CM8 Internacional

Clipping Internacional - 20/01/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

20/01/2020 08:49

(Gabriela Bilo/Agência Estado)

Créditos da foto: (Gabriela Bilo/Agência Estado)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

CULTURA.
Bolsonaro, Goebbels e a cultura brasileira. O que levou um renomado dramaturgo do Brasil a parafrasear o propagandista nazista? O homem que falou de "uma nova civilização brasileira" ganhou muitos prêmios em seu país e até adaptou o romance Leite derramado de Chico Buarque, cantor e compositor e ácido crítico do presidente de extrema direita. Ele também traduziu textos de autores como Esquilo, Shakespeare, Ibsen, Pinter e Beckett. Sua paráfrase de Goebbels causou o escândalo que encerrou sua breve permanência no governo das forças ultradireitistas. Ele o colocou em problemas porque a comunidade judaica brasileira pediu que ele renunciasse ao seu funcionário. O governo israelense de Benjamin Netanyahu é um aliado estratégico de Bolsonaro. Um vídeo em que Alvim apareceu citando pensamentos do ministro mais icônico de Hitler e com a música de fundo de Wagner - a favorita dos nazistas - foi demais. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/rwajhhk

ÍNDIOS. Povos indígenas denunciam política genocida de Bolsonaro. Centenas de líderes indígenas denunciaram projetos para avançar com exploração de recursos naturais e aumento de violência, sublinhando a política de “genocídio, etnocídio e ecocídio” do governo Bolsonaro. Foram mais de 600 os líderes indígenas que se juntaram esta sexta-feira no estado de Mato Grosso, em Piaraçu, uma localidade nas margens do rio Xingu, no meio da floresta, longe dos centros urbanos. (Esquerda.net) | tinyurl.com/qloujh5

MINERAÇÃO. O clamor de três bairros do Brasil que desaparecerão através de uma mina de sal. Os 17.000 moradores afetados pela extração de poços já fechados em Maceió devem deixar suas casas rachadas após um acordo entre a empresa petroquímica e as autoridades. A região fica perto de uma área em que a gigante petroquímica Braskem extrai sal-gema, um tipo de cloreto de sódio usado para produzir soda cáustica e PVC. Entre fevereiro e março de 2018, fortes chuvas, seguidas pelo terremoto narrado por Jânio, produziram rachaduras e fissuras em milhares de edifícios, abriram crateras nas ruas e afundaram no chão de algumas casas. Em 3 de janeiro, dois anos após o surgimento das rachaduras e um longo tumulto judicial, a empresa chegou a um acordo de vários milhões de dólares com as autoridades para despejar os prédios e mudar as famílias. No entanto, ele disse que “ as obrigações assumidas não significam que a Braskem reconheça que é responsável pelo aparecimento de rachaduras nos bairros.” (El País, Espanha) | tinyurl.com/vz584ft

RIO DE JANEIRO. Rio está navegando em águas turbulentas. Água salobra, sabor terroso. A má qualidade da água é um sintoma de falhas no tratamento da água. Um novo projeto de lei visa reviver o investimento privado em um setor há muito negligenciado. (Les Echos, França) | tinyurl.com/vqay9u3

CULTURA. Brasil de Bolsonaro em "guerra" contra seus artistas. O ministro Roberto Alvim renunciou após plagiar o chefe de propaganda nazista Joseph Goebbels em público. Desta vez, a linha vermelha foi cruzada. Jair Bolsonaro foi forçado a demitir seu secretário de cultura, que plagiou o chefe de propaganda nazista Joseph Goebbels contra o cenário musical de Wagner, provocando indignação no Brasil. Para a comunidade artística, esse discurso ilustra como caricatura a "guerra cultural" travada pelo governo desde a ascensão do ex-capitão ao poder no ano passado. (Le Figaro, França) | tinyurl.com/try58v9

MEIO AMBIENTE. O novo combater do cacique Raoni pela floresta amazônica. Encontrando-se esta semana com várias centenas de chefes índios, o cacique ameríndio Raoni Metuktire escreveu um manifesto contra a política ambiental do presidente brasileiro Jair Bolsonaro. (Le Journal du Dimanche, França) | tinyurl.com/tprc8bu

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA
. Guantánamo: psicólogos que criaram o programa de tortura da CIA vão testemunhar. As técnicas incluíam afogamento e outras formas de tortura. Espera-se que o julgamento lance mais luz sobre a escala do programa. Os dois psicólogos que criaram o programa de "interrogatório aprimorado" dos EUA devem prestar depoimento em tribunal pela primeira vez nesta semana. Advogados dos réus, que estão entre os 40 detidos no campo de prisioneiros da ilha de Cuba, dizem que será uma oportunidade única de atribuir aos responsáveis pela aprovação e execução do uso de tortura e de demonstrar que tanto a CIA e o FBI foram cúmplices em tortura, com implicações significativas para qualquer julgamento futuro de suspeitos de conspirar 11 de setembro. “O perverso 'trabalho' desses psicólogos atrasou dramaticamente a luta global contra a tortura. Os métodos de interrogatório que eles defenderam tiveram um efeito dominó em todo o mundo”, disse Julia Hall, advogada de direitos humanos da Anistia Internacional que participa das audiências. A American Pyschology Association deserdou Mitchell e Jessen por "violar a ética de sua profissão e deixar uma mancha na disciplina da psicologia". (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/ra79fes

ARGENTINA. A história arrepiante do repressor Mario "Churrasco" Sandoval: um assassino entre nós. Hoje ele está detido na Argentina graças a um pedido de extradição emitido pelo juiz federal Sergio Torres. A trama é composta por um triângulo: Argentina, Colômbia, França. Na Argentina, Sandoval integrou forças-tarefa durante a última ditadura militar, na Colômbia ele se misturou com os paramilitares e na França reciclou suas duas experiências para ascender social e profissionalmente sem que ninguém colocasse obstáculos. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/tq4wcu9

LÍBIA. Frear a interferência militar e política de potências estrangeiras no barril de pólvora da Líbia. Esse é o compromisso que no domingo alcançou os líderes da Rússia, Turquia, Alemanha, Itália e França, entre outros países envolvidos no conflito da Líbia, e se reuniu em Berlim neste domingo, em uma cúpula de extraordinária relevância. Os participantes aspiram a lançar a primeira pedra de um processo de paz, que primeiro passa por um cessar-fogo permanente e um embargo verificável de armas. Mas o objetivo em Berlim foi, acima de tudo, forçar os lados enfrentados pelo controle do país e da indústria do petróleo a parar de receber ajuda militar do exterior em um conflito com mais e mais atores secundários que se alimentam de armas e tropas. Ou seja, trata-se de evitar a todo custo a internacionalização de um conflito que ameaça se tornar uma nova Síria. (El País, Espanha) | tinyurl.com/ujv5zkj

ITÁLIA. O movimento 'Os Sardinhas’ reune 40.000 pessoas em um protesto contra Salvini em Bolonha ao som de Bella Ciao. Salvini quer vencer as eleições regionais em 26 de janeiro na região de Emília-Romagna, um bastião histórico à esquerda. Desde que rompeu sua aliança governamental com o Movimento 5 Estrelas em agosto, o líder tenta causar uma queda do Executivo para convocar eleições gerais. O movimento 'Las Sardinas' nasceu em novembro de 2019, quando quatro jovens convocaram uma concentração contra Salvini em Bolonha no Facebook. (El Diário, Espanha) | tinyurl.com/txccwl4

ANGOLA. Os “Luanda leaks”. Como Isabel dos Santos se tornou a mulher mais rica da África. Em 30 de dezembro, a justiça angolana apreendeu contas bancárias e congelou os ativos de Isabel dos Santos e seu marido, Sindika Dokolo. Suspeita-se que a filha do ex-presidente angolano tenha desviado mais de um bilhão de fundos públicos durante o reinado de seu pai José Eduardo (1979-2017), ao se apropriar de toda uma parte da economia angolana. (Le Soir, Bélgica) | tinyurl.com/ugy2z65

EUA. Milhares de pessoas protestam em Nova York por igualdade e contra Trump. Em sua 4ª edição, a Marcha das Mulheres teve uma participação um pouco menor em Washington, onde, ao contrário de outros anos, cercou a Casa Branca, onde Trump já se havia ausentado. (El Mundo, Espanha) | tinyurl.com/uabkpmo

DESIGUALDADE. Os bilionários detêm mais dinheiro do que 60% da humanidade, segundo a ONG Oxfam. A riqueza dos 1% mais ricos do mundo "corresponde a mais que o dobro da riqueza acumulada" dos 6,9 bilhões de menos ricos. Os 2.153 bilionários do mundo agora detêm mais de 60% da população mundial, denuncia segunda-feira a ONG Oxfam, enfatizando uma concentração de riqueza às custas das mulheres em particular, "na linha de frente" das desigualdades. (L’Express, França) | tinyurl.com/sy3rffl

CAPITALISMO. Capitalismo atrai problemas, apesar da forte economia global. Pesquisa realizada pela empresa de relações públicas com 34.000 pessoas de todo o mundo revela ceticismo das principais instituições. Preocupações com desigualdade de renda, empregos desaparecendo devido à automação e a sustentabilidade ambiental estão alimentando desconfiança em larga escala no capitalismo como o mundo conhece, de acordo com um novo estudo divulgado domingo. A ansiedade sobre as perspectivas de emprego futuro, as diferenças salariais entre os ricos e a classe média e a corrupção fizeram muitas pessoas questionarem os próprios sistemas de capitalismo e democracia, segundo o estudo. Mesmo em economias fortes que parecem estar próximas do pleno emprego, a confiança nas instituições está desmoronando, um sinal de que muitas pessoas se sentem deixadas para trás, disse ele. Ele descreveu as descobertas deste ano como "o grande paradoxo da confiança". | tinyurl.com/sflwror

BOLÍVIA. Evo Morales escolhe seu cérebro econômico como candidato às eleições presidenciais na Bolívia. O ex-ministro da Economia, Luis Arce, comparecerá às eleições de maio para o Movimento ao Socialismo. Com 56 anos e nascido em La Paz, Arce é considerado responsável pelo milagre econômico boliviano, após o grande crescimento que o país experimentou durante o quase décimo quarto ano dos governos de Morales (2006-2019). Nesse período, a Bolívia multiplicou seu PIB por quatro, as reservas e a inflação cresceram e a pobreza extrema ou a indigência aumentou de 38% para 15%, segundo dados de organizações internacionais. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/wn8b6n7

DESIGUALDADE. Para a Oxfam, “a polarização do nosso mundo está em marcha”. Na véspera da abertura da cúpula de Davos, a ONG publica um relatório que denuncia o aumento das desigualdades de riqueza. Como todos os anos, sejam líderes de grandes empresas transnacionais ou representantes políticos servis dos 1% mais ricos, os poderosos deste mundo serão enclausurados a partir de terça-feira em Davos. Nesta estação de esqui suíça, o mundo não está dividido entre ricos e pobres. Porque este ano, o assunto em destaque é "partes interessadas em um mundo sustentável e inclusivo". Desigualdade de riqueza, isso realmente não importa. (L’Humanité, França) | tinyurl.com/wvnogmq

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Mempo Giardinelli – Argentina (Página 12, Argentina) | “Uma hipótese sobre o futuro político” | tinyurl.com/vkpm9w3

Jaime Iturri Salmón – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Bolívia: a bússola da direita aponta cinco pontos cardeais” | tinyurl.com/swu4lvs

Marcelo Freixo, entrevista – Brasil (Esquerda.net, Portugal) | "Há um risco de ruptura democrática no Brasil" | tinyurl.com/rr3rm4w

Jorge Galindo – Plataformas tecnológicas (El País, Espanha) | “Uber, Rappi e os outros: quem, como e por que trabalham as plataformas | tinyurl.com/w7p977n

Glenn Greenwald – Brasil (The Intercept, EUA) | “Bolsonaro, sob fogo, demitiu seu ministro da Cultura por fazer um discurso nazista, mas ainda é representativo do Ethos que governa o Brasil.” | tinyurl.com/ulepg6u

Masha Lisitsyna – Brasil (Americas Quaterly, EUA) | “Uma razão de esperança no sistema de justiça do Brasil - Um esforço para expor a tortura sancionada pelo Estado oferece ferramentas para conter mais impunidade.” | tinyurl.com/sqt6jyy



Conteúdo Relacionado