Cinema

Quando o real ultrapassa a imaginação

Seminário online 'Na Real_Virtual' reflete sobre o fenômeno do gênero de filme documentário brasileiro

03/07/2020 12:52

 

 

O imenso interesse despertado pela obra de cineastas como João Moreira Salles, Petra Costa, Maria Augusta Ramos, Walter Carvalho, Karim Aïnouz e outros autores, é um sinal inequívoco do lugar de destaque que o documentário ocupou no Brasil desde fins dos anos 1990. E mesmo que a bilheteria não seja o forte dos filmes documentários, mas sim o impacto cultural e artístico que esse gênero de cinema provoca, e não apenas no Brasil mas também lá fora, esse gênero, pode-se dizer, foi ''descoberto'' pelas grandes platéias.

ètra Costa

Michael Moore, com o seu 11 de setembro, o belo Pina, de Wim Wenders (uma homenagem muito especial a Pina Bausch) e A caverna dos sonhos esquecidos, de Herzog, filmado em 3D no Sul da França, são emblemas de docs clássicos, recentes, que arrastaram milhares de espectadores mundo afora para assisti-los nas telonas.

''Junto com o cinema da chamada Retomada, após 1995, o documentário ganhou um impulso talvez inédito na história do cinema brasileiro,'' registra o crítico e pesquisador Carlos Alberto Mattos.

Agora, na qualidade de um dos curadores do seminário online Na Real_Virtual, ele está sistematizando uma ampla reflexão sobre esse fenômeno muito comentado, que como observa, ''ainda é pouco explorado na sua variedade e nos seus contornos.''

Marcelo Gomes

''As formas de filmar a realidade se multiplicaram, se sofisticaram e produziram uma diversidade incomparável com qualquer outra época da produção nacional. Realçou-se o caráter subjetivo do documentário, consagrou-se o chamado dispositivo como substituto do roteiro, tornou-se cada vez mais híbrida a relação entre o real e o ficcional, testaram-se muitas formas de experimentação.''

O seminário tem início dia 20 deste mês e vai até o dia 14 de agosto próximo. Além de Carlos Alberto, o curador do importante evento e mediador dos encontros é o documentarista e professor Bebeto Abrantes. A produção é de Marcio Blanco, da Associação Imaginário Digital.

Serão exibidos 12 filmes online seguidos de encontros com os respectivos diretores através da plataforma Zoom. Entre os filmes da programação, Democracia em Vertigem é o de maior sucesso, tendo sido indicado ao Oscar e difundido pela Netflix.

Alguns são inéditos, como Iran, de Walter Carvalho, Seca, de Maria Augusta Ramos, e Favela é Moda, de Emílio Domingos.

Joel Pizzini (Foto de Izan Petterle)

Através de filmes de sucesso como Santiago, Jogo de Cena, Serras da Desordem, Janela da Alma, O Processo, Democracia em Vertigem e inúmeros documentários musicais, biográficos e esportivos, pode-se dizer, comenta Carlos Alberto Mattos, que o público redescobriu o prazer de assistir ao filme de não ficção.

''Cada cineasta participante colocará em foco uma ou mais peculiaridades do documentário brasileiro contemporâneo – seja na maneira como trabalha o tempo nos seus filmes, como organiza sua exposição, como trata seus personagens, como dialoga com a invenção, como se insere no seu próprio filme.''

Mattos lembra que '' uma nova intimidade também se manifesta hoje no consumo de documentários de televisão, séries documentais e a miríade de expressões do real, disponíveis em plataformas como o Youtube, o Vimeo etc.''

O momento atual, portanto, é favorável a um projeto como Na Real_Virtual. O contato com os documentaristas mais expressivos desse período através de encontros online e da exibição de filmes representativos, é uma boa forma de colocar em evidência uma ocasião particularmente fecunda do cinema brasileiro.

Maria Augusta Ramos

E é também uma boa oportunidade para pensar como ficará o cinema documentário na pós-pandemia.


***

A programação completa do seminário você pode ver aqui. Lembrando que os participantes terão acesso aos links dos filmes além de participar do encontro com os(as) cineastas através da plataforma Zoom. Para isso é necessário ter o Zoom instalado no seu dispositivo. Os links dos filmes serão liberados a partir das 19h do dia anterior a cada encontro e ficarão disponíveis durante 24 horas.

Será emitido certificado de participação para quem frequentar oito sessões do seminário, no mínimo.

https://imaginariodigital.org.br/real-virtual/2020

Contato de e-mail do seminário: narealdoc@gmail.com



Conteúdo Relacionado