CM8 Internacional

Clipping Internacional - 06/06/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

06/06/2019 08:13

 

 

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

MEDIAPART, França |
No Brasil, Jair Bolsonaro desmonta metodicamente o direito ambiental. Desmatamento, pesca, biodiversidade ... Desde sua eleição, o presidente brasileiro rebaixou todos os padrões ambientais e está envolvido em uma caça às bruxas dentro das administrações. Revisão detalhada de uma política antiecológica de ferro. | bit.ly/2Z4ZDXV

RFI, França |
Rede de supermercados da Suécia decide boicotar produtos brasileiros. A rede sueca de supermercados Paradiset anunciou um boicote a todos os produtos do Brasil, em consequência da liberação recorde de novos agrotóxicos pelo governo brasileiro. Do total de 197 agrotóxicos já autorizados neste ano pelo Ministério da Agricultura, 26% são proibidos na União Europeia, em razão dos riscos à saúde humana e ao meio ambiente. | bit.ly/2WOGH28

SPUTNIK NEWS, Portugal |
Brasil se tornará um 'inferno' se questão ambiental não for levada a sério, diz biólogo. Desde o início do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), há uma preocupação latente de ambientalistas com a política anunciada pela gestão para o meio ambiente. A nomeação de Ricardo Salles como ministro do Meio Ambiente, que já chamou o aquecimento global de “questão secundária”, foi um primeiro sinal das intenções de um governo que critica órgãos de fiscalização ambientais, relativiza a necessidade de áreas de proteção, reservas indígenas e ambientais, além de aliar-se com ruralistas. | bit.ly/2HYCnoH

LA VANGUARDIA, Espanha |
Bolsonaro quer reduzir multas para motoristas que infringirem a lei. O Brasil é o país com o maior número de mortes na estrada. Entre as mudanças propostas, os motoristas poderão acumular duas vezes mais pontos de violação de regras antes de perder sua licença, e os motoristas de caminhão não terão que passar pelos controles de drogas para obter os deles. | bit.ly/2XxLIJy

SPUTNIK NEWS, Portugal |
Pedir para que alunos filmem professores é medida de regime totalitário, diz ex-ministro da Educação. Seis ex-ministros da Educação assinaram uma carta em defesa das políticas públicas da área, pedindo a garantia de recursos, maior autonomia universitária e igualdade de acesso. | bit.ly/2F6Yqbd

EL PAÍS, Espanha |
Lula já é elegível para um regime de liberdade condicional, de acordo com o Ministério Público. A decisão sobre a mudança de regime depende do Superior Tribunal de Justiça, que não tem prazo específico para isso. | bit.ly/2XBDWP3

LE MONDE, França |
A brasileira que acusa Neymar de estupro dá sua versão dos fatos. Trechos da entrevista de TV da jovem foram transmitidos na quarta-feira. Ela dá um relato muito detalhado de seu suposto assalto pelo jogador de futebol. Ferido no tornozelo, Neymar perderá a Copa América. | bit.ly/31cEMDY

DIÁRIO DE NOTÍCIAS, Portugal |
Bolsonaro visita Macri: Venezuela, Kirchner e crises na agenda. Pela primeira vez na vida em Buenos Aires, presidente brasileiro tentará ajudar equivalente argentino em vésperas de eleições. Mas enfrentará protestos na ruas. O governo de Macri, aliás, enfrentou nova greve geral na semana passada. E Bolsonaro, a propósito, também enfrentará protestos ao longo da visita. A deputada Myriam Bergman, da Frente de Izquierda, disse que os protestos também são de solidariedade com "os estudantes do Brasil que saíram maciçamente às ruas para protestar contra os cortes na verba da educação". | bit.ly/2Wlyk9S

DIÁRIO DE NOTÍCIAS, Portugal |
Alckmin quebra silêncio para dizer que Bolsonaro faz o Brasil perder tempo. Ex-governador não poupa nem equipe econômica e afirma que o governo precisa saber que Muro de Berlim já caiu. | bit.ly/2ZboglA

PÚBLICO, Portugal |
Governo brasileiro anuncia novo corte de mais de 2700 bolsas acadêmicas. Com este segundo anúncio de cortes, foram eliminadas no total 6.198 bolsas desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência brasileira. | bit.ly/2EVS7ab

TRIBUNE DE GENÈVE, Suíça |
Um número recorde de 65'602 homicídios em 2017 foi registrado no Brasil em 2017, dos quais 75,5% das vítimas eram negros. Os números do "Atlas da Violência",informam uma taxa de homicídios 31,6 por 100.000 habitantes. Essa taxa, que ficou em 30,3 por 100.000 em 2016, é mais de três vezes o limiar de violência endêmica das Nações Unidas (10 por 100.000). | bit.ly/2HZCRek

EL ESPECTADOR, Colômbia |
65 mil homicídios em 2017 alertam o Brasil para o afrouxamento do porte de armas. Em meio a um intenso debate nacional em que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, busca flexibilizar o porte de armas em civis, os dados de homicídios mostram um aumento da violência nos últimos anos de preocupação. | bit.ly/2Ir24xr

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, Venezuela |
Movimentos sociais argentinos protestam na visita de Bolsonaro. Antes da chegada do presidente do Brasil Jair Bolsonaro à Argentina nesta quinta-feira, membros de várias organizações sociais e políticas argentinas convocam uma marcha em repúdio à visita do Estado. A concentração central está prevista para ocorrer na Plaza de Mayo, a poucos passos da Casa Rosada, onde o presidente argentino, Mauricio Macri, receberá Bolsonaro em sua primeira visita a este país, depois de assumir o cargo no ano passado. | bit.ly/2KvGKsZ

LES ECHOS, França |
Jair Bolsonaro em visita oficial a Buenos Aires. O acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia e a crise na Venezuela estarão na agenda das discussões entre o presidente brasileiro e seu colega argentino Mauricio Macri. | bit.ly/2XD6mb2

NOTÍCIAS DO MUNDO

HONDURAS |
Honduras mobiliza forças de segurança enquanto médicos e professores exigem a renúncia do presidente. Os manifestantes exigem a saída do presidente à medida que as reformas de privatização provocam temores de educação e serviços de saúde. Juan Orlando Hernández, principal aliado do governo dos EUA na América Central, está sob crescente pressão em meio à revolta do público por serviços públicos em declínio, baixas taxas de aprovação. Os EUA apoiaram sua reeleição em 2017, desde quando o número de migrantes e requerentes de asilo que fugiram de Honduras disparou. (THE GUARDIAN, Inglaterra) | bit.ly/2WLGT22

ARGENTINA |
Com o Fundo ou sem o Fundo. A recuperação que promete o governo não aparece. Em abril, a construção caiu 7,5% e a indústria, 8,8. Já acumula um ano em queda. Um documento do FMI revela que a Argentina está entre as oito economias mais recessivas do mundo e a própria Lagarde reconheceu que subestimou a crise. No primeiro trimestre já acumula queda de 10,6% em relação ao mesmo período de 2018. Em relação a março, a atividade anterior teve alta de 2,3%. (PÁGINA 12, Argentina) | bit.ly/31crBmu

COLÔMBIA |
Um comandante do exército com passado de repressor. Nicacio Martinez, chefe do exército, ordenou que as tropas dobrassem o número de guerrilheiros mortos nas operações militares. Ele era o comandante-em-chefe do Exército colombiano e se encarregou, entre 2004 e 2006, de uma brigada acusada de ter perpetrado pelo menos 283 execuções extrajudiciais. (PÁGINA 12, Argentina) | bit.ly/2IlImTJ

REPÚBLICA CHECA |
120 mil checos exigem nas ruas demissão do primeiro-ministro. O milionário populista Andrej Babiš, primeiro-ministro da República Checa, é acusado de utilização de fundos europeus para seu benefício. Uma auditoria da Comissão Europeia diz que há conflito de interesses entre o cargo e os seus negócios. Os checos responderam com a maior manifestação desde 1989. (ESQUERDA.NET, Portugal) | bit.ly/2ETGjoU

VENEZUELA |
Em áudio vazado, secretário de Estado assume que EUA falharam em unir oposição venezuelana . De acordo com o secretário de Estado dos EUA, desentendimentos contínuos entre líderes da oposição venezuelana frustraram as tentativas de encenar uma insurreição efetiva no país. Apesar de Washington ter escolhido reconhecer a autoridade de Juan Guaidó, Mike Pompeo avalia em áudio que "inimigos de Maduro ainda querem poder para eles mesmos". (SPUTNIK NEWS, Rússia) | bit.ly/2wCOMIn

DINAMARCA |
O bloco de esquerda vence na Dinamarca e afunda a ultradireita. O chamado bloco 'vermelho' ganhou 91 assentos, contra 75 no bloco 'azul', que foi prejudicado principalmente pelo colapso do Partido do Povo Dinamarquês (PPD). O partido populista e xenófobo perdeu metade do apoio, passando de 21,1% para 8,9%. (LA VANGUARDIA, Espanha) | bit.ly/2QTvCHQ

ECONOMIA MUNDIAL |
O FMI adverte que a guerra comercial custará à economia mundial 400 bilhões em 2020. "O risco é que as tarifas mais recentes entre os EUA e a China possam reduzir ainda mais o investimento, a produtividade e o crescimento. "A proposta de tarifa que acabamos de conhecer dos EUA sobre as importações do México também é uma preocupação ", explica Lagarde. (EL DIÁRIO, Espanha) | bit.ly/2WrWEvD

ITÁLIA |
Bruxelas dá os primeiros passos para sancionar a Itália por sua dívida, ao mesmo tempo em que retira a Espanha do processo devido a déficits excessivos. A Comissão Europeia recomendou ao governo de Pedro Sánchez que execute ajustes estruturais de 7.800 milhões em 2020. Ao constatar que a Itália relaxou seus esforços para reduzir a dívida pública, a Comissão Europeia em Bruxelas propõe uma multa equivalente a 0,2% do PIB, cerca de 2,5 bilhões de euros. (EL DIÁRIO, Espanha) | bit.ly/2Kxtjcm

GIGANTES TECNOLÓGICOS |
De Ocasio-Cortez a Trump: a frente crítica para quebrar os monopólios digitais nos EUA está se tornando mais ampla. O poder que monopoliza o Google, o Facebook e o resto de suas multinacionais tecnológicas é um dos grandes problemas na pré-campanha para 2020. Eles são investigados pela Casa Branca, pelo Congresso e pelo Senado. Agora eles serão acompanhados pela Federal Trade Commission, que não tinha competência no campo digital. (EL DIÁRIO, Espanha) | bit.ly/2Kxtjcm

AUSTRÁLIA |
Polícia australiana (AFP) sinaliza que jornalistas podem ser acusados de publicar segredos. O comissário da AFP em exercício nega que o governo tenha dirigido as investigações, que levaram a batidas na ABC e na News Corp esta semana. Elas são acusadas de publicar informações protegidas após dois dramáticos dias de ataques que provocaram indignação e chamaram a atenção internacional para as leis draconianas de sigilo da Austrália. (THE GUARDIAN, Inglaterra) | bit.ly/2HXaYDM

EUA e MÉXICO |
importações mexicanas. Citando consequências potencialmente devastadoras para a economia dos EUA, os republicanos do Senado desafiaram o presidente na terça-feira, anunciando sua oposição às tarifas. (DEMOCRACY NOW, EUA) | bit.ly/2ESrKC8

FAKE NEWS |
Segundo pesquisa, “fake news’ são uma ameaça maior que o terrorismo. Mas o que é, de fato, “fake News”? (RT, Rússia) | bit.ly/2XtOsrf

ARTIGOS/ENTREVISTAS

Jonathan Aldred – Desigualdade (The Guardian, Inglaterra) | “Socialismo para os ricos: os danos da má teoria econômica – os argumentos econômicos adotados nos EUA e na Grã Bretanha nos 80 em diante levaram a um forte aumento da desigualdade e deram a falsa impressão de que isso era não somente inevitável, mas positivo.” | bit.ly/2ZfYv3X

Joseph Stiglitz
– Economia (Project Syndicate, EUA) | “Após o neoliberalismo.” | bit.ly/2KeE3fi

Conteúdo Relacionado