CM8 Internacional

Clipping Internacional - 13/08/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo e especial: Argentina, incluindo a imprensa financeira; Artigos, especial Argentina

13/08/2019 08:16

Jair Bolsonaro toma hoje medidas que são exatamente o oposto do que defendia no passado (Reuters/Adriano Machado)

Créditos da foto: Jair Bolsonaro toma hoje medidas que são exatamente o oposto do que defendia no passado (Reuters/Adriano Machado)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

ACORDO EU-MERCOSUL
. O congelamento de recursos da Alemanha para a Amazônia prejudica acordo Mercosul-UE, diz especialista. Neste último sábado (10), o governo da Alemanha decidiu congelar R$ 155 milhões em recursos direcionados ao financiamento de projetos de proteção da floresta Amazônica. A justificativa foi devido a que a decisão "reflete a grande preocupação com o aumento do desmatamento na Amazônia brasileira". Adriana Ramos, membro do ISA, disse que o congelamento promovido pelo governo alemão pode dificultar a aprovação do acordo entre Mercosul e União Europeia. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2Mhrxxw

ELEIÇÕES ARGENTINAS.
Bolsonaro prevê uma onda de refugiados argentinos após o triunfo eleitoral de “aquele pequeno povo de esquerda”. O presidente do Brasil renova seu apoio a Mauricio Macri e repudia a vitória eleitoral do peronista Alberto Fernández nas primárias de domingo. (El País, Espanha) | bit.ly/2Z5FZhY

ELEIÇÕES ARGENTINAS
. Bolsonaro já sofre com a derrota de Macri nas primárias. O brasileiro insistiu em comparar a Argentina com a Venezuela. "Haverá irmãos argentinos que estão fugindo daqui se o resultado de ontem for confirmado em outubro", afirmou o franco direitista pela vitória de Alberto Fernández no PASO. Por outro lado, o PT celebrou o desempenho da Frente de Todos. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2yViwle

BOLSONARO
. Filho de Bolsonaro pede apoio ao Senado brasileiro para ser embaixador dos EUA. Para chegar a embaixador do Brasil nos EUA, o actual deputado Eduardo Bolsonaro, 35 anos, terá de passar por uma audição no Senado brasileiro, que poderá impedir a nomeação. (Público, Portugal) | bit.ly/2KGUkbK

BOLSONARO
. Bolsonaro enfrenta metamorfose e adota medidas que antes condenava. Presidente recorre agora a atitudes que criticava no Congresso, como o favorecimento de familiares. O presidente recorreu a atitudes que o parlamentar criticava, entre elas a adoção de uma idade mínima de 65 anos no regime de aposentadoria, o favorecimento de familiares, o apoio a privatizações de empresas estatais e a utilização de uma política de toma lá dá cá para aprovar iniciativas governamentais. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/31wLBzx

BOLSONARO
. Bolsonaro após a vitória eleitoral de Kirchner: "Não queremos que irmãos argentinos fujam para cá". Nesta manhã, o presidente brasileiro acrescentou: "Não se esqueça do que aconteceu ontem aqui no sul, na Argentina. A banda de Cristina Kirchner, que é o mesmo que Dilma Rousseff, que é o mesmo que Maduro e Chávez, e Fidel Castro”. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/2OQEoJ3

DIREITOS HUMANOS
. A justiça do Rio de Janeiro suspendeu um decreto do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que extinguiu cargos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, mandando reintegrar os funcionários exonerados. A decisão determinou a reintegração remunerada dos 11 funcionários, exonerados em junho deste ano, por Jair Bolsonaro. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2MYu2UY

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

ITÁLIA
. Salvini, beneficiário da recomposição política. Divida e conquiste. Essa parece ser a linha de conduta da Liga de extrema-direita do partido, Matteo Salvini. Na última quarta-feira, desencadeou uma crise do governo na Itália, com o objetivo de precipitar eleições antecipadas, ele colocou todos os seus oponentes em tumulto. Os líderes dos grupos parlamentares do Senado decidiram ontem considerar a moção de desconfiança contra o governo de Giuseppe Conte em 20 de agosto. (L’Humanité, França) | bit.ly/31uDXWi

VENEZUELA
. A Assembleia Constituinte está considerando eleições antecipadas. As eleições para renovar a Assembleia Nacional, controlada pela oposição a Nicolas Maduro, estão inicialmente previstas para 2020. A Assembleia Constituinte da Venezuela, pro Maduro,, anunciou na segunda-feira (12 de agosto) que planejava convocar eleições parlamentares antecipadas para renovar o parlamento controlado pela oposição. (Le Figaro, França) | bit.ly/2H4fyz1

EUA
. O Washington Post publica os nomes de 1.196 vítimas de tiroteios em massa desde 1966. O diário americano lista os 1.196 mortos de 1966 a 2019 nos tiroteios em que pelo menos quatro pessoas foram mortas. O ritmo desses assassinatos está aumentando. (Le Nouvel Observateur, França) | bit.ly/31AGIW2

EUA.
“Tudo aquilo que nos é caro”: de corridas aos canudos de plástico, Trump aciona a guerra cultura em um jogo divisivo para os votos em 2020. | wapo.st/2H4PK65

EUA.
Donald Trump, campeão de mentiras, talvez já tenha cruzado a linha. Acaba de estabelecer um recorde de 12 mil mentiras ou falsidades desde que chegou à Casa Branca, enquanto sua falta de empatia em suas visitas a vítimas de tiroteios em massa em Dayton e El Paso era tão evidente que poucos de seus propagandistas tentaram defendê-lo. (La Jornada, México) | bit.ly/31zgGCD

CISJORDÂNIA.
Os danos da guerra da água. Poços e canos destruídos pelas forças israelitas, transportadores de tanques acusados de roubo ... A situação dos agricultores palestinianos está a agravar-se nos Territórios Ocupados, que estão sujeitos ao stress hídrico. (Libération, França) | bit.ly/2OUIXlF

HONG KONG
. Voos suspensos no aeroporto de Hong Kong enquanto protestos continuam. Autoridades foram forçadas a suspender os voos de partida para o segundo dia enquanto os manifestantes se reúnem no aeroporto. (Al Jazeera, Catar) | bit.ly/2H3Pjsq

REPERCUSSÕES DAS PRIMÁRIAS NA ARGENTINA

The Guardian, Inglaterra | A moeda da Argentina despencou na segunda-feira, depois que o líder da oposição de centro-esquerda venceu as eleições, elevando a perspectiva de um retorno ao poder para a ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner. Uma vitória mais forte do que o esperado de Alberto Fernández, cujo companheiro de chapa é o ex-líder populista, provocou uma queda de 30% no valor do peso, que atingiu um novo recorde de baixa frente ao dólar dos EUA nos mercados financeiros globais. Fernández assegurou 47,4% dos votos, contra 32,3% de Macri. | bit.ly/300XyNs

Página 12, Argentina |
Um discurso para culpar e criar medo. Macri responsabilizou os eleitores e a Frente de Todos pela corrida cambial. Depois de sua extensa derrota nas primárias, e em meio à instabilidade econômica gerada por seu governo, o presidente pediu uma autocrítica ao kirchnerismo e disse que agirá, sem especificar o que. Depois de quase quatro anos alimentando a ciranda financeira, com dívida ilimitada, inadimplência secreta e inflação descontrolada, Macri não se encarregou da nova desvalorização e manteve os eleitores da Frente de Todos responsáveis pelo dólar em 57,30 pesos. | bit.ly/2Z0kdrW

Página 12, Argentina |
Mauricio Macri perdeu o plebiscito sobre seu governo. Depois do plebiscito, extorsão e castigo. Macri procura aterrorizar a população e disciplinar sua própria frente. O governo, liderado pelo próprio presidente, quer enfrentar o resultado plebiscitário contra sua administração, ameaçando as maldições com as quais ele supõe que o mundo receberá a nova administração. Os dois disseram que "o mundo" votou contra o que eles chamavam de Kirchnerismo, que é estritamente uma coalizão sem precedentes chamada de Frente de Todos. O mundo acima mencionado, até onde se sabe, não passa de um pequeno grupo de especuladores. Por Martin Granovsky. | bit.ly/2H4DLpb

Esquerda.net, Portugal |
Derrota de Macri prenuncia regresso ao poder dos peronistas. Primárias na Argentina ditaram uma pesada derrota para o presidente de direita Macri e prenunciam um regresso ao poder dos peronistas da ex-presidente Cristina Kirchner. As eleições estão marcadas para outubro. | bit.ly/31EupIz

ABC, Espanha |
O peronismo obtém uma vitória retumbante poucos meses depois da eleição presidencial. A fórmula “Frente de Todos”, formada por Alberto Fernández e Cristina Fernández de Kirchner, alcança 47% dos votos em um evento chave. Foi uma crônica anunciada. Os mercados não querem Alberto Fernández na Casa Rosada, muito menos Cristina Fernández de Kirchner como vice-presidente. O dólar disparou para 61 pesos (15 a mais que seu valor na sexta-feira), as ações argentinas entraram em colapso e em Wall Street os pesos caíram como nunca antes na história. | bit.ly/33uLCFZ

El Periódico, Espanha |
O atual presidente, Mauricio Macri, reconhece a grande derrota e o resultado irrefutável das eleições presidenciais de outubro. O opositor e vencedor Alberto Fernández assegura que "uma nova Argentina apareceu" e pede uma transição tranquila. Mas, a vitória peronista nas primárias fez desabar o peso argentino. | bit.ly/31EvqAn

The New York Times, EUA | Na Argentina, o medo não venceu. Mauricio Macri causou uma situação de dificuldades incomparáveis. Os argentinos responderam nas primárias com um tapa brutal que dificulta cada vez mais sua reeleição. | nyti.ms/2ZWG197

El Telégrafo, Equador |
“A aposta no medo em nada resultou para Macri.” | bit.ly/2KIdEVV

El Clarin, Argentina |
Um governo em alerta vermelho: entre renúncias, promessas não cumpridas e faturas vencidas. Peña, o chefe de gabinete, ficou na mira de todos. Um ministro ofereceu renúncia para aliviar. E houve rumores sobre a saída do ministro do Tesouro, Dujovne. | bit.ly/2YLG8Ig

El País, Espanha | bit.ly/2Z08ZUz


La Vanguardia, Espanha | bit.ly/2MdKdhA


El Mercurio, Chile | bit.ly/2H0SLEb


El Mundo, Espanha | bit.ly/2MYK69i


Le Soir, Bélgica | bit.ly/2H6EHJE


Le Nouvel Observateur, França | bit.ly/2TrBBoi


The Times, Inglaterra | bit.ly/2KxnFGA


Diário de Notícias, Portugal | bit.ly/2Z2upAb


The New York Times, EUA | nyti.ms/31Fezxn


Os porta-vozes do mercado financeiro

The Wall Street Journal, EUA | Peso argentino desaba após a vitória dos populistas peronistas. Ações despencam depois que o presidente Mauricio Macri termina um segundo distante para o adversário de esquerda na eleição primária. | on.wsj.com/2Kx6y7V

Financial Times, Inglaterra |
Presidente argentino disposto a lutar contra a derrota arrasadora nas primária. Investidores vêm apostas de ‘default’ disparando com o peso e outros ativos são atingidos em seguida ao resultado chocante. | on.ft.com/2Z2hi21

The Economist, Inglaterra |
Uma reversão estonteante para o presidente da Argentina, Mauricio Macri. A oposição varre as eleições primárias, e parece que vai repetir o feito nas pesquisas nacionais em outubro. | econ.st/2MZ4cAd

Les Echos, França |
Macri punido nas eleições por seu balanço econômico desastroso. Quatro anos após a eleição do presidente argentino, Mauricio Macri, com o slogan "pobreza zero", mais de um terço dos argentinos vive abaixo da linha da pobreza. A inflação e a dívida pública também explodiram. | bit.ly/2H2P6Gf

Les Echos, França |
A crise política leva ao pânico a Bolsa e o peso. A pesada derrota do presidente argentino Mauricio Macri, que estava quase 15 pontos atrás da coalizão de centro-esquerda nas eleições primárias, causou uma segunda-feira negra nos mercados. A Bolsa de Valores de Buenos Aires desabou quase 38% em uma sessão, enquanto o peso argentino caiu 19% em relação ao dólar. | bit.ly/308ELA9

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eric Nepomuceno – Brasil (Página 12, Argentina) | “As primárias na Argentina e Bolsonaro em estado puro” | bit.ly/2HhQ6Xd

Manuella Libardi
– Brasil (Esquerda.net, Portugal) | “O que há por trás do projeto de Bolsonaro para o Amazonas?” | bit.ly/2Z1OnPB

Francisco Louçã
– Brasil (Esquerda.net, Portugal) | “Um presidente que sabe ser reles.” | bit.ly/2KGUFLy

Paul Krugman
– EUA (The New York Times, EUA) | “Idiotas Úteis e Bilionários Trumpistas - Ganância, ego e cegueira voluntária no topo.” | nyti.ms/2yUtRBT

ARGENTINA

Mario Weinfeld - Argentina (Página 12, Argentina) | “A democracia leva a culpa” | bit.ly/2H0ujD2

Alfredo Zaiat – Argentina (Página 12, Argentina) | “Quem são os responsáveis pela corrida cambial?” | bit.ly/2ySDBwn

Meppo Giardinelli – Argentina (Página 12, Argentina) | “Psicopatia exposta” | bit.ly/2Z9qfec

Edgardo Mocca
– Argentina (Página 12, Argentina) | “A ruptura e a transição” | bit.ly/2MWvHdA

Eduardo Aliverti
– Argentina (Página 12, Argentina) | “Estar preparados” | bit.ly/2yRPnav


Conteúdo Relacionado