CM8 Internacional

Clipping Internacional - 07/11/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

07/11/2019 07:29

 

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

POBREZA
. Desde 2015, um milhão de pessoas em média caiu na pobreza no Brasil. A pobreza atinge particularmente a população negra e mestiça, que representa 72,7% do total de pobres no país. O golpe de estado que destituiu a ex-presidente Dilma Rousseff em 2016 - ação política planejada desde sua reeleição em 2014 - aprofundou a crise neoliberal no Brasil, que, em 2018, registrou o número recorde de 13 milhões de pessoas que vivem com uma renda mensal inferior a dois dólares por dia, critérios adotados pelo Banco Mundial para identificar a condição de extrema pobreza. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2pOCTzq

POBREZA
. IBGE: miséria no Brasil bate recorde e atinge 13,5 milhões. Uma pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (6) revelou um aumento recorde no número de brasileiros em situação de miséria, chegando a 6,5% da população em 2018. Já a parcela abaixo da linha da pobreza no ano passado foi de 25,3%. De acordo com o estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 13,5 milhões de brasileiros viveram com menos de R$ 145 por mês ao longo do último ano. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2PS05HH

LULA
. A encruzilhada judicial de Lula em sua busca pela liberdade. Um ano e meio depois de entrar na prisão, Luiz Inácio Lula da Silva continua movendo suas fichas no complexo tabuleiro judicial e deposita suas esperanças no Supremo Tribunal Federal, que nesta quinta-feira retomará um julgamento que, indiretamente, poderá levar à libertação do ex-presidente Brasileira. Lula já tem o direito à liberdade condicional, mas a Justica ainda não deu sua palavra final sobre o assunto e o ex-presidente também não parece querer insistir: "Eu não troco minha dignidade por minha liberdade", afirmou. em várias ocasiões. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/32r378v

TERRA PLANA
. Terraplanistas brasileiros terão seu dia ao sol. Eles prosperaram sob o presidente de extrema direita Bolsonaro. Como a Grã-Bretanha e os Estados Unidos, o Brasil está revivendo a teoria da Terra plana: 7% da população - 11 milhões de brasileiros - acreditam que a Terra é plana, segundo a empresa de pesquisas Datafolha. A pesquisa observou que os crentes eram mais propensos a serem religiosos ou com pouca educação. Os críticos atribuem a mania mais recente da Terra plana do Brasil à má educação pública, à imitação de cópias no exterior e ao aumento do uso das mídias sociais. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2NnYK9W

PRÉ SAL
. Brasil obtém 15.500 bilhões de euros em leilão de petróleo que não atrai as grandes companhias de petróleo. A Petrobras mantém dois dos quatro blocos oferecidos em um processo com 13 empresas estrangeiras registradas. O valor arrecadado está bem abaixo dos mais de 25.000 milhões que Bolsonaro estava procurando. (El País, Espanha) | bit.ly/32rDPXA

PRÉ SAL
. Especialista chama megaleilão do pré sal de “desastre total”. Megaleilão do pré sal desta quarta-feira (6), anunciado como histórico pelo governo brasileiro, teve um resultado abaixo do esperado. Ele arrecadou R$ 69,96 bilhões (cerca de US$ 17,3) por duas das quatro áreas em jogo e um forte investimento da Petrobras. O especialista Ivan Cima disse à agência AFP que a licitação foi “um desastre total”. (RFI, França) | bit.ly/2WVEcZE

PRÉ SAL
. O Brasil teve grandes esperanças em seu grande leilão de petróleo. Fracassou. Foi considerado o maior leilão de petróleo da história, com expectativa de produzir recursos inesperados. O governo do Brasil tinha grandes esperanças de que um enorme leilão realizado na quarta-feira para conceder direitos de perfuração de petróleo offshore cimentasse o status do país como um gigante emergente no setor, capaz de atrair peso pesados da indústria. Esperanças perdidas. Somente a empresa estatal de petróleo do Brasil, a Petrobras, e algumas empresas chinesas apresentaram propostas para um leilão que o governo brasileiro havia classificado como o maior leilão de petróleo da história. (Teh New York Times, EUA) | nyti.ms/2Np1ZOa

PRÉ SAL
. Os lances no leilão do pré sal foram um fiasco. Somente a empresa nacional Petrobras e dois grupos chineses estavam interessados no leilão de petróleo brasileiro que o governo anunciou como histórico. Dois blocos não receberam nenhuma oferta. A Total francesa desistiu na semana passada. (Les Echos, França) | bit.ly/34BgVyD

PRÉ SAL
. As grandes empresas de petróleo ignoraram o leilão de campos de petróleo ‘offshore’ do Brasil. Poucos se deram ao trabalho de aparecer. Outro leilão está marcado para quinta-feira. O país realizou um leilão para algumas de suas áreas mais ricas em petróleo no exterior, esperando que as principais empresas do mundo licitassem o que foi apresentado como um dos maiores leilões da história do setor. Em vez disso, apenas duas empresas de petróleo chinesas e a empresa estatal brasileira, Petróleo Brasileiro SA, fizeram ofertas. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/33qLtmy

PRÉ SAL
. Mega leilão brasileiro de petróleo cai por terra. Preços exorbitantes, regras complexas e preocupação com o futuro do país fazem com que alguns dos principais concorrentes desistissem. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2Q1JBNn

MARÉ NEGRA
. Derramamento de óleo ameaça vastas áreas de manguezais e recifes de coral no Brasil. A poluição se estende por 2.400 km de costa cadeia alimentar com centenas de quilômetros de manguezais e recifes de coral, bem como criadouros de baleias jubarte, ameaçados por um derramamento de óleo que poluiu mais de 2.400 km da costa nordeste do Brasil nos últimos dois meses. A Marinha do Brasil, que enviou 8.500 funcionários, 30 navios e 17 aeronaves na operação de limpeza, disse nesta semana que 4.200 toneladas de petróleo foram removidas das praias. O governo do presidente Jair Bolsonaro inicialmente lutou para reagir ao derramamento, deixando os voluntários para limpar. Na quarta-feira, foi realizado o maior leilão de petróleo do mundo em direitos de águas ultraprofundas, que levantou US $ 17 bilhões (13 bilhões de dólares) - um déficit decepcionante dos US $ 26 bilhões que o governo esperava. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2NNC1Dh

INDÍGENAS.
O fogo avança na reserva onde um líder indígena foi morto no Brasil. Um incêndio florestal está se espalhando há duas semanas na reserva indígena de Araribóia, no estado brasileiro do Maranhão, na Amazônia, onde um "guardião da floresta" foi morto na última sexta-feira nas mãos de madeireiros ilegais, confirmaram várias fontes na quarta-feira. Zezico Guajajara, 47, e líder da aldeia Zutiua, dentro da reserva, disse à Efe que o incêndio "não é controlado" e que só agora o reforço do governo do Maranhão começou a chegar. O Conselho Missionário Indígena (Cimi), uma agência ligada à Igreja Católica, informou que seis brigadas combatem uma frente de incêndio de cerca de 50 quilômetros de comprimento. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2NJEIWk

INDÍGENAS.
Crimes contra indígenas sequer são contabilizados, denunciam entidades. O assassinato de mais um integrante do grupo guardiões da floresta, que protege terras indígenas na região de Araribóia, no Maranhão, colocou em evidência a impunidade dos crimes contra indígenas. Entidades que trabalham na questão alertam que, na maioria dos casos, sequer há investigação. Os ataques e assassinatos costumam ser enquadrados como crimes comuns, portanto não são incluídos nas estatísticas específicas sobre os indígenas. (RFI, França) | bit.ly/33oZ8ud

BOLSONARO
. Bolsonaro não enviará seu vice à posse de Alberto Fernández. Ele suspendeu a participação de Hamilton Mourão e enviará um ministro, O presidente brasileiro decidiu aprofundar seu afastamento do presidente eleito argentino e anunciou que enviará como representante na cerimônia de 10 de dezembro a um ministro que ainda não foi nomeado. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2NqVIBI

BOLSONARO
. Risco ecológico. Bolsonaro abre a porta para o plantio de cana na Amazônia. O presidente brasileiro revogou um decreto que proíbe essa atividade nessa área e na região do Pantanal, que põe em risco a vegetação nativa e o meio ambiente. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/36Bv4xH

BOLSONARO
. Depois de excluir um tweet, Jair Bolsonaro redobrou a aposta e publicou um vídeo da TV argentina para destacar a economia do Brasil. Ele compartilhou um fragmento do programa Animals Loose, que destaca a magnitude da economia brasileira em relação à Argentina. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/33ojrrK

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

MÉXICO
. O presidente mexicano ressaltou o fracasso da estratégia de guerra contra os narcotraficantes. López Obrador no caso LeBarón: "violência não será respondida com violência ". Trump ofereceu ajuda para iniciar uma luta contra os cartéis de drogas. López Obrador disse a ele que cabe ao México esclarecer o brutal massacre da família Mórmon. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2qz6DA9

CHILE
. Os protestos se espalharam por bairros ricos. Manifestantes chilenos entraram em choque com a polícia perto de um grande shopping center em Santiago na quarta-feira. Protestos de protestos sociais que duraram quase três semanas no Chile e nos quais 20 pessoas foram mortas se espalharam quarta-feira para bairros ricos da capital Santiago. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/2qAHLrN

CHILE
. Justiça chilena admite acusação contra o presidente Sebastián Piñera por repressão exercida após surto social. O Sétimo Tribunal de Garantia de Santiago declarou admissível uma queixa apresentada contra o presidente chileno, Sebastián Piñera, e os responsáveis por permitir a violação dos direitos humanos nas últimas semanas após o surto social de 18 de outubro. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/34yaVXk

COLÔMBIA
. Ministro demite-se em escândalo de ocultação da morte de menores. O ministro da Defesa colombiano demitiu-se na quarta-feira, depois de ser acusado de ter ocultado a morte de oito menores numa operação militar, há cerca de dois meses, contra dissidentes da antiga maior guerrilha do país. Na terça-feira, durante um debate de uma moção de censura contra Botero, o senador do Partido da Unidade Nacional Roy Barreras acusou o responsável de ter ocultado uma operação militar durante a qual "crianças foram bombardeadas". "Estou convencido de que o ministro ocultou informações não apenas dos colombianos, mas do presidente", declarou o senador Barreras na quarta-feira. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2JXVj7I

PERU
. Lawfare. Uma testemunha chave revela a estratégia contra o ex-presidente peruano Ollanta Humala em áudios não publicados. Novos áudios mostram as manobras do Ministério Público, com a suposta predisposição do juiz de Garantias, para premiar uma testemunha de acusação em troca de seu testemunho contra o ex-Presidente Humala. Uma testemunha de acusação em troca de favores penitenciários De acordo com os áudios obtidos pelo jornal - alguns apresentados na segunda-feira pelo The Intercept -, Martín Belaúnde Lossio, na prisão, e a promotoria negociaram uma mudança penitenciária em favor da testemunha, passando da detenção preventiva à prisão domiciliar, em troca de ser um dos principais acusadores no caso do suposto financiamento ilegal do Partido Nacionalista Peruano, que continua no Peru contra o ex-presidente Ollanta Humala e sua esposa, Nadine Heredia. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2X1lFv3

BOLÍVIA
. Crise na Bolívia: Mulheres marcharam contra o racismo. A Confederação de Camponesas Bartolina Sisa liderou uma grande marcha em Cochabamba contra o ódio e o racismo contra o golpe "que ataca a dignidade das mulheres". Os manifestantes a favor e contra Morales colidiram na área de escritórios do governo. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2pFOtNq

PANAMÁ
. Jovens exigem direitos. Milhares de panamenhos saíram às ruas contra a reforma constitucional. A tensão social continua no Panamá pela inconformidade que a proposta gerou e que os manifestantes consideram insuficiente para responder às necessidades do país. Nesta mesma quarta-feira, também começam os julgamentos contra 96 estudantes presos durante os protestos registrados na semana passada. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/2oRt0QW

TRUMP.
O processo de impeachment de Trump: as audiências na Câmara dos Deputados serão públicas e começarão dia 13 de novembro. Elas serão transmitidas pela televisão norte-americana. (Le Soir, Bélgica) | bit.ly/2Cn0k5A

EUA
. Candidato republicano a governador do Kentucky derrotado, apesar do forte apoio de Trump. Num estado tradicionalmente republicano, o candidato democrata conseguiu uma vitória disputada taco a taco. Na Virgínia, o Partido Democrata passou a controlar as duas câmaras do congresso estadual. (Público, Portugal) | bit.ly/2WSSTwc

FACEBOOK
. Desinformação piora no Facebook. A desinformação política aumentou no Facebook nos últimos três meses, a um ano da eleição presidencial dos EUA. As eleições presidenciais dos EUA podem ser marcadas por uma onda de notícias falsas mais importante do que em 2016, de acordo com um relatório da ONG Avaaz. As eleições de 2020 estão em perigo", diz Fadi Quran, diretor de campanha da Avaaz. "Nossa equipe descobriu que milhões e milhões de americanos viram e compartilharam informações políticas obviamente erradas ... e ainda não estamos em 2020". O relatório estima que houve 4,6 milhões de interações nas 20 "notícias falsas" mais populares nos últimos três meses, em comparação com 3,1 milhões nos três a seis meses anteriores às eleições de 2016. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/2JVSfsU

POLÔNIA
. Governo polaco queria controlar juízes, Tribunal Europeu condenou. A reforma do sistema judicial polaco proposta pelo governo de extrema-direita foi julgada ilegal pelo Tribunal de Justiça da União Europeia pela segunda vez. O governo queria poder controlar politicamente a idade de reforma dos juízes e uma idade diferente para homens e mulheres. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2Npbmxp

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Márcio Pochmann – América Latina (Brasil Wire, EUA) | “Os governos neoliberais da América Latina estão se tornando estados policiais.” | bit.ly/36LlVTo

George Monbiot
– Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “Os colégios internos distorcem nossa classe política – eu sei porque estive em uma. Como Boris Johnson, fui mandado embora. São instituições de medo, crueldade e trauma e criam intimidações terríveis.” | bit.ly/2oUeasY

Emir Sader
– América Latina (Página 12, Argentina) | “A América Latina luta e vota com a esquerda” | bit.ly/2PV302o

The Economist
– Democracia (The Economist, Inglaterra) | “Por que países com mais democracia querem menos? Um estudo questiona a noção de que o apoio ao governo representativo aumenta com o tempo” | econ.st/32mueS8

Conteúdo Relacionado