CM8 Internacional

Clipping Internacional - 06/02/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo e especial com o discurso de Trump; e Artigos

06/02/2019 08:23

(Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/CP Memória)

Créditos da foto: (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/CP Memória)

 

1 - NOTÍCIAS DO MUNDO

 ARGENTINA. Modelo de desconstrução. Os números oficiais mostram o desastre da economia. O Indec reconheceu que, em dezembro, a indústria afundou quase 15%, a maior queda desde 2002, quando a conversibilidade explodiu. Eles também refletiram o colapso da construção civil, que ultrapassou 20%. O setor da construção civil veio abaixo. (PÁGINA 12, Argentina) https://goo.gl/yjBCke e https://goo.gl/d1uXje

VENEZUELA. Uma porta para o diálogo na Venezuela. O Papa admitiu a possibilidade de mediar entre Maduro e os adversários. Francisco falou da carta que Maduro lhe enviou para interceder no conflito. Ele disse que há alguns passos iniciais nessa direção, mas ressaltou que "para que a mediação seja feita, a vontade de ambas as partes é necessária". (PÁGINA 12, Argentina) https://goo.gl/1D6gp8

VENEZUELA. O reconhecimento europeu de Guaidó: político mas ainda não legal. No exterior se espera que o líder da Assembleia venezuelana nomeie um representante, mas não um embaixador, para evitar ter que expulsar Maduro. (EL PAÍS, Espanha) https://goo.gl/XT1Hgt

ARGENTINA.  Organizações marcham na Argentina contra interferência na Venezuela. Organizações sociais, sindicatos e política de esquerda na Argentina marcharam na terça-feira, 5 de fevereiro de 2019, para a embaixada dos Estados Unidos em Buenos Aires para protestar contra o que eles chamaram de "interferência" de Washington na Venezuela. (EL TELÉGRAFO, Equador) https://goo.gl/VLjffD

AGROTÓXICOS. Glifosato: Instituições europeias continuam a envenenar pessoas de forma consciente. Entrevistado por Marisa Matias, Younous Omarjee, eurodeputado de La France Insoumise, afirmou que, “hoje em dia, opta-se mais pelos interesses económicos da grande indústria do que pela saúde pública dos cidadãos europeus”. (ESQUERDA.NET, Portugal) https://goo.gl/rrwnqD

FRANÇA. O parlamento francês aprova a controversa lei "antidesordeiros" para acabar com os tumultos. Seus críticos temem que a nova medida possa ser mal utilizada por futuros governos, outros consideram que restringe o direito de demonstrar. (LA VANGUARDIA, Espanha) https://goo.gl/zMT5GL

O DISCURSO “STATE OF UNION” DE TRUMP

EUA. No discurso anual de legislatura o “Stade of Union”, Donald Trump ataca o procurador-geral,  Mueller e os democratas em discurso divisionista. E pediu uma união bipartidária enquanto condenava "ridículas investigações partidárias" e adotava uma linha dura na imigração. (THE GUARDIAN, Inglaterra) https://goo.gl/EEhb1L

EUA. No discurso dissonante do “State of Union”, Trump busca unidade enquanto descreve a ruína. O presidente Trump se confrontou pela primeira vez com um Congresso dividido na terça-feira à noite, pronunciando um discurso dissonante sobre o Estado da União, intercalando os ânimos edificantes com o compromisso bipartidário com representações assustadoras de assassinato e ruína. (THE WASHINGTON POST, EUA) https://goo.gl/pBJ8H3

EUA. Trump pressiona por linha dura na imigração em seu discurso do “State of Union”. O presidente Trump pediu unidade, mas sinalizou que continuaria a guerrear pelas políticas de imigração linha-dura que polarizaram a nação. Todas as esperanças de um novo espírito de cooperação pareciam ilusórias enquanto o presidente e os democratas passavam as horas antes, durante e depois do discurso trocando o fogo político partidário. (THE NEW YORK TIMES,EUA) https://goo.gl/s3GJYG

EUA. O discurso do “State of Union” de Trump, precária trégua política. O presidente dos Estados Unidos fez um apelo à unidade na terça-feira, pressionando os temas unificadores, sem abrir mão de sua defesa de um muro na fronteira mexicana. (LE MONDE, França) https://goo.gl/XKhkTp

EUA. Democratas arrasam discurso de Trump no ‘State of Union’. A resposta dos democratas ao discurso do Estado da União de Donald Trump ficou a cargo de Stacey Abrams. A ex-candidata a governadora para o estado da Georgia não poupou nas críticas e responsabilizou o presidente pela paralisação do governo. Para a democrata, esta administração tornou os trabalhadores federais em peões de um jogo político. “A paralisação foi um golpe planejado pelo presidente dos Estados Unidos, que desafiou todos os princípios de justiça e abandonou não apenas o nosso povo, mas os nossos valores",  afirmou. (EURONEWS, Portugal) https://goo.gl/dCmYWS

EUA. Trump procura recolocar o debate sobre o muro da fronteira. Presidente esteve próximo de uma declaração de emergência em sua nova convocação para um muro na fronteira do sul dos EUA. (THE WALL STREET JOURNAL, EUA) https://goo.gl/414fDB

2 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

THE GUARDIAN, Inglaterra | "Isso vai romper": trabalhadores de barragem  brasileira dizem que alertaram sobre o desastre de Brumadinho. A barragem de mineração brasileira, que entrou em colapso em janeiro matando centenas de pessoas, sofreu um vazamento no ano passado que comprometeu sua segurança, segundo funcionários que alegam que os operadores da mina não informaram a força de trabalho ou realocaram uma cantina e prédio da administração que foram destruídos no desastre . https://goo.gl/K6buWM

PÁGINA 12, Argentina | Melhora o estado de saúde de Bolsonaro. O presidente permanece internado em São Paulo. https://goo.gl/YzZFZH

ESQUERDA.NET, Portugal | Partido da ditadura militar conquista a presidência das duas câmaras legislativas. O Democratas (DEM), partido que teve origem na Arena, criada em 1966, consegue eleger os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado. Mais velho partido do sistema reforça-se assim no arranque do novo Congresso. Mas o balanço dos primeiros 30 dias do governo Bolsonaro é de desgoverno. https://goo.gl/CqkEbv

LE MONDE, França | As barragens de ‘risco elevado’ no Estado de Minas Gerais. Vários dias após o desastre de 25 de janeiro, as chances de encontrar as 288 pessoas ainda desaparecidas estão cada vez mais magras na lama carregada após o colapso da barragem. A tragédia, que já matou pelo menos 65 pessoas, continua a causar raiva e preocupação no país, enquanto as consequências ecológicas podem ser pesadas. Reportagem especial. https://goo.gl/Zrg8qS

THE WALL STREET JOURNAL | Tribunal solta empregados das empresas Vale, TUV SUD no caso do colapso da barragem. Os 5 funcionários foram presos no mês passado em meio às investigações do rompimento da barragem de uma mina da Vale. https://goo.gl/kFQMJR

EURONEWS, Portugal | Governo brasileiro apresenta proposta anticrime. As principais medidas incluem obrigar os condenados a cumprir as sentenças depois de um primeiro recurso ser negado, categorizando milícias e organizações de tráfico de drogas como grupos criminosos organizados e reprimindo o financiamento ilegal de campanhas. https://goo.gl/J5U3Gm

SPUTNIK NEWS, Rússia | Aliança EUA-Brasil está mais forte do que nunca', diz Bolton após encontro com Araújo. O ministro de Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, se encontrou nesta terça-feira em Washington com o assessor de segurança John Bolton, em um encontro exaltado por um dos principais conselheiros do presidente estadunidense Donald Trump. https://goo.gl/Jq9fid

EL MERCÚRIO, Chile | Jair Bolsonaro se encontrará com Trump em meados de março na Casa Branca.  O chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, disse que a visita do presidente aos Estados Unidos foi um dos temas em que se concentrou sua reunião em Washington com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo. https://goo.gl/UHSi8r

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Cas Mudde – Economia Política (The Guardian, Inglaterra): “O fórum de Davos tem derivado  em direção à extrema direita – e assustado a esquerda.” https://goo.gl/d5yNbF

Michael Klare – EUA (Le Monde Diplomatique, França): “Washington relança a escalada nuclear” https://goo.gl/J8wEj6 

Conteúdo Relacionado