CM8 Internacional

Clipping Internacional - 28/10/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo e eleições na AL; e Artigos

28/10/2019 08:48

 

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

EMIRADOS ÁRABES.
Brasil e Emirados Árabes concluem acordos de investimentos e defesa. Os Emirados Árabes Unidos e o Brasil assinaram uma série de acordos durante a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro a Abu Dhabi, em sua primeira viagem oficial ao mundo árabe. O objetivo é e ampliar parcerias envolvendo fundos de investimentos em setores como agronegócio, infraestrutura, energia e defesa, de acordo com uma declaração conjunta. (RFI, França) | bit.ly/2Pwf6yR

SÍNODO AMAZÔNIA
. Sínodo sugere ordenação de homens casados e rito próprio na Amazônia. O papa Francisco celebrou neste domingo (27), no Vaticano, a missa de encerramento do Sínodo da Amazônia. O diaconato para mulheres não foi aprovado durante o encontro de três semanas, mas uma comissão para estudar o tema deverá ser restabelecida. Todas as decisões aprovadas pelos participantes deverão ser ratificadas pelo papa em exortação pós-sinodal a ser publicada ainda neste ano. (RFI, França) | bit.ly/2pUEovM

LULA
. Favorito nas eleições da Argentina publica mensagem de parabéns a Lula: 'Preso injustamente'. O presidenciável argentino Alberto Fernández publicou mensagem de apoio ao ex-presidente Lula no Twitter neste domingo. "Também hoje faz aniversário meu amigo Lula, um homem extraordinário que está preso injustamente há um ano e meio. Parabéns pra você, querido Lula. Espero vê-lo logo", escreveu Fernández em seu Twitter. Fernández venceu as prévias e é o favorito nas eleições que escolhem o próximo presidente da Argentina, neste domingo. Ele chegou a visitar Lula em sua carceragem na Polícia Federal, em Curitiba, em julho deste ano. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2WoLggT

DERRAMAMENTO DE ÓLEO.
O misterioso derramamento de óleo continua a invadir as praias. Em todo o nordeste do Brasil, uma região pobre que depende muito do turismo, milhares de pessoas decidiram vir por conta própria limpar o petróleo. (Le Soir, Bélgica) | bit.ly/2MTVmDx

DERRAMAMENTO DE ÓLEO.
Poluição. A misteriosa maré negra no Brasil. Em setembro, um vazamento de hidrocarbonetos de origem desconhecida contamina as praias e mangues do litoral do nordeste brasileiro, que depende essencialmente do turismo. (L’Humanité, França) | bit.ly/36h4Ikv

BOLSONARO
. No Brasil de Bolsonaro, a indústria da moda surge como um centro de resistência LGBT. Mais pessoas trans são mortas no Brasil do que em qualquer outro lugar do mundo, e a discriminação é desenfreada. No ano passado, o país elegeu um presidente socialmente conservador, parcial à retórica antigay. Agora a comunidade da moda está emergindo como um centro da resistência LGBT. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/2onXKZD

BOLSONARO
. Bolsonaro diz que no Chile houve "depredação do patrimônio público" nas manifestações. O presidente do Brasil, durante uma viagem aos Emirados Árabes, comentou a situação no país e indicou que espera "que tudo seja resolvido". Sexta-feira passada, Bolsonaro havia qualificado os protestos que iniciaram a semana como ‘atos terroristas’. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/347wBt9

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

ELEIÇÕES NA AMÉRICA LATINA: Argentina, Uruguai e Colômbia

ARGENTINA

The Guardian, Inglaterra | Eleições: Macri fora e Cristina Fernández de Kirchner volta ao Executivo como vice-presidente. A vitória da campanha presidencial de Alberto Fernández põe fim às políticas econômicas pró-negócios do governo Macri. Em um retorno dramático, Cristina Fernández de Kirchner, uma das presidentes mais populares da Argentina durante seus dois mandatos em 2007-2015, foi votada de volta ao cargo de vice-presidente. Uma grande multidão de apoiadores explodiu em um barulho do lado de fora do bunker do partido Frente de Todos, no bairro de Chacarita, na capital de Buenos Aires. | bit.ly/2PpaHxq

Página 12, Argentina |
"A Frente de Todos nasceu para incluir todos os argentinos". O discurso de Alberto Fernández após sua vitória nas eleições. O novo presidente eleito falou confirmou que amanhã se encontrará com Mauricio Macri e disse que "a única coisa que importa é que os argentinos parem de sofrer". Ele convocou "construir a Argentina igualitária e solidária que sonhamos". | bit.ly/2Prs2FY

The New York Times, EUA
| Nas eleições da Argentina, a esquerda saboreia a vitória sobre o presidente em exercício. Multidões de torcedores dançaram de alegria do lado de fora da sede das eleições dos líderes peronistas no domingo à noite. Mauricio Macri foi derrotado por uma aliança que incluía a ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner como vice-presidente. Após uma profunda recessão, os argentinos elegeram Alberto Fernández seu presidente. Sua vitória foi idealizada pela ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner, uma líder profundamente polarizadora que optou por não tentar um mandato de retorno como presidente, preferindo o segundo lugar na lista. | nyti.ms/2Wk9rNp

The Washington Post, EUA |
Eleitores argentinos rejeitam austeridade e devolvem Kirchner e os peronistas ao poder nas eleições presidenciais. | wapo.st/2WlHvcj

El Clarín, Argentina |
O novo congresso. O Senado estará nas mãos de Christina Kirchner e ‘Cambiemos’ será a primeira força individual na Câmara dos Deputados. No Senado, o peronismo unido terá maioria. A futura oposição contará 119 deputados. Surpresa inesperada para o partido no poder, mas também para o peronismo, no Congresso. | bit.ly/2MRad1i

URUGUAI

Página 12, Argentina | O debate eleitoral no Uruguai: direitos civis ameaçados. Aborto legal, casamento igualitário, regulamentação da maconha e leis a favor de trabalhadores rurais, trabalhadores domésticos e pessoas trans. Em 15 anos de governos da Frente Amplio, o Uruguai avançou com uma agenda de direitos: aborto legal, casamento igualitário, regulamentação da maconha, lei do dia rural do trabalho, lei dos trabalhadores domésticos, lei abrangente para pessoas trans. Luis Lacalle Pou, o candidato da oposição não votou em nenhuma das leis mencionadas. Filho de uma família patrícia, Lacalle Pou se define como "muito crente" e contrário ao aborto. "Votei contra o tempo todo e acho que temos que trabalhar para que não haja mais abortos", disse ele à EFE. | bit.ly/2paQpNE

La Presse, Canadá |
Eleições no Uruguai: o candidato de esquerda saiu à frente no primeiro turno. O candidato de esquerda Daniel Martinez liderou a eleição presidencial no Uruguai no domingo, mas enfrentará um segundo turno contra o candidato de centro-direita Luis Lacalle Pou. | bit.ly/2BQfBvm

Tribune de Genève, Suíça |
O candidato de esquerda à frente no primeiro turno. Apesar disso, Daniel Martinez deverá encontrar-se no segundo turno com o candidato da centro direita Luis Lacalle Pou. | bit.ly/34d8Vnn

La Diária, Uruguai |
Desemprego, insegurança e imigração: os porquês dos mais de 10 % de votos do partido de direita “Cabildo Abierto”, segundo seus militantes. Seu candidato a presidente, Guido Manini Ríos anunciou seu apoio a Luis Lacalle Pou no segundo turno. | bit.ly/32U5im2

COLÔMBIA

Página 12, Argentina. | Eleições municipais na Colômbia. A esquerda venceu em Bogotá. Cláudia Lopez é a primeira prefeita de Bogotá: feminista, lésbica, independente, obteve mais de um milhão de votos para a prefeita da capital colombiana. Em Medellín, Daniel Quintero, ex-vice-ministro de Juan Manuel Santos, e endossado por vários partidos, obteve o gabinete do prefeito. A notícia da vitória também foi para aqueles que deixaram suas armas e se lançaram na política. Guillermo Torres e Edgardo Figueroa eram insurgentes e alcançaram as prefeituras de Turbaco e Puerto Caicedo, tornando-se o primeiro reinserido na conquista de uma posição de eleição popular após o processo de paz com as antigas Farc. | bit.ly/2WunRLj

El País, Espanha | O 'cantor das FARC' ganha uma prefeitura no Caribe colombiano. Julián Conrado é o primeiro ex-guerrilheiro do grupo insurgente a se tornar governante desde a assinatura da paz. | bit.ly/349L5sI

El Diário, Espanha |
Eleições locais na Colômbia: primeira prefeita eleita em Bogotá e derrota do Uribismo em seu bastião de Medellín. A ex-senadora Claudia López será a prefeita de Bogotá e se tornará a primeira mulher a alcançar a segunda posição em importância da Colômbia nas urnas. Surpresa em Medellín, bastião do uribismo: lidera o independente Daniel Quintero Calle, acima de Alfredo Ramos, um favorito nas pesquisas. O ex-guerrilheiro das FARC Guillermo Enrique Torres Cueter, conhecido como "Julián Conrado" ou "El Cantante das FARC", ganhou o cargo de prefeito de Turbaco. | bit.ly/2MTRH8C

Le Monde, França |
Claudia Lopez, a primeira mulher eleita prefeita de Bogotá. A candidata de centro-esquerda derrotou por pouco seu oponente liberal Carlos Fernando Galan no domingo. Ela assumirá o cargo em 1º de janeiro. | bit.ly/2qQMea8

El Espectador, Colômbia |
O xadrez do poder ficou assim após as eleições. A derrota abrupta do uribismo, o avanço das forças independentes e a oposição, com Claudia López em Bogotá, Daniel Quintero em Medellín e Juan Carlos Cárdenas, em Bucaramanga, são os fatos mais marcantes. Com uma participação de mais de 60% do potencial eleitoral, superior ao registrado há quatro anos, o país político começou a traçar um novo rumo. O Uribismo começou seu declínio nas pesquisas, a Aliança Verde se tornou a força política que mais cresceu e venceu com Claudia López, a Prefeitura de Bogotá, sendo também a primeira mulher a alcançá-lo; os grandes partidos continuaram perdendo hegemonia. | bit.ly/2BLcfKf

OUTROS PAÍSES

CHILE. Centenas de tiros e espancados enquanto o Chile toma as ruas. Os médicos dizem que não têm suprimentos para tratar feridos e acusar as autoridades de subnotificar os feridos. “O soldado estava a cerca de 40 metros de distância. Ele olhou para mim e atirou ”, disse Christopher Madrid, apontando para o adesivo acima do olho direito. "Eu me afastei e a bala roçou [minha testa] e saiu, deixando uma cicatriz de quatro ou cinco centímetros." A equipe do hospital em Posta agora trabalha em turnos de 24 horas porque um toque de recolher militar rigoroso tem milhares de soldados patrulhando as ruas do final da noite até o amanhecer, tornando perigoso e difícil para a equipe do hospital comutar. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2MUJHEc

CHILE. As denúncias dos manifestantes mudam para a desigualdade confundindo o governo. O que começou com estudantes pulando catracas pelo aumento de 3,7 % no preço da passagem do metrô, se transformou em protestos em massa sobre uma série de outros problemas: escolas de má qualidade, aposentadorias magras, preços em alta e baixo salário mínimo. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/2WlQ6eW

ALEMANHA. Turíngia: Vitória da esquerda ensombrada por avanço da AfD. Pela primeira vez na história da Alemanha reunificada, um partido à esquerda do SPD venceu uma eleição estadual. O Die Linke ultrapassou a CDU de Angela Merkel, também batida pela AfD com uma das suas vozes mais extremistas. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/34bienw

EUA. Acordo votado, fim da greve na General Motors. Durante 40 dias, dezenas de milhares de trabalhadores norte-americanos da General Motors desafiaram a administração com uma greve. A paralisação mais longa do setor automóvel nos EUA desde os anos 70 acabou com a votação de acordo que deixa um sentimento agridoce. Três fábricas fecharam. O sindicato parte agora para a negociação com a Ford. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/32UR5Fc

LÍBANO
. O Hezbollah fragilizado pela revolta popular. O poderoso partido xiita, que apoia o governo diante dos manifestantes, não escapa à raiva das ruas. (Le Figaro, França) | bit.ly/31TQBy3

ITÁLIA
. Em eleições regionais a Liga de Matteo Salvini vence. O partido de direita de Matteo Salvini, a Liga, superou o partido de esquerda no PD / M5S, no governo por cerca de cinquenta dias. (Le Soir, Bélgica) | bit.ly/2Ju49Kb

HAITI
. Dois mortos nos protestos em Porto Príncipe. Um manifestante foi morto a tiros e seu atacante foi linchado pela multidão enfurecida em Port au Prince. (Le Parisien, França) | bit.ly/2JpNQOj

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Breno Altman – Brasil (El País, Espanha) | “O Brasil caminha à beira do precipício” | bit.ly/32Txm97

Eduardo Aliverti –
Argentina (Página 12, Argentina) | “Alegria sem senões pelo triunfo de Alberto Fernández nas eleições” | bit.ly/2JuMi5N

Fernando D’Addario
- Argentina (Página 12, Argentina) | “O ocaso do neoliberalismo: a cenoura a e porrete” | bit.ly/36bfpF4

Victoria Ginzberg
- Argentina (Página 12, Argentina) | “Macri se vai” | bit.ly/2NjTAuf

Ennio A. Vivaldi
– Chile (El País, Espanha) | “Chile onírico. O que se vive hoje no Chile não teria ocorrido se não tivessem arrasado com a educação pública nos níveis básico e médio”. | bit.ly/32TMHqc

José Natanson
– Argentina (Le Monde Diplomatique, França) | “A Argentina mostra que a esquerda não está morta” | bit.ly/345hPTR

Angus McNelly
– Bolívia (Jacobin, EUA) | “As duas Bolívias” | bit.ly/2Nm7USS




Conteúdo Relacionado