CM8 Internacional

Clipping Internacional - 19/09/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

19/09/2019 13:00

 

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

MARIELLE FRANCO
. Raquel Dodge denunciou cinco suspeitos por falsificarem a investigação perante a Suprema Corte. Em seu último dia no cargo, o procurador-geral do Brasil, Raquel Dodge, denunciou perante a Suprema Corte cinco suspeitos por falsificarem a investigação do assassinato do vereador pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Marielle Franco, e sua motorista, Anderson Gomes. Entre os acusados dessa manobra está o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, Domingos Brazão. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2mk9YB3

GOLPE DE ESTADO
. Temer: destituição de Dilma foi golpe. O ex-Presidente brasileiro, que ficou com o lugar no seguimento da destituição de Dilma Rousseff, classificou esse processo como golpe pela primeira vez. Distanciando-se do impeachment, Temer declarou: “nunca apoiei o golpe e nem fiz nada para que isso acontecesse”. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2kp6QmT

GOLPE DE ESTADO
. Eles não se envergonham! Michel Temer reconheceu como golpe o impedimento de Dilma Rousseff. Ao buscar se livrar de Dilma, Temer assinou a sentença de morte de seu partido e abriu as portas para Bolsonaro. (L’Humanité, França) | bit.ly/2m23Zkc

GOLPE DE ESTADO
. O ex-presidente brasileiro Michel Temer admitiu que o impeachment de Dilma Rousseff foi um golpe. "Eu não imaginava me tornar presidente assim", disse Temer, que afirmou não ter conspirado para conseguir o cargo de presidente da república. o ex-presidente brasileiro Michel Temer reconheceu que o julgamento. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2kStJiL

GOLPE DE ESTADO
. O ex-presidente brasileiro Michel Temer, em declarações divulgadas na segunda-feira, referiu-se pela primeira vez ao julgamento político contra sua antecessora Dilma Rousseff como um "golpe de estado". (Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/2lSKbjj

EDUCAÇÃO
. Brasilianistas denunciam situação do ensino no Brasil durante congresso em Paris. A situação política do Brasil, com ataques e críticas do governo ao ensino superior, além de cortes para as pesquisas e bolsistas, trouxe uma repercussão inesperada para o Congresso, segundo a coordenação do evento. “Todos os europeus que trabalham com o Brasil estão exprimindo sua preocupação profunda com o desmonte das universidades públicas e tentativas de censura e cerceamento do trabalho da pesquisa, do desrespeito aos direitos humanos, às minorias, a catástrofe que está acontecendo na Amazônia e com os povos indígenas”, afirma Monica Raísa Schpun, uma das coordenadoras do evento. (RFI, França) | bit.ly/2mn1oS9

BOLSONARO
. ONU veta discurso do Brasil na cúpula do Clima. A ONU vetou o Brasil da lista de países que vão discursar na Cúpula para Ação Climática das Nações Unidas, que ocorre na próxima segunda-feira (23), em Nova York, por não apresentar compromissos com o clima. A organização solicitou que os países enviassem um plano em relação aos compromissos climáticos. A seleção da lista de países que vão discursar na cúpula seria baseada na seleção dos discursos mais inspiradores. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2m4vpWD

BOLSONARO
. MP do Rio de Janeiro defende "estatuto especial" para filho de Bolsonaro. O Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro defendeu a atribuição de estatuto especial ao senador Flávio Bolsonaro, filho do Presidente brasileiro, no caso em que é investigado por peculato, branqueamento de capitais e organização criminosa. Flávio Bolsonaro deverá assim ser julgado não por um tribunal de primeira instância, mas superior. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2kSAO2Y

MEIO AMBIENTE
. Um grupo de fundos de investimento pressiona a política ambiental de Bolsonaro. As empresas, que administram o equivalente a nove vezes o PIB do Brasil, exigem que o governo adote medidas para proteger a Amazônia. A ONU corta o discurso do país sul-americano na cúpula climática. (El País, Espanha) | bit.ly/2kpM2fb

ECONOMIA
. O Brasil corta a taxa Selic pelo segundo encontro consecutivo do Copom. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2kR59yT

ESTADO POLICIAL. Cinco mortos durante operação de drogas em um complexo de favelas no Rio de Janeiro. Aconteceu no Complexo Alemão, uma área estratégica da capital devido à sua proximidade ao aeroporto e às três principais rodovias que atravessam a região. Pelo menos cinco pessoas morreram em uma operação de drogas realizada na quarta-feira pela Polícia no Complexo Alemão, um grupo de favelas na parte norte da cidade brasileira do Rio de Janeiro e cujos habitantes relataram que alguns tiros foram disparados de um helicóptero da polícia sobre as casas. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/2mqJRbV

LAVA JATO
. Um dos principais delatores do caso Odebrecht foi encontrado morto no Rio de Janeiro. A autópsia descreveu como “causa indeterminada” sua morte. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/2mqJUo7

VAZA JATO
. O histórico de atuação política da Lava Jato e o curioso ‘timing’ da recente acusação a Bachelet. Pouquíssimos meios de comunicação fora do Brasil se atrevem a publicar as revelações de Lava Jato, embora o The Intercept atue em parceria com meios pouco progressistas, como o jornal Folha de São Paulo, a Radio Bandeirantes e a revista semanal Veja. Todos eles são editoriais conservadores ou neoliberais. No Chile, El Desconcierto é um dos poucos que reproduziu quase todas as revelações da série de relatórios e aqui revivemos os principais. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/2moezCs

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

INDONÉSIA
. A Indonésia deve aprovar um novo código criminal que poderia proibir a convivência fora do casamento, o sexo extraconjugal e o insulto ao presidente, entre uma série de mudanças que os grupos de direitos humanos consideram desastrosas. O novo código vem sendo elaborado há décadas. (The Guardian, Indonésia) | bit.ly/2kkywcy

ARGENTINA
. O Senado unânime da Emergência Alimentar. O Senado, por unanimidade, transformou em lei a extensão da Emergência Alimentar até dezembro de 2022. Agora, o Governo - que se recusou a implementar a emergência pela DNU - deve promulgá-lo para realocar itens do orçamento em 10,4 bilhões de pesos para aliviar a urgência de setores mais vulneráveis da sociedade no restante do ano. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2lVIC4i

TUNÍSIA
. Tunísia entre a peste e a cólera. Nenhum candidato dos partidos do poder conseguiu passar à segunda volta das presidenciais. Os dois eleitos para a disputa são um professor de direito muito conservador e o dono de um canal de TV que foi preso dez dias antes do início da campanha. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2mkaijf

FRANÇA.
Jean-Luc Mélenchon revela suas verdades em paralelo a seu processo. O deputado de “A França Insubmissa”, aparecerá perante o tribunal de Bobigny, no caso de uma investigação, publicou um livro em que denuncia a “justiça manipulada” e o “processo político” que é vítima. (Le Monde, França) | bit.ly/2kICoEG

FRANÇA.
França Insubmissa. Um julgamento mais político que nunca. Convocados hoje na corte de Bobigny, Jean-Luc Mélenchon e cinco outros rebeldes pretendem usar as audiências como um fórum para denunciar uma "instrumentalização" da justiça. (L’Humanité, França) | bit.ly/2kRq05b

VENEZUELA.
O Secretário Geral da Onu exclui de estar com Juan Guaidó. Antonio Guterres, se recusou de encontrar o opositor venezuelano se ele vier à Assembleia Geral Anual, na próxima semana. (La Presse, Canadá) | bit.ly/2kRVGas

EUA
. O Federal Reserve dos EUA reduziram as taxas enquanto as divergências se aprofundam entre os formuladores de políticas. Há um crescente desacordo sobre a fixação das taxas básicas no Comitê de Economia do Congresso. A ação provocou uma elevação nas ações negociadas na Ásia. (Financial Times, EUA) | on.ft.com/2kRpnbP

CANADÁ
. Polêmica com Justin Trudeau: uma foto, com seu rosto pintado de negro numa festa em 2001, foi divulgada. A festa à fantasia, com o tema 'Noites da Arábia', foi organizada pela escola particular de Vancouver, onde Trudeau, então com 29 anos, ensinava. A divulgação ocorre a algumas semanas das eleições canadenses. As comunidades muçulmanas disseram que isso as ofende e o primeiro ministro foi à TV desculpar-se. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/2m2wcY8

CHILE
. Puente de Chacao: a fronteira que a promotoria investiga e que relacionaria Piñera à OAS. Puente de Chacao: a fronteira que a promotoria investiga e que relacionaria Piñera à OAS. A promotora do alto complexo Ximena Chong, ordenou a execução dos procedimentos pertinentes para determinar se a empresa da OEA era favorecida na construção da ponte de Chacao, o que afetaria o presidente Sebastián Piñera, uma vez que o processamento do referido projeto foi realizado durante sua administração. Deve-se lembrar que, há poucos dias, o ex-executivo sênior da construtora da OEA, Leo Pinheiro, libertado agora, havia acusado Bachelet de ter recebido mais de US $ 100 milhões para financiar sua campanha presidencial em 2013. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/2kTipTw

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS


Emir Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | “Justiça para Lula”. | bit.ly/2m2wePK

George Monbiot
– Meio Ambiente e Desigualdade (The Guardian, Inglaterra) | “Pelo bem da vida na Terra, devemos colocar limites à riqueza”. | bit.ly/2kIbLzL

Xavier Más de Xaxás
– Israel (La Vanguardia, Espanha) | “Israelenses não querem extremistas e Netanyahu é um deles - A sociedade israelense pede um governo central, sem ultraortodoxo ou ultranacionalista”. | bit.ly/2lZ0E5w

Manuel Villoria Mendieta –
Poder e Redes Sociais (El País, Espanha) | “Política como tecnologia. O ‘big data’ definitivamente penetrou no mundo político como um instrumento para alcançar ou manter o poder”. | bit.ly/2kThGls

Conteúdo Relacionado