CM8 Internacional

Clipping Internacional - 08/12/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

08/12/2019 11:16

(Reuters)

Créditos da foto: (Reuters)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

INDÍGENAS.
Dois indígenas, membros da tribo Guajajara, no nordeste do Brasil, foram mortos a tiros no sábado, e outros dois ficaram feridos, não muito longe de onde um importante membro da tribo que defendia a floresta amazônica também foi morto no mês passado, disseram autoridades. Tribos indígenas no Brasil enfrentam escalada de violência durante a presidência de Jair Bolsonaro, que prometeu reduzir os direitos tribais e incentivou a exploração comercial de suas terras protegidas. As tribos enfrentaram violência, principalmente de madeireiros e mineiros ilegais. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/s8hmeo5

INDÍGENAS. Dois líderes indígenas foram mortos a tiros e outros dois foram feridos no estado do Maranhão, em um ataque não muito longe de onde um importante membro da tribo que defendia a floresta amazônica foi morto no mês passado, disseram autoridades. Os pistoleiros abriram fogo contra um grupo da tribo Guajajara em uma rodovia no estado do Maranhão, matando dois e ferindo outros. Os agressores abaixaram as janelas dos carros e abriram fogo contra o grupo. As tribos indígenas no Brasil enfrentam escalada de violência durante a presidência de Jair Bolsonaro, que prometeu reduzir os direitos tribais e incentivou a exploração comercial de suas terras protegidas. As tribos enfrentam a violência de madeireiros e mineiros ilegais. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/u3kkmf8

INDÍGENAS. Dois membros da etnia Guajajara foram mortos a tiros no sábado e outros dois ficaram feridos em um ataque armado contra um grupo de índios que passavam por uma estrada no estado do Maranhão, no Amazonas, no norte do Brasil, informaram fontes oficiais. Este é o terceiro índio desse grupo étnico morto nos últimos dois meses desde que Paulinho Guajajara, membro de um guarda florestal que protege a floresta contra invasores, foi morto em 1º de novembro em um conflito com madeireiros. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/tml2m8e

INDÍGENAS. conferência internacional de mudança climática de duas semanas da ONU em Madri, onde líderes indígenas brasileiros estão presentes e tentam chamar a atenção para a importância de proteger seus territórios florestais. No mês passado, um dos guardiões da floresta de Guajajara foi morto. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/seo8v67

BOLSONARO. Bolsonaro briga com a mídia. Ele descreveu a imprensa brasileira como "suja" e "nojenta". Ele sugeriu um boicote aos anunciantes da Folha e ameaçou excluir o jornal de uma licitação, mas recuou. Bolsonaro nunca se sentiu à vontade com a mídia tradicional e, ainda candidato a presidente, preferiu se refugiar nas redes sociais para conversar com seus eleitores, sempre em tom de país e, na maioria das vezes, provocativo. Desde o início, o líder da ultradireita brasileira foi inspirado por seu admirado presidente dos EUA, Donald Trump, ao lidar com a imprensa e, como seu colega, não hesitou em chamar notícias falsas "as informações críticas ao seu governo. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/we6ktls

INDÍGENAS. "Os índios são parte fundamental da nação, sem a qual o Brasil não pode ser explicado”, diz antropólogo. O antropólogo e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, João Pacheco de Oliveira esteve em Paris para uma série de atividades, entre elas a participação no III Congresso Internacional Mundos Indígenas, do qual fez a palestra de abertura. (RFI, França) | tinyurl.com/vsz7tcp

LULA. Absolvição de Lula é fruto de uma análise feita por um juiz imparcial, diz advogado do ex-presidente. Nesta quarta-feira (4) o juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, absolveu os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, dos ex-ministros Antônio Palocci e Guido Mantega, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, na ação penal que ficou chamada de "Quadrilhão do PT". Ao analisar o caso, Bastos disse que a denúncia não continha "elementos constitutivos do delito previsto no art. 2º, da Lei nº 12.850/2013 (organização criminosa)". Lula e os outros quatro integrantes do PT respondiam a ação penal pelo crime de organização criminosa, por suspeita de terem formado um grupo para desviar dinheiro público da Petrobras e outras estatais. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/rl7fcu6

MORO. Sérgio Moro, indo para a disputa eleitoral, enquanto afirma que o presidente Bolsonaro é "uma pessoa muito digna". (El País, Espanha) | tinyurl.com/tcam2zp

BOLSONARO. Jair Bolsonaro, o "futebol" e o perigo de mudar o clube do coração. Desde sua eleição, o presidente brasileiro procura associar sua imagem à do futebol. Saiu para abandonar o Palmeiras, seu clube "de coração" pelo Flamengo, novo clube emblemática. Uma traição para muitos fãs. (Le Monde, França) | tinyurl.com/uuz7ozn

BOLSONARISMO. O olavismo tomou conta da cultura no Brasil. Mas o que é o olavismo? Olavo de Carvalho, que se gaba de ter tirado os direitistas brasileiros do armário, passou desde esta semana a dominar, através de ex-alunos seus, a área cultural do governo de Bolsonaro, outro dos seus discípulos. (Diário de Notícias, Portugal) | tinyurl.com/smcqzhr

CAMINHONEIROS. Caminhoneiros anunciam greve nacional no Brasil por promessas quebradas. Pelo menos 70% dos quase 4,5 milhões de caminhoneiros do Brasil farão uma greve em 16 de dezembro de 2019. "O governo não fez o que prometeu. O preço do diesel teve 11 aumentos consecutivos em 2019", disse o líder dos caminhoneiros autônomos, Marconi France. Ele ressaltou que "não podemos mais ser enganados pelo Sr. Jair Messias Bolsonaro, que protege o agronegócio e diz que o caminhoneiro só sabe como destruir as estradas". Ele também pede o apoio da população: "De todos os que usam gasolina, diesel e também gás para cozinhar. Jair Bolsonaro esquece que somos nós que transportamos os produtos da indústria e do agronegócio", afirmou. (El Telégrafo, Equador) | tinyurl.com/wgafw58

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE
. Piñera enviou milhões para paraísos fiscais, de acordo com uma investigação jornalística de uma mídia chilena. O presidente chileno Sebastián Piñera e membros da família fizeram milhões de transferências para paraísos fiscais, segundo uma investigação do site chileno El Desconcierto. Eles também informaram que o AFIP chileno (Internal Revenue Services) perdoou suas empresas milhões de dívidas. "Entre 2015 e 2016, o Bancard Inversiones Limitada, empresa que controla 66% do presidente Piñera, transferiu, gratuitamente, cerca de US $ 96 milhões para o Bancard International Investment, empresa de seus filhos domiciliados nas Ilhas Virgens Britânicas”. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/vbqkhzr

CHILE. A CIDH repudiou o uso excessivo da força no Chile. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) expressou ontem sua "condenação ao uso excessivo da força" pelo Estado nos protestos que ocorrem desde 18 de outubro no Chile e solicitou às autoridades sua "cessação imediata". Em uma declaração, ele exigiu das forças de segurança do estado uma "adesão estrita" aos padrões de direitos humanos e um uso da força de acordo com os princípios de excepcionalidade, proporcionalidade e necessidade. A própria CIDH recebeu denúncias de tortura, maus-tratos e violência sexual contra manifestantes detidos. (La Diária, Uruguai) | tinyurl.com/sk2p7t7

CHILE. Parlamentares apoiam a criação de uma comissão de investigação para empresas familiares em Piñera. A Frente Ampla e a ex Nova Maioria se decidiram a favor para que sejam investigadas as transferências multimilionárias das empresas das famílias Piñera-Morel às Ilhas Virgens, para as quais a Receita Federal detectou anomalias fiscais em 2017 e depois perdoou parte das multas e juros. "Isso vem para confirmar algo que foi permanentemente intuído, ou houve sérias suspeitas, que são práticas comerciais que os paraísos fiscais usam para driblar impostos", disse o presidente da comissão da Câmara das Finanças, deputado Daniel Núñez. (El Desconcierto, Chile) | tinyurl.com/qvl36al | tinyurl.com/wep6l4g

ARGENTINA. Um crítico do FMI é o Ministro da Economia da Argentina. Martín Guzmán, acadêmico da Universidade de Columbia, se opõe a medidas de austeridade. Guzmán, 37 anos assumirá o cargo econômico mais importante na próxima semana, herdando um governo com reservas cada vez menores e prestes a deixar de pagar US $ 100 bilhões em dívida em moeda estrangeira. (The Wall Street Journal, EUA) | tinyurl.com/u9udz6c

ARGENTINA. O plano de Martín Guzmán, ministro da fazenda de Fernández: os primeiros passos. Com os credores, existe apenas o Plano A. Quem é e como pensa Martín Guzmán, o ministro da Economia designado. A racionalidade de não pagar. Uma trama de negociações paralelas. Críticas ao FMI. As primeiras medidas e as que virão depois. O Conselho Econômico Social. O plano de desenvolvimento sustentável e inclusivo para não tropeçar na mesma pedra. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/w57e6vn

FRANÇA. Ferroviários prosseguem greve contra o ataque de Macron às pensões. Depois da mobilização de quinta-feira ter juntado mais de um milhão de pessoas, os sindicatos franceses convocam novas manifestações para a próxima terça. Transporte ferroviário vai continuar parado nos próximos dias. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/sbrebut

COLÔMBIA. Os protestos aprofundam a distância entre Ivan Duque e os jovens. O movimento estudantil é um dos blocos que lidera as marchas contra o Governo, afogado em uma crise de popularidade. O presidente mais jovem da Colômbia – tinha 42 anos quando foi eleito, perdeu decididamente o apoio dos jovens, protagonistas das manifestações que já duram mais de uma semana. (El País, Espanha) | tinyurl.com/wro4su5

BOLÍVIA. Movimento para o Socialismo (MAS) nomeia Evo Morales como chefe de sua campanha para eleições gerais. (El Mundo, Espanha) | tinyurl.com/t8xowcd

BOLÍVIA. Evo Morales deixa o México por Cuba. Destino final. Presidente da Bolívia há treze anos, o novo governo de La Paz o quer na prisão e o exército reprimiu a oposição. Fugindo de seu país, Obrador lhe deu proteção. Evo Morales deixou o México. Ele quer ir para a Argentina para ficar mais perto de seu país. (La Repubblica, Itália) | tinyurl.com/s2ljrlx

ALEMANHA. Em Auschwitz, pela primeira vez, Merkel envia um sinal contra o aumento do anti-semitismo. A chanceler alemã denunciou os "perigos do revisionismo histórico", uma alusão ao partido alternativo de extrema direita da Alemanha, que está crescendo rapidamente. (Le Monde, França) | tinyurl.com/swwghfa

EUA. Tarifas por falsos pretextos. O objetivo real de Trump é punir os agricultores da Argentina e do Brasil pelas consequências de suas próprias políticas. Tecnicamente, o presidente dos EUA, Donald Trump, não impôs tarifas sobre produtos de aço e alumínio argentinos e brasileiros: ele os "restaurou". (Financial Times, Inglaterra) | tinyurl.com/woswd7e

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Robert Muggah e Júlia Franciotti – Brasil (Americas Quaterly, EUA) | “Novos dados apontam para impressionante violência na Amazônia” | tinyurl.com/spbl5o4

Luis Bruschtein –Argentina (Página 12, Argentina) | “A praça do ódio” | tinyurl.com/rmtoxtj

Robert Reich – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Trump é a consequência natural da década anti-democracia nos EUA” | tinyurl.com/va7tk3z

Joaquín Stephania – Capitalismo (El País, Espanha) | “Democracia e capitalismo. A hierarquia de valores exige que, em última instância, a economia esteja subordina à política” | tinyurl.com/us7orfj

Conteúdo Relacionado