Cinema

É tempo de (re)ver o filme 'Conspiração e poder'

A apenas três semanas do dia sete de outubro convém relembrar as coerções, armadilhas e os constrangimentos de adversários inescrupulosos, como o filme mostra no caso da campanha de George Bush filho

14/09/2018 13:20

Cena de 'Truth', estrelado por Cate Blanchett e Robert Redford (Sony Pictures Classics/Divulgação)

Créditos da foto: Cena de 'Truth', estrelado por Cate Blanchett e Robert Redford (Sony Pictures Classics/Divulgação)

 

Vale rever o filme Conspiração e poder, do americano James Vanderbilt, disponível em versão no Youtube (veja abaixo).  Vale também reler a resenha sobre Thruth – seu título original -, publicada por Carta Maior a pouco mais de um mês (clique aqui) quando a campanha eleitoral no Brasil ainda dava os primeiros passos.

Apenas a três semanas do dia sete de outubro convém relembrar as coerções, armadilhas e os constrangimentos de adversários inescrupulosos, como o filme mostra no caso da campanha de George Bush filho.

A caçada (não o julgamento) à produtora de TV Mary Mapes, da CBS, que pesquisou e denunciou, com sua equipe, detalhes obscuros da vida de Bush filho e suas mentiras são lembrados no filme.

Ações covardes vindas do campo estritamente político ou de certas áreas da justiça, (como é o caso brasileiro), inconformadas com as pesquisas que mostram a fragilidade dos candidatos de sua preferência, de direita; ações da parte de especuladores - autênticos terroristas-, de rentistas, banqueiros, e da mídia velha do oligopólio desavergonhado, podem vir a ser tentadas às vésperas desta eleição crucial para o futuro do Brasil.

Vale rever este filme e aguçar a percepção para eventuais indícios.

∴ Asssita ao filme completo (versão dublada):





Conteúdo Relacionado