Cartas do Editor

Um apelo aos leitores!

 

03/03/2020 14:23

 

 
Aos mais de 300 mil leitores de Carta Maior que, apesar de acessarem diariamente o nosso site, ainda não se tornaram parceiros-doadores:

A situação financeira de Carta Maior é crítica, mas nós não vamos nos render!

A crise brasileira se espraia pelos veículos da imprensa alternativa, e até mesmo na imprensa que se autoproclama “profissional”, como se fosse muito profissional usar a comunicação para dar um golpe contra uma presidenta legitimamente eleita e sem nenhum crime de responsabilidade.

É IMPOSSÍVEL fazer jornalismo sem recursos, mas nós não vamos nos render!

Nossa campanha de doação, iniciada em 2016, mostrou que a parceria com nossos leitores é o “caminho a ser caminhado”, e o mais adequado para financiar esse projeto, acima de tudo: um projeto político e socialista.

Muitos nos perguntam por que não aceitamos publicidade privada (Google) como os demais veículos. É uma questão política e estética que, para nós de esquerda, caminham juntas.

Nós nos recusamos a dar dinheiro às multinacionais que dominam e impedem a circulação livre dos conteúdos, emporcalhando as páginas com anúncios absurdos, inclusive de empresas que financiaram o golpe no país. Além disso, os algoritmos definem quem vai ler o quê.

Nós não precisamos de “cliques”, mas de pessoas que leiam os textos na íntegra, e não apenas compartilhem as manchetes. O que queremos é disseminar a informação e a formação política de qualidade.

Para isso, o apoio de vocês é essencial. Já tivemos mais de 3 mil doadores. Hoje, somos 1.178 ante um universo de mais de 300 mil leitores (visitantes únicos), considerado sempre os últimos 30 dias.

Isso significa que 1.178 doadores possibilitam a leitura de 300 mil pessoas.

Não é justo. Não é solidário. Não é socialista.

Nos últimos quatro anos, já fizemos de tudo.

E diante de várias crises, continuamos criando novas Editorias, novos Especiais, novas páginas, Podcasts porque temos plena noção da importância do que fazemos há quase vinte anos.

Pensem conosco:

Onde os leitores poderão encontrar conteúdos relevantes sobre fatos ocorridos em 36 cidades de 34 países do mundo? Análises de brasileiros e estrangeiros que vivem nessas cidades e que têm uma ligação política com Carta Maior?

Onde os leitores poderão encontrar crítica de primeira linha de filmes em cartaz e outras indicações imperdíveis da Sétima Arte, comprometidas com o pensamento de esquerda, inclusive coberturas de Festivais como a Berlinale 2020?

Onde os leitores poderão encontrar editorias como Poder e ContraPoder, Pelo Mundo (cobrindo os cinco continentes); ou especiais como As eleições norte-americanas, A Revolta no Chile, Crise na Venezuela, Crise na Bolívia?

Onde os leitores poderão encontrar centenas de análises de intelectuais do exterior, publicadas em veículos do exterior e traduzidas por nós, como as de Thomas Piketty, Paul Krugman, Joseph Stiglitz, Nouriel Roubini, entre outros?

Onde os leitores poderão encontrar um time de primeiríssima linha, de colaboradores e companheiros, solidários e atuantes, que apoiam e contribuem com Carta Maior?

E apenas para citar colaborações recentes, estamos falando de:

Ajeandro Nadal (México), Aram Aharonian (Uruguai), Álvaro Verzi Rangel (Venezuela), Antônio Lassance (IPEA), Bia Barbosa (Intervozes), Boaventura de Souza Santos (Portugal), Carol Proner (jurista), Celso Amorim (embaixador brasileiro), Dario Pignotti (correspondente especial), Eduardo Fagnani (Unicamp), Eric Nepomuceno (jornalista), Ermínia Maricato (USP), Fábio Konder Comparato (jurista), Flávio Wolf Aguiar (correspondente em Berlim), Felipe Coutinho (AEPET), Fernando Nogueira da Costa (Unicamp), Gilberto Bercovicci (jurista), Gilberto Maringoni (UFABC), Hamilton Pereira da Silva (poeta), Ignácio Ramonet (Universidade de Paris), James Green (Brown University), João Carlos Sales (Andifes), João Feres Júnior (Manchetômetro), José Luis Del Rio (ex-senador da Itália), José Luís Fiori (UFRJ), Jon Queally (Common Dreams), Juarez Guimarães (UFMG), Ladislau Dowbor (PUC-SP), Larissa Ramina (UNILA), Laura Tavares (UFRJ), Laurindo Leal Filho (USP), Leda Paulani (FEA-USP), Leneide Duarte-Plon (jornalista), Leonardo Boff (filósofo e teólogo), Lincoln Secco (USP), Liszt Vieira (PUC-RJ), Luiz Alberto Gómez de Souza (URFJ), Luiz Gonzaga Belluzzo (Unicamp), Magda Biavaschi (desembargadora aposentada), Márcio Pochmann (Unicamp), Maria Rita Kehl (psicanalista), Mario Santucho (Crisis/Argentina), Martín Granowsky (Página 12), Michael Löwy (filósofo e sociólogo), Olgária Matos (USP), Paulo Kliass (Universidade de Paris), Paulo Nogueira Batista Jr. (economista), Pedro Paulo Zahluth Bastos (Unicamp), Pedro Rossi (Unicamp), Pedro Silva Barros (economista), Ricardo Musse (USP), Roberto Leher (UFRJ), Samuel Pinheiro Guimarães (embaixador), Sebastião Velasco e Cruz (Unicamp/INCT-INEU), Tarso Genro (ex-ministro), Venício Lima (UnB), Walquíria Leão (Unicamp), William Novazki (FPA)... entre vários outros companheiros, a quem tanto agradecemos pelo compromisso intelectual e militante.

Onde os leitores encontrarão um Clipping Internacional com tamanha qualidade, diariamente realizado pelo economista Carlos Eduardo Silveira? Os Podcast pensados e realizados pela dupla Saul Leblon e Carlos Alberto Tibúrcio? A editoria de cinema compartilhada entre Lea Maria Aarão Reis e Carlos Alberto Mattos? Todos eles companheiros de todas as horas de Carta Maior.

E o que dizer das nossas colunas recentes que estão tendo imensa acolhida, com análises de ponta como as do jornalista Celso Japiassu que, em “A Europa vista por dentro”, traz semanalmente análises sobre o Velho Continente? Ou o Diário de Bolso do jornalista José Roberto Torero?

E, aproveito aqui para anunciar mais uma pérola de Carta Maior: a editoria “Nem Freud Explica” estreada nesta semana por excelente artigo da psicanalista Glaucia Dunley. E outros psicanalistas virão, como Maria Rita Kehl que já confirmou sua participação.

Isso tudo é Carta Maior, que também lhes garante um arquivo com mais de duzentos mil documentos (artigos, entrevistas, coberturas etc.). São quase vinte anos de esquerda, com cobertura de todos os Fóruns Social Mundial.

Daí o nosso apelo:

Somente o compromisso político de vocês garantirá a continuidade desse projeto. Por favor, clique aqui e faça a sua doação.

Sigamos juntos,

Joaquim Ernesto Palhares
Diretor da Carta Maior




Conteúdo Relacionado