Clipping Internacional

Clipping Internacional - 14/10/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

14/10/2020 09:27

Salar de Uyuni, principal reserva de lítio da Bolívia (AFP)

Créditos da foto: Salar de Uyuni, principal reserva de lítio da Bolívia (AFP)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

DITADURA DE 64. "Bolsonaro é produto e produtor de discurso que nega ditadura", afirma sociólogo. Ao perceber a onda de ataques às universidades públicas, o sociólogo José Eduardo Szwako, da Uerj, decidiu investigar o avanço do discurso anticientífico. De cara, deu-se conta que o negacionismo da ciência em grupos conservadores vinha misturado com um discurso de negação dos crimes da ditadura brasileira. São muitos os tipos de discursos negacionistas. Há os que negam o clima, os que rejeitam a eficiência das vacinas ou ainda os que recusam fatos históricos, como o Holocausto. Os atuais mandatários do governo brasileiro assumiram um discurso que nega os crimes da ditadura militar brasileira. (RFI, França) | bit.ly/353fJ9g

CAROL SOLBERG. A jogadora brasileira de vôlei de praia Carol Solberg recebeu uma "advertência" nesta terça-feira por seu protesto contra o presidente Jair Bolsonaro em uma competição, quando foi julgada pelo Tribunal Superior de Justiça Desportiva de Voleibol. Solberg foi submetido a polêmico julgamento por ter gritado "Bolsonaro fora" em entrevista à televisão após conquistar a medalha de bronze na primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de praia. Em meio a protestos de alguns líderes esportivos contra o que consideravam censura contra uma atleta por suas opiniões políticas, a sanção simbólica foi imposta por três votos a favor e dois contra. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3iX7rEA

ANTONIO FAGUNDES. Antônio Fagundes sente "um pouco de raiva" de atores no governo Bolsonaro. O astro da TV Globo, com quem rompeu contrato de 44 anos no último mês, lança indireta à companheira de tantos trabalhos Regina Duarte. E alerta: destruíram os circos e as sinfónicas e vão destruir o cinema. Sobre o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro, a pena que Fagundes diz sentir transforma-se em raiva. "Agora, não tenho pena de quem aceita trabalhar neste governo atual. Tenho até um pouco de raiva", porque agora e agora todo o património histórico brasileiro está sendo dilapidado, as sinfônicas não estão podendo sobreviver, calaram os circos. E espere: vão destruir também o cinema", afirmou. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3dsNlRK

CELSO RUSSOMANO. Candidato de São Paulo sugere que moradores de rua são mais resistentes ao Covid. O candidato, à frente das sondagens a prefeito de São Paulo, deputado Celso Russomanno, disse nesta terça-feira que os moradores de rua poderiam ser mais resistentes ao novo coronavírus porque "vivem nas ruas o tempo todo e não têm como tomar banho". (La Vanguardia, Espanha; El Periodico, Espanha) | bit.ly/31830kf | bit.ly/3iVWEe0

CORONAVÍRUS. Dias Toffoli e Ciro Gomes, foram mais dois infectados no círculo de Brasília pelo coronavírus. Apresentaram sintomas e fizeram os testes que deram positivo. (Sputnik News, Rússia; La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3iVXmb1 | bit.ly/376SmOG | bit.ly/2GXtNZJ

PANTANAL. A maior área úmida tropical do mundo se tornou um inferno. Este ano, cerca de um quarto da vasta área úmida do Pantanal no Brasil, um dos lugares de maior biodiversidade do planeta, foi queimada em incêndios florestais agravados pelas mudanças climáticas. O que acontece com um bioma rico e único quando tanta coisa é destruída? (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2H4tRGV

ECONOMIA. FMI melhora projeção para o Brasil neste ano, mas prevê recuperação lenta em 2021. A economia do gigante sul-americano sofrerá uma queda de 5,8% no PIB, ante os 9,1% previstos pelo Fundo Monetário Internacional em julho. O FMI vê nas respostas fiscais, monetárias e regulatórias "sem precedentes", como pacotes de ajuda à população e às empresas, o fator chave para evitar um colapso semelhante ao da "catástrofe financeira de 2008 e 2009". (El País, Espanha) | bit.ly/3iZksh4

BOLSONARISMO RELIGIOSO. Silas Malafaia, pastor em missão por Jair Bolsonaro. Ele é um dos líderes evangélicos mais famosos do Brasil. Famoso por suas teses radicais, seu showmanship e sua imensa fortuna, ele acompanhou e apoiou a ascensão do presidente de extrema direita. (Le Monde, França) | bit.ly/2SVKCqd

COVID-19. O Brasil contabilizou 201 mortes e 8.429 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 150.689 óbitos e 5.103.408 infetados desde o início da pandemia, informou hoje o executivo. A taxa de letalidade da doença no Brasil mantém-se em 3%, enquanto a taxa de incidência é agora de 71,7 mortes e 2.428,5 casos por cada 100 mil habitantes. (Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/3nLiLHE

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA/ELEIÇÕES. Biden lidera Trump por 17 pontos quando a disputa eleitoral entra na fase final. Pesquisa da Opinium / Guardian aponta Biden à frente por 57-40 de margem. Biden é líder em saúde, economia e relações raciais. A diferença de 17 pontos é ainda maior do que a margem de 57% -41% encontrada pela CNN no início deste mês. É um pouco abaixo da liderança na votação popular que Ronald Reagan teve em sua segunda vitória esmagadora em 1984. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/312kwWX

EUA/EXTREMA DIREITA. Milícias dos EUA estabelecem alianças com teóricos da conspiração antes da eleição. Os principais defensores da propaganda antigovernamental e anticientífica se reuniram no fim de semana, acompanhados pelo fundador de um dos maiores grupos de milícia. Grupos de milícias armadas estão forjando alianças nos estágios finais da eleição presidencial dos Estados Unidos com teóricos da conspiração e ‘antivaxxers’ que afirmam que a pandemia de coronavírus é uma farsa, intensificando as preocupações de que problemas possam estar se formando antes do dia das eleições. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3jXR1gt

ARGENTINA. ‘Panama Papers’:O chefe da Inspeção Geral da Justiça denunciou decisão fraudulenta para salvar Mauricio Macri do escândalo. Ele fez uma apresentação judicial com os documentos que comprovam que Mauricio e Franco Macri foram diretores de empresas nunca declaradas no Panamá. Para a Inspeção Geral de Justiça (IGJ), caso em que Mauricio Macri acusa seu falecido pai, Franco Macri, e consegue que um juiz cível diga que não tinha nada a ver com duas empresas offshore em meio ao escândalo do ‘Panama Papers’, foi uma farsa montada entre os próprios pai e filho e seus operadores judiciais. E sugeriu que essa decisão fosse anulada. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2SVFIty

BOLÍVIA. Bolívia: o futuro do lítio após as eleições. Luis Arce, candidato do Movimento pelo Socialismo (MAS), disse que a industrialização iniciada por Evo Morales vai continuar. Por sua vez, Carlos Mesa, da ‘Comunidad Ciudadana’, disse que apoia a formação de uma joint venture. Luis Fernando Camacho prometeu mais renda para Potosí. (Página 12, Argentina) | bit.ly/373rf6S

CHILE. Cresce o apelo por uma reforma radical da força policial nacional do Chile. Os carabineros enfrentam 8.500 acusações de abusos de direitos humanos no ano passado. As acusações contundentes de abusos dos direitos humanos, acobertamentos e impunidade geraram crescentes apelos por uma reforma radical da polícia nacional do Chile. Na semana passada, dois oficiais carabineros foram acusados de torturar seis detidos em outubro passado. Quatro das vítimas eram crianças e a mais nova tinha apenas 14 anos. O tribunal soube que os policiais espancaram e insultaram os detidos, depois extraíram o pó de uma lata de gás lacrimogêneo e espalharam-no em seus rostos enquanto eram algemados. Mas o governo reiterou seu apoio inequívoco à força e a seu líder, o general Mario Rozas. (The Guardian, Inglaterra; Público, Portugal) | bit.ly/3nRiUJu | bit.ly/353fL0S

COSTA RICA. As duas duras semanas de protestos na Costa Rica, um dos países mais estáveis da América Latina A possibilidade de assinar um acordo milionário com o Fundo Monetário Internacional (FMI) desencadeou uma série de manifestações no país centro-americano, que aparentemente vão continuar durante esses dias. (El Mercurio, Chile) | bit.ly/3iYt6MT

MÉXICO. A Câmara dos Deputados do México aprova, com 266 votos a favor e 127 contra, prisão preventiva para feminicídios e crimes sexuais. O texto também inclui uma extensão da pena de prisão para portadores de armas de fogo sem autorização, desaparecimento forçado de pessoas, corrupção ou venda ilegal de combustível, entre outras. (El Telégrafo, Equador) | bit.ly/2SSnZmP

PERU. O presidente do Peru, Martín Vizcarra, acusou o Congresso nesta terça-feira de querer destituí-lo para "adiar" as eleições gerais convocadas para 2021 devido à possibilidade de a Câmara iniciar uma segunda tentativa de uma moção de censura por seu suposto envolvimento em casos de corrupção. (El Periodico, Espanha) | bit.ly/350Te4w

NOVA ZELANDIA. O sucesso de Jacinda Ardern: saúde antes da economia. As pesquisas preveem uma vitória confortável para o Partido Trabalhista do primeiro-ministro da Nova Zelândia na 17ª eleição, Ardern sabe que a imagem acessível e empática que projeta é sua melhor arma para vencer as eleições de 17 de outubro. Seu governo priorizou a saúde dos cidadãos em detrimento da economia na luta contra o Covid-19. (El País, Espanha) | bit.ly/350SSuZ

CORONAVÍRUS/SEGUNDA ONDA. França, Holanda, Itália, Espanha, Rússia. Todos estão endurecendo as regras diante de uma segunda onda. (La Vanguardia, Espanha; Le Monde, França ) | bit.ly/2IvE2oD | bit.ly/2GYlI6X | bit.ly/3doepl0 | bit.ly/3o0c58K | bit.ly/34V1dQJ

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Zalman Rothschild – EUA/Justiça (The Guardian, Inglaterra) | “A política dos juízes influencia totalmente a maneira como eles decidem os casos. Eu pesquisei 81 decisões judiciais sobre liberdade religiosa e bloqueios da Covid. Fiquei chocado com a divisão partidária.” | bit.ly/34ZVgBQ

George Monbiot – Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | “Os conservadores estão encolhendo o estado - para abrir espaço para dinheiro e privilégios” | bit.ly/2H7790x

Luisa Valenzuela – Argentina (Página 12, Argentina) | “Ódio desenfreado e irracional, sem máscara: a cultura do insulto” | bit.ly/3iXsLKm

Bernard Duterme, entrevista – AL/Causa indígena (Libération, França) | “América Latina: a apropriação de territórios indígenas se acelerou” | bit.ly/3j6zhP3

Daniel Ellsberg – EUA (Common Dreams, EUA) | “Trump é um inimigo da Constituição e precisa ser derrotado” | bit.ly/3nO4N7V

Gabriel Rockhill – Neoliberalismo (Counterpunch, EUA) | “Liberalismo e fascismo: comparsas no crime” | bit.ly/2GWXOJc

Gino Fontan – EUA/China (Sinistra in Rete, Itália) | “Trump e China: um impasse de quatro anos” | bit.ly/376sxxV



Conteúdo Relacionado