Cinema

Cinema e Realidade em Casa 5

Confira os três filmes desta semana. Não deixe de chamar seus amigos e parentes para debatê-los e, se quiser, envie-nos um texto resumindo essa discussão

04/08/2017 14:31

Reprodução

Créditos da foto: Reprodução

Quais são os três filmes deste fim de semana para assistir no conforto de casa? Eles estão no projeto Cinema e Realidade em Casa, em cartaz há mais de um mês, cuja repercussão aumenta a cada semana. Tem por objetivo oferecer não só entretenimento, mas estimular a reflexão sobre a realidade do mundo e o que estamos vivendo no Brasil, neste momento.
 
Desta vez sugerimos três filmes do cinema comercial americano. Mesmo sem grandes credenciais artísticas, eles são atraentes. Contam histórias de apelo indiscutível das grandes plateias e relatam fatos verídicos graves, de iniciativa arbitrária do governo dos Estados Unidos com a cumplicidade de poderosas empresas transnacionais – as corporações fabricantes de armamentos, as incubadoras de capitais e as caçadoras de reservas de gás e petróleo existentes nos quatro cantos do planeta, como é o caso da Venezuela, novamente país-bola-da-vez e alvo de estrangulamento econômico com sanções, bloqueios e ações de sabotagem explícita orientadas pelo ‘irmão do norte’ como ocorreu com Cuba, no passado.
 
Ou, também, como é o caso do Brasil golpeado duas vezes, hoje um país devastado, com o futuro violado por ‘assassinos econômicos’ e seus operadores, as agências de inteligência americanas.
 


 
Sordidez, mentiras, traições deslavadas e cinismo estão em Zona Verde, por exemplo, (2009), filme assinado por um diretor competente, Peter Greengrass. O crítico de cinema e professor Pablo Villaça em resenha no seu site, Cinema em Cena, em 2010, lembra que o autor de Voo United 93 e dos dois últimos capítulos da excelente série Bourne fez “mais do que um filme de ação; é um thriller político carregado em tons conspiratórios e repleto de personagens inteligentes que estão constantemente tentando passar à frente dos demais. Ele merece créditos,” diz Villaça, “por se preocupar em usar sua embalagem de “longa de ação” para abordar um assunto sério que deveria ganhar mais destaque na imprensa mundial. Ao menos, até que Bush, Cheney & Cia.  sejam finalmente julgados por crimes contra a Humanidade.”
 
Confira a resenha do filme em:
http://cinemaemcena.cartacapital.com.br/critica/filme/6250/zona-verde
 


 
Sete anos se passaram depois da resenha de Villaça e nem Bush, ou Cheney e companhia foram punidos. Mas uma outra produção cinematográfica os aponta agindo nos bastidores e mostra como se pode franquear todos os limites da decência em nome da ganância. Rede de Mentiras (Body of Lies), de Ridley Scott, é a segunda sugestão para este fim de semana cinematográfico. Baseado em livro do jornalista David Ignatius, tem duas eficientes estrelas - Leonardo DiCaprio e Russell Crowe - como protagonistas. O primeiro faz um agente da CIA enviado ao Oriente Médio para investigar células terroristas. Crowe é o seu supervisor, que o acompanha à distância, instalado no conforto do computador dele, em Washington. O personagem do terrorista Al-Saleem é uma óbvia versão cinematográfica de Osama bin Laden.
 
Confira a resenha do filme em:
http://cinemaemcena.cartacapital.com.br/critica/filme/6223/rede-de-mentiras
 
Reprodução

 
O terceiro filme é Jogos de poder (Fair Game), de Doug Liman. Uma grande história, verídica, de crime federal cuja indignidade lembra do escândalo envolvendo uma agente secreta da CIA na capital americana, Valerie Plame, anos atrás, mulher do ex-embaixador Joseph Wilson e recrutada pela agência quando ainda era estudante universitária – o que não é incomum até hoje.  Sua identidade foi revelada intencionalmente pelo próprio governo como retaliação ao artigo escrito para o New York Times pelo marido, no qual mostrava que a administração do presidente George W. Bush manipulava informações de relatórios sobre a existência de armas de destruição em massa no Iraque, para justificar a invasão daquele país. O vazamento colocou a vida de Valerie, do marido e de seus filhos pequenos em risco, ela foi afastada do trabalho e a família teve toda a sua vida particular, sua intimidade, expostas pela mídia. Hoje, os Wilson  vivem em Santa Fé, na Califórnia.
 
Confira resenha do filme em:
http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Cultura/O-Jogo-do-Poder/39/38598
 
Aproveitamos para lembrar que, na qualidade de Mídia Alternativa, e com poucos recursos, nós estamos lutando pela democratização da comunicação. Carta Maior está nesta trincheira há mais de 16 anos e hoje depende, integralmente, da colaboração de seus leitores. Para que possamos continuar nesta luta precisamos que você se torne nosso parceiro. (saiba como aqui).
 
Confira os três filmes desta semana. Não deixe de chamar os seus amigos e parentes para debatê-los e, se quiser, envie um texto para nós resumindo essa discussão.
 
Um bom fim de semana, parceiro, e com bons filmes.
 
* Estas produções estão disponíveis em DVD, no Now, Netflix e youtube.





Conteúdo Relacionado