Clipping Internacional

Clipping Internacional - 13/10/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

13/10/2020 10:43

(Martín Alipaz/EFE)

Créditos da foto: (Martín Alipaz/EFE)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

FRENTE DE ESQUERDA. “Por uma Frente de Esquerda”. O manifesto defende que “a fragmentação da esquerda (...) fortalece o projeto autocrático e neofascista que vem se implantando no Brasil.” Por isso, propõe que as eleições municipais de 2020 sejam “um ponto de aglutinação” e de “possível inflexão nessa caminhada.” O manifesto é assinado pelo “Fórum21 – Ideias para o Avanço Social”, uma organização suprapartidária de debates de ideias, fundada em dezembro de 2014, tendo como fonte a Universidade. A sua Carta de Princípios defende que “cabe às forças progressistas começar pelo que é mais evidente: romper os limites do diálogo no seu próprio campo. A articulação para a troca de ideias daqueles que defendem a justiça social e a soberania popular é essencial à arregimentação de forças mais amplas para os embates que virão.” (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3doDhZZ

VEIO DA HAVAN. Sem distância social: a inauguração caótica em um shopping no Brasil. O local foi fechado após as imagens chocantes. Em um dos países com mais mortes por coronavírus, com mais de 150 mil mortes, uma multidão se aglomerou para entrar em um shopping center. Uma loja de propriedade de um empresário que apoiava Jair Bolsonaro estava sendo inaugurada. O dono da loja Havan, Luciano Hang, apoiador e defensor do presidente Jair Bolsonaro, participou da reabertura e abraçou as pessoas sem usar máscara. As instalações foram fechadas por não respeitar as normas de prevenção e a polícia local afirma que a empresa pode ser acusada de ter cometido um crime contra a saúde pública. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3nOuc12

COVID-19. Brasil soma 201 mortes por coronavírus e o total chega a 150.689. As próprias autoridades reconhecem que o número de mortes e infecções diminui consideravelmente a cada fim de semana, visto que o pessoal das secretarias de saúde dedicado à coleta de dados é reduzido, e tendem a se acelerar com o decorrer da semana. (La Vanguardia, Espanha; Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/3iWZ6kl | bit.ly/3nLiLHE

PARAGUAI. Abdo Benítez e Bolsonaro adiam reunião planejada para abrir fronteiras. O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, e seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, adiarão o encontro marcado para 15 de outubro, data em que se concretiza a Ponte da Amizade, que liga a cidade paraguaia de Ciudad del Este ao o brasileiro de Foz de Iguaçu. (La Vanguardia, Espahnha) | bit.ly/3jWhmf4

FLORDELIS. No Brasil, uma deputada, seus 55 filhos e seu marido assassinado. Flordelis dos Santos, apelidada de "mãe das favelas" por ter adotado 51 crianças nas ruas do Rio, é acusada de ter seu marido assassinado por uma delas, com a cumplicidade de várias outras. O Brasil, como se sabe, é a pátria das novelas, essas séries televisivas de sucesso que retratam dramas familiares com intrigas tão trágicas quanto absurdas. Mas a notícia que mantém os brasileiros fisgados hoje é muito real e ultrapassou a imaginação de todos os roteiristas. A deputada Flordelis dos Santos de Souza foi acusada de orquestrar, com a ajuda de vários filhos, o assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, que foi baleado e morto em 2019. (Le Monde, França; RFI, França)) | bit.ly/36XDrGt | bit.ly/3dlSGtK

ROBINHO. Robinho volta a Santos, que trata a violência contra a mulher como jogada de marketing. Condenado em primeira instância por estupro coletivo, o atacante retorna ao clube onde foi revelado, sem que a grave acusação o impedisse de fechar o negócio. (El País, Espanha) | bit.ly/3drSc5p

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CORONAVÍRUS. Homem, 25, pega o coronavírus duas vezes nos EUA. È o primeiro caso no país. Homem de Nevada sem condições subjacentes sofre na segunda vez a doença é mais séria com cepas diferentes. O homem precisou de hospitalização e suporte de oxigênio na segunda vez que pegou o coronavírus. Os autores disseram que mais pesquisas são necessárias, mas acrescentam que as descobertas indicam que a exposição anterior ao vírus pode não garantir imunidade total e que todos os indivíduos devem cumprir as medidas de controle. É a quinta confirmação de reinfecção em todo o mundo, disseram os pesquisadores, com pelo menos quatro outros casos confirmados na Bélgica, Holanda, Hong Kong e Equador. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2H4Ug7y

AMÉRICA LATINA. Na América Latina, Covid-19 revela a extensão da corrupção nos sistemas de saúde. A falta de investimento público e a extorsão acentuam a crise de saúde nesta região, que apresenta a maior taxa de mortalidade por coronavírus do mundo. A crise sanitária decorrente do novo coronavírus destacou na América Latina a extensão das deficiências dos sistemas de saúde, vítimas de uma recorrente falta de investimento público, mas também da corrupção, doença endêmica que atinge todos os países da região. - que totalizou, sábado, 10 de outubro, 10 milhões de casos identificados, quase 330 mil óbitos com a maior taxa de mortalidade do mundo. (Le Monde, França) | bit.ly/33QB9qC

AMÉRICA LATINA. América Latina, na encruzilhada: entre a desigualdade e o coronavírus. Com as eleições do próximo domingo na Bolívia, esta semana inicia um intenso ciclo eleitoral na América Latina, que em pouco mais de um ano pode consolidar a virada de direita que a região está passando ou voltar a balançar o pêndulo para a esquerda. Ou talvez nada disso e vá direto para o populismo. A pandemia levou a um aumento da incerteza política que se instalou no subcontinente desde o ano passado com rebeliões de cidadãos em vários países. A irrelevância dos partidos políticos, a polarização e os discursos simples e populistas continuam aumentando. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/33Ueaeb

ARGENTINA. Manifestantes antigovernamentais realizaram a maior mobilização desde o início da pandemia. As manifestações contaram com forte apoio e divulgação de diversos meios de comunicação, com os jornais La Nación e Clarín na liderança. No entanto, havia posições diferentes. Enquanto a ex-ministra da Segurança Patricia Bullrich, expressava que “no dia 12 de outubro marcharei com minha bandeira, em meu veículo, junto com milhões de cidadãos de todo o país, em defesa da República ”, o vice-chefe de governo da cidade de Buenos Aires, Diego Santilli, também pertencente ao macrismo, expressava que “é preciso ter cuidado, ainda há uma pandemia.” (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3iRxP2R

BOLÍVIA. Áñez elogia Forças Armadas por promover a queda de Evo Morales. O presidente interino da Bolívia disse que as ações do Exército e da Força Aérea de seu país foram fundamentais para encerrar "um longo e terrível período de autoritarismo populista". (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3jTR2SE

BOLÍVIA. O MAS denuncia segundo golpe em curso antes do possível triunfo de Arce. A campanha esquenta nos dias de eleições na Bolívia. A porta-voz do Movimento pelo Socialismo (MAS), Marianela Paco, denunciou que está em curso um "segundo golpe na democracia" devido à "total falta de transparência" no sistema de contagem rápida de votos desenvolvido pelo Tribunal Supremo Eleitoral. O MAS questionou também o retorno dos mesmos observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA) que participaram das eleições de outubro do ano passado, nas quais a contagem de votos foi liderada por Evo Morales, atualmente asilo na Argentina. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2FpXRMN

CHILE. Chile debate a futura Constituição que iluminará o plebiscito de 25 de outubro. 72% dos cidadãos a favor da elaboração de uma nova Carta Magna que deixe para trás os últimos vestígios da ditadura. As forças favoráveis à mudança apostam em uma fórmula que reconheça a descentralização, o meio ambiente e a paridade de gênero. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/33UebyL

EQUADOR. Um grupo de indígenas tenta demolir a estátua de Isabel la Católica em Quito. “Abaixo no dia 12 de outubro, abaixo o dia da raça, viva a luta do povo”, gritavam os manifestantes que inicialmente colocaram legendas e faixas na mesma face da imagem. (El Mundo, Espanha) | bit.ly/3dvljFa

PERU. Ministério Público do Peru investiga suposto suborno de US $ 300.000 ao presidente Martín Vizcarra. Os testes fazem parte das investigações de empresas distribuidoras de empreitadas de obras públicas no chamado ‘Clube da Construção’. (El País, Espanha) | bit.ly/2H3YlIN

CHINA. Mais de um terço dos 9 milhões de pessoas já foram testadas em Qingdao e nenhum caso novo foi encontrado. Qingdao testará 9 milhões em 5 dias, apesar do "baixo risco" de ampla disseminação de Covid-19. Depois que um pequeno grupo de infecções por COVID-19 foi detectado, a cidade turística de Qingdao, na província de Shandong, no leste da China, tornou-se um novo campo de batalha contra o coronavírus, tendo recebido mais de 4,47 milhões de visitantes durante os feriados do Dia Nacional. No entanto, especialistas em saúde disseram que o risco de o surto em Qingdao se espalhar para outras partes da China é relativamente baixo. (Global Times, China) | bit.ly/36Zj4sf

VACINA. A Johnson & Johnson disse que interrompeu a dosagem adicional em todos os testes clínicos de sua vacina experimental Covid-19 porque um voluntário do estudo tinha uma doença inexplicável. Um conselho independente de monitoramento de segurança de dados está revisando a doença do sujeito do estudo, disse a empresa. A empresa não divulgou imediatamente mais informações sobre a doença e disse que precisava respeitar a privacidade do sujeito. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/33Ued9R

EUA/ELEIÇÕES. Mais de dez milhões de americanos já votaram na eleição presidencial de 3 de novembro, pelo correio ou por votação antecipada, de acordo com uma contagem divulgada na segunda-feira. Os primeiros níveis de votação para o presidente Donald Trump contra o democrata Joe Biden estão bem acima de 2016, com muitos americanos correndo para a votação por correspondência para evitar votar pessoalmente em meio à pandemia do coronavírus, de acordo com a contagem. (La Presse, Canadá) | bit.ly/3iUmY8m

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Sonia Guajajara - Brasil (The New York Times, EUA) | “Nossa cultura pode sobreviver às mudanças climáticas?” | nyti.ms/3j3qsWd

Carlos Pagni – Brasil (El País, Espanha) | “Bolsonaro e sua cura de humildade. O presidente do Brasil descobre agora que a aliança com o atávico "grande centro" lhe garante administrar sem naufragar.” | bit.ly/3nKnIR1

Emir Sader – América Latina (El Diário, Espanha) | “A terceira década latino-americana - As eleições na Bolívia e no Equador, assim como o desfecho da crise brasileira, vão definir as características desta nova década. Se a esquerda triunfar, esses novos governos se juntarão ao da Argentina” | bit.ly/36WgdR0

Thomas de Waal – Nagorno-Karabakh (The Guardian, Inglaterra) | “A guerra estourou na fronteira da Europa. O que está por trás disso?” | bit.ly/3iSMkTV

Rebecca Solnit- O direito social (The Guardian, Inglaterra) | “A resposta de Trump à pandemia sempre foi desonesta e cruel. O direito contemporâneo tem um princípio central: rejeitar qualquer responsabilidade pelos outros em nome oco da liberdade” | bit.ly/2GKANcv

Eugenio Raúl Zaffaroni – Encíclica Papal (Página 12, Argentina) | “A última encíclica de Francisco: Fratelli tutti e os mundos felizes” | bit.ly/2SSDomS

Washington Uranga - Encíclica Papal (Página 12, Argentina) | “Uma análise da encíclica Fratelli tutti. O Documento do Papa que discute a situação mundial” | bit.ly/3drSfOD

Gerardo Szalkowicz – Colômbia (Página 12, Argentina) | “E se falarmos sobre direitos humanos na Colômbia?” | bit.ly/3iVqcZ1

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “A missão miserável de Mitch McConnell. Por que os republicanos do Senado não ajudam os americanos necessitados.” | nyti.ms/3dm0HyW

Julia Ebner, entrevista – grupos radicais (El Diário, Espanha) | “Julia Ebner, infiltrada em grupos radicais: A extrema direita e os jihadistas se parecem em suas frustrações e seu desejo de voltar ao passado” | bit.ly/3jUwfP3

Agustín Squella, entrevista – Chile (El Periódico, Espanha) | “A próxima Carta Magna chilena não será a da vingança e o Chile poderá ter a oportunidade de ter um texto moderno e democrático” | bit.ly/33QBauG

Kurt Kackbarth – México (Jacobin, EUA) | “O desastre da privatização dos bancos no México” | bit.ly/3dlGgST

Boaventura Sousa Santos – Geopolítica mundial (Other News, Itália) | “Europa, Estados Unidos e China” | bit.ly/3iYjHEO

Karlo Raveli – Indústria da Saúde (Sinistra in Rete, Itália) | “Estamos enfrentando uma verdadeira mudança de paradigma” | bit.ly/3lFb0RG





Conteúdo Relacionado