CM8 Internacional

CM8 Internacional - 19/12/2018

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

19/12/2018 08:54

Flavio Bolsonaro (ao fundo), cujo motorista está sob investigação, e seu pai Jair, o presidente eleito do Brasil (Adriano Machado/Reuters)

Créditos da foto: Flavio Bolsonaro (ao fundo), cujo motorista está sob investigação, e seu pai Jair, o presidente eleito do Brasil (Adriano Machado/Reuters)

 

1 - NOTÍCIAS DO MUNDO

TRUMP.
À medida em que a investigação promovida pelo procurador-geral Mueller se aprofunda, a rede estaria se fechando em Trump? Especialistas dizem que o depoimento de Michael Cohen aos promotores tem um potencial devastador para o presidente em apuros. Após uma semana que poderia ser considerada uma das mais turbulentas de sua presidência, Donald Trump e seus principais assessores foram atingidos por fortes sinais de que o pior ainda está por vir, na forma de concisos documentos judiciais e depoimentos. (THE GUARDIAN, Inglaterra) https://goo.gl/7zZr2G 

TRUMP.  Donald Trump concordou em fechar sua caridade pessoal, a Fundação Trump, na sequência de uma sucessão de escândalos e um processo que o expôs a "chocante padrão de ilegalidade". O procurador-geral de Nova York diz que a caridade funcionava "como pouco mais do que um talão de cheques para atender aos negócios e interesses políticos de Trump". Trump usara a caridade para pagar as liquidações legais dentro de seus negócios e até comprar uma pintura sua para pendurar em um de seus tacos de golfe. (THE GUARDIAN, Inglaterra) https://goo.gl/4ZJqkU 

AMÉRICA LATINA. Um em cada cinco jovens latino-americanos não consegue emprego. O desemprego afeta a 25 milhões de latino-americanos segundo um estudo da OIT. (EL PAÍS, Espanha) https://goo.gl/1dCnqZ 

NICARÁGUA. ONGs ilegalizadas e assaltadas pela polícia. No dia 13 de dezembro, 10 organizações da sociedade civil nicaraguense foram privadas da sua personalidade jurídica. Na noite de 13 para 14, a polícia invadiu 4 ONGs e 3 órgãos de imprensa, não apresentando ordens judiciais. (Esquerda.Net, Portugal) https://goo.gl/wuiMk9 

ARGENTINA. País em “risco”. Dado o constante aumento do risco-país, o governo teve que parar todos os projetos de infraestrutura promovidos pelo esquema de Participação Público-Privada. Após o ajuste acordado com o FMI, as PPPs eram a única alternativa para não interromper completamente as obras públicas: sem investidores dispostos a emprestar para a Argentina, o governo suspendeu todos os projetos de infraestrutura viária, de energia, educação e ferroviária que pretendia financiar. Soma-se, pela segunda vez no governo Macri, uma estagflação, recessão e inflação alta. (PÁGINA 12, Argantina) https://goo.gl/ahymJX https://goo.gl/MzjPSa 

MÉXICO. AMLO aumenta o salário mínimo. López Obrador anunciou a subida mais importante em 25 ano. O presidente mexicano anunciou um aumento de 16% no salário mínimo e de 50% na região de fronteira com os Estados Unidos. O objetivo é impedir a migração e fortalecer o mercado interno. (PÁGINA 12, Argentina) https://goo.gl/PEMp5G 

CUBA. Cuba renuncia ao casamento homossexual. Cuba renuncia oficialmente ao registro do casamento entre pessoas do mesmo sexo em sua nova constituição, por falta apoio na opinião pública. (TRIBUNE DE GENÈVE, Suiça) https://goo.gl/4SE6Rz 

FRANÇA. Pesquisa: os “coletes amarelos” têm cor política? Professor de sociologia da Universidade de Lille, Yann Le Lann, liderou estudo que utilizou  526 questionário coletados nas manifestação e traçou seu perfil sociológico, suas proximidades políticas  entre outros. Cerca de 50 % não são de esquerda nem direita e 20 % não se pronunciaram. A esquerda somou 15 % e a direita 12 %. O centro? 3 %. (L’HUMANITÉ, França) https://goo.gl/hjDvUk 

BÉLGICA. Grande incerteza na Bélgica após a renúncia do primeiro-ministro Charles Michel. O primeiro ministro liberal, encabeçando uma coalizão minoritária, tentou, sem sucesso, buscar cooperação temporária da oposição. O pacto sobre migração enfraqueceu o governo. (LE MONDE, França) https://goo.gl/CKG3k9 

ITÁLIA. O governo italiano consegue um acordo "verbal" para evitar as sanções de Bruxelas. A Comissão Europeia terá que ratificar na quarta-feira os cortes nos orçamentos italianos. O suposto armistício ocorre depois que o governo italiano formalizou na segunda-feira o corte de 4.000 milhões no orçamento preliminar apresentado inicialmente para se ajustar à nova meta de déficit de 2.04% anunciada na semana passada, muito próxima a 1.9. % que a UE solicitou. (LA VANGUARDIA, Espanha) https://goo.gl/JohbqQ 

FRANÇA. França cria imposto digital. França prepara-se para virar a página da história fiscal do país. A partir de 1 de janeiro, surge um novo imposto sobre as gigantes tecnológicas. O "GAFA" - como é conhecido pelo acrónimo de Google, Apple, Facebook e Amazon - poderá vir a incluir taxas sobre venda de dados privados e as receitas de mercados online. De acordo com o ministro das Finanças Bruno Le Maire, é esperado que, em 2019, a medida gere 500 milhões de euros para os cofres franceses. (EURONEWS, Portugal) https://goo.gl/XmkBuc 

HUNGRIA. Fora da televisão estatal da Hungria: um protesto. No ar: conversa evasiva. Sob Viktor Orban, a Hungria tornou-se um lugar de duas realidades paralelas. Mas raramente essas duas bolhas parecem tão surrealmente distantes do que durante a semana passada de protestos. (THE NEW YORK TIMES, EUA) https://goo.gl/SE34rA 

CHINA. Quarenta anos após a abertura da China, Xi Jinping reafirma o papel central do Partido Comunista. Durante uma grande cerimônia no Palácio do Povo na terça-feira, o líder chinês reiterou sua disposição de continuar as reformas. Sem revelar qualquer medida concreta. (LES ECHOS, França) https://goo.gl/yJhPvQ 

FACEBOOK. Como o Facebook criou um muro privado e abriu uma brecha para os gigantes da tecnologia. Durante anos, o Facebook deu a algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo acesso mais intrusivo aos dados pessoais dos usuários do que divulgou, efetivamente isentando esses parceiros de negócios de suas regras usuais de privacidade, de acordo com registros internos e entrevistas.  (THE NEW YORK TIMES, EUA)  https://goo.gl/UCXWG4 https://goo.gl/Up4V6c 


2 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PÁGINA 12, Argentina |
Recado do Papa para Bolsonaro e Bullrich. O papa contra os assassinatos cometidos pelo Estado. Sem usar a expressão "gatilho fácil", mas em clara alusão ao fenômeno, o papa falou hoje em Roma aos assassinatos cometidos pelo Estado. Antes da Comissão Internacional contra a Pena de Morte chamou atenção "em execuções extrajudiciais, sumárias ou arbitrárias, que são um fenômeno lamentavelmente recorrente em países com ou sem pena de morte legal".  https://goo.gl/mxXeGm

RFI, França | A França espera que Brasil continue comprometido com causa climática. A França espera que o Brasil continue comprometido com a luta contra o aquecimento global, embora tenha renunciado a organizar a cúpula sobre o clima COP25 em 2019, declarou nesta terça-feira (18) o chanceler francês, Jean-Yves Le Drian. https://goo.gl/cWqtdz

RFI, França | Caça a Battisti reacende lembranças dos ‘anos de chumbo’ na Itália, relata Le Monde. A situação do ex ativista de extrema esquerda Cesare Battisti, refugiado no Brasil desde 2004, é destaque na capa do jornal francês Le Monde que chegou às bancas na tarde dessa terça-feira (18). Em reportagem de duas páginas, o vespertino relembra em detalhes o caso do italiano condenado à prisão perpétua por quatro homicídios nos anos 1970, e que teve sua extradição decretada pelo governo brasileiro. https://goo.gl/csnrcv

L’HUMANITÉ, França | Manuela D’Avila: “os discursos de ódio podem terminar numa tragédia”. O diretor da Humanidade, Patrick Le Hyaric, encontrou-se com a ex-candidata comunista à vice-presidência do Brasil, Manuela d'Avila, que foi ao Parlamento Europeu. https://goo.gl/FD84eH

LE MONDE, França | Jair Bolsonaro, ainda fora do cargo, já foi flagrado por negócios. O ex faz tudo de um filho do presidente eleito deve se explicar à justiça sobre movimentos financeiros "atípicos". Por quase dez dias, ele foi um dos homens mais procurados do Brasil. Aquele cujas palavras poderiam finalmente livrar o futuro presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, de qualquer suspeita de apropriação indébita ou, inversamente, transformar uma pechincha em um "Bolsogate". Invisível, inaudível, desde a revelação do "caso", Fabricio Queiroz, ex-motorista e agente de segurança de Flavio Bolsonaro, filho do futuro chefe de Estado, deve reaparecer quarta-feira, 19 de dezembro https://goo.gl/te8DTM

SPUTNIK NEWS, Rússia | Ex PM suspeito pela morte de Marielle Franco é preso no Rio de Janeiro . Suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista, o ex-policial militar Renato Nascimento Santos, o Renatinho Problema, foi preso nesta terça-feira em Guapimirim, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Ele é suspeito de integrar uma milícia. https://goo.gl/KJ4ZMW https://goo.gl/H8vpxS 

PÚBLICO, Portugal | “Índio em reserva é como animal em zoológico”, diz Jair Bolsonaro. Organizações alertam para perigo quando autoridades pretendem rever “aos poucos” as políticas de isolamento voluntário e abrir terras indígenas a exploração. https://goo.gl/UJrDUY

EL TELÉGRAFO, Equador | Um fazendeiro decidirá sobre reforma agrária e reservas indígenas no Brasil. O fazendeiro Luiz Antonio Nabhan Garcia, líder de uma importante organização de produtores rurais no Brasil, será responsável pela reforma agrária e pela delimitação das reservas indígenas no governo da extrema direita Jair Bolsonaro, informou nesta terça-feira, 18 de dezembro, fontes oficiais. https://goo.gl/KtEw1x

TELESUR, Venezuela | Bolsonaro anuncia que retirará o Brasil do pacto migratório. AO ultradireitista condenou a decisão do governo de Michel Temer de assinar o acordo migratório global promovido pela ONU. https://goo.gl/9pkBve

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Brian Winter – Política, Brasil (Americas Quaterly, EUA): “O guru de Jair Bolsonaro” https://goo.gl/TEmhz1

Emir Sader – Política, Brasil (Página 12, Argentina): “Teoria e prática” https://goo.gl/bbYfTc

Robert Reich – Pelo Mundo, EUA (The Guardian, Inglaterra): “Na cabeça de Trump, todo negócio é privado. O “interesse público” significa nada para ele.” https://goo.gl/mgFSfm

Eliane Brum – Sociedade e Cultura, Brasil (El País, Espanha): “O pênis de Deus – confundir jornalismo e entretenimento pode ajudar a proteger criminosos e produzir vítimas” https://goo.gl/SAQkFu

Maurice Medina – Sociedade e Cultura (Le Monde Diplomatique, França): “A teologia do gerenciamentos – infantilização intelectual nas escolas de administração” https://goo.gl/3rrr2p

Conteúdo Relacionado