria Ocasio-Cortez sabe sobre política fiscal? Muito.”

https://www.nytimes.com/2019/01/05/opinion/alexandria-ocasio-cortez-tax-policy-dance.html?action=click&module=Opinion&pgtype=Homepage

Kenneth P. Serbin – Política, Brasil (Foreign Affairs, EUA)

“Os fantasmas da ditadura militar no Brasil – como a política do esquecimento levou ao crescimento de Bolsonaro”

https://www.foreignaffairs.com/articles/brazil/2019-01-01/ghosts-brazils-military-dictatorship

Brian Winter – Política, Brasil (Americas Quaterly, EUA)

“O guru de Jair Bolsonaro”

https://www.americasquarterly.org/content/jair-bolsonaros-guru

Conteúdo Relacionado