CM8 Internacional

Clipping Internacional - 21/01/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

21/01/2020 08:31

(AFP)

Créditos da foto: (AFP)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

ECONOMIA
. FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial. O FMI disse que o crescimento global alcançará 3,3% em 2020, contra 2,9% em 2019. No entanto, a previsão é mais baixa que a anterior, quando a instituição apontava um crescimento de 3,4%. Essa ligeira revisão se deve à persistência dos riscos geopolíticos, explicou o Fundo durante o Fórum Econômico Mundial de Davos. (RFI, França) | tinyurl.com/sboksfg

CULTURA. Apesar de demissão de Alvim, política cultural “totalitária” continua no Brasil, diz imprensa francesa. Os jornais franceses desta segunda-feira (20) ainda repercutem o escândalo criado com a citação nazista de Roberto Alvim que levou à demissão do secretário de Cultura do Brasil. O jornal Libération aponta que o “delírio nazista” não é um fato isolado no país e que a “indignação dos pró-Bolsonaros foi seletiva”. "O Brasil de Bolsonaro em guerra contra seus artistas" é o título do Le Figaro. (RFI, França) | tinyurl.com/r6os7yh

MEIO AMBIENTE. Governo Bolsonaro passou a defender 'agressividade sobre a natureza', diz especialista. O economista e professor de Economia Ecológica da Universidade Federal do Ceará, Fábio Sobral, em entrevista à Sputnik Brasil, declarou que o presidente Jair Bolsonaro teve uma participação "insuficiente" no Fórum de Davos no ano passado e o tema ambiental deve tê-lo feito se afastar para enviar jogar o ministro Paulo Guedes. "O Brasil ficou marcado internacionalmente como um país que passou a desrespeitar a natureza, a permitir a não punir as agressões a ambientalistas, nações indígenas, aos defensores do meio ambiente. E também ficou marcado pelas falas do presidente ao atacar Greta Thunberg, e também atacar Leonardo DiCaprio, e organizações não-governamentais, quando tais organizações foram acusadas de atearem fogo contra a Floresta Amazônica, em declarações absurdas, descontroladas", afirmou. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/yx7t4dxo

CAMINHONEIROS. Tabela de frete não resolve problema dos caminhoneiros, diz representante da categoria. A nova tabela e as regras de frete anunciadas pelo governo não resolvem o principal problema dos caminhoneiros autônomos, disse à Sputnik Brasil líder do Comando Nacional do Transporte, Ivar Luiz Schmidt. Foram estabelecidas uma série de regras para o setor, mas para o líder do Comando Nacional do Transporte, entidade que reúne caminhoneiros autônomos, o principal problema da categoria continua sem ser resolvido. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/sfxgjq6

PCC. A organização criminosa mais poderosa do Brasil mostra sua força no vizinho Paraguai. O PCC, que conseguiu tirar 75 de seus membros da cadeia na maior fuga registrada nas prisões paraguaias, está envolvido no tráfico de drogas. (El País, Espanha) | tinyurl.com/w76ne7l

GOVERNO BOLSONARO. Regina Duarte está “noivando” com o Governo e deverá aceitar convite para Secretaria da Cultura. O convite foi-lhe endereçado por Jair Bolsonaro, que disse que o noivado “possivelmente trará frutos ao país”. O ator Lima Duarte, que era o par de Regina Duarte em “Roque Santeiro”, reagiu, dizendo: “É Sinhozinho Malta na Presidência e Viúva Porcina na Cultura.” O lugar ficou vago após a demissão do secretário que citou o ministro da Propaganda de Hitler. (Expresso, Portugal) | tinyurl.com/rwlsgnr

GOVERNO BOLSONARO. Regina Duarte está “noivando” com o Governo e deverá aceitar convite para Secretaria da Cultura. O convite foi-lhe endereçado por Jair Bolsonaro, que disse que o noivado “possivelmente trará frutos ao país”. O ator Lima Duarte, que era o par de Regina Duarte em “Roque Santeiro”, reagiu, dizendo: “É Sinhozinho Malta na Presidência e Viúva Porcina na Cultura.” O lugar ficou vago após a demissão do secretário que citou o ministro da Propaganda de Hitler. (Diário de Notícias, Portugal) | tinyurl.com/uv9rpc8

BOLSONARO. Juiz escreve em sua sentença que o Brasil vive uma "merdocracia neoliberal neofascista”. Em uma decisão o juiz Jerónimo Azambuja Franco Neto, de um tribunal do trabalho em São Paulo, escreveu que o Brasil está vivendo em uma "merdocracia neoliberal nefascista" e ilustrou suas palavras referindo-se criticamente, uma a uma, a várias dos ministros do gabinete do presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro. (La Jornada, México) | tinyurl.com/rzkz4ov

LULA. Lula acusa a Lava Jato para operar contra os interesses do Brasil. A investigação judicial sob o nome de Lava Jato é uma operação criada para destruir a nação, os princípios democráticos e os avanços do povo na questão do emprego e da melhoria econômica, afirmou o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) e ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião na sede da Central Unitária dos Trabalhadores (CUT), em São Paulo, relata a Prensa Latina. "Dedico o resto da minha vida a provar minha inocência e a demonstrar que o grupo de trabalho Lava Jato está atolado em compromissos com o Departamento de Segurança dos Estados Unidos", denunciou o ex-sindicalista, que ficou privado de liberdade por 580 dias. Ele disse estar convencido de que "a questão da Petrobras é um dos pilares e busca transformar o Brasil em colônia". (Últimas Notícias, Venezuela) | tinyurl.com/robp9xe

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

DESIGUALDADE.
Diferença escandalosa entre ricos e pobres no mundo, segundo a Oxfam. Relatório global da ONG Oxfam International no prelúdio do Fórum Econômico de Davos. A diferença entre ricos e pobres, também chamada de "desigualdade econômica", que começou a crescer aos trancos e barrancos quando a "globalização" se espalhou pelo mundo, ao contrário do que alguns pensam que parece não ter limites e continua a crescer cada vez mais. De acordo com o relatório anual "Time to care" os 2.153 bilionários mais ricos do mundo têm uma riqueza equivalente à de 4,6 bilhões pessoas, isto é, 60% da população mundial. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/qw5kq2v

ÍNDIA. Ela acrescentou em tom desafiador: “Assustada? Quem disse alguma coisa sobre medo? Com um sorriso desdentado e um punho cerrado erguido para o céu, Asma Khatun, de 90 anos, cantou exuberantemente. "Azadi", ela gritou, usando a palavra hindi para liberdade. “Se eu morrer aqui, morrerei lutando pelos meus filhos e pelo meu país.” A agitação que tomou conta da Índia no mês passado após a aprovação de uma nova lei de cidadania que muitos acreditam discriminar abertamente os muçulmanos e prejudicar as fundações seculares da constituição da Índia não mostrou sinais de diminuir. Toda semana, milhões de pessoas continuam a sair às ruas contra a Lei de Emenda à Cidadania, e o que muitos veem como uma tentativa inaceitável do primeiro-ministro Narendra Modi e seu governo do BJP de implementar sua agenda Hindutva [nacionalista hindu] e redefinir a Índia como um país puramente hindu. | tinyurl.com/vhe4wft

CHILE. Os torcedores da Universidade Católica e do Colo Colo se uniram para cantar contra Piñera. O presidente Sebastián Piñera conseguiu unir os torcedores do Colo Colo e da Universidade Católica durante a partida da semifinal da Copa do Chile com o sucesso transandino no verão. "Piñera, a ‘bu...’ de sua mãe ... Assassino, como Pinochet!", Foi a música que os dois cantaram em vários momentos do jogo, três meses após o início dos protestos sociais históricos que forçaram um referendo para uma reforma constitucional. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/uktbyjw

TRUMP. Em 3 anos Trump fez mais de 16.000 declarações falsas, segundo a mídia. Uma análise realizada pelo sistema Fact Checker’s, desenvolvido pelo jornal The Washington Post, concluiu que, em três anos de gestão, o presidente Donald Trump fez 16.241 declarações falsas ou enganosas. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/rsq38jv

EUA. Cerca de 22.000 pessoas, muitas delas armadas, inundaram as ruas ao redor do Capitólio do Estado para protestar contra as propostas de controle de armas da nova maioria democrata no Estado. Milhares de pessoas desceram a Richmond, capital da Virgínia, na segunda-feira para mostrar apoio aos direitos dos proprietários de armas, como um esforço para medidas de controle de armas pelos democratas recém-habilitados do estado que inseriram a Virgínia em um debate nacional sobre a violência armada e a Segunda Emenda . (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/rdmdpes

BOLÍVIA. O candidato de Evo Morales denuncia que na Bolívia "faltam garantias" para uma campanha eleitoral. O candidato à presidência da Bolívia para o Movimento ao Socialismo (MAS), ex-ministro da Economia Luis Arce, denunciou nesta segunda-feira em Buenos Aires a "falta de garantias de campanha" com vistas às eleições de 3 de maio. "No momento, do golpe de estado, sofremos perseguição e assédio, exigimos que a Constituição e as leis ainda em vigor sejam cumpridas porque temos o direito de nos expressar", afirmou. Ele também expressou dúvidas sobre a nova composição do tribunal eleitoral, “que inclui pessoas diretamente relacionadas a candidatos de direita". (El País, Espanha) | tinyurl.com/yx7vbb7a

AMÉRICA CENTRAL. A caravana migrante entra no México em meio a tensões com a Guarda Nacional. Milhares de pessoas da América Central atravessaram o rio Suchiate na fronteira com a Guatemala e entraram no solo mexicano de forma irregular para continuar sua passagem em direção aos EUA. (El Periódico, Espanha) | tinyurl.com/tw2kxha

EUA. Como o julgamento de impeachment poderia prejudicar Donald Trump. Os procedimentos começarão nesta terça-feira. O resultado, positivo para o presidente, dificilmente está em dúvida. Isso não significa que o processo não terá consequências políticas. (Le Soir, Bélgica) | tinyurl.com/tcy7ogl

MÉXICO. México: quase 35.000 homicídios em 2019, um recorde. O México contabilizou 34.582 homicídios em 2019, o maior número desde 1997, ano em que a contabilidade começou, disseram autoridades na segunda-feira. (La Presse, Canadá) | tinyurl.com/ttd66z9

EUA. Salários mínimos mais altos estão associados a menores taxas de suicídio. Um estudo estima que US$ 1 a mais salvaria milhares de vidas. Um novo artigo do Journal of Epidemiology & Community Health conclui que, além de aumentar os ganhos, os salários mínimos também podem melhorar a saúde mental dos trabalhadores. Usando dados de todos os 50 estados americanos e do Distrito de Columbia de 1990 a 2015, os autores estimam que um aumento de US $ 1 no salário mínimo está associado a um declínio de 3,5% na taxa de suicídio entre adultos de 18 a 64 anos de idade com educação até o ensino médio. De todas as táticas que os governos empregam para elevar os padrões de vida, poucos provocam tanta controvérsia quanto o salário mínimo. Os advogados afirmam que os salários mínimos ajudam a aumentar os ganhos em indústrias com pouca concorrência e impedem que os trabalhadores sejam explorados. Agora, um grupo de epidemiologistas da Universidade Emory, em Atlanta, diz que o salário mínimo tem outros benefícios que foram negligenciados. (The Economist, Inglaterra) | tinyurl.com/wg77t8b

PARAGUAI. Fuga de mais de 70 presos no Paraguai deriva em crise política. Ela se deu com a cumplicidade dos guardas de segurança. As substituições de autoridades ligadas à segurança e gestão penitenciária no Paraguai ocorrem no final de semana, onde 76 presos escaparam da prisão de Pedro Juan Caballero no domingo de manhã. A promotoria acaba de iniciar a investigação do que aconteceu, mas a Ministra da Justiça, Cecilia Pérez, considerou que a fuga ocorreu com a colaboração dos seguranças. É "óbvio que a equipe não sabia e não disse nada", disse ele em sua primeira reação, domingo. (La Diária, Uruguai) | tinyurl.com/sfhozv9

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Frederick Forsyth – Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “Enterrado por 50 anos: o vergonhoso papel da Grã Bretanha na guerra de Biafra” | tinyurl.com/w53f5rn

Nesrine Malik – Cultura (The Guardian, Inglaterra) | “A esquerda não pode se ausentar das “guerras culturais”. Deve aprender a combate-las melhor” | tinyurl.com/r7g5k7s

Mara Brawer – Holocausto (Página 12, Argentina) | “A memória do Holocausto como política de Estado” | tinyurl.com/qujxmol

Marcelo Justo – Desigualdade (Página 12, Argentina) | “Os bilionários que querem pagar mais impostos por medo de uma revolta social” | tinyurl.com/s5kjlf2

Robert Fisk – Irã (The Independent, Inglaterra) | “O Irã mudou para sempre ao admitir seu grande erro. Entretanto, o Ocidente ignora seus próprios enganos” | tinyurl.com/wqt4qcd

John Nichols – EUA (The Nation, EUA) | “O presidente perdedor. Trump pode perder por muitos milhões de votos e ainda garantir uma vitória no Colégio Eleitoral - e os democratas não estão prestando a atenção que merecem. | tinyurl.com/wbm8hpr

Luis Alberto Reygada – México (Le Monde Diplomatique, França) | “Quem realmente decide no México? O presidente López Obrador entre constrangimentos e compromissos.” | tinyurl.com/qoc79o8

Conteúdo Relacionado