CM8 Internacional

Clipping Internacional - 10/07/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

10/07/2019 09:50

(Evaristo Sá/AFP)

Créditos da foto: (Evaristo Sá/AFP)

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO. Bolsonaro é acusado de comprar votos para aprovar reforma previdenciária. Como havia anunciado, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, liberou mais de 93 milhões de reais - algo em torno de 24 milhões de dólares - em emendas para entregar aos deputados que apoiam a reforma previdenciária, que começou a ser discutida na terça-feira na Câmara. dos deputados. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2xCDdSe

GREENWALD. Apesar das ameaças de morte, Glenn Greenwald fala sobre a divulgação de um grande escândalo de corrupção no Brasil. A crise política no Brasil cresce na esteira da investigação do The Intercept sobre a ajuda que o juiz Moro deu aos acusadores no caso do ex-Presidente Lula. Moro acaba de pedir licença por cinco dias. Os documentos vazados revelam que havia sérias dúvidas quanto à culpa de Lula. A prisão dele pavimentou a via para a eleição de Bolsonaro. (Democracy Now, EUA) | bit.ly/2G2LiEg

CORRUPÇÃO. “O combate à corrupção no Brasil é uma mentira”, diz sociólogo Jessé Souza. Autor de mais de 20 livros, entre eles ‘best sellers’ como “A Classe Medida no Espelho” e a “Elite do Atraso”, o sociólogo e professor da Universidade do ABC Jessé Souza está se instalando na França onde, a partir do próximo semestre, dará aulas na Sciences Po, o Instituto de Estudos Políticos de Paris. (RFI, França) | bit.ly/2G4RTy4

VAZAJATO. Áudio vazado mostra Dallagnol comemorando proibição de entrevista de Lula, diz site. A mensagem foi gravada no dia 28 de setembro de 2018 para um grupo de integrantes da força-tarefa. Naquele dia, o ministro do STF Ricardo Lewandowski havia autorizado Lula a conceder uma entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. No grupo, os procuradores debatiam estratégias para proibir a entrevista de Lula e se mostravam angustiados, mas Deltan Dallagnol mandou um áudio em que comemora a liminar emitida pelo ministro do STF Luiz Fux proibindo a entrevista. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2XD6GL9

VAZAJATO. Por que a Lava Jato teme o Congresso Nacional? O procurador da República e coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, declinou um convite do Congresso Nacional para falar, nesta terça-feira, sobre as polêmicas mensagens vazadas do seu aplicativo Telegram, levantando questionamentos sobre o porquê do receio em explicar as conversas mantidas com o então juiz Sergio Moro no âmbito da operação. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/32dvU1r

GREENWALD. Hashtag contra Greenwald foi criada por robôs, diz empresa. Uma campanha online defendendo a deportação do jornalista norte-americano Glenn Greenwald, teria sido criada por bots no Twitter. É a conclusão da empresa de pesquisas DFRLab. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2XWcD59

YANOMAMIS. O território indígena Yanomami é colocado em risco com a explosão da mineração de ouro. Encorajados pelo discurso do presidente Jair Bolsonaro e pela negligência das agências estatais, milhares de "garimpeiros" migram para as terras indígenas. (Le Monde, França) | bit.ly/2xGqoGp

MORO. As férias “forçadas” do ministro da Justiça Moro. Ele se afasta alegando “motivos pessoais”. Sua imagem é influenciada por publicações privadas de bate-papo com o promotor do caso da Petrobras publicado pelo site de jornalismo investigativo The Intercept. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/2XDksbP

ACORDO EU-MERCOSUL. Crítica ambiental cresce sobre o acordo comercial UE-América do Sul. O acordo "vacas por carros" do Mercosul vai piorar desmatamento, afirmam críticos. (Financial Timer, Inglaterra) | on.ft.com/2YKLkrR

BOLSONARO. “Bolsonaro não tem capacidade intelectual para liderar nada”. Humberto Dantas é cientista político. Seis meses após a tomada de posse, faz o balanço do mandato de Jair Bolsonaro, entre dúvidas e a expectativa que o Brasil mais moderno e avançado possa prevalecer. (Público, Portugal) | bit.ly/2Juwkt3

VALE. Ruptura de barragem no Brasil: Vale vai pagar. A gigante mineradora Vale deve pagar pelos danos do desastre de Brumadinho, decidiu a Justiça Brasileira. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/2XDbHP1

VALE. Tribunal do Brasil condena Vale pela ruptura da barragem que matou 240. (The Sydney Morning Herald, Austrália) | bit.ly/2LRVDGG

COCAÍNA. PT: Congresso investigará a cocaína do avião presidencial de Bolsonaro. Com assassinos, líderes milicianos e traficantes de drogas circulando com segurança no entorno do presidente Bolsonaro, é tempo de investigar, diz o líder do partido no Congresso Paulo Pimenta. (Brasil Wire, EUA) | bit.ly/2YTBHqZ

NOTÍCIAS DO MUNDO

ESPANHA. Sob o risco de novas eleições. Fracassou a reunião entre Pedro Sánchez do PSOE e Pablo Iglesias do Podemos. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2xDO8ei

AUSTRÁLIA. Polícia australiana espiona jornalistas. Entre julho de 2017 e junho de 2018, a polícia australiana acedeu 58 vezes a metadados de dois jornalistas. A confirmação é da própria instituição. A polícia tem feito rusgas a jornalistas e órgãos de comunicação social que divulgaram documentos sobre abusos de militares deste país no Afeganistão. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2G5WYpJ

ISRAEL. Ridículo da embaixada israelense no Brasil para cobrir algumas lagostas em uma foto. Yossi Sheli estaria quebrando os regulamentos de alimentação do judaísmo porque esses crustáceos não são kosher. Ele almoçava com Bolsonaro. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2xF2ETh

ARGENTINA. Fernando de la Rúa, o presidente da pior crise econômica da Argentina morreu aos 81 anos. O legado do ex-mandatario argentino é contraditório, pois a sociedade tinha grandes esperanças em seu governo, mas acabou sendo uma das mais catastróficas. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/30xFc6N

REINO UNIDO. Crise diplomática entre Washington e Londres traz à luz o eixo de Trump-Johnson. A confusão do Brexit e o descrédito dado ao embaixador britânico em Washington apenas aproximam o presidente americano do provável próximo primeiro-ministro do Reino Unido. (Le Monde, França) | bit.ly/2XHomFG

QUESTÃO NUCLEAR. Donald Trump corre o risco de desfazer décadas de controle de armas nucleares. Sua incursão na Coréia do Norte contraria a aposta que ele está levando com a Rússia. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/2XFzUEr

EUROPA. Uma heroína e uma figura de ódio. Carola Rackete e as políticas problemáticas para os refugiados na Europa. Dezessete dias no mar, caos, angústia e um ato de desespero: O drama em torno da capitã alemã Carola Rackete expôs o cinismo por trás da política de migração europeia. A UE não está mais resgatando migrantes afogados e o número de refugiados continua a cair. (Der Spiegel, Alemanha) | bit.ly/2XEeFYs

REINO UNIDO. Corbyn exige um referendo e apoia a permanência na EU. Corbyn abandona a ambiguidade sobre o Brexit e promete defender a permanência na EU. O líder trabalhista cede às pressões internas que exigiam mais clareza. (El País, Espanha) | bit.ly/2LJ0ES8

ARTIGOS/ENTREVISTAS

Daniel Boffey – Grécia (The Guardian, Inglaterra) | “Alexis Tsipras: líder conquistou o respeito no exterior mas não no país.” | bit.ly/2JzpMYR

Le Monde Diplomatique – Indústria (Le Monde Diplomatique, França) | “Dossiê: o futuro da indústria” | bit.ly/2JqeaIL

Conteúdo Relacionado