CM8 Internacional

Clipping Internacional - 13/01/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

13/01/2020 08:17

(Satish Kumar Subramani/REUTERS)

Créditos da foto: (Satish Kumar Subramani/REUTERS)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

AMAZÔNIA
. 'Como uma bomba explodindo': por que a maior reserva do Brasil está enfrentando destruição. Garimpeiros estão devastando a reserva indígena Ianomami. Então, por que o presidente Bolsonaro quer torná-los legais? A ONG brasileira Instituto Socioambienta estima que até 20.000 garimpeiros tenham invadido essa reserva, onde atualmente é proibida a mineração e forasteiros não autorizados. Mas os garimpeiros podem não permanecer desautorizados por muito tempo: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, prometeu legalizar seu trabalho com um projeto de lei no Congresso. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/t4q6fuw

AMAZÔNIA
. Combater fogo na Amazônia não basta, sem combater desmatamento. Especialista alerta para aumento de desmatamento e acredita que as autoridades demoraram para entrar em ação para combater o fogo na Amazônia, mas espera que o governo tenha aprendido a lição. Segundo Ane Alencar, diretora de Ciência do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), o Governo Federal demorou muito para agir contra o fogo na região e os novos dados já eram esperados "por conta do que aconteceu em agosto, quando uma área muito grande foi queimada pelo fogo". Entre as causas principais, segundo a especialista, estaria o aumento do desmatamento na região. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/t2huhye

POLÍTICA EXTERNA. A deterioração da democracia no Brasil é agravada sob o mandato de Bolsonaro. Em seu primeiro ano, o presidente aprofunda a polarização com um discurso hostil e ameaças a seus adversários, enquanto o Congresso e a Suprema Corte restringem suas iniciativas mais radicais. A chegada de Jair Bolsonaro ao poder no Brasil - o primeiro presidente de extrema direita desde a restauração da democracia em 1985 - foi acompanhada de grandes temores de seus adversários e minorias. O primeiro ano no cargo incluiu pulsos para os outros poderes do Estado, ataques à imprensa, ciência, história ... decisões controversas e infinitas controvérsias. O militar aposentado, que mantém vivo o discurso contra a campanha e é abertamente hostil à esquerda, colocou as instituições brasileiras à prova. O Congresso, onde não tem maioria, suspendeu suas iniciativas legislativas mais radicais, como isentar policiais e militares da responsabilidade em tiroteios com criminosos ou expurgar livros escolares de esquerda. O Supremo também tem sido um dique. Mas em áreas como política cultural, ele colocou a tesoura em tudo que não combina com sua visão. Os editores contra seus instintos autoritários são frequentes. (El País, Espanha) | tinyurl.com/tptut4s

TECNOLOGIA 5D. Leilão do 5G do Brasil atrasado em retrocesso nos planos de seu lançamento. A perspectiva da venda de espectro é que seja uma das maiores do mundo, mas as regras ainda não foram acordadas. (Financial Times, Inglaterra) | tinyurl.com/u4fts5v

HORÁRIO DE VERÃO. O Brasil eliminou o horário de verão. Agora a luz se apaga antes das cinco da manhã e as pessoas não estão felizes. Neste último capítulo da experimentação contínua e controversa da humanidade com o tempo, o Brasil, após quase um século de relutantemente mudar os relógios a cada poucos meses, cancelou o horário de verão. "Mesmo que fosse apenas uma hora, ele mexia com o relógio biológico das pessoas", argumentou o presidente Jair Bolsonaro quando assinou a decisão no ano passado. Agora, meses depois, todos os dias traz outro lembrete dessa decisão enquanto o verão atinge o maior país da América Latina, e o céu clareia na hora desmedida das 04:30 da manhã, e o início da manhã tem a sensação do meio dia. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/t46blkj

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

IRÃ
. A França e a Rússia compartilham o desejo de salvaguardar o acordo nuclear do Irã, afirmou o presidente da França, Emmanuel Macron. Segundo a Reuters, Macron disse em comunicado que teve uma ligação no domingo com o presidente russo Vladimir Putin, que disse que continua comprometido com o acordo. Líderes da Grã-Bretanha, França e Alemanha pediram no domingo que o Irã volte ao pleno cumprimento do acordo nuclear de 2015 com as potências mundiais e se abstenha de mais violência. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/qw4tyjv

IRÃ. A fúria dos jovens após a admissão dos Guardiões do Irã no tiroteio por engano contra o avião ucraniano. No Irã, as manifestações começaram no sábado para protestar contra o erro no disparo de mísseis da Guarda Revolucionária contra o avião ucraniano. O embaixador britânico no país foi preso brevemente durante a manifestação dos estudantes. (Le Journal du Dimanche, França) | tinyurl.com/tavzf8v

EQUADOR
. Equador repete medidas econômicas de Macri. A assembleia aprovou uma lei para facilitar a especulação financeira. “Parece que o FMI não aprendeu com o que aconteceu na Argentina. Agora, ela dirige medidas semelhantes no Equador que aumentarão a fuga de capitais e um maior ajuste em sua economia ”, disse a economista Lara Merling. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/qnslwpj

ESPANHA. Um governo de progresso sob a chantagem golpista de um bloco reacionário. A investidura do novo presidente do governo espanhol não garante em absoluto a governabilidade de um regime que continua a enfrentar uma crise estrutural. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/ttmkx64

GUATEMALA. O legado antidemocrático de Jimmy Morales na Guatemala. Em quatro anos de gestão, ele destruiu o progresso do país na luta contra a corrupção e abriu a porta à impunidade para alguns militares acusados de crimes contra a humanidade. O humorista que assumiu a presidência da Guatemala em 2016 como um outsider da política, deixa seu cargo com um legado de males que parece condensar o pior da tradição política que ele prometeu combater: um país com índice de percepção de maior corrupção em sua história, com os poderes Judiciário e Legislativo ainda mais enfraquecidos e sem credibilidade, com metade da população infantil subnutrida, com o reposicionamento de um poder militar ligado aos eventos mais sangrentos do passado recente. (El País, Espanha) | tinyurl.com/rrrrspd

ISRAEL. Legislativo em Israel: partidos de esquerda unem forças para bloquear Netanyahu. A oposição quer impedir que o Likud do primeiro-ministro, no poder desde 2009 e acusado de corrupção em três casos, vença as eleições de março. (Le Monde, França) | tinyurl.com/s5nr6un

EUA/CUBA. EUA adicionam novas restrições às viagens a Cuba. A mudança encerra voos charter entre a América e nove destinos cubanos, embora não Havana. (The Wall Street Journal, EUA) | tinyurl.com/wjylkf2

FRANÇA. Previdência. Uma concessão de fachada que não muda nada. O primeiro-ministro concorda em "temporariamente" remover a idade crucial para fazer com que as gerações mais jovens trabalhem melhor por mais tempo. Uma combinação que redobrou a determinação dos opositores da reforma, com um novo dia de ação na terça-feira. (L’Humanité, França) | tinyurl.com/sgavp9n

EUA. Altos funcionários do governo lutam para explicar a inteligência por trás da morte de Soleimani. Autoridades do governo se recusaram neste domingo a confirmar a afirmação do presidente Trump de que quatro embaixadas dos EUA haviam sido alvo de ataques pelo Irã, enquanto diziam que a "interpretação" de Trump da ameaça era consistente com a inteligência geral que justificava a morte de um general iraniano sênior. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/rlcolbq

COLÔMBIA. Inteligência militar colombiana fez escutas ilegalmente de oponentes, magistrados e jornalistas. O governo as descobriu e desvinculou o general Nicacio Martínez, mas não informou sobre a situação. Vários suboficiais do Exército disseram a uma revista, com pedido do anonimato, como foram designados nomes de pessoas ou números de telefone para a escuta e como foram escutados posteriormente. Além disso, a publicação acessou comunicações e documentos internos que sustentavam esses testemunhos. (La Diária, Uruguai) | tinyurl.com/twf3v7p

BOLÍVIA. Partido de Evo Morales e organizações sociais anunciam protestos na Bolívia. Partido social e organizações sociais de Evo Morales anunciam protestos na Bolívia. O Movimento ao Socialismo (MAS) confirmou a retomada dos protestos anti-golpe e, no Parlamento, onde tem maioria absoluta, aprovou uma lei contra a repressão. Um pacto de unidade nacional ampliado foi aprovado para iniciar mobilizações pacíficas contra a extensão pretendida pelo governo da autoproclamada presidente, Jeanine Áñez. O regime que surgiu do que o MAS considera um golpe de estado que obrigou o presidente Evo Morales a renunciar. (El Telégrafo, Equador) | tinyurl.com/ua5q73t

EUA. Secretário de Defesa levanta dúvidas sobre suposta ameaça a embaixadas, à medida que uma pesquisa mostrou que os norte-americanos desaprovaram a manipulação por Trump do Irã. (Common Dreams, EUA) | tinyurl.com/spccd6e

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Washington Uranga – Argentina (Página 12) | “Nada mudou”. (Análise da mídia pós-Fernández) | tinyurl.com/ursbqnt

Richard Hall – Conflito EUA-Irã (Página 12, Argentina) | “EUA e Irã fecharam a porta da diplomacia?” | tinyurl.com/tz6o57l

E. Tammy Kim – EUA (The New York Times, EUA) | “A economia gig está chegando no seu trabalho. Trabalhadores tempo integral sindicalizados do ramo hoteleiro estão vendo serviços baseados em aplicativos tomar seus postos. O que virá a seguir?” | tinyurl.com/stghrm3

Brittany Kaiser – Big Tech (Democracy Now) | “’Democracia à venda’: a história de manipulação de eleições da Cambridge Analytica & das empresas ‘big tech’” | tinyurl.com/seh97u5

Conteúdo Relacionado