CM8 Internacional

Clipping Internacional - 05/02/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

05/02/2020 08:44

(Roger Cipó/Superinteressante)

Créditos da foto: (Roger Cipó/Superinteressante)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LULA.
O Tribunal do Brasil rejeitou nova denúncia contra Lula no caso Guarujá. A decisão do juiz expressou que a denúncia “deve conter os elementos e circunstâncias do tempo, modo, forma de execução, além de individualizar a conduta do acusado. Uma denúncia genérica, vaga e imprecisa é considerada inepta, na qual a conduta não é particularizada ”, afirmou Prensa Latina. (Últimas Notícias, Venezuela) | tinyurl.com/vkgg9lt

RACISMO RELIGIOSO. Extremismo evangélico, transformado em racismo religioso no Brasil de Bolsonaro. Mais de duzentos espaços sagrados das religiões afro-brasileiras foram atacados em 2019 por extremistas neopentecostais. (El Diário, Espanha) | tinyurl.com/swq8nur

GOVERNO BOLSONARO/DIPLOMACIA. "É um clima de caça às bruxas": no Brasil de Bolsonaro, a grande melancolia dos diplomatas. Desde que assumiu o cargo, o presidente de extrema direita fez de tudo para impor sua visão de mundo a esse influente governo. Alguns membros do "Itamaraty" testemunham o que consideram a "destruição" contínua de seu ministério. (Le Monde, França) | tinyurl.com/wz6pfqk

CORRUPÇÃO. Brasil retrocede na lucha contra corrupção no discurso de Bolsonaro. OCDE e Transparência Internacional alertam para as decisões dos poderes com o potencial de reverter as avanços dos últimos anos contra a malversação de recursos. (El País, Espanha) | tinyurl.com/typmuy2

AMAZÔNIA. Um índio ‘high-tech’ no resgate do planeta. Para alertar sobre a destruição da Amazônia e seu impacto no ecossistema global, Almir Narayamoga, chefe do povo Paiter Surui, está visitando a França. (L’Humanité, França) | tinyurl.com/tbl2fp7

DEMOCRACIA EM VERTIGEM: REPERCUSSÕES

The Guardian, Inglaterra. |
Governo de Bolsonaro ataca a indicada ao Oscar Petra Costa pelo filme “The Edge of Democracy” como 'ativista anti-Brasil', incluído na categoria documentário. A maioria dos governos celebra quando seus cidadãos são indicados ao Oscar - mas não no Brasil de Jair Bolsonaro. Em uma extraordinária enxurrada de tweets na segunda-feira, a agência presidencial responsável por elevar a diretora de documentários do perfil internacional do Brasil, Petra Costa, classificou-a de "uma ativista antibrasileira" que "manchara a imagem do país no exterior". O filho político de Bolsonaro, Eduardo, liderou a acusação, chamando Costa de "canalha”. O gatilho imediato do ataque presidencial - que os especialistas brasileiros chamaram de inconstitucional - foi uma entrevista que Costa deu ao jornalista americano Hari Sreenivasan na semana passada. Nela, Costa lamenta o aumento do poder de Bolsonaro no poder e critica o incentivo do ex-capitão do exército ao desmatamento da Amazônia e aos assassinatos da polícia, que, segundo ela, aumentaram 20% no estado do Rio de Janeiro desde a eleição de Bolsonaro. | tinyurl.com/r98q89n

The New York Times, EUA. | O governo do Brasil criticou a cineasta indicada ao Oscar Petra Costa na segunda-feira, depois de mais uma vez rotular o presidente de extrema direita Jair Bolsonaro de um risco para a democracia do país. O documentário de Costa sobre o impeachment de 2016 da ex-presidente Dilma Rousseff, “The Edge of Democracy”, foi elogiado por esquerdistas e odiado por conservadores na nação politicamente dividida. Antes da competição pelo melhor documentário Oscar, em 9 de fevereiro, Costa falou na PBS e mais uma vez acusou Bolsonaro de estimular “agricultores e madeireiros a invadir reservas indígenas, queimar e desmatar a Amazônia, que já está no ponto de inflexão. poderia se tornar uma savana ". | tinyurl.com/vtew9xr

La Vanguardia, Espanha. | Governo Bolsonaro denuncia cineasta brasileiro indicado ao Oscar. O governo brasileiro, liderado pela extrema-direita Jair Bolsonaro, descreveu a cineasta Petra Costa como a candidata "ativista antiBrasil" ao melhor documentário de "Democracia em vertigem", a quem ele acusou de "difamar a imagem do país". do lado de fora com uma série de notícias falsas. Essas críticas a Petra Costa geraram respostas imediatas de políticos brasileiros, como o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que criticou Bolsonaro por usar a estrutura do governo para atacar o diretor da "Democracia em vertigem". Na mesma linha, a ex-presidente Dilma Rousseff, que aproveitou a oportunidade para chamar Bolsonaro de "sexista, racista, homofóbica, inimiga da cultura, defensora de ditaduras, tortura e violência policial e amiga de milicianos". | tinyurl.com/ux2jg29

Diário de Notícias, Portugal. | Governo Bolsonaro acusa candidata aos Óscares de ser antibrasileira. Em périplo internacional, Petra Costa, a autora do documentário Democracia em Vertigem, criticou o governo de Jair Bolsonaro, que contra-atacou pelos canais oficiais, o que pode ser considerado inconstitucional. O certo é que se o país ganhar a primeira estatueta da história no domingo, a esquerda vai capitalizar politicamente. E caso não vença, a direita festejará. | tinyurl.com/vbwg3f2

La Diária, Uruguai. | Dilma Rousseff criticou um vídeo publicado por um órgão oficial que ataca a cineasta Petra Costa. A ex-presidente disse que não há ninguém mais "antiBrasil" que Bolsonaro. Por meio das redes sociais, a ex-presidente brasileira Dilma Rousseff repudiou nesta terça-feira o vídeo publicado um dia antes pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), entidade dependente do governo federal, na qual a cineasta foi atacada. Petra Costa, diretora do documentário Democracia em Vertigem que foi indicado ao Oscar na categoria de documentário. | tinyurl.com/rna3k8j

El Mercúrio, Chile. | Presidência brasileira acusa cineasta indicado ao Oscar de "assumir um papel de militante anti-Brasil" O diretor do documentário "À beira da democracia", Petra Costa, disse em entrevista que Jair Bolsonaro incentiva agricultores e madeireiros a "invadir terras indígenas e queimar a floresta amazônica ". | tinyurl.com/vwbfhy3

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE
. Piñera não consegue apaziguar o protesto social na redação do Chile e a população exige reformas estruturais além de uma nova Carta Magna. A discussão cobre questões de justiça e equidade, dizem os especialistas. A aprovação do presidente é de apenas 6%. Desenvolvimento sem igualdade. O surto social abriu há mais de três meses uma nova etapa na história chilena. A população em geral rejeita a ordem estabelecida e pede reformas estruturais que vão além de uma nova Constituição. Essa é a leitura de analistas que acompanham de perto a situação do país sul-americano. (El Telégrafo, Equador) | tinyurl.com/v773csm

ARGENTINA. O juiz argentino Claudio Bonadio morre, perseguidor de Cristina Kirchner no tribunal. Com a morte de Bonadio, Cristina Kirchner perdeu o homem que ele acusou de "assassino" e "pistoleiro" e a quem ele sempre vinculou com uma suposta manobra do governo de Mauricio Macri para tirá-la da carreira política. Bonadio foi um verdadeiro flagelo judicial para o ex-presidente, o primeiro juiz que a processou em um caso por suposta corrupção. Era 13 de maio de 2016, apenas cinco meses depois que o ex-presidente deixou a Casa Rosada. Ele não o fez por causa da corrupção, mas porque havia prejudicado o Estado em uma operação que vendia dólares pouco antes do final de seu mandato. A causa ficou conhecida como "dólar futuro" e foi a primeira de uma longa lista. (El País, Espanha) | tinyurl.com/u8n9sby

ARGENTINA. Dolarização não salvaria a Argentina. A experiência do Equador mostra que políticas sólidas são fundamentais, independentemente da moeda. (Financial Times, Inglaterra) | tinyurl.com/tyo3xqr

BOLÍVIA. Ex-presidente boliviano, Evo Morales, candidato ao Senado. O ex-presidente boliviano Evo Morales, exilado na Argentina após sua renúncia em novembro, formalizou sua candidatura ao Senado, não conseguindo concorrer à presidência do país pela quarta vez. (La Presse, Canadá) | tinyurl.com/v25stfw

EUA. Centenas de salvadorenhos deportados pelos EUA foram mortos ou abusados, revela relatório. A Human Rights Watch diz que 138 salvadorenhos foram assassinados de 2013 a 2019 e outros 70 foram abusados ou agredidos sexualmente. (The guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/ukaxby6

EUA. Eleições primárias do Partido Democrático para indicação de seu candidato a presidente: resultados parciais de Iowa mostram Buttigieg com vantagem estreita sobre Sanders. Warren se segue; Biden e Klobuchar bem atrás. Setenta e um por cento dos distritos já relataram resultados. As porcentagens permanecem praticamente inalteradas em relação aos resultados divulgados no início do dia. Buttigieg possui 26,8% dos equivalentes de delegados estaduais, Sanders tem 25,2%, Warren 18,4%, Biden 15,4% e senadora Amy Klobuchar 12,6%. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/v8ygu4k

EUA. Quem é Pete Buttigieg, o candidato que surpreendeu o comitê democrata? Iowa: Bernie Sanders obteve 25,1% dos votos, Buttigieg 26,9%. Para muitos, o resultado da convenção do Partido Democrata dos EUA em Des Moines, capital do estado de Iowa, foi surpreendente. Quem pretende conquistar a maioria dos delegados é Pete Buttigieg, um político relativamente jovem (completou 38 anos em 19 de janeiro), gay, economista e considerado um "herói de guerra" por sua participação no conflito no Afeganistão. (La Diária, Uruguai) | tinyurl.com/v4d8mgg

CORONAVIRUS. Número de mortos sobe para 490 na China e mais de 24.300 infecções. Todos os dias o balanço aumenta. O número de mortes confirmadas pelo coronavirus na China aumentou para pelo menos 490, depois que as autoridades da província de Hubei anunciaram na quarta-feira 65 novas mortes. O número de casos de infecção na República Popular agora ultrapassa 24.300. (Le Soir, Bélgica) | tinyurl.com/uu3p778

CORONAVIRUS. Como o coronavirus transformou a globalização em uma ameaça mortal. O novo coronavirus na China se espalhou a um ritmo alarmante, perturbando cidadãos e epidemiologistas. Ela apresenta desafios substanciais para nosso modo de vida moderno - e ameaça nosso mundo globalizado, onde é mais vulnerável. (Der Spiegel, Alemanha) | tinyurl.com/upcf7ps

ISRAEL. soldados contra a anexação da Cisjordânia. Netanyahu, que queria lançar a anexação do vale do Jordão na semana passada, desistiu no último minuto. Sob pressão de seus aliados americanos, que consideraram a decisão precipitada. E, especialmente, soldados israelenses que temem uma explosão de raiva na Cisjordânia e uma evolução incontrolável em direção a um único estado, que não poderia ser judeu e democrático. (Mediapart, França) | tinyurl.com/upcf7ps

PALESTINA. A Europa critica o plano de Trump, para a "perspectiva de anexação" na Cisjordânia. A União Europeia (UE) criticou na terça-feira o plano dos EUA de resolver o conflito israelense-palestino e expressou preocupação com a "perspectiva de anexação do vale do Jordão e de outras partes da Cisjordânia", gerando a rejeição de Israel. O responsável lembrou que "de acordo com o direito internacional", a UE "não reconhece a soberania de Israel sobre os territórios ocupados desde 1967". "Os passos para a anexação, se aplicados, não podem acontecer sem serem questionados", afirmou. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/wy2v372

ALEMANHA. Sem remoção de um baixo-relevo antissemita. A justiça alemã se opôs à remoção de um baixo-relevo que adorna a Igreja Sainte-Marie em Wittenberg, o berço do protestantismo, desde a Idade Média. (Tribune de Genève, Suíça) | tinyurl.com/reatuze

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eduardo Aliverti – Argentina (Página 12, Argentina) | “Há pelo menos uma coisa segura, ao menos.” | tinyurl.com/qvh7qhz

Marcelo Justo – Reino Unido (Página 12, Argentina) | “Diálogo pós Brexit: Johnson descartou um acordo de livre comércio com a União Europeia” | tinyurl.com/v2drgd8

K. Biswas – Europa (The New York Times, EUA) | “Como a extrema direita se tornou o novo normal na Europa” | tinyurl.com/rheyx5e

Gabriel Palma, entrevista – Chile (El País, Espanha) | “O Chile precisa de um setor público capaz de gerar uma nova política de desenvolvimento” | tinyurl.com/ta9jetx

Pascal Pogam – França (L’Express, França) | “Quando a lei se torna uma arma de destruição em massa. Como proteger as empresas francesas dos excessos do imperialismo jurídico americano ...” | tinyurl.com/vlt6egp

Zhang Shuhua – China (Global Times, China) | “O modelo de governança chinês é adequado para enfrentar a epidemia virótica” | tinyurl.com/qwb6obw

Jomo Kwame Sundaram e Michael Lim Mah Hui Capitalismo (Other News, Itália) | “Financeirização aumenta a desigualdade” | tinyurl.com/rjg3ntp



Conteúdo Relacionado