CM8 Internacional

Clipping Internacional - 12/11/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

12/11/2019 08:16

(AP)

Créditos da foto: (AP)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

CENSURA
. Artistas brasileiros denunciam censura e “aberrações” do governo Bolsonaro em Paris. Os 750 lugares do teatro Odéon, no luxuoso 6º distrito de Paris, foram poucos para quem se interessou pelo evento “Brasil, a cultura em perigo”, nesta segunda-feira (11), que lotou o espaço e gerou uma longa lista de espera. O debate, que reuniu personalidades brasileiras de várias esferas da cultura, foi uma iniciativa do diretor teatral Thomas Quillardet e da Rede Europeia pela Democracia no Brasil, RED.Br. (RFI, França) | bit.ly/33HydtM

INDÍGENAS
. Comitiva de indígenas brasileiros na Europa reforça campanha contra acordo UE-Mercosul. A comitiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) iniciou nesta segunda-feira (11) uma visita de três dias a Paris, onde tem uma agenda de eventos e encontros para divulgar a campanha “Sangue Indígena: Nenhuma gota a mais”, que visa sensibilizar os europeus sobre as ameaças que pairam sobre as populações indígenas do país. (RFI, França) | bit.ly/2CD03eY

LULA.
Lula da Silva diz que renúncia de Evo Morales é um "golpe de Estado". O ex-presidente do Brasil usou as redes sociais para condenar aquilo que considera ser um "golpe de Estado" na Bolívia. O mesmo fizeram Cuba e Venezuela. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/36TIxkF

LULA.
Esta é Rosângela Silva, a noiva de Lula da Silva. A socióloga, especialista em energia hidrelétrica e militante do partido, o visitava regularmente na prisão de Curitiba e, mesmo sem o direito de visita íntima. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2q3OgU8

LULA
. O Comitê de Paris comemora a libertação de Lula como uma “etapa”. No domingo à noite, na sede da seção PCF do 20º distrito da capital, dezenas de ativistas saudaram essa vitória contra Bolsonaro. (L’Humanité, França) | bit.ly/2X74jwu

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

A CRISE BOLIVIANA

The Guardian, Inglaterra | Evo Morales, da Bolívia, voa para o México, mas promete voltar com 'força e energia' Ex-presidente diz que dói sair 'por razões políticas'. No início da noite de segunda-feira, Morales twittou um adeus após sua renúncia após uma eleição disputada, dizendo que ele aceitaria a oferta de asilo no México, mas logo "retornaria com maior força e energia". De acordo com as convenções internacionais atuais, está sob a proteção do México. Sua vida e integridade estão seguras. | bit.ly/2X6MKNa

Página 12, Argentina |
Na Bolívia, existe apenas o poder das armas. A cidade de El Alto defende Evo Morales em meio à repressão. Não há governo interino visível depois de mais de 24 horas após o golpe. Evo estava viajando para o México. Ações repressivas e persecutórias são implantadas. O centro de La Paz se transformou em um cenário de barricadas, filas para comprar nas poucas empresas que abrem, interrompem o transporte, vizinhos estacionados nos cantos atravessados por arames farpados e chapas de zinco. Perto da Plaza Murillo, o centro do poder político, passam grupos com capacetes, escudos, máscaras de gás, bandeiras da Bolívia, contingentes policiais apostando e pedindo reforço às Forças Armadas Nacionais. | bit.ly/34O1nHQ

Página 12, Argentina |
O que aconteceu na Bolívia: Cronologia do golpe. A sucessão de eventos que forçaram a demissão de Evo Morales. O processo que terminou com a destituição do presidente boliviano começou após as eleições de 20 de outubro. Posteriormente, a violência adversária e pressão internacional sobre o direito estava em ascensão até que os militares ea polícia tirou seu apoio ao presidente. | bit.ly/34ReZSI

El País, Espanha |
A OEA, um cão sem dentes antes da crise na Bolívia. Almagro "rejeita uma saída inconstitucional" para a crise, mas evita falar em "golpe de estado". | bit.ly/2O0ObbU

El Periódico, Espanha |
'Macho Camacho', o empresário ultraconservador que liderou a conspiração contra Morales. Aos 40 anos, ele se tornou a voz principal do movimento que terminou com quase 14 anos de governo do Movimento ao Socialismo (MAS). Camacho pertence à elite Cruzeña que sempre tentou deslocar o presidente e desta vez ele conseguiu isso com apoio da polícia e militar. | bit.ly/2O83y2t

Le Monde, França |
Quatro coisas a saber sobre Evo Morales, presidente renunciou após treze anos no poder | bit.ly/2q8Qth4

Le Soir, Bélgica |
uma multidão de apoiadores de Morales a caminho da capital. Usando whipalas, o nome da bandeira dos povos indígenas, eles cantam: "Agora sim, uma guerra civil!” | bit.ly/2KdK777

The Economist, Inglaterra |
Bolívia no caos após a partida de Evo Morales. A violência se agrava após denunciar ser vítima de um golpe. se tornou o primeiro presidente de origem indígena da Bolívia em 2006 e ganhou a reeleição três vezes, graças em grande parte a seus esforços para reduzir a pobreza. Mas, na tarde de 10 de novembro, ele voltou ao Chapare para anunciar sua renúncia. Morales deixou claro que não o fez de bom grado. Ele sugeriu forças das trevas que tentavam destruir a democracia boliviana e alegou que ele foi vítima de um golpe. | econ.st/2rx8Z36

L’Humanité, França |
A luta continua, promete Morales. O presidente foi vítima de um golpe de estado, sob a pressão dos militares. Sua renúncia no domingo não põe fim à crise política. Enquanto a direita e a extrema direita competem pelo poder, a esquerda é alvo de retaliação. | bit.ly/34SDUFy

OUTROS PAÍSES

CHILE. Milhares de chilenos marcham para uma educação sem fins lucrativos, no meio de uma revolta social que entra em sua quarta semana. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2pf7W7k

REINO UNIDO
. Nigel Farage apoia Conservadores, Corbyn chama-lhe "aliança Trump". “Há uma semana Donald Trump disse a Nigel Farage para fazer um pacto com Boris Johnson. Hoje, Trump viu cumprido o seu desejo”, afirmou o líder trabalhista Jeremy Corbyn após o anúncio de que o partido do Brexit não se candidata nos círculos com deputados conservadores. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2X6NdyU

EUA
. Candidata socialista derrota candidato apoiado pelos milhões de dólares da Amazon. A Amazon investiu 1,5 milhões de dólares para promover candidatos nas eleições locais de Seattle. Apesar disso, Kshama Sawant, a candidata socialista que está há seis anos no Conselho da Cidade, ganhou a reeleição. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2O5A3Ot

ARGENTINA
. Fome e pobreza que nutrem a tuberculose na Argentina. A doença infecciosa mais letal voltou ao país latino-americano. Eles chamam isso de morte branca. (El País, Espanha) | bit.ly/2QhFrkB

ESPANHA
. Eleições legislativas na Espanha. Os socialistas continuam na liderança, mas sem maioria. O partido de esquerda esperava que uma maioria clara acabasse com o bloqueio político que atormenta o país desde 2015. Não mais. (La Presse, Canadá) | bit.ly/2padwYr

POLÔNIA
. Polônia, dezenas de milhares da extrema direita marcham pelas ruas de Varsóvia. Até agora, na soberana Polônia, a ultradireita antissemita, homofóbica e antieuropeia assumiu a celebração do feriado nacional em 11 de novembro. Uma enorme marcha de ultras desfilou por Varsóvia, gritando slogans de ódio e incitação à violência contra "os judeus que querem roubar a terra natal", os homossexuais, a União Europeia cujas bandeiras queimavam nas ruas. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/2X6Nthm

GRÉCIA
. A lição grega contra os ultras. Julgada como organização criminosa, encurralada na rua, sem dinheiro ou assentos, Aurora Dorada é mortalmente ferida. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2X7G2GF

TRUMP
. Revés judicial para Donald Trump: ele não poderá continuar a esconder suas declarações fiscais. Por decisão de um juiz federal do Distrito de Columbia, o presidente deve entregar suas informações fiscais ao Comitê de Mídia e Arbitragem da Câmara dos Deputados. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/2O4lr1X

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Quinn Slobodian - Neoliberalismo (The Guardian, Inglaterra” | “Democracia não interessa para os defensores da ‘liberdade econômica’” | bit.ly/2qQ40tV

María Seoani
– Bolívia (Página 12, Argentina) | “O golpe 189 - Bolívia onde arde” | bit.ly/2KeYI1Z

José Natanson
– Bolívia (Página 12, Argentina) | “Três conclusões sobre o golpe contra Evo” | bit.ly/2QbC9iL

Tomás Lukin
- Bolívia (Página 12, Argentina) | “Existem motivações econômicas por detrás do golpe na Bolívia?” | bit.ly/2CHhpHn

Atílio Boron
- Bolívia (Página 12, Argentina) | “Cinco lições sobre o golpe na Bolívia” | bit.ly/2QauHUU

Paul Krugman
– EUA (The New York Times, EUA) | “Estourando a bolha bilionária. Não, os EUA não estão esperando por um magnata salvador” | nyti.ms/36ZRtVl

Bruno Bimbi
– Brasil (El Diário, Espanha) | “Lula livre, finalmente” | bit.ly/2KfxWGN

Carol Pires
– Brasil (The New York Times em espanhol, EUA) | “Lula está livre. E, agora? A liberdade do político mais amado e odiado do Brasil terá repercussões significativas, especialmente agora num momento de maior impopularidade de Bolsonaro.” | nyti.ms/2CxKSnl

Conteúdo Relacionado