CM8 Internacional

Clipping Internacional - 26/03/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

26/03/2020 09:02

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, realizou um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão na terça-feira (24). (AFP/Archivos)

Créditos da foto: O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, realizou um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão na terça-feira (24). (AFP/Archivos)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

ESTADO PARALELO
. Os traficantes de drogas em uma das favelas mais conhecidas do Rio de Janeiro impuseram um toque de recolher de coronavírus, em meio a crescentes temores sobre o impacto que o vírus poderia ter em alguns dos cidadãos mais pobres do Brasil. E, em uma aparente tentativa de evitar novas infecções, os líderes das gangues do Comando Vermelho que controlam a favela ordenaram que os moradores ficassem em casa. Em Santa Marta, os traficantes distribuem sabão e colocam placas perto de uma fonte de água pública na entrada da comunidade que diz: "Por favor, lave suas mãos antes de entrar na favela ". (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/qw9pfpq

ESTADO PARALELO. Quadrilhas do Rio impõem o toque de recolher às favelas com ameaças. Gangues criminosas na favela mais notória do Rio de Janeiro impuseram um toque de recolher estrito para tentar impedir a disseminação do coronavírus, dizendo que elas tinham que agir, pois as autoridades não estavam protegendo os pobres da cidade. Moradores da favela da Cidade de Deus foram condenados a ficar em casa ou a sofrer uma punição sumária depois que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado na comunidade nos últimos dias. (The Times, Inglaterra) | tinyurl.com/ufxravd

PANELAÇO. Bolsonaro é alvo de novo panelaço (VÍDEOS). O presidente Jair Bolsonaro foi alvo de panelaço em diversas capitais nesta quarta-feira (25). É o nono dia consecutivo que o líder brasileiro é alvo da manifestação. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/s6sd4uh

PANELAÇO. Brasileiros em quarentena protestam contra Bolsonaro de janelas e varandas: "Fora!". Presidente enfrenta a fúria pela resposta ao coronavírus e o descontentamento contido com sua administração de um ano. Alguns chegaram às janelas empunhando panelas; outros armados com nada além de sua voz. "Fora Bolsonaro!" Eles gritaram na escuridão. O gatilho imediato dos chamados protestos de panelaço foi a resposta de Bolsonaro à pandemia de coronavírus, que ele repetidamente descartou como histeria, fantasia e um "truque" da mídia. "A sensação que tenho é que a cadeira presidencial está vazia", disse Oliveira, 56. "Que não temos presidente - temos um palhaço que não sabe o que está fazendo". (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/s95oxj9

PANELAÇO. Panelaço contra Bolsonaro: brasileiros exigem ação contra o coronavírus. Nas varandas de várias cidades do país, o presidente é gritado "fora", chamando a pandemia de "gripe" e "resfriado". Ele, como seu colega Donald Trump, se recusa a impor uma quarentena. (El Espectador, Colômbia) | tinyurl.com/vcdgchp

DANIEL ALVES. "Você deve pensar no bem-estar do nosso povo". O capitão do time de futebol brasileiro, Daniel Alves, criticou nesta quarta-feira o governo do presidente do país, Jair Bolsonaro, de extrema direita, diante da crise do coronavírus e recomendou que "pensasse no bem-estar do povo". "Você, como a pessoa mais importante deste país, também deve pensar no bem-estar do nosso país e do nosso povo", disse o ex-jogador do Barcelona e do Paris Saint-Germain. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/yxygcn72

FUGA DE DÓLARES. Brasil, o epicentro das saídas de capital na América Latina: perdeu quase 12.000 milhões de dólares em dois meses. Em menos de três meses, o Brasil deixou de ser o novo predileto dos investidores na América Latina, ansioso por confirmar seus sinais de recuperação para ser o marco zero da saída de capitais da região e um dos epicentros do bloco emergente. Nos primeiros dois meses desde o início da crise do coronavírus, a gigante latino-americana sofreu uma saída de capital no valor de 11.730 milhões de dólares (10.825 milhões de euros), segundo o banco de dados do Instituto de Finanças Internacionais (IIF). (El País, Espanha) | tinyurl.com/u2lbxhd

ESTADO POLICIAL. MP que altera Lei de Acesso à Informação é medida de 'exceção', critica dirigente da OAB. A MP 928 altera aspectos da lei no contexto do combate à pandemia do novo coronavírus. A MP elimina, entre outras medidas, a necessidade de prazos para a resposta do governo a pedidos de informações e também os recursos contra indeferimentos. Tais restrições seriam mantidas enquanto durar o estado de calamidade pública no Brasil. A MP de Bolsonaro causou protestos entre cidadãos e profissionais de imprensa. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/wy5fysc

CORONAVÍRUS. Falta de profissionais de saúde no Brasil coloca médicos mais velhos na linha de frente do coronavírus. Hospitais com equipes pequenas nem sempre liberam profissionais mais velhos, que são o grupo mais vulnerável ao Covid-19. (El País, Espanha) | tinyurl.com/um53f7c

CORONAVÍRUS/A PRIMEIRA MORTE. A história da primeira vítima do vírus no Rio de Janeiro: limpeza na casa de uma pessoa infectada que não a avisou. Ele tinha 63 anos e trabalhava no bairro mais rico do Brasil. Sua patroa havia acabado de voltar de uma viagem ao carnaval italiano e não a avisou de que ela estava doente. (El Diário, Espanha) | tinyurl.com/ttlbroh

BOLSONARO/GOVERNADORES. Governadores do Brasil se levantam contra a posição de Bolsonaro sobre o coronavírus. Os governadores do Brasil estão desafiando o presidente Jair Bolsonaro por sua chamada para reabrir escolas e empresas, rejeitando seu argumento de que a "cura" de paralisações generalizadas para conter a propagação do coronavírus é pior que a doença. Os governadores do país protestaram na quarta-feira que suas instruções são contrárias às recomendações de especialistas em saúde e colocam em risco a maior população da América Latina. Eles disseram que continuariam com suas medidas estritas. A rebelião chegou a incluir aliados tradicionais do presidente de extrema direita do Brasil. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/vewf78j | tinyurl.com/wpuhdw9

BOLSONARO. Bolsonaro defendeu o fim do isolamento, mas acabou isolado politicamente. O Presidente chocou até aliados políticos ao defender que os brasileiros devem voltar a fazer a vida normal, ignorando os riscos do coronavírus. A decisão do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, de acabar com o regime de isolamento geral que está em prática há vários dias em grande parte do país aprofundou ainda mais a crise política que convive com a crise de saúde pública causada pelo novo coronavírus. (Público, Portugal) | tinyurl.com/vobuj56

BOLSONARO. Isolar idosos e doentes. Plano de Bolsonaro saiu da cabeça do "gabinete do ódio". Ao abraçar plano do grupo de radicais liderados pelo seu filho Carlos, presidente brasileiro ignorou os avisos do ministério da Saúde e os conselhos da ala militar do governo. Mas os cidadãos brasileiros, mantendo-se em quarentena, ignoraram-no. (Diário de Notícias, Portugal) | tinyurl.com/wqoypc6

BOLSONARO/CORONAVÍRUS. O presidente Jair Bolsonaro seguiu a estratégia de Donald Trump e instou os brasileiros a retomar suas vidas normais para proteger a economia, apesar do aumento de casos de coronavírus. Desafiando a recomendação médica para manter o distanciamento social, Bolsonaro atacou os governadores estaduais que ordenaram o fechamento de lojas e escolas para conter a pandemia que ameaça colapsar o sistema de saúde no maior país da América Latina. A estratégia de Bolsonaro é uma aposta de alto risco, pois o sistema público de saúde no Brasil não possui fundos suficientes e não está adequadamente equipado para lidar com o possível afluxo de pessoas doentes se o coronavírus se espalhar rapidamente, como sugerido alguns especialistas em saúde. Mas os governadores ignoram Bolsonaro e ratificam quarentenas pelo COVID-19 (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/rtzvfcq | tinyurl.com/r7jy64u

BOLSONARO. A imagem do presidente cai. Coronavírus no Brasil: uma crise de saúde que se tornou política. A insistência de Jair Bolsonaro em minimizar os riscos da epidemia o confronta com líderes políticos que até recentemente eram aliados. (El Clarín, Argentina) | tinyurl.com/upd3xmy

BOLSONARO/TRUMP. Diante da pandemia, por que Trump e Bolsonaro recusam o confinamento? Ao contrário de todos os líderes do planeta, os dois chefes de Estado querem priorizar sua economia. Uma estratégia de alto risco.(L'Express, França) | tinyurl.com/w3z7ldw

BOLSONARO. Bolsonaro diz que a querentena pode levar a um caos "como no Chile". O presidente brasileiro copiou para Donald Trump, criticando os governadores que decretam a custódia e transferem automaticamente novos coronavírus de "gripezinha", além de que, se o país entrou em caos e saques, poderia interromper a normalidade democrática. (Tiempo Argentino, Argentina) | tinyurl.com/tp97qbj

BOLSONARO. Coronavírus: Bolsonaro diz que o Brasil pode "sair da normalidade democrática". Ele argumentou que "o caos aparece no horizonte". O presidente brasileiro repetiu que é preciso sair para trabalhar porque o Covid-19 é uma doença menos grave, uma "gripe". Panelaços contra ele e pedidos de impeachment aumentaram. O que aconteceu no Chile será uma 'trivialidade' ao lado do que pode acontecer no Brasil, todos pagaremos um preço que levará anos para pagar, se não for o Brasil que sai da normalidade democrática. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/ulla2gq

BOLSONARO. Bolsonaro quer fim do confinamento contra "gripezinha". Presidente defende a reabertura das escolas e dos comércios, insistindo na tese de que a epidemia do coronavírus não passa de uma "gripezinha" e que a prioridade do Brasil é manter o emprego. A grande maioria dos brasileiros ficou estarrecida ao ouvir o presidente Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira, defender na televisão o fim do "confinamento em massa" dos cidadãos, a reabertura das escolas e do comércio, medidas estas que foram adotadas pelos governadores dos Estados para combater a epidemia do novo coronavírus. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/wt3oklt

BOLSONARO. "Incendiário", "inacreditável" e "contraditório": imprensa europeia analisa pronunciamento de Bolsonaro sobre coronavírus. A imprensa europeia destaca, nesta quarta-feira (25), as declarações do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, durante pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão realizado na noite de terça-feira (24). Para os jornais, as declarações do líder da extrema direita do Brasil são "incendiárias", "difíceis de acreditar" e vão de encontro com as próprias recomendações do Ministério da Saúde do país. (RFI, França) | tinyurl.com/rgrvrhd

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA
. O pacote de socorro corporativo do Senado é um 'assalto em andamento', alertam críticos. "Não é um resgate para o coronavírus. É um resgate por doze anos de irresponsabilidade corporativa." (Common Dreams, EUA) | tinyurl.com/v4pjb3y

EUA
. Nova York alega manipulação política da crise dos coronavírus. O governo deste estado se queixou de ser a segunda entidade nos Estados Unidos que receberá menos recursos para enfrentar a situação, apesar de ser o epicentro da pandemia. (El Periódico, Espanha) | tinyurl.com/wy4lk88

EUA
. Senado aprova pacote massivo de estímulo com o colapso provocado pelo coronavírus. Legislação vai fornecer pagamentos diretos a muitos americanos, expandir o seguro-desemprego, oferecer aos prestadores de serviços de saúde adicionais. (The Wall Street Journal, EUA) | tinyurl.com/ubtxks8

ARGENTINA. O plano "iglu". Aluguéis e hipotecas serão congelados por 180 dias. O presidente Alberto Fernández anunciou que enviará ao Congresso uma lei para congelar o preço do aluguel por 180 dias e suspender os despejos por falta de pagamento. Além disso, a iniciativa estabelecerá prestações mensais para devedores de crédito hipotecário UVA e proibirá execuções hipotecárias. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/sbla67b

ESPANHA. Um sistema sobrecarregado deixa alguns idosos morrerem, abalando a auto-imagem da Espanha. Mesmo em meio à crise do coronavírus, a tragédia que se desenrola nos lares de idosos da Espanha chocou um país que se orgulha de sua reverência pelas pessoas mais velhas e por seu sistema de saúde. Entre as milhares de tragédias criadas pelo vírus, as histórias que emergem desses lares abalaram o país não apenas por seu horror, mas por minar a visão que os espanhóis tinham de si mesmos. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/u3rp5v5

FRANÇA. França anuncia total de 1.331 mortos e avisa que "crise vai ser longa". O diretor-geral da Saúde, Jérôme Salomon, anunciou esta quarta-feira que o país tem 25.233 casos confirmados do novo coronavírus, 1.331 mortos em meio hospitalar e que a "crise vai ser longa". (Diário de Notícias, Portugal) | tinyurl.com/rvtecfu

MÉXICO. No país, amuletos contra o coronavírus. Enquanto a América Latina construiu uma barricada para evitar um cenário europeu, o presidente mexicano, Lópes Obrador, exorta seus cidadãos a irem a um restaurante para apoiar a economia. (Tribune de Genève, Suíça) | tinyurl.com/rhttc93

RÚSSIA. Diante do vírus, Putin adia sua revisão da Constituição. O presidente russo tomou uma série de medidas para reduzir a propagação da epidemia de coronavírus. (Le Figaro, França) | tinyurl.com/trf9ryz

CORONAVÍRUS. A pandemia de Covid-19 "ameaça toda a humanidade", disse o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, na quarta-feira, lançando um "Plano Global de Resposta Humanitária" que se estende até dezembro, com um pedem doações de até US $ 2 bilhões. (Le Soir, Bélgica) | tinyurl.com/yx7blsn3

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Jonathan Portes – Crise do coronavírus (The Guardian, Inglaterra) | "Não acredite no mito de que precisamos sacrificar vidas para salvar a economia" | tinyurl.com/rw744z2

Nouriel Roubini – Crise do coronavírus (The Guardian, Inglaterra) | "A pandemia do coronavírus provocou o mais rápido e profundo choque econômico na história" | tinyurl.com/v7we8cm

Terence McCoy e Heloísa Trajano – Brasil (The Washington Post, EUA) | "Bolsonaro no Brasil, imitando Trump, desconsidera medidas contra o coronavírus. Aqui não é frio" | tinyurl.com/quo36s9

José Sócrates – Europa (Expresso, Portugal) | "Europa, segunda oportunidade" | tinyurl.com/sf3c5n8

Emir Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | "A lógica da loucura de Bolsonaro" | tinyurl.com/skwtc7u

Juan Arías – Brasil (El País, Espanha) | "Amanhã pode ser tarde demais no Brasil" | tinyurl.com/ru2rqth

Raúl Dellatorre – Crise do coronavírus (Página 12, Argentina) | "Coronavírus e crise: a queda de braço de fundo. O que está em jogo nos organismos internacionais quando se discute a resposta global à crise." | tinyurl.com/qvuxyzk

Francisco Louçã – Crise do coronavírus (Esquerda.net, Portugal) | "À beira de uma recessão mais grave do que em 2009" | tinyurl.com/vsmns7j

La Vanguardia, editorial - Brasil (La Vanguardia, Espanha) | "Incertezas e falsas expectativas" | tinyurl.com/rrj2msy

Zach Carter – Crise do coronavírus/EUA (HuffPost, EUA) | "Os democratas estão entregando a Donald Trump as chaves do país" | tinyurl.com/scfnng9

Jean Louis Rocca – Coronavírus (Le Monde Diplomatique, França) | "O Covid-19, a China e os outros" | tinyurl.com/u3g8sgp

Conteúdo Relacionado