CM8 Internacional

Clipping Internacional - 30/07/2019

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

30/07/2019 08:59

Sergio Moro e Jair Bolsonaro: ataques à liberdade de imprensa (Carolina Antunes/PR)

Créditos da foto: Sergio Moro e Jair Bolsonaro: ataques à liberdade de imprensa (Carolina Antunes/PR)

 

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

ESTADO POLICIAL
. Brasil a caminho de um estado policial? As revelações do The Intercept que comprovam as atividades ilegais de Sérgio Moro não mudam com a prisão dos hackers que supostamente entregaram o material ao site. Mas Moro quer ser ao mesmo tempo ministro da Justiça, chefe da operação, acusador, investigador e… vítima. Por Luis Leiria. | bit.ly/33050ub

MASSACRE. Violência entre gangues deixa mais de 50 mortos em rebelião. No presídio de Altamira, disputa entre traficantes de droga deixa dezenas de prisioneiros decapitados e asfixiados. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/32YZN5M

BOLSONARO
. Bolsonaro diz que sabe como pai de presidente da OAB desapareceu na ditadura. “Se presidente da OAB quiser saber como pai dele desapareceu na ditadura, eu conto”, afirmou o presidente brasileiro, para mais tarde mentir e acusar um grupo de esquerda pela morte do militante que foi executado pela ditadura militar. São habituais as declarações de ódio do atual presidente do Brasil, assim como a sua defesa da tortura e da ditadura militar. Desta vez, Bolsonaro escolheu atacar Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com quem tem um longo contencioso. Bolsonaro deverá visitar Portugal no início de 2020. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2Ou6JVB

BOLSONARO
. Bolsonaro afirmou nesta segunda que Cruz não gostaria de saber a verdade sobre o desaparecimento de seu pai durante a ditadura militar. O presidente também afirmou que poderia contar o que aconteceu. Fernando Augusto de Santa Cruz, pai do atual presidente da OAB, desapareceu em 1974. Relatório da Comissão Nacional da Verdade afirma que existem duas possibilidades para a morte de Fernando: ele pode ser sido morto no DOI-CODI do Rio de Janeiro e ter tido seu corpo sepultado como indigente indigente no Cemitério Dom Bosco, em Perus, ou ele pode ter sido morto no centro de tortura conhecido como Casa da Morte, em Petrópolis, e ter o corpo queimado em uma usina de açúcar. Seu corpo nunca foi encontrado. (Sputnik News, Brasil) | bit.ly/2LLLwUN

BOLSONARO
. Bolsonaro atacou o presidente da Ordem dos Advogados e disse-lhe que poderia contar detalhes sobre o desaparecimento de seu pai. O presidente questionou também o assassinato do líder indígena denunciado na semana passada no estado do Amapá. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/32Zzqwx

BOLSONARO
. Bolsonaro ao presidente da Ordem dos Advogados: "Se você quer saber como seu pai desapareceu no período militar, eu lhe digo" O presidente brasileiro acusou a entidade liderada por Felipe Santa Cruz - filho de um detento desaparecido na ditadura - de obstruir a investigação sobre O ataque que ele sofreu em 2018, durante um ato eleitoral. (El Mercurio, Chile) | bit.ly/317ucxk

BOLSONARO
. Outra controvérsia de Jair Bolsonaro: ele disse que sabe como uma pessoa desaparecida morreu durante a ditadura no Brasil. Ele estava se referindo a Fernando San Cruz, pai do atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, sequestrado por um comando do Exército em 1974. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/331QHFF

ÍNDIOS. Garimpeiros invasores invadem terras indígenas e matam o líder de uma tribo. Bolsonaro disse que era a favor de permitir a extração de metais preciosos nas reservas indígenas. O alarme dos políticos locais: "O presidente encoraja o conflito". (Corriere della Sera, Itália) | bit.ly/2OsX8y3

ÍNDIOS. “Os indígenas brasileiros sabem que isto se pode tornar numa guerra contra eles”. Susana de Matos Viegas, antropóloga do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, especialista em estudos ameríndios, alerta que a política de Bolsonaro pode levar ao extermínio dos povos indígenas do Brasil. (Público, Portugal) | tgam.ca/2KdUo2o

ÍNDIOS
. O assassinato de um líder indígena expõe as invasões a territórios protegidos no Brasil. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2ZjtGvj

ÍNDIOS.
“Declaração de Bolsonaro é tão criminosa como o ato criminoso”. Presidente brasileiro reafirma vontade de legalizar o garimpo em terras indígenas. Senador Randolfe Rodrigues insurge-se contra afirmações de Bolsonaro. (Público, Portugal) | bit.ly/313D4nk

CLAUDIA ANDUJAR
. Claudia Andujar, na intimidade dos brasileiros invisíveis. A fotógrafa e ativista brasileira, celebrada em dezembro pela Fundação Cartier em Paris, começou a viajar pelo Brasil no final da década de 1950. Mas quando a ditadura foi montada em Brasília em 1964, seu trabalho já começava a adotar um ponto de vista mais político. (Le Monde, França) | bit.ly/2YvJdey

DESMATAMENTO. Como prometido, Bolsonaro acelera o desmatamento na Amazônia. Desde que Jair Bolsonaro chegou ao poder em janeiro passado, a taxa de desmatamento na Amazônia saltou 39%. O presidente populista brasileiro acredita que as leis que protegem "os pulmões da terra" são um obstáculo para o desenvolvimento econômico de seu país. (Les Echos, França) | bit.ly/2SSntUW

NEYMAR
. Polícia brasileira diz que não tem INDÍCIOS para acusar Neymar de estupro. O atacante do PSG foi acusado por Najila Trindade Mendes de Sousa, uma jovem modelo brasileira. (Le Nouvel Observateur, França) | bit.ly/2SQT35g

VAZAJATO
. "Invasão de telefone é crime". Bolsonaro ataca jornalistas do "Vaza Jato". Mensagens alegadamente trocadas entre procuradores da Lava Jato na aplicação Telegram deram origem a um escândalo conhecido como "Vaza Jato", que começou em junho do ano passado, quando o The Intercept divulgou reportagens que colocam em causa a imparcialidade da maior operação contra a corrupção no país. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2OIL4cr

GREENWALD
. Bolsonaro ameaça Greenwald do Intercept com prisão pelos relatórios sobre Moro. Presidente do Brasil renovou seus ataques ao jornalista americano Glenn's Greenwald, levantando a possibilidade de prisão por poucos membros de seu partido o atual ministro da justiça. As revelações do Intercept em junho levaram a questionamentos sobre se o ministro da Justiça, Sergio Moro, havia consultado indevidamente os promotores quando era juiz, supervisionando a enorme investigação de corrupção "Operação Lava Jato". Moro, cujo trabalho nessa investigação fez dele um herói para muitos brasileiros, é um membro chave do gabinete do presidente Jair Bolsonaro. (The Sydney Morning Herald, Austrália) | bit.ly/2YspIQ4

GREENWALD
. Depois de ameaça-lo com prisão, Bolsonaro disse acreditar que Greenwald "cometeu um crime". Ontem, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, aumentou a pressão contra o editor e fundador do site Intercept, o jornalista americano Glenn Greenwald. No sábado, o presidente brasileiro já havia ameaçado Greenwald, dizendo que, na sua opinião, ele poderia ir para a cadeia, mas ontem o político ultradireitista aumentou a aposta, sugerindo que, em sua opinião, o jornalista cometeu um crime. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2Y8LtJc

MORO
. O ex-juiz Moro teria transmitido vídeo chave contra Lula para influenciar a eleição de 2018 no Brasil. Apesar de apresentar denúncias de que o próprio Moro considerou insuficiente para incriminar Lula, o vídeo com as declarações de Antônio Palocci foi vazado por Lava Jato para a imprensa em 1º de outubro de 2018, seis dias antes do primeiro turno das eleições. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/2GE1ooi

O MASSACRE DE ALTAMIRA. Jornais do mundo que o noticiaram:

Página 12, Argentina

La Presse, Canadá

El País, Espanha

La Vanguardia, Espanha

ABC, Espanha

El Mundo, Espanha

Le Soir, Bélgica

La Repubblica, Itália

Corriere della Sera

The Global and Mail, Canadá

Diário de Notícias, Portugal

The New York Times, EUA

The Washington Post, EUA

The Independent, Inglaterra

El Espectador, Colômbia

The Sydney Morning Herald, Austrália

La Jornada, México

Diário Correo, Peru

El País, Uruguai

NOTÍCIAS DO MUNDO

FILIPINAS
. As Filipinas substituíram o Brasil como o país mais assassino do mundo para pessoas que defendem suas terras e meio ambiente, segundo pesquisas que destacam a administração do presidente Rodrigo Duterte. Mais de três defensores foram mortos em todo o mundo a cada semana em 2018, de acordo com o número anual de fiscalizações da Global Witness, destacando os contínuos perigos enfrentados por mineradores, madeireiros, fazendeiros, caçadores e outras indústrias extrativas. O último total global de 164 mortes caiu em relação ao pico de 201 de 2017, uma diminuição que os ativistas parcialmente atribuíram ao crescente foco no assunto por parte de grupos indígenas, ONGs, Nações Unidas e a mídia. (The Guardian, Inglaterra)] | bit.ly/2GzEuyo

ARGENTINA
. Alberto Fernández criticou o modelo econômico do macrismo em La Matanza. "Eles não se importam com quem produz". “Macri escolheu os bancos, eu os aposentados”. O candidato da Frente de Todos explicou sua proposta de elevar as aposentadorias de uma redução na taxa de juros da Leliq que é paga aos bancos. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2Mpll5J

VENEZUELA
. Seis meses após sua autoproclamação: fim de Guaidó se aproxima? Meio ano após se autoproclamar "presidente em exercício" da Venezuela, Juan Guaidó surge "muito debilitado". Falta de apoio militar, "inexperiência" e corrupção causaram seu enfraquecimento, segundo analista. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2YxLPo0

AFEGANISTÃO
. ONU denuncia ritmo "inaceitável" de morte de civis no Afeganistão. Os civis foram mortos mais pelas forças pró-governo do que pelos insurgentes, em grande parte como resultado dos ataques aéreos afegãos e norte-americanos. (Le Monde, França) | bit.ly/2OqzbYg

HUNGRIA
. Budapeste que sonhava com o capitalismo e acabou nos braços de Viktor Orbán. A revolução de 1956. O efeito de Chernobyl. E a implosão final de um regime em decomposição. O escritor András Forgách reflete sobre as lutas e ideais de ontem. E no poder autoritário de hoje. (L’Espresso, Itália) | bit.ly/2Yv0rsx

EUA
. Trump amplia a guerra contra seus críticos negros. Em uma terceira sequência direta de números amplos contra figuras negras, o presidente Trump denunciou o reverendo Al Sharpton como "um vigarista" que "odeia brancos e policiais". Para defender-se, o Sr. Trump recrutou dois de seus fiéis partidários afro-americanos. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2MqHG38

ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eric Nepomuceno – Brasil (Página 12, Argentina) | “As barbaridades do bárbaro” | bit.ly/2GyMEXC

Emir Sader
– Brasil ( Página 12, Argentina) | “O fracasso do estado policial no Brasil” | bit.ly/2Yyc5CT

Eduardo Febbro
– Guerra Comercial (Página 12, Argentina) | “Uma guerra digital em amadurecimento entre Trump e Macron – o presidente norte-americano ameaça com represálias a “taxa google” que impôs a França.” | bit.ly/2GwGw2b

Juan Arias
– Brasil ( El País, Espanha) | “Bolsonaro se apequena ao revelar que conhece detalhes da tortura durante a ditadura” | bit.ly/2ZlQwCH

Robert Reich –
EUA (Truthdig, EUA) | “A razão real porque precisamos impedir (“impeach”) Trump imediatamente” | bit.ly/2KiLuRk


Conteúdo Relacionado