CM8 Internacional

Clipping Internacional - 09/08/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

09/08/2019 09:33

 

 

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO.
Jair Bolsonaro, o "pior inimigo dos povos indígenas". Diante do aumento do desmatamento na Amazônia, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro desafia os números oficiais e ataca cientistas e ONGs. (La-Croix, França) | bit.ly/33o2r5g

AMAZÔNIA.
Bolsonaro deu seu aval ao “brutal” assalto à floresta tropical, adverte o cientista demitido. “O que está acontecendo é que este governo enviou uma mensagem clara de que não haverá mais castigo [por crimes ambientais] como antes. E quando os madeireiros ouvirem essa mensagem de que não serão mais supervisionados como eram no passado, eles penetram na floresta tropical ”, disse Galvão. Galvão foi diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) do Brasil até a semana passada, quando um confronto público com Bolsonaro lhe custou o emprego. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2MRcJ8e

AMAZÔNIA
. Bolsonaro nega ser um "capitão da motosserra". Embora os especialistas em clima da ONU tenham divulgado um relatório preocupante sobre o estado do planeta, no Brasil os números oficiais apontam para um aumento acentuado do desmatamento, mas é ferozmente contestado pelo presidente brasileiro. Jair Bolsonaro. (Les Echos, França) | bit.ly/2KA65jV

DITADURA
. Bolsonaro chamou um torturador de "herói nacional". Brilhante Ustra foi acusada de torturar presos políticos até a morte durante a ditadura. O presidente brasileiro encontrou-se com Maria Joseíta Silva Brilhante Ustra, viúva do coronel que liderou um centro de detenção em San Pablo. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2YNxate

DITADURA
. Bolsonaro qualifica como "herói" do Brasil, um conhecido torturador militar. Mais uma vez, o presidente Jair Bolsonaro mexeu na ferida aberta pela ditadura militar brasileira que deteve o poder por 21 anos marcada pela censura, perseguição política, tortura e morte. Bolsonaro disse na quinta-feira que o falecido coronel Carlos Brilhante Ustra, responsável por um centro de tortura ilegal onde a ex-presidente Dilma Rousseff foi detida durante a ditadura (1964-1985), era um "herói nacional". (La Jornada, México) | bit.ly/2yQzUHH

DITADURA
. Bolsonaro homenageia um dos maiores repressores da ditadura do Brasil. O presidente descreveu Ustra como um "herói nacional" ao receber a viúva do coronel no Palácio do Planalto para o almoço. O Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, já falecido, dirigiu um dos maiores centros de tortura, localizado em São Paulo. (El País, Espanha) | bit.ly/31zghQR

DITADURA
. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chamou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra na quinta-feira de "herói nacional", chefe em São Paulo do corpo repressivo do Exército que torturou vários presos políticos até a morte durante a ditadura militar (1964-1985). (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2YS5mE5

LULA
. Represália contra Lula derrotada pelo Supremo Tribunal. Transferência do ex-presidente para prisão comum, pedida pela Polícia Federal e aceita por uma juíza, é barrada pelo STF, pressionado por parlamentares. Decisão é vista como derrota do ministro da Justiça Sergio Moro. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2OK7kCz

LAVAJATO
. . “A Lava Jato respira com sofreguidão, a classe política e uma parte da sociedade já não a aceita como aceitou nos primórdios”, disse Rodrigo Prando, professor do Mackenzie. Deflagrada em 2014, a Operação Lava Jato tenta continuar em pleno curso, com perspectivas de ainda se desdobrar em mais algumas fases em meio aos escândalos de vazamento de mensagens e derrotas no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele explica que a prisão de Eike Batista mostra que a Operação Lava Jato ainda está viva, mas enfraquecida. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2ZN2yVV

LAVAJATO
. Polícia detém empresário brasileiro Eike Batista no âmbito da Lava Jato. Esta é a segunda detenção do empresário que já foi considerado o homem mais rico do Brasil. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2YWXalT

VAZAJATO
. Moro pede investigação contra presidente da Ordem dos Advogados do Brasil após críticas. O ministro da Justiça do Brasil acusa o presidente da Ordem dos Advogados de o ter difamado em declarações ao jornal Folha de S. Paulo no final de julho, quando este último afirmou que o ministro "usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda 'aparenta ser' o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas". (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2KnH4d1

ITAIPU
. Itaipu: 'impasse binacional' envolve Bolsonaro e 'balança' Benítez no Paraguai. A usina de Itaipu liga Brasil e Paraguai e uma negociação secreta sobre ela pode derrubar um presidente e atrapalhar acordos comerciais. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2MPEhL9

MANIFESTAÇÃO DIA 13
. Moro autoriza uso da Força Nacional contra protestos de estudantes marcados para semana que vem. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou nesta quinta-feira (8), a atuação da Força Nacional contra os protestos de estudantes marcados para a próxima terça-feira (13). (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2ZUZ4AZ

GREENWALD
. Suprema Corte brasileira decide proteger a liberdade de imprensa para Glenn Greenwald e para o The Intercept. Em uma vitória crucial para a liberdade de imprensa no Brasil, o ministro Gilmar Mendes, membro do Supremo Tribunal Federal, proibiu o governo de Bolsonaro e o ministro da Justiça Sergio Moro de investigar o Intercept Brazil e o jornalista Glenn Greenwald por reportar comportamentos antiéticos e potencialmente ilegais. (The Intercept, EUA) | bit.ly/2yMLXFT

NOTÍCIAS DO MUNDO

ITÁLIA
. Matteo Salvini, o primeiro ministro italiano, pede novas eleições devido às fraturas da coalizão. Líder de extrema-direita diz que é inútil continuar o governo com o Movimento Cinco Estrelas. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2TjyH4V

ITÁLIA
. A economia italiana paralisada e fortemente endividada. A dívida pública supera 134% do PIB, e o país, estagnado em estagnação, não sabe como resolver a equação orçamentária para 2020. (Le Monde, França) | bit.ly/2yOxBVw

ARGENTINA
. Alberto Fernández encerrou a campanha ante um ginásio esportivo completo em Córdoba. "A única coisa que eles produziram é a pobreza", disse. O candidato da Frente de Todos criticou o governo e estava confiante na vitória. Dez mil pessoas dentro do Orpheus Superdomo. Dois mil a mais do lado de fora, em frente a uma tela gigante que foi improvisada já que não havia mais lugar dentro do estádio. “Isso antecipa o triunfo. Córdoba se levanta para mudar a Argentina ”, disse o candidato da Frente de Todos feliz diante de uma multidão que cantou e dançou por mais de duas horas à sua espera. (Página 12, Argentina) | bit.ly/33n2s9z

ARGENTINA
. Duas forças políticas se medem na Argentina. O país realiza suas eleições de 1º turno domingo. A disputa é marcada pela disputa entre o “Juntos pela Mudança” de Macri e a “Frente para Todos” de Alberto Fernández e Christina Kirchner. (El Telégrafo, Equador) | bit.ly/2M9vDro

VENEZUELA
. Bachelet repudia sanções dos EUA contra a Venezuela. A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, repudiou os Estados Unidos pelas sanções impostas à Venezuela, que ela considerou "extremamente amplas". "Estou profundamente preocupado com o impacto potencialmente severo sobre os direitos humanos das pessoas na Venezuela", disse ele em um comunicado. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2TiOYXM

ALEMANHA
. Alemanha, motor da economia europeia perto da recessão. Dados revelam uma retração da produção industrial e de toda a atividade económica na Alemanha no segundo trimestre deste ano. Os sinais colocam a maior economia europeia perto da recessão, afetada por dificuldades no setor automóvel e pela guerra comercial EUA-China. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2MRFUrK

CACHEMIRA
. Mais de 500 políticos são presos em Cachemira após a revogação da autonomia na região. Paquistão minimiza laços diplomáticos com a Índia, enquanto Delhi o qualifica de "alarmista". A mobilização de mais de 40 mil soldados e o toque de recolher em vigor desde o início da semana não impediram protestos, nos quais pelo menos um manifestante morreu, segundo a imprensa local. (El País, Espanha) | bit.ly/2KxBX8Y

AMEAÇA NUCLEAR.
A memória de Hiroshima e Nagasaki, antes de uma perspectiva nuclear perturbadora com Trump no fundo. Os nove estados com armas nucleares - EUA, Rússia, Reino Unido, França, China, Paquistão, Índia, Israel e Coréia do Norte - acumulam mais de 14.000 armas desse tipo. A retirada dos EUA dos principais acordos nesta área augura um aumento nas tensões internacionais e um maior risco de confronto nuclear. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2ZKY9CP

REDES SOCIAIS
. O vício da mídia social na América está piorando. Uso excessivo das plataformas sociais levanta questões sobre saúde mental. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/2GYLS6t

EUA
. O New York Times mudou seu título de abertura sobre Trump depois dos protestos dos leitores. O título de abertura da edição impressa do New York Times foi radicalmente alterado entre a primeira e a segunda edições: e não FOI porque novas notícias chegaram. (Corriere della Sera, Itália) | bit.ly/2OOPSgb

EUA.
Raide anti-imigração no Mississippi deixa centenas de crianças separadas dos pais. Quase 700 imigrantes sem documentos foram detidos em cinco fábricas na mesma região. Cerca de 300 foram entretanto libertados e ficam a aguardar julgamento, mas as organizações humanitárias estão preocupadas com o trauma que a operação pode causar às crianças. (Público, Portugal) | bit.ly/33si8sv

ARTIGOS/ENTREVISTAS

George Monbiot – Meio Ambiente (The Guardian, Inglaterra) | “Não podemos continuar nos alimentando como estamos - por que o IPCC não está gritando isso nos telhados? (IPCC – International Panel on Climate Change) | bit.ly/2YBS8Mf

Larry Elliott
– Globalização ( The Guardian, Inglaterra) | “Globalização, como a conhecemos, não sobreviverá a Trump. E isso é uma boa notícia. Os mercados estão assustados, mas precisamos de uma nova ordem mundial que abra espaço para soluções locais e para o Estado-Nação” | bit.ly/2KCuS6T

Paul Krugman -
EUA e China (The New York Times, Eua) | “a China tenta ensinar economia a Trump. Mas parece que ele não está disposto a entender.” | nyti.ms/2yTjMVD

Robert Fisk
– Ameaça Nuclear (The Indpenendent, Inglaterra) | “Os cadáveres chamuscados de Nagasaki deveriam ser uma restrição severa às batidas no peito de Índia, EUA e Irã. “ | bit.ly/2ZOHFKa

Rafael Ioris
– Brasil (Brasil Wire, EUA) | “Restaurar o vigor da Lei ou cair na ordem ditatorial: o dilema brasileiro.” | bit.ly/2KquXfe


Conteúdo Relacionado