CM8 Internacional

Clipping Internacional - 12/02/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

12/02/2020 07:58

Adriano de Nóbrega, ex-capitão do Bope (Imagem de arquivo)

Créditos da foto: Adriano de Nóbrega, ex-capitão do Bope (Imagem de arquivo)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

MORO
. O silêncio estratégico de Moro sobre a morte de um miliciano amigo da família Bolsonaro. A morte de Adriano de Nóbrega deixou em aberto uma série de perguntas que a opinião pública deveria ter a resposta e preocupa aqueles que temem que ele poderia ser uma peça chave para alcançar a pessoa responsável pelo assassinato de Marielle. Sérgio Moro, como Ministro da Justiça e Segurança Pública, sabia antecipadamente sobre a operação policial em andamento? (El País, Espanha) | tinyurl.com/vrxfppj

BOLSONARO
. A estratégia de relações públicas de Jair Bolsonaro: desprezar a imprensa enquanto aperta as mãos de apoiadores. Às 8 horas da manhã, quase todos os dias, quando sai de sua residência, o presidente Jair Bolsonaro do Brasil para e cumprimentar seus seguidores, posa para ‘selfies’ e compartilha uma risada à sombra de uma mangueira. Ele então confronta os repórteres políticos que o esperam, e lhes diz para calar a boca, os insulta ou os acusa de publicar mentiras. A rotina é transmitida ao vivo na página de Bolsonaro no Facebook, que possui 11,6 milhões de seguidores, e geralmente dura até 15 minutos, mas pode demorar mais. (The Wall Street Journal, EUA) | tinyurl.com/tqppb4m

ECONOMIA.
Retirada do Brasil da lista dos países em desenvolvimento pelo Departamento de Comércio dos EUA é uma "perda" com "impacto nas exportações", disse à Sputnik Brasil o economista Luiz Carlos Prado. "O problema não é a ação dos Estados Unidos, que não é especificamente contra o Brasil. O problema é que não há nenhum movimento do governo de defesa dos interesses do Brasil nas relações bilaterais com os Estados Unidos ou outros países. É como se a expansão do comércio internacional não tivesse a menor relevância para o governo", afirmou o economista. 'País nenhum abre mão de vantagens econômicas', disse o economista. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/swglvjr

GOVERNO BOLSONARO/RELAÇÕES EXTERIORES.
Jair Bolsonaro poderia receber Felipe Solá, o ministro de relações exteriores da Argentina. Ele visita o Brasil e o presidente não descarta uma reunião com ele. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/ubaxsfg

ARGENTINA.
Argentina de Alberto Fernández quer selar a paz com Brasil de Jair Bolsonaro. O chanceler argentino, Felipe Solá, viaja a Brasília para, numa reunião com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, tentar avançar com o Mercosul, deixando de lado o acordo com a União Europeia e afastando-se de Lula para priorizar a relação com Bolsonaro em nome da recuperação econômica. (RFI, França) | tinyurl.com/ujpe5f2

ÍNDIOS. Bolsonaro ataca os índios da Amazônia. O presidente brasileiro quer explorar a imensa floresta e pede aos nativos que se integrem melhor à sociedade. Os índios da Amazônia vão perder sua terra e sua alma? É uma ameaça muito real depois de uma série de medidas tomadas nos últimos dias pelo governo de Jair Bolsonaro. O medo dos índios é alimentado por um projeto de lei que fornece grandes áreas da floresta tropical para exploração econômica. Também é alimentado pela nomeação de um ex-missionário evangélico para chefiar a agência encarregada de proteger os últimos índios isolados. (Le Figaro, França) | tinyurl.com/srmgt8c

ÍNDIOS. “Bolsonaro quer espoliar os índios da Amazônia”, destaca Le Figaro. O jornal francês Le Figaro publica uma grande matéria intitulada "Bolsonaro quer espoliar os índios da Amazônia". O subtítulo explica que o presidente brasileiro quer explorar a imensa floresta do país e propõe que os índios se integrem melhor à sociedade. A matéria é ilustrada com uma grande foto de um Yanomami visitando, ao lado de agentes do Ibama, uma área devastada por uma mina ilegal no Estado do Roraima. (RFI, França) | tinyurl.com/u7ql3my

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

ARGENTINA
. “Não aceitaremos que a Argentina seja refém dos mercados...Não vamos favorecer a especulação sobre o bem estar das pessoas”. Afirmou o ministro da Economia Martín Guzmán. O governo não validou a pressão dos grandes fundos estrangeiros e a mídia que lhe dão ressonância e adiou até setembro o pagamento do “bono dual” que venceria amanhã. Eles cobrirão juros e não afetarão poupadores individuais com títulos por menos de US $ 20.000. Com críticas aos “bonistas” (os que querem o pagamento a qualquer custo) que não quiseram aceitar a troca oferecida no início do mês, o Ministério da Economia recusou-se a validar a pressão para atender às demandas dos financiadores. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/r7t79q5

IRLANDA. Governo de esquerda na Irlanda: matematicamente possível, politicamente difícil. Junto com as outras forças de esquerda e com independentes, o Sinn Féin teria deputados suficientes para formar governo. Mas a tarefa de fazer um governo de esquerda é muito complicada, dadas as posições de vários deles. Já a aliança com algum dos dois partidos tradicionais do sistema político irlandês traria outros custos. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/qqoc7a5

EUA. Bernie Sanders vence a Primária Democrática de New Hampshire em vitória por estreita margem. Sanders venceu por pouco a eleição e ampliou ainda mais o controle dos liberais sobre os moderados do partido e se estabelecendo como um candidato fortíssimo à indicação democrata. Pete Buttigieg ficou em segundo lugar, dividindo o voto centrista com Amy Klobuchar. Elizabeth Warren terminou em um quarto lugar distante, com Joe Biden atrás dela. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/rjrzp4m

EL SALVADOR. O presidente Bukele “acata a ordem” da Suprema Corte salvadorenha de não voltar a utilizar os militares como fez, para irromper no Parlamento. (El País, Espanha) | tinyurl.com/sgoajtg

LÍBANO. Centenas de feridos em protestos contra o governo no Líbano. O governo libanês ganhou uma moção de confiança em um dia tenso de protestos que deixou centenas de feridos. Os manifestantes tentaram bloquear o acesso dos deputados para protestar contra o recente governo de Hasan Diab e a aprovação de novas medidas para pagar a alta dívida pública. O Líbano está protestando há quatro meses, principalmente por jovens, contra uma classe política acusada de corrupta e inepta, responsável pela grave situação econômica do país, uma das mais endividadas do mundo. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/qoldamq

AMÉRICA LATINA. Parecia uma cena dos anos 1970: soldados armados entrando no congresso de El Salvador, enquanto os legisladores consideravam uma solicitação presidencial. A demonstração de força nesta semana provocou protestos sobre o papel cada vez mais visível das forças armadas nas nascentes e, em alguns casos, democracias frágeis da América Latina. À medida que os protestos políticos se espalhavam pela região, os líderes do Chile, Equador e Honduras se cercaram de policiais uniformizados enquanto falavam diante das câmeras de TV. Na Bolívia, os comandantes da polícia militar e nacional pediram ao presidente Evo Morales que renuncie após uma eleição imperfeita. Ele desistiu e chamou de golpe. Em uma região que há muito sofre ditaduras militares, a assertividade das forças armadas está aumentando o medo de que a democracia esteja dando um passo atrás. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/ry9yr76

EUA. Donald Trump acusado de interferência no Judiciário. Donald Trump foi acusado na terça-feira de desrespeitar o princípio da separação de poderes, após a revelação de uma intervenção excepcional do Ministério da Justiça para amenizar uma sentença de prisão exigida contra Roger Stone, um de seus amigos de longa data. Essa interferência no caso das mais altas autoridades do ministério provocou uma reação de revolta nos quatro promotores que estavam investigando o caso: todos anunciaram de maneira retumbante que iriam se retirar. Roger Stone foi considerado culpado em novembro por mentir ao Congresso como parte da investigação sobre interferência russa nas eleições americanas de 2016. Sua sentença deve ser anunciada em 20 de fevereiro por um juiz federal, após parecer dos promotores. Na segunda-feira, em suas recomendações de sentença, o último sugeriu uma sentença de 7 e 9 anos de prisão contra Roger Stone, consultor político de 67 anos e leal ao presidente republicano. (Tribune de Genève, Suíça) | tinyurl.com/umrm26y

EUA. Serviços secretos dos EUA e da Alemanha espionaram mais de 120 países depois de comprar uma empresa de criptografia. Em 1970, as duas agências de contrainteligência adquiriram secretamente a Crypto AG, uma empresa que vende serviços de criptografia de conversação para poderes estatais. (Le Monde, França) | tinyurl.com/squwz35

ALEMANHA. "Um dia sombrio para a democracia". Os tremores secundários continuam após o terremoto político da Alemanha. Na semana passada, um parlamento estadual na Alemanha votou em um novo governo com a ajuda do partido populista de direita Alternativa para a Alemanha. Os paralelos históricos são perturbadores e as repercussões políticas ainda são sentidas dias depois. (Der Spiegel, Alemanha) | tinyurl.com/vwqts7l

CORONAVIRUS. Casos de coronavírus na China caem novamente, mortes agora superam 1.100. A Comissão Nacional de Saúde disse na quarta-feira que 2.015 novos casos foram registrados nas últimas 24 horas, diminuindo pelo segundo dia consecutivo. (HuffPost, EUA) | tinyurl.com/wtwgfpp

CHINA/CORONAVIRUS. O controle do PCN (coronavirus) mostra importância atribuída à vida das pessoas. Temos que admitir que nosso entendimento do PCN permanece insuficiente. O período de incubação do coronavírus é relativamente longo - como especialistas indicaram que, em alguns casos, pode durar até 24 dias - e, portanto, pode haver muitos problemas para nossa investigação e controle. Atualmente, muitos médicos chineses de destaque se reuniram em Wuhan, o epicentro do PCN na província de Hubei, na China Central. É hora de realmente testar o nível de tratamento médico da China. O país vem empregando todas as medidas eficazes em mãos para tratar e curar os pacientes, incluindo a terapia com medicina tradicional chinesa e a combinação de medicamentos chineses e ocidentais. (Global Times, China) | tinyurl.com/wqpd374

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

George Monbiot –
Meio Ambiente/Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “Se queremos reduzir as inundações, devemos parar de destruir a charneca” | tinyurl.com/rvat6hm

Raul Dellatorre – Argentina (Página 12, Argentina) | “Martin Guzmán no Congresso: negociação da dívida, jogo de trapaceiros. Quem são os fundos poderosos que o governo enfrenta no jogo de pôquer da renegociação.” | tinyurl.com/wby573j

Rafael Behr – Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “O nacionalismo está vencendo. Nos dois lados da fronteira escocesa.” | tinyurl.com/rr3ehou

Maria Olívia Mönckeberg, entrevista - Chile (Página 12, Argentina) | “A Constituição de Pinochet perpetua o modelo neoliberal. A atual Carta Magna assentou as bases do modelo hoje rechaçado pelos chilenos nas ruas” | tinyurl.com/qn2tmv9

Benjamin Wallace-Wells – EUA (The New Yorker, EUA) | “Bernie Sanders lidera uma confusa New Hampshire. O senador de Vermont capturou o “Estado de Granito”, mas ele pode capturar a base do Partido?” | tinyurl.com/rlasemk

Gilbert Ashcar – Irã/EUA (Le Monde Diplomatique, França) | “Dança de sabre entre o Irã e os EUA – dos inimigos aos interesses comuns” | tinyurl.com/usx3584

Robert Muggah e Pedro Augusto Pereira – Brasil (Americas Quaterly, EUA) | “Aposta arriscada do Brasil em tecnologia para combater o crime. Dos drones ao reconhecimento facial, a polícia de toda a região está adotando ferramentas digitais. Mas alguns se preocupam com o abuso.” | tinyurl.com/t3tx9nh

Yehuda Shaul – Palestina (Foreign Policy, EUA) | “O plano de paz de Trump no Oriente Médio não é novo. Plagiou uma iniciativa israelense de 40 anos.” | tinyurl.com/trm5gte





Conteúdo Relacionado