Cinema

'Once there was Brasília': Ficção científica na política obscura do Brasil

Um refugiado intergaláctico viaja no tempo até o Brasil moderno em um conto misterioso que tem a corrupção da vida real em seu coração

23/07/2020 15:21

Carnificina de estilo Gilliam... Wellington Abreu no navio (Divulgação)

Créditos da foto: Carnificina de estilo Gilliam... Wellington Abreu no navio (Divulgação)

 
O diretor goiano Adirley Queirós (do filme Branco sai, preto fica) reúne aqui algo comparável, embora muito mais lo-fi, ao de 2046 de Wong Kar-wai: um sci-fi assombrado, voltado para trás, montado a partir de texturas do passado, que o incentiva a escolher entre os destroços da política e da ideologia espalhada no seu rastro.

Wellington Abreu interpreta o WA4, um refugiado Mad Max do espaço que, como punição por uma ocupação ilegal de terra em seu próprio planeta, é enviado à Terra para assassinar o ex-presidente brasileiro Juscelino Kubitschek no dia da inauguração da capital. Brasília, em 1961.

Mas o seu navio afunda (nos dias de hoje), na cidade satélite de Ceilândia, um enclave transbordante para os despossuídos que representa como a utopia do país se frustrou.

Once There Was Brasília tem uma qualidade improvisada que desperta momentos de humor ao estilo Terry Gilliam; por exemplo, as carnes fumegantes do WA4 que são assadas na churrasqueira da sua nave espacial; e a sua embarcação - basicamente um Ford Transit intergalático - literalmente caindo do céu no pátio do estaleiro de demolições de Ceilândia.

A estranheza também como que lava o filme em uma meia-luz poética tão cativante quanto as terras de ninguém iluminadas por holofotes. Os personagens embarcam em monólogos surreais, ou simplesmente se sentam nessas inter-zonas, em longas mesas de discussões políticas enquanto elas são transmitidas para a população. É difícil dizer se eles estão apáticos ou se estão se preparando para a revolta.

Ocasionalmente, a propensão de Queirós por essas cenas desgastantes, e o ambiente delas em relação aos fatos, parece mais relacionado ao orçamento do filme do que qualquer outra coisa.

Mas o WA4 finalmente se une a dois habitantes de Ceilândia para derrubar o Congresso Nacional. O filme claramente habita o cenário político arrasado após o impeachment de Dilma Rousseff, remonta a corrupção ao longo do tempo e a enquadra como apenas a mais recente “ruptura democrática” no Brasil. Pretende mostrar um ponto de desvio adicional de um futuro promissor para o país.

Sua ética deficitária, profundamente enraizada no seu estilo, é uma peça de afro-futurismo inteligente, desconcertante, às vezes desconcertada.

*Once There Was Brasília está disponível no Mubi a partir de 28 de julho

Assista ao trailer:


*Publicado originalmente em 'The Guardian' | Tradução de Léa Maria Aarão Reis



Conteúdo Relacionado