Clipping Internacional

Clipping Internacional - 20/05/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

20/05/2020 11:14

O Brasil registrou o recorde de 1179 mortes em 24 horas (AFP)

Créditos da foto: O Brasil registrou o recorde de 1179 mortes em 24 horas (AFP)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PANDEMIA E GOVERNO BOLSONARO

The Guardian, Inglaterra; Página 12, Argentina; The New York Times, EUA; Diário de Notícias, Portugal; La Vanguardia, Espanha; El Periódico, Espanha; Le Monde, França; La Presse, Canadá; Le Nouvel Observateur, França; Le Soir, Bélgica; Expresso, Portugal; Le Point, França; Tribune de Genève, Suíça; The Sydney Morning Herald, Austrália; El Mercúrio, Chile | O Brasil ultrapassou o Reino Unido e se tornou o país com o terceiro maior número de infecções confirmadas por coronavírus, em meio a advertências de seu ex-ministro da Saúde de que três meses dolorosos estão por vir. A maior economia da América Latina já registrou 254.220 casos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Rússia e à frente do Reino Unido, que na segunda-feira tinha 247.706. Brasil sofreu oficialmente 16.792 mortes de Covid-19 - o sexto número mais alto do mundo - e pela primeira vez ultrapassou a marca dos mil mortos em um dia. E ainda, as subnotificações e as baixas taxas de testes signifiquem que o número real provavelmente será consideravelmente mais alto. Apesar da intensificação da crise de saúde pública, as primeiras páginas brasileiras continuam a ser dominadas pela turbulência política que envolve a presidência de extrema direita de Jair Bolsonaro. Jair Bolsonaro continua negando as medidas preventivas recomendadas pela OMS e nomeou nove militares para cargos importantes no Ministério da Saúde, que é temporariamente liderado por um general. E Trump considera interromper voos do Brasil. | bit.ly/3ghqhGy | bit.ly/2yjyLf7 | nyti.ms/2AGrOp6 | bit.ly/3g78wJR | bit.ly/3g3MdVo | bit.ly/2Xd6QWt | bit.ly/2WL8Whj | bit.ly/2ADUr6j | bit.ly/2X4wDQw | bit.ly/36k1Gw3 | bit.ly/3bKSOAR | bit.ly/2WLDxv6 | bit.ly/2TnIoAx | bit.ly/2XdLfgK | bit.ly/2zfkyQO | bit.ly/2LGMBvb | bit.ly/2AMmTmK | bit.ly/2XdGxQb

Página 12, Argentina | A agonia no dia de um coveiro no maior cemitério do Brasil. Doze horas e 62 enterros. Um dia em que não há tempo para orar ao falecido. Este é o dia a dia dos coveiros do cemitério brasileiro de Vila Formosa, o maior da América Latina, no meio de uma pandemia de coronavírus: "É um corpo após o outro, não paramos". Nesta gigantesca necrópole, localizada na região leste de São Paulo e onde se estima que 1,5 milhão de pessoas descansem, os enterros se seguem a uma velocidade vertiginosa, desde o início da manhã até o pôr do sol. Quase não há interrupções O fluxo de trabalho não permite. É uma tragédia da qual eles tentam se distanciar emocionalmente para não ficar deprimidos. | bit.ly/2z76mcJ

Página 12, Argentina; El Mercúrio, Chile | O governo brasileiro recontratou 157 médicos cubanos para expandir a capacidade de seu serviço de saúde. Há um ano e meio, o presidente Jair Bolsonaro havia desacreditado o programa que empregava esses profissionais, alegando que era composto por agentes e militares. Diante dessas críticas, Cuba decidiu se retirar do programa. Muitos médicos decidiram ficar no território brasileiro. Agora, devido à saturação do sistema de saúde, eles foram chamados novamente pelo governo. No estado de São Paulo, o avanço do coronavírus deixou os hospitais a um passo do colapso. O Brasil já é o terceiro país mais infectado do mundo. | bit.ly/2ZnCZNY | bit.ly/2LGw5Lw

The New York Times, EUA; El Clarín, Argentina | Ministério da Saúde do Brasil emitirá novas diretrizes na quarta-feira, expandindo o uso recomendado de cloroquina no tratamento do novo coronavírus, disse o presidente Jair Bolsonaro, dias após o Ministro da Saúde sair sob pressão para assinar essas novas diretrizes. O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, general do exército em atividade, assinará o novo protocolo e permanecerá no cargo mais alto por enquanto, disse o presidente em entrevista on-line na noite de terça-feira. Enquanto isso Bolsonaro diz que a "o que toma cloroquina é de direita". | nyti.ms/2Xde9O1 | bit.ly/2X98CYM

La Vanguardia, Espanha | Os contágios disparam no Brasil com a passividade de Bolsonaro. O prefeito de São Paulo alerta que as UTIs atingiram 90% de sua capacidade. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou para reunir seus apoiadores no último domingo, em frente ao palácio do Planalto, em Brasília. Desta vez, ele usava uma máscara, mas não hesitou em se aproximar dos manifestantes e carregar várias crianças nos braços. A julgar pelas fotos, ninguém pensaria que a pandemia de coronavírus está fora de controle no Brasil. Mas os números e especialistas dizem o contrário. No sábado, o gigante latino-americano se tornou o quarto país mais afetado pelo Covid-19 e, apenas um dia depois, estava perigosamente próximo ao terceiro lugar. | bit.ly/2LFDw5w

El Mercúrio, Chile. | A série de erros que fizeram do Brasil o país terceiro com mais casos de coronavírus As mensagens contraditórias do presidente Jair Bolsonaro, a saída de dois ministros da Saúde, a falta de coordenação entre autoridades e o falso otimismo poderiam ter afetado e piorado a situação crítica que o país sul-americano está enfrentando atualmente diante da pandemia. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/2ANajUf

Tiempo Argentino, Argentina | São Paulo registrou um registro de mortes e decretou feriados até domingo para evitar o colapso do sistema de saúde. O prefeito da cidade promulgou uma lei municipal aprovada pela câmara do conselho para decretar feriados quarta e quinta-feira. A maior cidade da América do Sul registra 2.856 mortes por Covid-19. | bit.ly/3e1mH1c

OUTRAS NOTÍCIAS DO BRASIL

FASCISMO BRASILEIRO. A brasileira Sara Winter tem uma cruz de ferro tatuada no peito, a decoração militar de origem prussiana que foi venerada pelos nazistas e pela Alemanha deixou de conceder em 1945. Atualmente, Winter é a face mais visível do grupo de campistas bolonaristas de Brasília chamando a si mesmos de "guerreiros" - a rigor, civis armados - e que afirmam ter 300 anos. A julgar pelas fotos e vídeos que ela e o grupo publicam nas redes sociais, são poucos. De qualquer forma, o número pouco importa, porque o que mais se destaca é outra coisa: o sorriso radiante de Winter, a mulher nascida Sara Fernanda Giromini, que conhecemos na Argentina em 2018, quando chegou ao Congresso como porta-voz anti-direitos durante o debate para a legalização do aborto. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3bQhFTC

INDÍGENAS. Coronavírus: agência da ONU alerta sobre situação dos indígenas deslocados no Brasil. A situação dos indígenas deslocados está preocupando a Agência do Alto Comissário da ONU para Refugiados (Acnur) à medida em que o coronavírus avança na América Latina. Epicentro da pandemia na região, o Brasil registrou até agora mais de 17 mil mortes pela doença e o número de casos confirmados já passa de 260 mil. (RFI, França) | bit.ly/2ZoWQfw

LULA. Lula defende impeachment de Bolsonaro e diz que não pretende concorrer às eleições de 2022. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou nesta terça-feira (19) que não tem pretensões de concorrer às eleições presidenciais de 2022, mas afirmou que pretende participar da articulação política para viabilizar um candidato de oposição. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em entrevista ao jornalista Mino Carta, da Carta Capital, declarou que o presidente Jair Bolsonaro comete crime de responsabilidade por desrespeitar a ciência e fazer campanha contra a prevenção à disseminação do coronavírus. "É insuportável você ter um homem que a ignorância chega a tal ponto que ele não cuida da pandemia, não cuida da economia, não cuida da educação, de nada", afirmou o ex-presidente Lula. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/3e4SH4I

MEIO AMBIENTE. Supermercados britânicos ameaçam boicote ao Brasil por proposta de lei florestal. Os supermercados britânicos alertaram o Brasil de que eles poderiam boicotar seus produtos se os legisladores aprovassem uma lei controversa que poderia permitir uma destruição mais rápida da floresta amazônica. A Sainsbury's, Tesco, Morrisons e Marks & Spencer estavam entre mais de 40 empresas que assinaram uma carta aberta. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3e4gt0s

IDADE MÉDIA. Uma prefeita brasileira manda que jejue e ore. Orar e jejuar por 21 dias para se proteger do coronavírus foi a saída do gabinete de um prefeito brasileiro como uma medida política para controlar o avanço da pandemia. Ladario, uma cidade de 23.000 habitantes na fronteira entre Brasil e Bolívia no estado de Mato Grosso, tem cinco casos confirmados e nenhuma morte por Covid-19 até agora. (ABC, Espanha) | bit.ly/2WQo8tL

ECONOMIA. O pressionado real brasileiro pode ser objeto de novas desvalorizações. Analistas esperam dificuldades políticas e do coronavírus para a continuidade das pressões sobre a moeda. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2ZlKwN9

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE. O protesto volta ao Chile. O surto de fome "sacode vários bairros pobres e alarma as autoridades. Governo de direita teme que incidentes sejam o início de uma nova onda de agitação social. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3bM30ZS

ARGENTINA. Um por todos. Em meio à pandemia, 9 em cada 10 famílias em todo o país recebem uma renda do Estado. O Estado atende nove em cada dez famílias. É a maior cobertura da história que visa manter a economia em movimento. Agora, 66% dos trabalhadores privados podem circular e o consumo de eletricidade e combustíveis aumentou cinco vezes. Na próxima etapa, será relançado o acordo econômico e social. Em quase 90% das famílias em todo o país, vive pelo menos uma pessoa que recebe uma renda do Estado. O governo nacional avalia que, uma vez generalizada a retomada da atividade econômica, as ferramentas financeiras prevalecerão sobre os subsídios diretos e está planejado relançar o acordo econômico e social como um veículo para canalizar o consenso que permite digerir as demandas sociais. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2ZnKT9N

BOLÍVIA. Compra de respiradores superfaturados causa escândalo na Bolívia. O governo interino anuncia uma investigação após uma tempestade de acusações de corrupção na aquisição de 170 ventiladores de uma empresa espanhola. (El País, Espanha) | bit.ly/2ZmEWdx

MÉXICO. A pandemia segue a trilha da desigualdade no México. Uma análise dos dados do EL PAÍS mostra que as infecções e as mortes estão crescendo mais nos setores populares do sudeste da capital e na região metropolitana, bem como nas grandes cidades da fronteira norte. Estas são as histórias por trás dos números. O corononavírus está se infiltrando nas classes trabalhadoras no México. A doença, que se infiltrou no país em voos da Europa e dos Estados Unidos e atravessou a fronteira norte a partir do atual epicentro global da pandemia, inicialmente assustou moradores de bairros de classe alta, mas aqueles que sofrem com seu impacto no pico de contágio é especialmente forte para pessoas de baixa renda. (El País, Espanha) | bit.ly/3bLU0DN

AMÉRICA LATINA. As imagens dos presidentes na pandemia. Fernández lá em cima. Pinñera lá em baixo e Bolsonaro cai. Na Argentina Alberto Fernández subiu 25 pontos alcançando 80 %. Sebastán Piñera está com 19 % de aprovação e Bolsonaro viu cair a aprovação de 41 % para 30 %. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2ZnsYAo

CLOROQUINA. Hidroxicloroquina, Trump e Covid-19: o que você precisa saber. Como o presidente dos EUA relata que está tomando remédio antimalárico, quais são os riscos e as pesquisas? (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2WLqZEe

EUA. Todos os 50 estados dos EUA reduziram restrições, mas as regras variam amplamente. Mais mudanças entraram em vigor na quarta-feira, mas ainda existem grandes discrepâncias à medida que os estados avançam após os desligamentos. O C.D.C. divulgou orientações de reabertura que espelhavam amplamente uma versão que a Casa Branca havia rejeitado, menos uma seção sobre instituições religiosas. Os países membros da OMS rejeitaram as demandas do presidente Trump por ações punitivas, mas concordaram em estudar a resposta da organização ao vírus. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2AMmMHQ

TRUMP. Trump criticado na Fox News e alertado para a sua "obesidade mórbida" por dizer que toma hidroxicloroquina. Apresentador da estação preferida do Presidente dos EUA avisa os telespectadores que o uso do medicamento contra a malária na prevenção da covid-19 pode matar. Trump responde dizendo que está "à procura de um novo canal". (Público, Portugal) | bit.ly/3e8lkxT

EUA. Médicos e enfermeiros americanos asiáticos estão lutando contra o racismo e o coronavírus. Em todo o país, os asiáticos americanos relataram um aumento acentuado de abuso verbal e ataques físicos (The Washington Post, EUA) | wapo.st/3e78Y9k

SUÉCIA. A Suécia optou pela imunidade do grupo e pagou um preço muito alto. O governo de Estocolmo rejeitou as medidas de contenção o que resultou em muito mais mortos do que seus vizinhos escandinavos. A Suécia teve 3.743 mortes, (365 por milhão de habitantes), em comparação com seus vizinhos, que promoveram o confinamento, a Suécia foi muito pior. A Noruega teve 232 mortes (43 por milhão de habitantes). Dinamarca, 547 (94 por milhão). Finlândia, 298 (54 por milhão). (El Diário, Espanha) | bit.ly/2z4wrJn

FAIXA DE GAZA. Pescadores em Gaza, entre os ataques de Israel e o medo do COVID-19. Somente no mês de abril, em meio à pandemia de coronavírus, houve mais de vinte violações de direitos: tiros, perseguições e destruição de barcos e redes de pesca. "Com a disseminação do vírus e seus riscos, a ocupação continua a atingir navios de pesca, mesmo na área permitida", diz Khaled Habil. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3e4SLS0

OMS. A OMS avança, apesar da sabotagem de Donald Trump. No final de sua reunião anual na terça-feira, a instituição multilateral adotou uma resolução que fortalece o princípio do acesso universal a tratamentos e vacinas contra o Covid-19. (L’Humanité, França) | bit.ly/2AMq1yY

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Robert Reich – EUA (Common Dreams, EUA) | "Os privilegiados e os poderosos na pandemia." | bit.ly/2XfADhh

George Monbiot – Reino Unido (The Guardian, Inglaterra) | "O governo do Reino Unido estava preparado para esta pandemia. Até que sabotasse seu próprio sistema." | bit.ly/2Xded0d

Alfredo Serrano Mancilla – Argentina (Página 12, Argentina) | "As classes médias na Argentina." | bit.ly/2ZllYUz

Emmanuel Álvarez Agiz- Política econômica (Página 12, Argentina) | "Por que o aumento da emissão monetária reduziu a inflação? Economistas ortodoxos chocam seus dogmas contra a parede da realidade." | bit.ly/2yk3dFZ

Dana Milbank – Trump (The Washington Post, EUA) | "Se Trump gosta de hydroxycloroquina, ele adorará urina de camelo." | wapo.st/2LI3Gof

Marine Buisson – Extrema direita (Le Soir, Bélgica) | "Após o Covid, o terreno ideal para o jogo da extrema direita?" | bit.ly/2zTZ3oy

Thomas Piketty, entrevista – Crise na desigualdade (Libération, França) | "Para enfrentar a crise do covid, é necessário criar um imposto sobre a fortuna." | bit.ly/3bJ64Ww

Guillaume Long – América Latina (Le Monde Diplomatique, França) | "O ministério das colônias americanas – a OEA." | bit.ly/2SRzlYj

Bob Fernandes, entrevista - Brasil (Brasil Wire, EUA) | "Sobre a mídia, o coronavírus e a extrema direita brasileira." | bit.ly/3e26GYJ



Conteúdo Relacionado