CM8 Internacional

Clipping Internacional - 26 de fevereiro de 2020

(Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos)

26/02/2020 12:40

 

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO.
Bolsonaro anuncia ato para solicitar o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal. Segundo a imprensa brasileira, o presidente usou o WhatsApp para enviar mensagens massivas aos seus seguidores, em apoio a um dia organizado por grupos de extrema-direita, que será realizado em 15 de março em todo o país, e que tem indicações claras de intenções golpistas. Segundo um jornal, a oposição, incluindo setores da esquerda e centro-direita, convocou uma reunião de emergência para quarta-feira, para discutir o assunto. (El Desconcierto, Chile) | tinyurl.com/u6vfggs

POLÍTICA. Em meio à crise com o Executivo, Rodrigo Maia passa Carnaval recheado de encontros políticos em Paris. Na quarta-feira (19) da semana passada, veio a público o vazamento de um áudio do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, em que este se queixava dos parlamentares e da pressão que estes fariam para derrubar os vetos do presidente Jair Bolsonaro. O general falou em “chantagem” dos parlamentares para aumentar o controle sobre o orçamento da União. Na ocasião, Maia aproveitou para alfinetar o general, dizendo que este não atacou o Congresso quando este votava pelo aumento do salário dos militares de reserva. (RFI, França) | tinyurl.com/sudczho

CORONAVÍRUS NO BRASIL. Brasil tem 1º resultado positivo para coronavírus, mas confirmação da doença depende de 2º exame. O Brasil teve nesta terça-feira (25) um primeiro teste positivo do novo coronavírus no país. Segundo o Ministério da Saúde, trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo, que viajou para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 9 a 21 de fevereiro. (Sputnik News, Rússia) | tinyurl.com/wzsmkmw

ECONOMIA. Os novos participantes do mercado acionário refletem uma mudança fundamental. Investidores domésticos, atentos às baixas taxas de juros no mercado financeiro, se dirigem ao mercado de ações. (Financial Times, Inglaterra) | tinyurl.com/swbycsu

CEARÁ/MOTIM DA PM. Quase 150 pessoas foram mortas entre quarta-feira e domingo no estado brasileiro do Ceará, no nordeste do país, onde membros da Polícia Militar continuam a amotinados e em greve, reivindicando aumentos salariais, de acordo com o mais recente relatório da Secretaria de Segurança Pública do Ceará, no domingo houve 25 "crimes violentos letais", aumentando para 147 o número de mortes nos últimos cinco dias, apesar da presença do Exército nas ruas, autorizada desde quinta-feira pelo presidente brasileiro, Jair Bolsonaro. A paralisação da Polícia Militar, que no Brasil é responsável por realizar patrulhas e que está proibida de entrar em greve dado o seu estatuto militar, teve início na noite de terça-feira, mergulhando o Ceará numa crise de segurança que levou a um aumento dos homicídios. (Diário de Notícias, Portugal) | tinyurl.com/sms26rt

GOVERNO BOLSONARES/DAMARES. A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Brasil, Damares Alves, está na Suíça, mas não gostou de certas imagens que viu deste carnaval do Brasil e pretende tomar providências: uma campanha de conscientização sobre "respeito". “Ninguém vai cancelar o carnaval. É para todo mundo brincar tranquilo, se divertir. Mas nada de profanar objetos de culto, pois isso pode ser ofensivo para algumas pessoas”, informou a assessoria da ministra. O enredo deste ano da Mangueira, por exemplo, que teve bastante repercussão nas redes sociais ao mostrar Jesus como índio, mulher e pobre e negro, foi criticado pelo presidente Bolsonaro e pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Em um dos carros da escola, Jesus crucificado era negro, de cabelos tingidos de loiro e corpo crivado de balas. (RFI, França) | tinyurl.com/rkmwz9e

GOVERNO BOLSONARO/DAMARES. A ministra Damares Alves assaltou a ONU que Jair Bolsonaro combate “afronta a fé cristã” durante o carnaval. No marco da 43ª seção do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas, celebrado este mês na cidade de Genebra, Damares Alves, titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do ultradireitista Jair Bolsonaro, expressa que o mandatário faz um combate “as mulheres na fé cristã” que entende como está sendo visto no país durante as comemorações do carnaval. (La Diária, Uruguai) | tinyurl.com/sk5kgg5

CEARÁ/MOTIM DA PM. Polícia em greve ilegal no Brasil: 150 assassinatos em cinco dias. O estado do Ceará, no nordeste do Brasil, onde a polícia militar se amotinou por melhores salários, registrou 147 assassinatos em cinco dias. (La Presse, Canadá) | tinyurl.com/s2ch6cy

O BOLSONARISMO E O CARNAVAL

El Diário, Espanha. | Instituições ultracristãs tentaram proibir o desfile da Mangueira por espalhar "uma visão contrária à fé cristã". A Mangueira, a escola campeã de samba em 2019, anunciara um Jesus Cristo com "rosto preto, sangue de um índio e corpo de mulher"; um Jesus Cristo que se perguntou se o povo havia entendido "a mensagem" porque os "profetas da intolerância" o crucificaram mais uma vez; um Jesus Cristo que alertou sobre os "messias com armas na mão", referindo-se ao nome completo do presidente, Jair Messias Bolsonaro. No Sambódromo da Avenida Marquês de Sapucaí, na época da verdade, a encenação do grupo irritava mais, se possível, os que estavam aumentando. | tinyurl.com/wywlcft

Sputnik News, Rússia. | Com homenagem a Paulo Freire, Águia de Ouro é campeã do carnaval de SP pela 1ª vez. A escola de samba Águia de Ouro é a campeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo de 2020. O samba-enredo da vencedora levou o troféu com enredo sobre a evolução do conhecimento humano, desde a Idade da Pedra à esperança nos robôs. Um dos carros da Águia de Ouro fez uma homenagem a Paulo Freire com um boneco do pedagogo com um livro e a frase, de autoria do educador: "Não se pode falar da educação sem amor". | tinyurl.com/tnyz2do

Público, Portugal . Carnaval em São Paulo cresce e ameaça hegemonia carioca. A metrópole atraiu 15 milhões de pessoas durante o período de festas e recebeu mais “blocos” de rua do que o Rio de Janeiro pelo segundo ano consecutivo | tinyurl.com/qov8cbu

Diário de Notícias, Portugal. | Bolsonaro na mira do Carnaval mais politizado dos últimos anos Flexões, indígenas, fanatismo. Sátiras ao presidente, críticas à ação policial, celebrações da justiça social, homenagens à cultura indígena e ao feminismo e ataques ao fanatismo religioso desfilam na Marquês de Sapucaí, no Rio. “Brasil é bom para fazer piada sobre a sua própria desgraça", resumiu Marcelo Adnet, o humorista que desfilou na Marquês de Sapucaí pela São Clemente fantasiado de Jair Bolsonaro e se tornou o assunto mais comentado na rede social Twitter da segunda noite do carnaval do Rio de Janeiro. Além da figura do presidente da república, outros assuntos caros ao governo, como o fanatismo religioso, a exploração das terras indígenas ou a ação das polícias, estiveram sob a mira das escolas de samba. Na ONU, a ministra Damares Alves considerou a festa "uma afronta à fé cristã". | tinyurl.com/skzt5mk

La Vanguardia, Espanha. | Guerra cultural e política entre sambistas e evangélicos no sambódromo do Rio de Janeiro. Uma das escolas de samba mais importantes do Rio de Janeiro, a Mangueira, colocou os pés em um campo minado no Brasil de Jair Bolsonaro, apresentando um tema inspirado na teologia da libertação, a corrente do catolicismo ligada à esquerda latino-americana. O trabalho apresenta um deus polimorfo "com rosto preto, sangue indiano e corpo de mulher". O show, que estreou no domingo no sambódromo do Rio, foi estrelado por um deus polimorfo "com rosto preto, sangue indiano e corpo de mulher", segundo a letra. Mesmo antes do desfile, uma campanha orquestrada nas redes sociais bolsonaristas havia tachado a produção de blasfêmia. | tinyurl.com/tdt54zc

The Washington Post, EUA. | A política divide o carnaval brasileiro. Num país dividido em linhas de classe, raciais e geográficas, a manifestação popular se tornou um palco para que essas divisões se expressem. | tinyurl.com/ttojkba

L’Express, França. | Fogos de artifício contestadores no Carnaval do Rio de Janeiro. Mais de 70.000 espectadores se reuniram no sambódromo para assistir ao desfile. No programa: Jesus, as favelas e algumas mensagens subliminares para Bolsonaro. Mas este ano, além das strass e glitter, as escolas de samba não pouparam mensagens políticas, com críticas mais ou menos veladas ao presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro. | tinyurl.com/vuo2yk2

El Mercúrio, Chile. | A política e as críticas dos estereótipos para o carnaval do Rio de Janeiro na versão 2020. Uma figura gigante de um palhaço com uma faixa presidencial emulando Jair Bolsonaro ou uma representação de Jesus como uma mulher de raça negra que capturou a atenção nos principais desfiles. | tinyurl.com/wqtnpta

Público, Portugal. | Carnaval brasileiro vale tudo, menos assediar. As brasileiras estão preocupadas com o clima de festa e são usadas como desculpa para comportamentos abusivos. | tinyurl.com/qlyr82p

The Guardian, Inglaterra (fotos) | tinyurl.com/t32kyad

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE
. A campanha pelo Plebiscito da Reforma Constitucional começou no Chile. Em 26 de abril, os chilenos decidirão se desejam ou não uma nova Constituição. Para o qual eles devem responder "Eu aprovo" ou "Rejeição". Eles também serão solicitados a determinar que tipo de órgão redigirá a nova Magna Carta se for aprovada: uma Convenção Mista, composta por constituintes e legisladores eleitos, ou uma Convenção Constitucional, um tipo de assembleia constituinte composta apenas por membros eleitos para esse fim. Todo o processo constituinte pode durar dois anos. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/yx79qsof

AUSTERIDADE/Reino Unido. No Reino Unido a austeridade mata, diz estudo de referência. O estudo do ex-presidente da Associação Médica Mundial, Michael Marmot, demonstra que uma década de políticas de austeridade fez com que a esperança de vida estagnasse e a taxa de mortalidade subisse para os mais pobres no Reino Unido. É a primeira vez num século que acontece, sublinha o especialista que fala em “década perdida”. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/tep3nsk

ANTISSEMITISMO/Bélgica. Carnaval antissemita volta a indignar a Bélgica. O Carnaval de Aalst contou com nova representação antissemita dos judeus ortodoxos no cortejo deste ano. A UNESCO tinha retirado em dezembro o evento da sua lista de Património Cultural Imaterial da Humanidade. Este ano, voltaram a se repetir as caricaturas antissemitas, com os judeus representados como insetos e até uniformes semelhantes aos da Gestapo. O governo belga, pela voz da primeira-ministra Sophie Wilmes, distanciou-se do evento, afirmando que ele ataca “os valores e a reputação do nosso país”. (Esquerda.net, Portugal) | tinyurl.com/qky7flk

BERNIE SANDERS/EUA. Em meio a insultos e interrupções, Sanders absorve a explosão de ataques em debate. Em debate confuso do Partido Democrático, Bernie Sanders, o candidato na liderança enfrentou seu teste mais sério até agora. Sanders, em seu primeiro debate desde uma vitória esmagadora nas caucus de Nevada no fim de semana passado, cortou uma figura combativa, mas talvez não uma autoridade, defendendo firmemente sua agenda de esquerda em assuntos como assistência médica e política externa contra ataques de todos os lados. O fórum mergulhou repetidamente em um espetáculo desagradável de mãos agitadas e vozes elevadas, e até mesmo um caos total, com candidatos conversando entre si e moderadores lutando e falhando às vezes em dirigir um argumento ordenado. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/rgd9oqr

BERNIE SANDERS/EUA. Sanders resiste à avalanche de ataques em um debate democrático caótico. O favorito para a indicação democrata monopoliza o destaque nas vésperas das primárias da Carolina do Sul. Biden reivindica seu momento e Bloomberg acorda após sua horrenda estreia nos debates. (El Periódico, Espanha) | tinyurl.com/slzcfgw

BERNIE SANDERS/EUA.
Os adversários de Sanders agitam o fantasma e o comunismo de Castro. "É injusto dizer que tudo estava ruim" na revolução de Castro, diz o aspirante a candidato pelo Partido Democrático. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/sueukjy

CHILE. A explosão social chilena: um golpe de graça para centenas de pequenas e médias empresas. As falências disparam 22% em janeiro, o maior aumento no primeiro mês do ano desde 2015. O governo descarta uma tendência anormal. (El País, Espanha) | tinyurl.com/wkkr3y7

HAITI. Tensão no Haiti devido a um confronto entre policiais e militares que deixou pelo menos dois mortos. Um grupo de policiais ataca um quartel em busca de melhores condições de trabalho e as autoridades falam de "uma situação de guerra". (El País, Espanha) | tinyurl.com/szl5cn3

ASSÉDIO SEXUAL/WEINTEIN. A condenação de Harvey Weinstein, primeiro sucesso da era #metoo. O ex-magnata de Hollywood enfrentará sua sentença em 11 de março: passará de cinco a vinte e nove anos de prisão. Ele foi considerado culpado de dois ataques sexuais, um dos quais usou violência. (Le Monde, França) | tinyurl.com/wtgg278

VENEZUELA. Trump estrangula o regime da Venezuela, enquanto venezuelanos comuns passam fome. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/snt9wyk

CORONAVIRUS. Balanço do Coronavirus: Itália agora tem 10 mortos, dois novos casos identificados na França. Enquanto o número de infecções diárias está diminuindo na China, o centro da epidemia, elas estão aumentando em outros países, como Itália e Coréia do Sul. (Le Monde, França) | tinyurl.com/s9237p4

CORONAVÍRUS/ITÁLIA
. Disfunções no hospital italiano. O não cumprimento do protocolo em um estabelecimento no norte do país teria favorecido a disseminação do Covid-19. O presidente do Conselho Italiano, Giuseppe Conte admitiu "Havia uma administração no nível de uma estrutura hospitalar não totalmente apropriada de acordo com os protocolos de precaução recomendados nesses casos e que certamente contribuíram para divulgação”. Seria o hospital de Codogno, onde um paciente, agora identificado como portador do coronavírus, foi enviado para casa com um antibiótico simples em 16 de fevereiro, antes de ser hospitalizado em uma condição muito séria, dois dias depois. Enquanto isso, ele teria espalhado a doença para outras pessoas. (L’Lumanité, França) | tinyurl.com/rn47fke

CORONAVÍRUS/ITÁLIA. Residentes confinados sentem-se abandonados. Itália Relatório em uma das aldeias em quarentena da Lombardia, onde tudo está faltando. (Tribune de Genève, Suíça) | tinyurl.com/r3rk67k

CORONAVÍRUS/CHINA
. À medida em que a epidemia do Covid-19 reflui, a China busca voltar ao trabalho. O governo muda seu foco para recuperar o crescimento. Mas, isso não será fácil. (The Economist, Inglaterra) | tinyurl.com/u5c2mta

CORONAVÍRUS/CHINA. A dupla tarefa de combater o vírus e retomar o trabalho atestam a vitalidade do sistema da China. A luta nacional contra o novo vírus mortal ainda está em andamento, enquanto vários setores em muitas partes do país retomaram o trabalho. Isso testa o sistema da China. Por um lado, ainda existem medidas de bloqueio e controle em muitas partes do país para conter a propagação do vírus. Por outro lado, as pessoas estão retornando aos seus locais de trabalho gradualmente antes que o vírus seja completamente contido, e é por isso que a liderança chinesa está confiante na economia gradualmente ganhando impulso. Observações e entendimento correto da China devem ir além da luta contra o vírus no país. (Global Times, China) | tinyurl.com/w8w6jcy

ÍNDIA/TRUMP. Distúrbios durante a visita de Trump à Índia deixam sete mortos. Milhares de pessoas encenaram confrontos com a polícia nesta segunda-feira, coincidindo com o primeiro dia de visita oficial à Índia do presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, com um saldo de pelo menos sete mortos. Nos tumultos liderados por pessoas que se opõem à controversa Lei de Emenda à Cidadania (CAA), concentrada no nordeste de Nova Délhi (capital), também foram registradas cerca de 100 pessoas feridas, entre eles cerca de 50 policiais. (Últimas Notícias, Venezuela) | tinyurl.com/r3prrfz

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Joseph Stiglitz, entrevista – Economia (El Diário, Espanha) | “A ideia de que o mercado é eficiente e motor da competitividade é absolutamente errada” | tinyurl.com/t4pttce

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Bernie Sanders não é o Trump da esquerda. Não estamos em tempo de ego ou autoindulgência” | tinyurl.com/wfywnmh

Baltazar Garzón – Julien Assange (Página 12, Argentina) | “Assange, a imprensa em perigo.” | tinyurl.com/qn5maj5

Emir Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | “Carnaval” | tinyurl.com/r73fuza

Mario Wainfeld – Argentina (Página 12, Argentina) | “O que pensa e o que fará Alberto Fernández” | tinyurl.com/usk3py3

Katrina vanden Heuvel – EUA (The Nation, EUA) | “Prepare-se para a avalanche da mídia contra Bernie Sanders” | tinyurl.com/vske8re

Sonia Shah – Coronavírus (Monde Diplomatique, France) | “Contra as pandemias, a ecologia. De onde veio o coronavírus? | tinyurl.com/wnnywp6

Colum Lynch – EUA (Foreign Policy, EUA) | “Como o primeiro presidente judeu dos EUA poderia ser mais duro com Israel que seus antecessores.” | tinyurl.com/ubzpehr

Conteúdo Relacionado