Clipping Internacional

Clipping Internacional - 21/05/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

21/05/2020 09:29

Brasil acumula 18859 mortos pelo coronavírus (AFP)

Créditos da foto: Brasil acumula 18859 mortos pelo coronavírus (AFP)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO. A pandemia avança sem freio. Rodeado de caixões e com 291 mil casos positivos, é o terceiro país com mais infecções por coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos e da Rússia. Jair Bolsonaro aposta tudo na cloroquina, com o repúdio de médicos e cientistas. Para conseguir isso, ele confirmou um general sem experiência em Saúde à frente desse ministério. Jair Bolsonaro continua sua marcha suicida rumo a uma tragédia de proporções extraordinárias: horas depois que o Brasil alcançou o terceiro lugar no mundo em número de infecções por coronavírus, superando a barreira de mil vítimas diárias ele confirmou como ministro da Saúde Eduardo Pazuello, general sem treinamento médico que participou de operações contra imigrantes venezuelanos na fronteira norte, onde houve denúncias de maus-tratos. Bolsonaro promove um Brasil com cloroquina. Quem comprar o medicamento terá que assinar um documento que aceite os efeitos colaterais. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2yjyLf7 | bit.ly/3e6ZbQk | bit.ly/2ADUr6j

BOLSONARO. Indicações de militares para Saúde são 'sequestro do Estado', diz especialista. As recentes indicações de militares para ocupar postos chaves do Ministério da Saúde são uma forma de "sequestro do Estado sem uso de tanques", disse cientista político Danillo Bragança à Sputnik Brasil. A substituição de "cargos políticos" por egressos da caserna faz parte de um processo de "militarização da burocracia estatal". "É um fenômeno que está se aprofundando neste governo. Começou com as nomeações de ministros, depois avançou para os segundos e terceiros escalões, e agora até militares da ativa estão sendo nomeados, não apenas da reserva. A justificativa é que os civis não deram conta da situação desde a redemocratização, em 1985", disse Bragança, que ainda vê que a ocupação da Saúde é bastante "emblemática", pois mesmo no período da ditadura os ministros da pasta eram médicos. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2ZloMRD

AMAZÔNIA. Brasil atrasa votação de projeto de lei em meio a ameaça de boicote ambiental. A Câmara dos Deputados do Brasil atrasou na quarta-feira a votação de uma lei de terras vista por alguns como contribuindo para o desmatamento na floresta amazônica, que tem dezenas de empresas europeias ameaçando boicotar as exportações brasileiras. O projeto de lei permite que invasores em terras públicas recebam ações com mais facilidade em suas propriedades, uma política que o grupo de defesa ambiental Imazon adverte que acelerará o desmatamento de até 16.000 quilômetros quadrados na maior floresta tropical do mundo até 2027. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2z9KKMR

AMAZÔNIA. Prefeito da Amazônia adverte sobre genocídio indígena à medida que o coronavírus se espalha. O prefeito da maior cidade da floresta amazônica disse que a pandemia de coronavírus está matando indígenas e alertou para um "genocídio" se o governo de direita do Brasil não proteger tribos vulneráveis. Até o momento, 25 indígenas morreram na floresta tropical quando o surto penetra lentamente em aldeias remotas, mas mais de 100 foram mortos pelo vírus em áreas urbanas, disseram autoridades de saúde e grupos indígenas. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3e3ZP14

AMAZÔNIA. Empresas britânicas ameaçam boicotar o Brasil. Mais de 40 grandes varejistas escreveram uma carta aberta aos parlamentares de Brasília pedindo-lhes para não aprovar uma lei que poderia promover o "desmatamento maciço" na Amazônia. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/36jBoKl

PANDEMIA. O Brasil se move às cegas contra a velocidade da pandemia. 19 entre 20 infecções não são contadas no país mais populoso da América Latina, de acordo com a estimativa feita a partir de dados oficiais. Em outras palavras, os infectados no Brasil são 3,7 milhões de pessoas. Esse é o valor obtido aplicando o método de um grupo de matemáticos e epidemiologistas da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres para calcular a subnotificação. Dois meses após a implantação das primeiras quarentenas no Brasil, políticos,gestores de saúde e pesquisadores se movem em grande parte às cegas. As semanas de vantagem que a América Latina teve para a Ásia e a Europa parecem desperdiçadas. (El País, Espanha) | bit.ly/2AP2cGO

PANDEMIA. Brasil amplia uso de drogas não comprovadas com aumento do número de vírus O presidente Jair Bolsonaro divulgou regras na quarta-feira, expandindo a prescrição de cloroquina, antecessora de um medicamento antimalária promovido pelo presidente dos EUA Donald Trump, para pacientes com coronavírus, apesar da falta de provas clínicas de que seja eficaz. Bolsonaro diz que cloroquina pode não ter eficácia, mas reforça-a como tratamento para a covid-19. “Ainda não existe comprovação científica”, disse o Presidente, mas “estamos em guerra”. (The New York Times, EUA; La Presse, Canadá; Público, Portugal; La diária, Uruguai) | nyti.ms/36jEX3a | bit.ly/2ymzV9J | bit.ly/3cSSVLM | bit.ly/2WNsVfo

PANDEMIA. Brasil quase nas 19.000 mortes da covid-19 e são esperadas semanas mais difíceis. Gigante sul-americano mostra a tendência mais preocupante do registro de óbitos. Nesta quarta-feira, 888 pessoas perderam a vida e quase 20.000 foram infectadas, um número sem precedentes. E o presidente defende a volta ao trabalho e o uso de cloroquina, apesar de sua eficácia não ter sido comprovada. Brasil avança a passo firme a caminho de se converter no epicentro mundial do coronavirus. E Trump estuda fechar suas fronteiras aos brasileiros. (El Periódico, Espanha; El Mundo, Espanha; ABC, Espanha; Financial Times, Inglaterra; Les Echos, França; Le Nouvel Observateur, França; Le Soir, Bélgica; Diário de Notícias, Portugal; El Clarín, Argentina; The Sydney Morning Herald, EUA; Huff Post, EUA) | bit.ly/2ADUr6j | bit.ly/2ADUr6j | bit.ly/3ecF1ER | bit.ly/3e5JjgZ | on.ft.com/2LLyODv | bit.ly/2TnIoAx | bit.ly/2WLDxv6 | bit.ly/36np5g3 | bit.ly/2AMmTmK | bit.ly/2ym5qkd

REGINA DUARTE. Regina Duarte abandona cargo de secretária da Cultura do Brasil. A desafinação entre Duarte e Bolsonaro teve um episódio ilustrativo este mês, quando no passado dia 5 o Governo renomeou para presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) o maestro Dante Mantovani, que a atriz exonerara no primeiro dia no cargo. Os mais próximos do Presidente no Executivo desejavam o afastamento dela. (Expresso, Portugal; Público, Portugal; Diário de Notícias, Portugal; El Mercúrio, Chile) | bit.ly/2zggUGc | bit.ly/36gDZF1 | bit.ly/2z8DrVF | bit.ly/2TrHao3 | bit.ly/36hEizg

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA. Americanos negros morrem de Covid-19 três vezes mais que em proporção aos brancos. Novos números do APM Research Lab, não partidário, mostram uma divisão racial impressionante na taxa de mortalidade por coronavírus nos EUA. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3cRH9Bz

URUGUAI. Uruguai: a Marcha do Silêncio é renovada em memória dos desaparecidos. Bandeiras, faixas e fotos inundaram as ruas e as redes sociais. Nesta quarta-feira, uma das mobilizações sociais mais importantes e emocionais de sua história contemporânea teve um encontro no Uruguai: a Marcha do Silêncio. A data de 20 de maio, comemorada desde 1996, é a escolhida para lembrar os assassinatos de Zelmar Michelini, Héctor Gutiérrez Ruiz, Rosario Barredo, William Withelaw e Manuel Liberoff, ocorridos em Buenos Aires em 1976, em tempos ditatoriais no cone. sul e sob a direção do sangrento Plano Condor. É o primeiro sob a administração do presidente de direita Luis Lacalle Pou, que constitui um enorme desafio para grupos de direitos humanos. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3bV6ZmF

BOLÍVIA. O que é o Virus Shut Out, o "cartão de bloqueio de coronavírus" usado por Jeanine Áñez. É considerado uma fraude e também pode ser prejudicial à saúde. Cai o ministro da Saúde da de Jeanine Añez pela compra de respiradores com sobrepreço. Ele foi detido por corrupção. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3e6Z732 | bit.ly/2ypqiHi

Nicarágua. Ortega anuncia mortandade. Daniel Ortega anunciou que seu governo, conscientemente e de maneira planejada, não tomará medidas especiais para combater a pandemia de covid-19. Nicarágua enfrenta uma catástrofe humanitária de dimensões incalculáveis. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3bPSXmx

ARGENTINA. A bomba da pobreza. A pandemia atinge as favelas e coloca a Argentina diante de suas fraquezas estruturais. As áreas mais pobres de Buenos Aires sofrem os estragos econômicos da quarentena, enquanto o país tenta impedir que o vírus se espalhe para fora da capital, responsável por 85% dos casos. (El Mundo, Espanha) | bit.ly/3bXnQ8M

VOLKSWAGEN. A Volkswagen retirou um anúncio de carro e se desculpou depois que parecia mostrar um gesto de poder branco e uma ofensa racial. O anúncio mostrava um par de mãos brancas gigantes afastando um homem negro de um novo Volkswagen Golf amarelo antes de levá-lo para um café chamado "Petit Colon" - francês para pequenos colonos. (The Independent, Inglaterra) | bit.ly/36hFd2R

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Thomas Piketty – Crise econômica (Libération, França) | “Para fazer face à crise do Covid, é necessário criar um imposto novo sobre a fortuna” | bit.ly/3bJ64Ww

Robert Muggah e Richard Florida – Desigualdade (The Conversation, EUA) | “As favelas das megacidades são incubadoras de doenças - mas a resposta ao coronavírus não está ajudando o bilhão de pessoas que vivem nelas.” | bit.ly/2LLyS6d

Andrew Thomson – Venezuela/EUA (The Conversation, EUA | “O ataque fracassado à Venezuela: os EUA têm uma história de usar mercenários para sabotar outros regimes” | bit.ly/2ym5twp

Dan Collins – Peru (The Guardian, Inglaterra) | “A resposta do Peru ao coronavírus foi ‘no tempo certo’. Então por que não está funcionando? | bit.ly/2Tplx7Z

Eric Rauchway – Crise econômica (The Guardian, Inglaterra) | “O ‘New Deal’ de Roosevelt ofereceu esperança em tempos de desespero. Por que não podemos fazer o mesmo agora?” | bit.ly/2LLySmJ

Javier Ozollo – Pandemia (Página 12, Argentina) | “Argentina e Chile diante do coronavírus: diferenças de forma e de fundo” | bit.ly/3e7RVnu

Jorge Alperín – Pandemia (Página 12, Argentina) | “Confinamento – os paradoxos do coronavírus e a direita” | bit.ly/2AJCjbb

Gilbert Ashcar – Neoliberalismo (Esquerda.net, Portugal) | “Autoextinção do neoliberalismo? Não apostem nisso.” | bit.ly/2TrnDUE

Conteúdo Relacionado