CM8 Internacional

Clipping Internacional - 13/10/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

13/10/2019 12:31

 

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LULA.
O candidato a presidente da Argentina pela oposição Frente de Todos, o peronista Alberto Fernández, voltou na sexta-feira para defender a liberdade do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e apontou o Fundo Monetário Internacional (FMI) para a crise no Equador. Falando a uma estação de rádio local, Fernández disse que "a prisão de Lula" parece ser uma injustiça superlativa. "Espero que o progresso seja feito e a verdade seja conhecida e saiba como eles prenderam injustamente Lula", disse Fernández. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2Mfhisx

AMAZÔNIA
. Desmatamento na Amazônia brasileira aumenta em setembro. O desmatamento na Amazônia brasileira saltou pelo quinto mês consecutivo em setembro em comparação com o ano passado, com destruição de 93% nos primeiros nove meses do ano, segundo dados preliminares do governo publicados na sexta-feira. Pesquisadores e ambientalistas culpam o presidente de direita Jair Bolsonaro por encorajar os madeireiros ao pedir que a Amazônia seja desenvolvida e enfraquecer a agência ambiental Ibama. (The Globe and Mail, Canadá) | tgam.ca/35uXZ5L

AMAZÔNIA.
O desmatamento na Amazônia brasileira cresceu 93% nos primeiros nove meses de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados oficiais divulgados sexta-feira (11 de outubro). No total, 7.853 km2 foram desmatados, bem acima dos 4.075 km2 registrados entre janeiro e setembro de 2018, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao longo de 2018, o desmatamento FOI DE 4.947 km2. Somente no mês de setembro, foram desmatados 1.447 km2, um aumento de 96% em relação a setembro do ano passado. Em agosto, 1.700 km2 de floresta desapareceram. (Le Monde, França) | bit.ly/2B4zZIX

PRIVATIZAÇÃO.
A brasileira Embraer dará uma licença a 15 mil trabalhadores antes do acordo com a Boeing. A fabricante de aviões brasileira Embraer SA vai licenciar quase 15 mil trabalhadores em janeiro, informou a empresa, antes de uma aquisição parcial pela Boeing, um acordo que ainda precisa de aprovação regulatória. Os salários serão pagos normalmente durante a licença, que durará entre 6 e 20 de janeiro, segundo a empresa, bem como o sindicato dos metalúrgicos que representa vários milhares de trabalhadores da Embraer. A Boeing concordou em comprar 80% da divisão de aviões comerciais da Embraer por US $ 4,75 bilhões, um acordo aprovado pelos acionistas e pelo governo brasileiro, mas que está passando por uma intensa investigação regulatória na Europa. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2VDrmhT

BOLSONARO
. Bolsonaro pede auditoria externa ao seu próprio partido e PSL contra-ataca. O Presidente brasileiro tenta afastar-se do PSL, o partido que usou para se eleger para a presidência, e que é investigado por abusar dos fundos eleitorais atribuídos pelo Estado. Mas o partido está também em guerra com Bolsonaro. (Público, Portugal) | bit.ly/2IHwaxx

CENSURA
. Colégio cancela exame por conter texto crítico a Bolsonaro. Decisão terá ocorrido após protesto de pais pela presença de um artigo, inicialmente publicado no jornal Folha de S. Paulo, da autoria do humorista Gregório Duvivier. Sindicato local dos professores condena mas escola rejeita acusação de censura. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2MDxVgf

INDÍGENAS
. Um grupo interministerial do Brasil estuda a abertura de terras indígenas à mineração. O executivo propõe que um órgão governamental represente “interesses indígenas” nas áreas de negociação de projetos de mineração em suas terras. A Fundação Nacional Indígena (Funai), o órgão governamental que “coordena e executa a política indígena” no Brasil, está se afastando de seus poderes legais para assumir um novo papel: o de mediador no desenvolvimento da mineração em terras indígenas. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2VCnyO1

BOLSONARO
. Tensão entre a cúria e o governo. "A direita é violenta, é injustoa, estão fuzilando o Papa, o Sínodo", disse o arcebispo Orlando Brandes em Aparecida, a cidade de São Paulo que abriga o principal santuário católico do país com a maior população católica do mundo. A Igreja Católica do Brasil celebrou no sábado o feriado nacional do dia de Nossa Senhora Aparecida, a morena virgem e padroeira do país, com uma mensagem de forte oposição ao presidente Jair Bolsonaro, numa época em que o Sínodo para a Amazônia, organizada sob o impulso do papa Francisco, agita as relações entre o governo brasileiro e o Vaticano. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/2M9hgCa

BOLSONARO
. Uma ameaça ao governo Bolsonaro, o conflito em seu próprio partido. O presidente alertou que ele poderia deixar o PSL, partido de direita, depois de questionar sua administração financeira. Conhecido por suas declarações controversas e seu espírito conflituoso, em seus 28 anos como deputado Jair Bolsonaro mudou oito vezes de partido político. Agora, com menos de um ano no poder, o presidente brasileiro gerou um novo conflito com seu atual grupo que ameaça desestabilizar ainda mais seu governo já desgastado. (La Nación, Argentina) | bit.ly/2pf7yFs

ESTADO POLICIAL
. O número de mortes nas mãos da polícia brasileira está crescendo: já ultrapassaram 1.200 casos este ano. Segundo dados oficiais, um quinto do crescimento foi observado no Rio de Janeiro em relação ao ano anterior, reforçando sua imagem como uma das mais violentas polícias do mundo. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/2MCOyst

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EQUADOR
. Intransigência, toque de recolher e repressão. Quito se tornou um campo de batalha constante. A repressão do governo se estende dia e noite, e não apenas abrange os arredores da Assembleia, mas todo Quito e seus arredores. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2OQ5dvz

EQUADOR
. O governo equatoriano recebeu o apoio expresso de Washington. O movimento indígena equatoriano continua a exigir a revogação das medidas impostas pelo governo a pedido do FMI. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2nIgoLz

EUA
. À medida que a divisão do impeachment persiste, mais eleitores aceitam uma investigação. Os americanos estão tão divididos quanto ao impeachment quanto ao presidente Trump. Mas o apoio à investigação dos democratas está aumentando mesmo em lugares que Trump ganhou e entre os independentes politicamente cruciais. Uma média das pesquisas de impeachment calculada pelo site FiveThirtyEight descobriu que, em 11 de outubro, 49,3% dos entrevistados apoiavam o impeachment e 43,5% não. Uma pesquisa divulgada na semana passada pelo The Washington Post constatou que 58% disseram que a Câmara estava certa ao abrir um inquérito. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2B92UeK

AMÉRICA LATINA
. O que as pesquisas antecipam na nova onda eleitoral latino-americana? Argentina, Bolívia e Uruguai observam como a esquerda parte como favorita, de acordo com as pesquisas de opinião no primeiro turno de suas respectivas eleições presidenciais, durante todo o mês de outubro. (El País, Espanha) | bit.ly/2IPL1WO

CRISE CLIMÁTICA
. Os três principais administradores de ativos do mundo supervisionam investimentos de US $ 300 bilhões em combustíveis fósseis. Dados revelam papel crucial da BlackRock, State Street e Vanguard na crise climática. Os três maiores gestores de dinheiro do mundo construíram um portfólio combinado de investimentos de US $ 300 bilhões em combustíveis fósseis usando dinheiro das economias privadas e contribuições de pensão das pessoas. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2ONipRT

POLÔNIA
. Os poloneses decidem hoje seu lugar na Europa. Lei e justiça, partido antiUE no poder, é favorito. Os poloneses vão jogar hoje nas urnas algo não menos transcendental do que o vivido em 1989. Ou a Polônia envolve um regime que aspira a substituir a democracia liberal pela autocracia de um tribunal nacionalista e clerical e dá as costas à União Europeia, ou a Polônia está comprometida com a defesa do estado de direito democrático e de um lugar sólido na Europa. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2IMFJuV

HUNGRIA
. Socialistas, Verdes e Fascistas se unem contra Orbán. Uma coalisão inédita de opositores a Orbán se forma para as eleições hoje na capital Budapeste. (L’humanité, França) | bit.ly/2ozCKiB

CURDOS
. A ONU alerta para mais de 130.000 refugiados pela ofensiva turca que marca seu quinto dia no nordeste da Síria. Segundo o escritório humanitário da ONU, cerca de 400.000 pessoas na área podem precisar de assistência e proteção nos próximos dias. A Turquia intensifica ataques no quinto dia de sua ofensiva contra o norte da Síria. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, enfrenta cada vez mais críticas do exterior, tanto de seus parceiros ocidentais da OTAN quanto da Liga Árabe. (El Diário, Espanha) | bit.ly/35wg8Af

GUERRA COMERCIAL
. A China está emergindo com vitórias nas negociações comerciais desta semana, com os EUA arquivando novas tarifas contra Pequim e deixando muitas demandas a serem elaboradas mais tarde em troca de uma garantia de aumento das compras agrícolas. Os dois países deram um passo inicial na sexta-feira para cimentar um acordo comercial que estava em risco há meses. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/2MdnOQr

JANE FONDA
. Jane Fonda presa em uma manifestação contra as mudanças climáticas. A atriz, agora com 81 anos, protagonista dos protestos contra a guerra do Vietnã, havia anunciado sua participação no Twitter. (La Stampa, Itália) | bit.ly/35wcSoB

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

David Cufré – Argentina (Página 12, Argentina) | “Resta pouca corda para o dólar. O que acontecerá após o dia 27 de outubro?” | bit.ly/2ou0CEz

Emmanuel Saez e Gabriel Zucma
– EUA (The New York Times, EUA) | “Como tributar a volta à Justiça? É um absurdo que a classe trabalhadora pague impostos mais altos que os ricos nos EUA.” | nyti.ms/2oAiyx3

Michael Safi
– Curdos (The Guardian, Inglaterra) | “Os curdos – uma história amarga de traição - Trump deu luz verde para a invasão turca do território curdo.” | bit.ly/2q2ZTua

Alfredo Zaiat
Argentina (Página 12, Argentina) | “O Plano de Governo de 100 dias de Fernández” | bit.ly/2MemJI1

Atilio Boron
– Equador (Página 12, Argentina) | “Equador: da revolta à insurreição” | bit.ly/2MfhWpX

Noam Chomsky, entrevista –
Equador Equador (Página 12, Argentina) | “A crise do neoliberalismo no Equador” | bit.ly/2oDj79t


Conteúdo Relacionado