Clipping Internacional

Clipping Internacional - 05/03/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

05/03/2021 09:10

Bolsonaro na pior fase da pandemia:

Créditos da foto: Bolsonaro na pior fase da pandemia: "Vão chorar até quando?" (Reprodução/bit.ly/2NUXL4d)

 

1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO/ ‘Chega de choradeira’: desdenha Bolsonaro, em meio ao recorde de mortes de Covid-19. Bolsonaro disse aos brasileiros para pararem de “reclamar” e seguir em frente, em suas últimas declarações atacando as medidas de distanciamento e minimizando a gravidade da pandemia. “Vamos chorar até quando”? E critica ‘os idiotas’ que querem vacina. O país tem o segundo maior número de mortes causadas pela pandemia, depois dos Estados Unidos. Enquanto o surto nos Estados Unidos está diminuindo, o Brasil está enfrentando sua pior fase, levando seu sistema hospitalar à beira do colapso. o governo federal tem demorado a comprar e distribuir vacinas, com menos de 3,5 por cento da população recebendo uma injeção. “Vivemos as piores perspectivas para a pandemia desde o seu início”, disse Gonzalo Vecina Neto. “As mutações são resultado do aumento da reprodução do vírus. Quanto maior o número de vírus, mais rápida é a transmissão, mais mutações temos”, disse ele. (The Sydenay Mornign Herald; El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; El Clarín, Argentina; The Independent, Inglaterra; Le Nouvel Observateur, França; Le Soir, Bélgica; Le Parisien, França; Jornal de Notícias, Portugal; The Hindu News, Índia; Channelnewsasia, Cingapura; L’Express, França; Diario Correo, Peru; El País, Uruguai; Uypress, Uruguai; Euronews, Portugal) | bit.ly/3bgszFo | bit.ly/3ebcO4h | bit.ly/2OnkG80 | bit.ly/2O2iFOE | bit.ly/3c7LLEv | bit.ly/3c0Rw6Y | bit.ly/38aRHeC | bit.ly/3bf9bsd | bit.ly/3ejHro6 | bit.ly/2NUQhhD | bit.ly/3kPjbeN | bit.ly/3rjzzHb | bit.ly/3rjzCCR | bit.ly/2SyOJsO | bit.ly/3rluKx0 | bit.ly/3kPjc2l

CRISE NA SAÚDE/ Com pandemia e sem planos, o Brasil vive um momento crítico. Com uma ocupação de mais de 80% dos leitos em terapia intensiva em 19 dos 27 estados brasileiros, o sistema de saúde está à beira do colapso. Com registros de mortes, hospitais à beira do colapso e campanha de vacinação em câmera lenta, o Brasil vive a fase mais letal da pandemia do coronavírus sem uma estratégia nacional para contê-la. “Pela primeira vez desde o início da pandemia, houve uma piora simultânea de vários indicadores em todo o país”, afirmou a Fundação Fiocruz. É um "cenário alarmante" com aumento de casos e óbitos, elevados índices de síndromes respiratórias agudas graves (SARS) e ocupação de mais de 80% dos leitos em unidades de terapia intensiva (UTI) em 19 dos 27 estados brasileiros, explicou a instituição. Nos últimos sete dias, a média foi de 1.331 mortes diárias, número que até fevereiro se mantinha próximo a 1.100. (Página 12, Argentina; El Espectador, Colômbia; El Clarín, Argentina; Libération, França; The Independent, Inglaterra; La Jornada, México) | bit.ly/30iuYZT | bit.ly/30eScQz | bit.ly/3kPjczn | bit.ly/3kPjcPT | bit.ly/3kVamjW | bit.ly/38eI3Yt

PANDEMIA/ Em 24 horas, o Brasil teve mais infecções por coronavírus do que os Estados Unidos. A situação é tal que, a cada quatro novos casos registrados do vírus, um foi notificado no Brasil. Relatório divulgado quinta-feira pela OMS informou que, nas últimas 24 horas, o Brasil registrou o maior número de novas infecções por coronavírus no mundo, superando os Estados Unidos, país mais afetado pela pandemia. O Brasil “aprofundou sua posição como um dos mais dramáticos cenários de expansão do Covid-19 no mundo”, segundo a UOL. O Rio de Janeiro se juntou a outras cidades do país e decretou medidas para restringir a mobilidade. (La Diaria, Uruguai; Deutsche Welle, Alemanha; Xihuanet, China) | bit.ly/3kPjdmV | bit.ly/3rnX1D1 | bit.ly/30gJyRu

LOCKDOWN/ Prefeito do Rio impõe toque de recolher em Covid para evitar a repetição do 'genocídio' do ano passado. A proibição noturna, que o prefeito Eduardo Paes disse que duraria das 23h às 5h, foi anunciada enquanto os hospitais de todo o Brasil sofriam com o surto de infecções e o país sul-americano sofria seu pior dia de perdas desde o início da pandemia. O Brasil sofre recorde de 1.840 mortes diárias. Cientistas pedem bloqueio imediato de 14 dias. Em carta aberta, cientistas brasileiros instaram o governo federal a declarar um bloqueio imediato de 14 dias, alegando que agora era a única maneira de evitar uma catástrofe de “desespero e mortes”. Tais restrições parecem inconcebíveis sob Jair Bolsonaro, o presidente e um ex-paraquedista admirador de Trump, cuja gestão da epidemia foi condenada internacionalmente, o que lhe valeu o apelido de “Capitão Corona”. (The Guardian, Inglaterra; Página 12, Argentina; El Periodico, Espanha; Diario Correo, Peru) | bit.ly/3kPjeqZ | bit.ly/30clkrC | bit.ly/3rlvwdp | bit.ly/3sMiR3e

CLÃ BOLSONARO/MP-RJ dissolve grupo que investigava Flávio Bolsonaro. O Ministério Público do Rio de Janeiro dissolveu o grupo especializado que investigava, entre outros, o senador Flavio Bolsonaro, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, por suspeita de corrupção, informaram quinta-feira fontes oficiais. A partir de agora, esse grupo especializado será integrado ao departamento que hoje se dedica ao combate ao crime organizado no Rio de Janeiro, com foco especial nas milícias e no narcotráfico. Na prática, os promotores de combate à corrupção do Rio perderão autonomia para abrir investigações e a partir de agora terão que encaminhar suas decisões à direção do Gaeco, que também será reestruturado. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3sVu1mj

AMAZÔNIA/ Grupo francês de varejo Casino processado por envolvimento no desmatamento. Onze ONGs processaram o principal grupo de varejo por abusos ambientais e de direitos humanos, por meio de suas subsidiárias no Brasil e na Colômbia. Eles querem levar o grupo Casino para o tribunal. Na quarta-feira, 3 de março, onze organizações que lutam pela defesa do meio ambiente e dos povos indígenas anunciaram em uma declaração conjunta que haviam levado o gigante do mercado de massa à justiça francesa. Denunciam "ataques sistêmicos ao meio ambiente e aos direitos humanos em toda a cadeia de suprimentos do grupo Casino no Brasil e na Colômbia". Em questão, o desmatamento do qual o grupo francês participaria por meio de suas subsidiárias Pão de Açúcar no Brasil e Éxito na Colômbia, com a venda de carne produzida em terras indígenas no meio da floresta amazônica. (Libération, França) | bit.ly/30gS7fi

CORONAVÍRUS/ O pesadelo da variante Covid que infecta duas vezes. De acordo com os Centros Clínicos de Manaus, a P1 é duas vezes mais contagiosa que a cepa original, com capacidade de reinfecção entre 25 e 60 por cento dos casos. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/3ql169R

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

ARGENTINA/’Lawfare’: para Cristina Kirchner acusa que não pode haver democracia com ‘essa Justiça’. Em uma contundente argumentação perante a Câmara de Cassação, Cristina Kirchner explicou que a ação judicial do dólar futuro é um caso que testemunha o ‘lawfare’, onde juízes e a mídia cooperaram para favorecer o macrismo e perseguir os movimentos populares. Ele destacou a responsabilidade do Judiciário na crise que abala e abala o país. Em uma denúncia devastadora, a vice-presidente Cristina Fernández de Kirchner revelou que a causa do dólar futuro foi uma manobra e manipulação com que o Poder Judiciário entrou na política, tentou ajudar o triunfo de Mauricio Macri em 2015, que incluiu uma batida na Central Mesa de operações do banco, durante o expediente bancário, cinco dias antes da votação. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3qkhqHU | bit.ly/3kPjfex

CUBA/ A vacina cubana Soberana 02 entra na fase 3 de testes clínicos. As autoridades cubanas autorizaram o início da terceira fase dos ensaios clínicos do Sovereign 02, uma das vacinas que o país desenvolve contra o coronavírus. Assim, a droga cubana se torna a primeira vacina candidata da América Latina e Caribe a passar na Fase II dos estudos. A diretora do Cecmed, Olga Jacobo Casanueva, destacou que “a vacina é muito segura e as evidências clínicas apontam para sua passagem para a Fase III”, após uma “avaliação exaustiva do dossiê de ensaio clínico” da droga. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3bZARk2

CHINA/ Uma China confiante promete crescimento robusto. As autoridades disseram que a economia crescerá mais de 6% neste ano. Eles também avançaram com uma revisão eleitoral em Hong Kong que paralisaria a oposição. A meta de Pequim é um bom presságio para a economia global, sugerindo que a China está disposta a liberar dinheiro para manter seu motor funcionando. O compromisso com uma taxa de crescimento econômico relativamente rápida é um sinal positivo para a economia global. Isso sugere que Pequim está disposta a liberar dinheiro para manter sua economia funcionando, em vez de desacelerar para lidar com sua crescente onda de dívidas. Isso significa que a economia chinesa continuará comprando muito do que o mundo produz, incluindo minério de ferro e chips de computador. (The New York Times, EUA; Global Times, China) | nyti.ms/3bgfqvZ | bit.ly/3biGg6u

AMÉRICA LATINA/ Pobreza extrema na região atinge seu máximo em 20 anos. Um em cada três latino-americanos vive sob o limiar da escassez moderada e oito em cada dez são vulneráveis, segundo a CEPAL. O vírus exacerba as lacunas estruturais históricas da região. A pandemia covid-19 aprofundou ainda mais as já enormes lacunas estruturais na América Latina e no Caribe. Em um momento de "grande incerteza, em que ainda não se delineou nem a forma nem a velocidade de saída da crise", a CEPAL calcula que a pobreza extrema, atingiu seu nível mais alto desde 2000. 12,5%, um em cada oito latino-americanos, está agora nessa situação; mais de um ponto percentual do que há um ano. (El País, Espanha; Financial Times, Inglaterra) | bit.ly/30eLvhh | on.ft.com/3bl4IV8

PARAGUAI/ Hospitais entraram em colapso e todas as operações foram suspensas. Sem vacinas ou medicamentos básicos para combater o coronavírus, os principais hospitais públicos do Paraguai desabaram na quarta-feira e ficaram sem capacidade para receber pacientes em unidades de terapia intensiva devido ao aumento dos casos de coronavírus. Em nota, o Ministério da Saúde informou que todas as intervenções cirúrgicas em hospitais públicos de todo o país foram suspensas por tempo indeterminado para destinar recursos ao combate à pandemia. Embora o novo coronavírus já tenha ceifado a vida de 3.218 pessoas, número muito inferior ao de seus vizinhos na região, o Paraguai está sem suprimentos básicos e medicamentos. (El Clarin, Argentina) | bit.ly/2O71Thx

MÉXICO/64 assassinatos de políticos foram cometidos antes das eleições parlamentares. Pelo menos 64 políticos foram assassinados entre setembro e fevereiro no México, em eventos que buscam influenciar as eleições parlamentares e regionais de junho próximo, informou o governo nesta quinta-feira. “O crime organizado e o colarinho branco têm um repertório de ações variado para influenciar essas eleições, por meio de estratégias de cumplicidade ou pressão violenta”, disse a ministra da Segurança, Rosa Icela Rodríguez. (Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/3qeXHcF

EUA/Invasores do Capitólio eram, na maioria, desconectados de grupos extremistas. Análise mostra foram pessoas desligadas de conexões orgânicas que alimentam uma "ameaça extremista doméstica diversificada e fragmentada”, dizem pesquisadores. Quase 90% das pessoas acusadas no motim do Capitólio até agora não têm nenhuma conexão com milícias ou outros grupos extremistas organizados, de acordo com uma nova análise que aumenta a compreensão do que alguns especialistas apelidaram de “radicalização em massa” dos partidários de Trump. O domínio desses "crentes individuais" entre os supostos agressores ressaltou a importância de compreender a violência do Capitólio como parte de uma "ameaça extremista doméstica diversificada e fragmentada". (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3reYY4F

BREXIT/União Europeia ajudiciará processos contra o Reino Unido em razão do Brexit. Bruxelas avisou que iniciará uma ação legal “muito em breve” após uma ação do Reino Unido para atrasar unilateralmente a implementação de parte do acordo Brexit relativo à Irlanda do Norte. David Frost, o ministro do Gabinete, disse que o Reino Unido está estendendo uma série de “períodos de carência” destinados a facilitar o comércio entre a Irlanda do Norte - que permanece no mercado único da UE para bens - e a Grã-Bretanha enquanto acordos permanentes são acertados. Provocou uma resposta furiosa em Bruxelas, com a UE acusando a Grã-Bretanha de retroceder em suas obrigações de tratado no acordo de retirada do Brexit destinado a garantir que não haja retorno de uma fronteira dura entre a Irlanda do Norte e a República. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3ebpUhT

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Ilona Szabó de Carvalho – Brasil (Americas Quaterly, EUA) | “A forma com que o Brasil lida com a Covid-19 é uma emergência global” | bit.ly/3eclAza

Luis Bruchtein – Argentina (Página 12, Argentina) | “Cristina Kirchner e o sistema judicial: de acusada a acusadora” | bit.ly/3v7q0NQ

Washington Uranga - Papa Francisco (Página 12, Argentina) | “A viagem de Francisco ao Iraque: uma jogada estratégica de alto risco” | bit.ly/3bkdylT

Carlos Eduardo Fernandes, entrevista – Brasil/pandemia (RFI, França) | “Pandemia está no ‘pior momento’ e brasileiros não estão conscientes da gravidade” | bit.ly/3rkQ1qy

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Sem máscara: quando a política de identidade se torna mortal. Os políticos republicanos vão matar alguns texanos se adonar da liberdade?” | nyti.ms/2Ou3w8D

Isabelle Hanne e Guillaume Gendron, reportagem – EUA/QAnon (Libération, França) | “QAnon: retórica da conspiração. Pequeno glossário de termos, expressões e simbolismo favorito dos seguidores do movimento conspiratório.” | bit.ly/30fy00W

John Walsh – Desigualdade (The Nation, EUA) | “O imposto sobre os ‘superricos’ é a resposta à desigualdade massiva?” | bit.ly/30cdC0C

Pierru, Stambach e Vernaudon – Patentes (Le Monde Diplomatique, França) | “Patentes, um obstáculo à vacina para todos. A onipotência dos laboratórios” | bit.ly/3kNYBLR

Marc Lamont Hill e Mitchell Plitnick, entrevista – Palestina (Democracy Now, EUA) | “O apartheid da vacina: sobre a ‘indiferença pela saúde palestina’ de Israel” | bit.ly/3c1y5Lf

Benjamin Wallace-Wells – Vacina (The New Yorker, EUA) | “Os resistentes à vacina – porque tantos não querem ser imunizados contra a Covid-19?” | bit.ly/3kOcZnr

Conteúdo Relacionado