Clipping Internacional

Clipping Internacional - 13/01/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos)

13/01/2021 09:53

Distrito de Tarumã, Manaus, Brasil (Bruno Kelly/Reuters)

Créditos da foto: Distrito de Tarumã, Manaus, Brasil (Bruno Kelly/Reuters)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

FECHAMENTO DA FORD. Escândalo no Brasil pelo fechamento de fábricas da Ford. A empresa anunciou que abastecerá o mercado do país com veículos importados da Argentina, Uruguai e outros países, como parte de uma reestruturação global. O presidente Jair Bolsonaro disse que a empresa ‘não disse a verdade’ e acusou a empresa de querer mais incentivos fiscais. Os trabalhadores protestaram diante das fábricas. O fechamento põe fim a uma era no Brasil e foi um golpe para o governo Bolsonaro e uma humilhação para o país, porque foi trocado pela Argentina e Uruguai. (Página 12, Argentina; El País, Espanha; La Diaria, Uruguai; El Diário, Espanha; El Clarín, Argentina; Últimas Notícias, Venezuela; El País, Uruguai) | bit.ly/2LN8uvQ | bit.ly/2XAg8wz | bit.ly/3nF9n72 | bit.ly/2XzYk4m | bit.ly/3i98McI | bit.ly/3nDEgsI | bit.ly/3cA1cVF

ESCRAVA NO SÉCULO XXI. Escrava desde os oito anos de idade em uma casa confortável em pleno século XXI. Madalena Gordiano trabalhou como empregada durante 4 décadas sem pagamento ou férias. Exemplo extremo de racismo, reflete o legado de séculos de escravidão. “Tinha sete anos, e fui pedir pão porque tinha forma, mas ela me disse que não me daria se não ficasse vivendo com ela”, contou a vítima. Ela a senhora que a reteve como escrava todos essas décadas. (EL País, Espanha) | bit.ly/3ibcUJh

CORONAVÍRUS/nova estirpe na Amazônia. Brasil confirma circulação na Amazónia de nova estirpe detectada no Japão. Variante chegou ao Japão depois de quatro viajantes japoneses visitarem a Amazônia brasileira e apresenta uma série de mutações inéditas. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o maior centro de investigação médica da América Latina, confirmou na terça-feira a identificação e circulação de uma nova estirpe do novo coronavírus originária do estado brasileiro do Amazonas. A nova cepa inquieta o Japão, o primeiro a descobrir. (Público, Portugal; El Periódico, Espanha; Le Monde, França; Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/3i7emfP | bit.ly/3ih6rg0 | bit.ly/3oHgGfY | bit.ly/3i6WyRY

GOVERNO BOLSONARO/vacinação sem plano. Quando começa a vacinação no Brasil? "No dia D, na hora H", responde ministro. General Eduardo Pazuello ainda não sabe a data do início do processo de imunização de um país onde já morreram mais de 200 mil pessoas com a doença. Pode ser em janeiro, em fevereiro ou em março. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2XEoALb

BOLSONARISTAS/sedição do Capitólio. O bolsonarismo olha os Estados Unidos com inveja. O assalto ao Capitólio animou a especulação sobre autogolpe de Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022 no Brasil. É possível que o país seja o que mais risco oferece à democracia em paralelo às cenas ‘buñuelianas’ no Capitólio, afinal, o país tem um movimento de ultradireita bastante parecido com o dos EUA, mas suas forças armadas e policiais, historicamente são muito mais dispostas a interferir. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3oIh3Xo

VACINA CHINESA/eficácia da vacina. A vacina da farmacêutica chinesa Sinovac e que será fabricada e utilizada no Brasil teve eficácia de 50,38 %, segundo o Instituto Butantan. Em casos menos leves, a eficácia é de 78 %. Ela é 100 % eficaz em casos gravíssimos, podendo reduzir em 80% as hospitalizações. Mas, ela é menos eficaz que se pensou inicialmente. (El Diário, Espanha; The Wall Street Journal, EUA; Financial Times, Inglaterra; Global Times, China; The Sydney Morning Herald, Austrália) | bit.ly/35zWHIk | on.wsj.com/2XDKJZS | on.ft.com/3ih6sk4 | bit.ly/2Xzlp7h | bit.ly/3nJSt7k

AMAZÔNIA. Assim se acaba com uma floresta. Apesar do recorde de desmatamento no ano passado, as multas por crimes ambientais diminuíram desde que Bolsonaro se tornou presidente do Brasil: há cada vez menos inspetores ambientais para o território que é maior que a União Europeia. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/3oF7B7q

COVID-19. O Brasil registrou 1.100 mortes nas últimas 24 horas, trazendo o total de mortes para 204.690. Houve 64.025 novos casos o que levou o total para 8.195.637. (Xinhuanet, China) | bit.ly/3ih6t7C

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

EGITO/militares. Economia nas mãos dos militares: assim o presidente Al Sisi controla o Egito. Companhias do exército contruíram a nova capital e dobraram o Canal de Suez. As Forças Armadas, que funcionam como empresa, não pagam impostos. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/2K90WmK

EUA/A violência no Capitólio. Funcionário do FBI emitiram um alerta severo sobre a ameaça de violência um dia antes que a multidão atacasse o Capitólio. O relatório foi produzido pelo escritório de Norfolk, Virginia e foi repassado ao escritório central do FBI e outras agências. O relatório menciona pessoas compartilhando mapa de túneis no complexo do Capitólio e num texto chegam a escrever: “seja violento. Pare de chamar isso de marcha, comício ou protesto”. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/38HqroV

EUA/Trump perde apoio entre republicanos. Crescente grupo de republicanos se volta contra Trump enquanto ele nega ter incitado ataque ao Capitólio. Um impenitente Donald Trump negou na terça-feira ter incitado uma insurreição no Capitólio dos Estados Unidos, em uma tentativa de transferir a culpa que os democratas rejeitaram como “desprezível”, quando vários republicanos começaram a se voltar publicamente contra seu presidente. O presidente então tentou traçar uma falsa equivalência com os protestos predominantemente pacíficos do verão passado contra a injustiça racial. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/38HqrFr

EQUADOR/debate dos candidatos a presidente. O debate dos candidatos a presidente do Equador teve 16 candidatos que falaram em turnos de um minuto. O formato desencorajou perguntas mútuas entre os candidatos com mais chance nas eleições do próximo 7 de fevereiro. (El País, Espanha) | bit.ly/3ih6uII

EUA/Forças Armadas contra o golpe. As Forças Armadas dos EUA publicaram uma mensagem inequívoca de condenação ao ataque ao Capitólio, assinada por todos seus comandantes. Escrevem estar com a democracia e contra a insurreição em referência à proclamação de Joe Biden como presidente. Reiteram seu apoio à Constituição e a transferência pacífica do poder em 20 de janeiro. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3ih6uZe

PERU/Julgamento de Fujimori. Peru adia mais uma vez o julgamento de Fujimori e outros ex-líderes pelo plano de esterilização em massa de indígenas durante seu governo. Estima-se que entre 1996 e 2001, cerca de 300 mil indígenas foram atingidos por coação ou por mentira. | bit.ly/3ih6vfK

EQUADOR/ A revolta de 2019. A ‘revolução dos cidadãos’ que bater a porta na cara do FMI. Na esteira da revolta de 2019 contra a austeridade, o candidato esquerdista nas eleições presidenciais de 7 de fevereiro promete romper com os planos de choque e austeridade. À frente nas pesquisas, ele enfrentará um velho político, o banqueiro e multimilionário Guillermo Lasso. (L’Humanité, França) | bit.ly/3oKVcPe

CUBA/o último golpe sujo de Trump. Na segunda-feira o secretário Mike Pompeo anunciou o retorno de Cuba à lista de Washington dos ‘Estados que apoiam o terrorismo’. O objetivo é endurecer as sanções ao país proibindo instituições internacionais de financiar projetos e atribui medidas de retaliação tributária e aduaneira contra empresas e pessoas que realizem atividades no país. (L’Humanité, França) | bit.ly/3nFaZhk

BOLÍVIA/Covid-19. O ex-presidente Evo Morales deu positivo para o coronavírus. O país experimenta um salto na pandemia e registra número superior a mil casos por dia. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3nAiQMY

CUBA/Senadores recusam Cuba como terrorista. Mais de dez destacados senadores dos EUA assinaram um manifesto rejeitando a inclusão de Cuba como país que patrocina terrorismo praticado pelo governo Trump no apagar das luzes. (Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/38HqssZ

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Joseph Stiglitz – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Donald Trump é uma aberração ou um sintoma de uma doença mais profunda nos Estados Unidos? | bit.ly/3oThXkh

Travis Waldron – Brasil (HuffPost, EUA) | “No Brasil de Bolsonaro, o motim de Trump no Capitólio parecia um aviso de futuro” | bit.ly/2LMPvBy

George Monbiot – Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “O que é mais amedrontador que a Covid? O fato de nossos líderes não terem ainda um plano para controla-la” | bit.ly/2LN8mwm

Eduardo Febbro – Redes sociais/Big tech (Página 12, Argentina) | “O cinismo do Twitter e Facebook ao bloquear as contas de Trump” | bit.ly/2XAg147

Osvaldo Nemirovsci – Redes sociais/Big Tech (Página 12, Argentina) | “Agora as plataformas digitais ditam a justiça” | bit.ly/3oK447C

Ignácio Ramonet, entrevista - Poder das redes sociais (El País, Espanha) | “O poder que não saiba adaptar-se às redes sociais será o grande perdedor. Vivemos um ‘darwinismo mediático’” | bit.ly/3idDukT

João Ruela Ribeiro – Brasil/vacina (Público, Portugal) | “Covid-19: no Brasil, a vacinação é só mais um capítulo do confronto político” | bit.ly/2K9M2wA

Conteúdo Relacionado