CM8 Internacional

Clipping Internacional - 09/02/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

09/02/2020 11:16

Vendedores ambulantes no Rio de Janeiro (Antonio Lacerda/EFE)

Créditos da foto: Vendedores ambulantes no Rio de Janeiro (Antonio Lacerda/EFE)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO
. A voz do dono? Jair Bolsonaro publica vídeo de si mesmo assistindo discurso de Trump. Mas nas últimas semanas, o presidente de extrema direita do Brasil, Jair Bolsonaro, elevou sua fixação com o líder dos EUA a novos patamares, transmitindo-se ao vivo no Facebook enquanto observava seu ídolo político em ação. A última aparição desse tipo ocorreu na quinta-feira, quando Trump comemorou sua absolvição pelo Senado em seu julgamento de impeachment com um discurso vitriólico e vulgar à nação. O presidente do Brasil foi acusado de se prostrar com sua transmissão ao vivo de 73 minutos no Facebook. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/r2sap6c

ESTADO POLICIAL. Negros e mestiços constituem 80% dos mortos pela polícia do Rio de Janeiro na primeira metade de 2019. Dos 885 mortos em ações policiais no primeiro semestre do ano passado, 711 eram negros ou mestiços, segundo o Instituto de Segurança Pública brasileiro. Ou seja, 80,3 %. Mais do que a proporção desta faixa da população no total da composição étnica do estado. A maioria da população do Rio de Janeiro (54%) declara-se negra ou mestiça, segundo informações do IBGE. (Expresso, Portugal) | tinyurl.com/vc3p3x4

LAWFARE. A Justiça do Brasil rejeitou uma denúncia do Ministério Público contra Glenn Greenwald, acusado de grampear o telefone do ministro da Justiça Sergio Moro e do procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol. A decisão do juiz da Décimo Tribunal Federal de Justiça de Brasília, será válida até que sejam resolvidas as discrepâncias em relação à liminar emitida pelo magistrado do Supremo Tribunal Gilmar Mendes. Embora o juiz tenha rejeitado a denúncia, ele não descartou a solicitação da prisão provisória de Greenwald, entendendo que ele teria fornecido "ajuda moral" a um dos hackers atualmente na prisão. O processo continua sob segredo de justiça. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/sew9qkd

GOVERNO BOLSONARO/GUERRA AOS POBRES. O presidente Bolsonaro está cercando uma das iniciativas mais eficazes de luta contra a pobreza na história da economia mundial. O programa Bolsa Pobreza, implementado em 2003 durante o primeiro ano do governo Luiz Inácio Lula da Silva, tem sido um fator muito importante para garantir que um total de 30 milhões de pessoas tenha abandonado a pobreza durante esses anos e melhorado sua situação material e social, bem como aumentaram as expectativas de vida de seus filhos. (El País, Espanha) | tinyurl.com/sgyluqk

GOVERNO BOLSONARO/CENSURA. Artistas e intelectuais, contra a censura do governo Bolsonaro. Personalidades de todo o mundo assinam um manifesto contra as medidas tomadas pelo Executivo brasileiro. O manifesto começa assim: "Os abaixo-assinados denunciaram os ataques às instituições democráticas brasileiras cometidos pelo governo de Jair Bolsonaro. Desde 1º de janeiro de 2019, quando Bolsonaro assumiu o poder como presidente do Brasil, testemunhamos uma escalada autoritária, refletida em uma tentativa controle e restrição sistemáticos de várias instituições culturais, científicas e educacionais brasileiras, bem como da imprensa ". Assinam mais de 1800 artistas e intelectuais. (El País, Espanha) | tinyurl.com/tebdyax

GOVERNO BOLSONARO/CENSURA. Chico Buarque, Caetano Veloso, Sting , Mia Couto e Noam Chomsky, entre outros, pedem ajuda internacional contra censura de Bolsonaro. Um manifesto subscrito por mais de dois mil artistas e intelectuais brasileiros e internacionais pede ajuda da comunidade mundial para travar a escalada censória do governo Bolsonaro. O episódio mais recente foi a criação de um index que proíbe a divulgação de clássicos da literatura daquele país nas escolas públicas do estado de Rondônia. O governo do estado de Rondônia, no extremo norte do Brasil, determinou a recolha de 43 obras literárias por considerá-las ‘conteúdo inadequado’ para as escolas da rede pública. Entre os livros censuradas estão clássicos da literatura brasileira de autores como Machado de Assis, Euclides da Cunha, Mário de Andrade, Nelson Rodrigues, Ferreira Gullar, ou Rubem Fonseca. (Expresso, Portugal) | tinyurl.com/se27onc

GOVERNO BOLSONARO/CENSURA. Manifesto internacional contra a censura no Governo Bolsonaro. Artistas e intelectuais do Brasil e de diversos países lançaram um manifesto contra a escalada autoritária na política brasileira, que divulgamos na íntegra. Caetano Veloso, Chico Buarque, Sting, William Dafoe, Noam Chomsky, Mia Couto, estão entre os subscritores. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/uf57tg8

GOVERNO BOLSONARO/ RELAÇÕES EXTERIORES. 'Imaginação sem limites': França reage a informação de que seria ameaça ao Brasil. Em resposta à informação confidencial de que o Brasil considera o país europeu como sendo a sua principal ameaça nos próximos 20 anos, a Embaixada da França mencionou a "imaginação sem limites" dos autores da minuta do Ministério da Defesa brasileiro. No documento secreto, o Brasil cita a França como sendo a maior ameaça para o país nos próximos 20 anos, sob justificativa das tensões na Amazônia, onde os dois países possuem uma fronteira comum. Paris, responsável pela fronteira da Guiana Francesa com o território brasileiro, no entanto, não levou a minuta a sério. (RFI, França) | tinyurl.com/wgfafac

GOVERNO BOLSONARO/RELAÇÕES EXTERIORES. Brasil é visto como uma 'voz auxiliar aos EUA' no Oriente Médio, diz especialista. O Brasil sediou nesta semana a conferência internacional do chamado Processo de Varsóvia, que debateu a paz e a segurança no Oriente Médio. O encontro faz parte de uma iniciativa da administração dos EUA, Donald Trump, para criar uma aliança própria na região e é visto como uma forma de isolar o Irã. O professor de Relações Internacionais da Universidade Mackenzie, Maurício Fronzaglia, destacou que a participação do Brasil na reunião do Processo de Varsóvia representa a sua posição de alinhamento automático aos EUA. "A participação do Brasil tem que ser colocada da maneira que expressa a posição brasileira de alinhamento automático com os EUA, que na verdade é o grande interessado na questão do Oriente Médio. O Brasil tem pouca influência na questão do Oriente Médio", afirmou. De acordo com ele, embora historicamente o Brasil tenha sido um dos propositores na ONU da criação do Estado de Israel, a posição do Brasil "sempre foi de defender o diálogo". (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/t56x3el

LULA. Lula e Mujica exortam os jovens a exercer a política para não serem excluídos. Os dois ex-chefes de Estado e amigos concordaram que o neoliberalismo e até a extrema direita avançaram na América Latina porque os jovens perderam a confiança na política e estão permitindo que outros decidam por eles. Ambos enfatizaram a importância da política e que os jovens a exercitam novamente no "PT 40 Festival", um evento no Rio de Janeiro para comemorar o 40º aniversário da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/t5k4vh4

LULA. Lula pode visitar o Papa Francisco no Vaticano na próxima semana. Luiz Inácio Lula da Silva se encontrará com o Papa Francisco em 13 de fevereiro, depois que a justiça brasileira aceitou um pedido para adiar um interrogatório agendado para a próxima semana. (El Espectador, Colômbia) | tinyurl.com/r4h4qo8

AMAZONAS
. Amazônia: desmatamento atingiu recorde em janeiro. Em meados de janeiro, os dados do INPE mostraram um aumento de 85% no desmatamento em 2019, o primeiro ano de mandato do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro. (Le Soir, Bélgica) | tinyurl.com/vr96uu9

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE
. Uma ex-funcionária estatal chilena informou que foi forçada a se infiltrar nos protestos. Ela foi ameaçada de demissão caso não fizesse o trabalho. Evelyn Quezada revelou que eles estavam pedindo informações sobre a chamada "primeira linha", um grupo de manifestantes que se colocaram na frente da repressão como a primeira força de choque. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/rdqvkwp

CHILE. "Ruas com sangue, campos sem futebol": a morte de um torcedor atropelado pela polícia revive a explosão social no Chile. Embora as cores de suas equipes os separem, os torcedores concordaram em suspender as competições da liga nacional em novembro e protestar contra a repressão policial. O saldo de três meses de repressão policial no Chile: mais de 2.000 ferimentos a bala e 158 queixas de violência sexual. (El Diário, Espanha) | tinyurl.com/rg9axuz

ARGENTINA. Cristina Kirchner em Cuba: "Temos certeza de que não podemos pagar se não pudermos crescer". Ela pediu um "nunca mais" sobre a dívida. Na Feira do Livro de Havana, a vice-presidente se referiu ao processo de endividamento do governo de Mauricio Macri e aos esforços que agora têm que fazer com que a administração de Alberto Fernández supere essa situação. "Entregamos um país com dívida zero ao FMI e quatro anos depois recebemos uma dívida com o Fundo de 44.000 milhões de dólares", disse ela. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/wobhgqg

ARGENTINA. Alberto Fernandez: "Dê-me tempo para reconstruir a economia argentina". O presidente argentino, no poder há dois meses, pede uma moratória para pagar a dívida fantástica contratada por seu antecessor, Mauricio Macri. (Le Monde, França) | tinyurl.com/wskcghh

EL SALVADOR. O presidente de El Salvador ameaçou o Parlamento. O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, garante que, se os deputados não comparecerem hoje a uma sessão especial que ele convocou, estariam violando a ordem constitucional. O Parlamento declarou inadmissível o pedido feito pelo Executivo de aprovar um empréstimo do Banco Centro-Americano de Integração Econômica, por US $ 109 milhões, para financiar um plano de segurança e controle territorial. O presidente Bukele indicou, via Twitter, que aplicaria o artigo 87 da Constituição e o direito a uma insurreição popular para "restaurar a ordem constitucional". Os deputados explicaram que esses regulamentos são válidos apenas em caso de desastres naturais ou invasões. (Últimas Notícias, Venezuela) | tinyurl.com/u2epjb9

FRANÇA. Mobilização tenaz, raiva crescente e orientação sindical discutível. "Pressionar" o governo ou romper com um poder disposto a fazer tudo para impor a sua reforma das pensões? Esta é a questão que se coloca abertamente quando Macron se mantém inflexível, combinando a repressão com múltiplas propostas de "diálogo". "Pressionar" o governo ou romper com um poder disposto a fazer tudo para impor a sua reforma das pensões? Esta é a questão que se coloca abertamente quando, diante de uma mobilização cada vez mais forte e uma raiva crescente, Macron se mantém inflexível, combinando a repressão do movimento social com múltiplas propostas de "diálogo" feitas aos sindicatos. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/wu7e6ab

IRLANDA. A Irlanda jovem pede mudança, cansada dos partidos conservadores que governam desde a guerra civil. A Irlanda é o país com uma população mais jovem na União Europeia e o único que nunca teve um governo de esquerda. Ambos os fatores se reúnem nas eleições de hoje, como em um prato de fusão moderno para mostrar um vislumbre da revolução social que pode surgir, e não apenas nessas ilhas, em resposta aos problemas sociais da desigualdade, falta de moradia, custo de vida e deterioração do estado de bem-estar social, e também como uma alternativa aos populismos ultraconservadores representados por Trump, Boris Johnson, Salvini, Bolsonaro, Le Pen ou a AFD alemã. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/tm6wzpa

ESPANHA. Espanha abandonou os pobres apesar da recuperação econômica, diz enviado da ONU. Relator especial diz que é necessária uma ação urgente para combater as taxas de pobreza "assustadoramente altas". (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/qs62ve3

CORONAVÍRUS. Com 811 mortos na China, o novo coronavírus se tornou mais mortal que o SRAS. A Organização Mundial de Saúde estima que o número de casos de contaminação revelados diariamente “se estabilizou”, ainda que seja ainda muito cedo para concluir que a epidemia já atingiu seu pico. (Le Monde, França) | tinyurl.com/vb9stek

EUA. A vingança de Trump: demitiu Vindman e Sondland que haviam sido testemunhas no processo de impeachment. Vindman era do Conselho de Segurança Nacional e Sondland, fora embaixador dos EUA na União Europeia. (La Repubblica, Itália) | tinyurl.com/uae8mga

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Emir Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | “O discurso paranoico de Bolsonaro” | tinyurl.com/roxflwn

Yannis Varoufakis e David Adler – Meio Ambiente (The Guardian, Inglaterra) | “O acordo verde da UE é um exercício colossal de lavagem verde. A proposta de Ursula von der Leyen coopta os slogans do ativismo climático, mas não tem nenhuma substância. “ | tinyurl.com/vftvhor

Yang Tian – Coronavirus (The Guardian, Inglaterra) | “O povo chinês está sofrendo o coronavírus como todo mundo. Não nos traumatizem ainda mais.” | tinyurl.com/rdvxm7a

Martin Granovski – Argentina (Página 12, Argentina) | “Alberto está com sorte. Três fatos lhe caíram no colo no meio da disputa da dívida”. | tinyurl.com/uub723r

Alfredo Serrano Mancilla – América Latina (Página 12, Argentina) | “Quantas classes médias cabem na classe média?” | tinyurl.com/s6og8cg

Ariel Dorfman – EUA (Página 12, Argentina) | “Os sonhos ditatoriais de Trump” | tinyurl.com/wgs79b7

Nicholas Kristof – EUA (The New York Times, EUA) | “Parte da América ainda está esquecida, agora sob Trump. A economia pode ter o presidente reeleito, mas nem todos estão compartilhando sua força.” | tinyurl.com/qu2sjt8

Arancha González, entrevista – Espanha (El País, Espanha) | “Ministra das Relações Exteriores da Espanha: o uso partidário da visita de Guaidó não ajuda a Venezuela” | tinyurl.com/uvayfpu

Evo Morales, entrevista – Bolívia (Le Monde, França) | “Não há liberdade de expressão na Bolívia” | tinyurl.com/vqqryq5



Conteúdo Relacionado