Cinema

Chega a SP 3º Festival Varilux de Cinema Francês

Mostra traz para público paulistano filmes aclamados como "Uma Amizade Sem Fronteiras" e "A Voz do Coração" e também o último filme de Godard

08/10/2004 00:00

Camila Agustini


O cinema francês é um dos mais respeitados e ativos do mundo. Não é de se estranhar, portanto, que o Brasil sedie anualmente uma mostra itinerante sobre a mais recente produção daquele país. É assim que nessa sexta-feira (08/10) chega a São Paulo o 3º Festival Varilux de Cinema Francês.

O festival, que acontece por seis semanas consecutivas, já passou por Brasília (DF), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Ribeirão Preto (SP) e Salvador (BA). Depois da capital paulista, a mostra segue ainda para Porto Alegre (RS), Recife (PE), Búzios (RJ), Fortaleza (CE), Goiânia (GO) e Rio de Janeiro (RJ).

Nesse ano, a mostra reúne produções de peso, com destaque para Uma Amizade Sem Fronteiras. O filme de François Dupeyron apresenta uma delicada trama sobre amizade e respeito às diferenças. A história gira em torno da aproximação de um garoto judeu, Moisés (Pierre Boulanger), com um comerciante muçulmano, Ibrahim (Omar Shariff). Ambientada em um bairro periférico de Paris, nos anos 60, a película é carregada de nostalgia e conjuga com equilíbrio a descoberta do primeiro amor com a jornada de retorno para um lar distante. O filme tem percorrido uma trilha bem sucedida: passou pelos festivais de Chicago, Miami, Montreal, Toronto e Veneza e rendeu a Omar Sharif o prêmio César de melhor ator.



Na contramão da harmonia preconizada por Dupeyron, o festival traz também o novo filme do sempre combativo Jean-Luc Godard. Em Nossa Música, o diretor apresenta uma ácida reflexão sobre a guerra e a devastação sustentado em personagens angustiados e imagens incômodas. O filme é divido em três partes - inferno, purgatório e paraíso - e dedica especial atenção à situação atual de Sarajevo, palco de um dos maiores conflitos bélicos da atualidade. Nossa Música foi exibido no último Festival de Cannes.

Ainda na esteira dos grandes filmes, o festival da Varilux traz também A Voz do Coração, de Christophe Baratier, sucesso de bilheteria que levou mais de 7 milhões aos cinemas franceses. Exibido no Festival de Berlim, a história do maestro que ao retornar para sua cidade natal se recorda de seu professor de música na infância e de como ele confrontou toda uma estrutura escolar rígida tem cativado público de diversas partes do mundo. O filme foi o escolhido pela França para disputar uma das vagas para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro no próximo ano.

Outro grande sucesso de bilheteria, Herói por Acaso, de Gérard Jugnot, se apóia em recursos dramáticos e cômicos à semelhança do premiado A Vida é Bela, de Roberto Benigni, para contar a história de um sisudo ex-combatente da 1ª Guerra que acaba se envolvendo com uma criança perseguida pelo nazismo.

Eclética como toda mostra, o festival traz também Dupla Confusão, comédia escrachada de Francis Veber que reúne Gerard Depardieu e Jean Reno, dois dos mais conhecidos atores franceses no mundo, no papel de dois delinqüentes sem limites.

O festival traz ainda Desde que Otar Partiu, de Julie Bertuccelli, premiado como Melhor Filme da Semana da Crítica do Festival de Cannes e integrante da Seleção Oficial do Festival de Nova Iorque, e resgata "Place Vendôme" , filme de 1998 de Nicole Garcia, que garantiu a Catherine Deneuve o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Veneza.


Serviço:
3º Festival Varilux de Cinema Francês

08 a 14 de outubro de 2004


HSBC Belas Artes - Rua da Consolação 2423 - tel.: 32584092


MIS - AV. Europa, 158 – Tel.: 30629193/30880896

























Conteúdo Relacionado