CM8 Internacional

Clipping Internacional - 01/08/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

01/08/2019 09:19

(Adriano Machado/Reuters)

Créditos da foto: (Adriano Machado/Reuters)

 

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO
. Bolsonaro eleva o tom numa escalada verbal cada vez mais autoritária. O presidente brasileiro nega os crimes da ditadura militar, insinua que o jornalista Glenn Greenwald poderia acabar na cadeia e impõe uma censura prévia ao escolher quais filmes receberão financiamento. Bolsonaro cruzou todas as linhas nesta semana ao ridicularizar uma vítima da ditadura militar brasileira (1964-1985). Conhecido por ser um militar nostálgico do regime e por ter torturadores entre seus ídolos, o presidente brasileiro não deveria surpreender ninguém neste momento, mas conseguiu. (El Mundo, Espanha) | bit.ly/2KaNGv9

BOLSONARO
. Bolsonaro 'ou esconde informações ou divulga informações falsas', diz presidente da OAB . O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, moveu uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (31), exigindo explicações de Bolsonaro sobre possível conhecimento das pessoas que causaram a morte de seu pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, durante a ditadura. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2SXc46c

BOLSONARO. .Justiça intima Bolsonaro e filho a explicarem nomeação à embaixada dos EUA. O presidente Jair Bolsonaro foi intimado a se explicar sobre a possível nomeação de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), como embaixador brasileiro em Washington, nos Estados Unidos. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2YfeKlE

BOLSONARO
. Subscritor do impeachment de Dilma garante: Bolsonaro é "caso de interdição". Em entrevista ao DN, Miguel Reale Junior chama o presidente do Brasil de "BolsoNero" e diz que ele "vive alucinado nas trevas". Mas não se arrepende de ter ajudado a tirar o PT do poder. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/31b7W5k

AMAZÔNIA
. Desmatamento da Amazônia: governo de Bolsonaro acusado de procurar plantar dúvida sobre os dados. Após um clamor internacional, o governo brasileiro - que está estreitamente alinhado com os madeireiros, garimpeiros e fazendeiros responsáveis pela maior parte da perda florestal - realizou uma reunião especial e analisaram a criação de um esquema de monitoramento alternativo, já que o sistema existente mostra um aumento alarmante nas taxas de liberação. A floresta amazônica está sendo queimada e cortada no ritmo mais alarmante da memória recente, mas o governo brasileiro de Jair Bolsonaro está focado em reinterpretar os dados em vez de lidar com os culpados, disseram grupos de monitoramento. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2Zr1EOO

AMAZÔNIA
. Bolsonaro apela ao "patriotismo" para esconder os dados do desmatamento da Amazônia. O escândalo eclodiu após a divulgação de dados sobre o aumento do desmatamento pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O INPE registrou quase 2.000 km² de áreas desmatadas em junho, um aumento de 24,8% em relação ao mesmo período de 2018. (El Diário, Espanha) | bit.ly/31a1prW

AMAZÔNIA
. A destruição da Amazônia se acelera durante o governo de Bolsonaro. Proteger a Amazônia foi a parte central da política ambiental do país nas últimas duas décadas, mas após a chegada do presidente da ultradireita, em apenas sete meses, o Brasil perdeu mais de 300 mil hectares de floresta. (El Espectador, Colômbia) | bit.ly/2Klu0nn

ÍNDIOS
. Amazônia: Invasão de aldeia e assassinato de líder indígena fazem temer novo massacre. Emyra Wajãpi era um líder com uma luta histórica pela demarcação e homologação da Terra Indígena. Após o grupo de mineiros ter invadido a aldeia, indígenas vivem ambiente de terror. (/esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2YkX33Y

FORÇAS ARMADAS
. Trump declara o Brasil estratégico aliado militar dos EUA fora da NATO. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2KaZMob

FORÇAS ARMADAS
. Trump concede ao Brasil o status de "grande aliado militar". O presidente dos EUA, Donald Trump, concedeu na quarta-feira ao Brasil o status de maior aliado militar dos Estados Unidos, o que facilitará a compra por Brasília de sofisticadas armas norte-americanas. (La Presse, Canadá) | bit.ly/2T1StC6

AGROTÓXICOS
. Recorde de agrotóxicos no Brasil é risco para acordo Mercosul-UE, diz Helena Margarido Moreira. O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem batido recordes de liberação de agrotóxicos. Até este mês foram 262 pesticidas liberados como parte de uma política de favorecimento ao agronegócio. A política ambiental do governo segue a mesma premissa e bate recordes de desmatamento, além de questionar publicamente dados de institutos que monitoram o avanço das motosserras no Brasil. Essa postura tem levantado preocupações fora do Brasil e pode interferir em acordos econômicos, como o recém fechado acordo entre o Mercosul e a União Europeia. Helena Margarido Moreira é pesquisadora em Relações Internacionais e Política Ambiental. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/317lrTN

AGROTÓXICOS
. Brasil acelera a aprovação de novos pesticidas. O governo Bolsonaro autorizou 262 novos produtos desde que chegou ao poder. Um terço deles inclui substâncias proibidas na Europa. (El País, Espanha) | bit.ly/2LYuZ03

FRANÇA
. Ao dar bolo em chanceler francês, Bolsonaro mostra que não tem postura de presidente, analisa cientista político. Em entrevista à RFI, o cientista político Francisco Fonseca, professor da Fundação Getúlio Vargas e da PUC-SP, analisou a postura do presidente brasileiro Jair Bolsonaro de desmarcar um encontro previsto com o chanceler francês, Jean-Yves Le Drian. Segundo ele, a atitude do líder brasileiro não é apenas um desrespeito, mas algo inaceitável para quem está no cargo que ocupa. (RFI, França) | bit.ly/2KacXWd

FRANÇA
. Imprensa francesa não engole "desfeita" de Bolsonaro durante visita de chanceler Le Drian. A anulação esta semana de uma reunião entre o presidente brasileiro Jair Bolsonaro e o ministro francês das Relações Exteriores de França, Jean-Yves Le Drian, ganhou destaque na imprensa da França nesta quarta-feira (31). Vários jornais comentam o episódio, visto como uma desfeita, principalmente após a divulgação de um vídeo no qual o chefe de Estado aparece cortando o cabelo, no momento em que deveria se reunir com o chefe da diplomacia francesa. (RFI, França) | bit.ly/2YJ7z4M

FRANÇA
. Bolsonaro sem ‘savoir-faire’ diplomático para gerir relações com França. Governo francês é um dos mais críticos da política ambiental de Brasília, mas o seu apoio será crucial para que acordo comercial entre a UE e o Mercosul seja concretizado. (Público, Portugal) | bit.ly/2GGgNnM

FRANÇA.
Bolsonaro cancela uma reunião com Le Drian ... para ir ao cabeleireiro. (Le Figaro, França) | bit.ly/2YjXM5r

FOME ZERO. Graziano se despede da FAO e deixa Fome Zero como herança global. Chega ao fim nesta quarta-feira (31) o segundo mandato de José Graziano da Silva como diretor geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Em seu lugar assume Qu Dongyu, vice-ministro da Agricultura da China, eleito no mês passado. (RFI, França) | bit.ly/2LRBr8M

MASSACRE
. Após a asfixia de quatro detentos, o pesado tributo do massacre dos prisioneiros de Altamira. Com 62 mortes no total, este massacre é um dos mais sangrentos da história do Brasil, desde o do Carandiru, em 1992, em São Paulo, que teve 111 vítimas. (Le Monde, França) | bit.ly/2SYe9iw

ACORDO MERCOSUL-EU
. Acordo Europa-Mercosul no visor de Washington. Interessada em um acordo bilateral com o Brasil, a Casa Branca é hostil ao recente acordo UE-Mercosul, e o Secretário de Comércio Wilbur Ross adverte Brasília contra uma possível "pílula envenenada" no tratado assinado com Bruxelas. Trump confirma sua lua de mel com Bolsonaro. (Les Echos, França) | bit.ly/2Kg5ELE

ECONOMIA
. Guedes diz que conversas do Brasil com os EUA estão em andamento. Confirmação das negociações ocorre após reunião com o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross. O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, disse na quarta-feira que o país está em negociações com os Estados Unidos sobre um acordo comercial, já que as duas maiores economias das Américas buscam fortalecer os laços. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/2KjsvWq

ECONOMIA.
Banco central do Brasil reduz taxa de juros para baixa. Comitê de política monetária aponta progresso na reforma do sistema previdenciário como impulso para a mudança. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2Mtobqn

GREENWALD
. Greenwald, a pedra no sapato de Bolsonaro. (l’Humanité, França) | bit.ly/2OB7OuG

CORTES NA EDUCAÇÃO
. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, justificou na quarta-feira que os novos cortes orçamentários na educação foram feitos com o objetivo de respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal e, assim, evitar um eventual julgamento político. Depois de um novo decreto, a redução orçamentária na área já chegou a 25% até agora este ano. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2KhpSof

NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA
. Ronald Reagan chamou os delegados africanos de "macacos", revelam gravações. Em recém-lançado áudio, então o governador da Califórnia pode ser ouvido fazendo comentários racistas no telefonema com Richard Nixon. Ronald Reagan fez comentários racistas sobre os delegados africanos nas Nações Unidas, chamando-os de "macacos" e dizendo que eles ainda estavam "desconfortáveis usando sapatos". (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2GGeUb3

EUA
. Mais de 900 crianças migrantes foram separadas de seus pais nos EUA no último ano. Os dados estão contidos na demanda da organização de direitos civis ACLU e incluem o período após o alegado fim desta prática pela administração Trump. (El País, Espanha) | bit.ly/2Mrdh4t

EUA.
O que Wall Street pensa de Elizabeth Warren? Ela coloca risco a seus negócios, mas Donald Trump pode ser ainda mais perigoso. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/2SVRALa

PARAGUAI
. Eles pedem o julgamento político do presidente Abdó Benítez e seu vice. Crise política no Paraguai, depois de um acordo secreto sobre Itaipu. Pedem o julgamento político do presidente Abdó Benítez e seu vice. O novo chanceler, Antonio Rivas, anunciou, em primeiro lugar, que se reunirá sexta-feira com autoridades brasileiras com a intenção de exigir que o controvertido contrato de energia, que a oposição paraguaia considera prejudicial ao país, seja nulo e sem efeito. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2LU380H

PORTUGAL
. Sindicatos e autarquias desafiados a participar na Greve Climática de 27 de setembro. Em conferência de imprensa, ativistas lançaram um apelo a sindicatos e autarquias para lutarem contra as alterações climáticas, mobilizando-se para a greve global que visa dar “um sinal inequívoco a todo o planeta de que o que está a ser feito não chega".

(Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2Yz8rbN

AMÉRICA LATINA.
A América Latina crescerá metade deste ano do que em 2018. CEPAL reduz projeção para 0,5%, oito décimos abaixo do previsto em abril e bem abaixo de 0,9% com o fechamento do ano passado. (El País, Espanha) | bit.ly/2SYyEeJ

ISRAEL
. Israel constrói 700 casas para palestinos ... e 6 mil para colonos. O governo de Netanyahu anuncia o plano pouco antes da viagem à região de Jared Kushner, arquitetura do plano de paz dos EUA no Oriente Médio. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/2SXcqK4

ARTIGOS/ENTREVISTAS

Andrew Gawthorpe – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Isso é fascism? Não. Mas pode se tornar? Sim.” | bit.ly/2YDK78O

Eduardo Febbro
– Brasil ( Página 12, Argentina) | “O desplante de Bolsonaro” | bit.ly/2YzKocW

Paula Español – Argentina (Página 12, Argentina) | “A economia macrista está num beco sem saída” | bit.ly/2SV0Z5y

Camila Mortágua – Brasil (Esquerda.net, Portugal) | “A Amazônia não é o quintal de Bolsonaro. O que está a acontecer no Brasil é assunto nosso também. A destruição de povos indígenas e de patrimônio da Humanidade é assunto nosso também.” | bit.ly/2GHpcaR

Rafael Vilasanjuan
– Brasil (El Periódico, Espanha) | “Bolsonaro e a fome.” | bit.ly/2YbJ2Wy


Conteúdo Relacionado