Clipping Internacional

Clipping Internacional - 21/07/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

21/07/2020 09:09

Aliado do presidente Bolsonaro, Skaf pretende disputar o governo de São Paulo em 2022 (Alan Santos/PR)

Créditos da foto: Aliado do presidente Bolsonaro, Skaf pretende disputar o governo de São Paulo em 2022 (Alan Santos/PR)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

CORRUPÇÃO. Juiz inglês ordena apreensão de apartamento de 5 milhões de libras em Londres ligado a escândalo da Petrobras. Julio Faerman supostamente comprou o apartamento com dinheiro ligado à lavagem de dinheiro. Um juiz de primeira instância permitiu a apreensão de um apartamento de luxo de £ 5 milhões em Londres, supostamente comprado por um empresário brasileiro usando "fundos corruptos" vinculados ao escândalo de lavagem de dinheiro da Petrobras "Lava Jato", multibilionário. O escândalo de suborno da Petrobras abalou o estabelecimento político e de negócios do Brasil quando uma investigação constatou que envolveu mais de 80 políticos e membros da elite empresarial do país. Faerman, que trabalhou para a empresa holandesa de serviços de petróleo e gás SBM Offshore, fez uma barganha com os promotores brasileiros em 2016, em que ele concordou em pagar ao Brasil US $ 54 milhões e "reconheceu que o dinheiro era obtido através de atividades criminosas". (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3joVY2b

COVID-19. O Brasil ultrapassou esta terça-feira as 80 mil mortes devido à Covid-19, totalizando 80.120, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Saúde. Nas últimas 24 horas foram registadas 632 mortes e 20.257 novos casos da doença no país, que regista esta terça-feira um total de 2.118.646 de pessoas infetadas pelo novo coronavírus. O Ministério da Saúde brasileiro adiantou que 1.409.202 pessoas já foram consideradas recuperadas da doença e outras 629.324 estão sob acompanhamento. (Diário de Notícias, Portugal; El Periódico, Espanha; La Presse, Canadá; El Clarín, Argentina; El Mercurio, Chile) | bit.ly/30s01lC | bit.ly/2WDUzuD | bit.ly/39icfRR | bit.ly/3hm1TD9 | bit.ly/32DQYR8

CORONAVÍRUS. Dois ministros mais contraíram o vírus. O ministro da Cidadania do Brasil, Onyx Lorenzoni, informou que estava infectado com coronavírus, uma doença para a qual está se recuperando no Palácio da Alvorada, a residência oficial, o presidente Jair Bolsonaro. Lorenzoni é o terceiro ministro do novo coronavírus. O ministro se junta aos ministros de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e Bento Albuquerque, de Minas e Energia, que já se recuperaram. Também o novo ministro da educação, Milton Ribeiro contraiu a doença. (Página 12, Argentina; The New York Times, EUA; Diário de Notícias, Portugal; La Vanguardia, Espanha; El Espectador, Colômbia) | bit.ly/3jtFXYD | nyti.ms/3hn2oNw | bit.ly/2CVEDNk | bit.ly/30Edvei | bit.ly/30A6rz4

PANDEMIA. Brasil atinge platô e deveria aproveitar para diminuir contaminações, diz OMS. A epidemia do novo coronavírus atingiu um "platô" no Brasil, informou a OMS, fazendo um apelo para que o país aproveite a oportunidade para controlar as infecções. "O aumento de casos no Brasil não é mais exponencial, atingiu um platô", disse o responsável de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan, em uma entrevista coletiva virtual. Ele advertiu que “não há garantia alguma que a tendência de crescimento possa baixar sozinha”, mas reforçou que “é uma oportunidade neste momento para o Brasil fazer os números diminuírem”. (RFI, França) | bit.ly/2Wv6YRN

BOLSONARO. Baixo nível de aprovação de Bolsonaro no Brasil melhora apesar do aumento de casos Covid-19. Os baixos índices de aprovação do presidente Jair Bolsonaro subiram pelo terceiro mês consecutivo, uma pesquisa mostrou nesta segunda-feira, enquanto a percepção de como ele lidava com a crise do coronavírus e a direção da economia continuava melhorando gradualmente. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/30Miqdd

STROESSNER. A justiça brasileira inicia o processo de exumação do ex-ditador Alfredo Stroessner. O Superior Tribunal de Justiça do Brasil autoriza o pedido de Enrique Alfredo Fleitas, que afirma ser filho do ex-presidente e solicita um teste de DNA. (El País, Espanha) | bit.ly/39nfW8P

VACINA. Brasil, o laboratório latino-americano de vacina contra Covid-19. Ainda incapaz de conter o avanço da pandemia, o Brasil assumiu a liderança na América Latina na corrida pela vacina contra o novo coronavírus, apostando nos ensaios clínicos de dois deles, um da Universidade de Oxford e outro de um laboratório chinês. Ambos estão na terceira e última fase antes da homologação. A partir desta terça-feira, cerca de 9.000 voluntários, todos trabalhadores de saúde, começarão a receber as doses em São Paulo, a região mais populosa, com cerca de 46 milhões de habitantes, e rica no Brasil, embora os testes sejam eles se espalharão para outras regiões do país. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3jnWGfX

PAULO SKAFF. O ambicioso patrão dos patrões do Estado de São Paulo. Seu sonho: tornar-se governador do estado mais rico do Brasil, com o apoio de Jair Bolsonaro. Para isso, ele abre ao presidente seu rico catálogo de endereços e as portas da indústria paulista. (Le Monde, França) | bit.ly/3ho4gWg

BOLSONARO. Ainda com o coronavírus, Bolsonaro brande a cloroquina diante de seus partidários. O presidente brasileiro novamente promoveu o controverso tratamento preconizado pelo professor Raoult ... antes de remover sua máscara para se dirigir a seus apoiadores. (Le Nouvel Observateur, França) | bit.ly/3eVF3Rv

RICARDO SALLES. Apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro do meio ambiente Ricardo Salles é cada vez mais contestado e isolado por causa de sua gestão da crise na Amazônia. O ministério público está agora em seu encalço. (La Croix, França) | bit.ly/3eJnG61

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

TRUMP. Trump agora diz que máscaras são 'patrióticas' enquanto líderes da UE concordam em negociar. Donald Trump anunciou que seus briefings diários sobre coronavírus nos EUA serão retomados e que usar máscaras faciais era "patriótico”. Tendo evitado quase totalmente usar uma máscara em público durante a pandemia, o presidente dos EUA twittou que "muitas pessoas dizem que é patriótico usar uma máscara quando você não pode se distanciar socialmente". O post trazia uma foto do presidente com uma máscara, possivelmente tirada em sua visita há cerca de 10 dias ao hospital militar Walter Reed, nos arredores de Washington. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/32GmI8g

CUBA. Cuba acordou sem novos casos de infecção diária por coronavírus pela primeira vez desde que registrou seus três pacientes iniciais com Covid-19 em meados de março, informou o Ministério da Saúde. Isso incentivou o início da reabertura de sua economia prejudicada, embora o presidente Miguel Díaz Canel tenha instado a população a manter medidas preventivas para evitar surtos. Com uma população de 11,2 milhões de habitantes, Cuba acumulou até o momento um total de 2.446 infecções, das quais 2.319 tiveram alta e 87 morreram. Seus primeiros casos de coronavírus - três turistas italianos - foram relatados em 11 de março. A falta de contágios em Cuba contrasta com a expansão nos demais países da América Latina. (Página 12, Argentina; La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2Cp8kqw | bit.ly/3hk9Oku

CHINA. Uigures forçados a trabalhar em fábricas de máscaras. A existência de campos de doutrinação e a violação dos direitos dos uigures em Xinjiang têm sido alvo de críticas internacionais. Com o despoletar do surto pandémico nesta província, surge a denúncia de que a minoria muçulmana está a ser sujeita a trabalhos forçados em fábricas que produzem material de proteção. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2Cy924F

EUROPA. União Europeia adota estímulo de US $ 857 bilhões para combater a recessão do coronavírus. O pacote de US $ 857 bilhões inclui medidas sem precedentes para ajudar os países menos ricos, incluindo a venda de dívida coletiva e a doação de grande parte do dinheiro como doações, e não empréstimos. O acordo de estímulo de 750 bilhões de euros (US $ 857 bilhões), liderado pela chanceler Angela Merkel, da Alemanha, e pelo presidente Emmanuel Macron, da França, enviou um forte sinal de solidariedade, ao expor novas e profundas linhas de falha em um bloco remodelado pela saída da Grã-Bretanha. Essas medidas extraordinárias refletiram um consenso difícil entre os membros: que a escala da crise que enfrentavam exigia medidas inovadoras para garantir a legitimidade, estabilidade e prosperidade do bloco. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3hstXVL

ARGENTINA. Na Argentina, o confinamento será relaxado, mas a epidemia longe de terminar. Após quatro meses de confinamento na Grande Buenos Aires, as autoridades estão se preparando para um "retorno gradual à normalidade". O presidente Alberto Fernandez está tentando preservar o consenso político construído em torno de sua administração da pandemia. (Le Monde, França) | bit.ly/2OWDBDT

LÍBANO. Fim de uma ilusão. O colapso inexorável do Líbano. Uma vez celebrado como a Suíça do Oriente Médio, o Líbano está enfrentando uma grave crise. Sua economia está em colapso, enquanto é difícil encontrar eletricidade e atendimento médico adequado. O estado falhou completamente com seu povo. (Der Spiegel, Alemanha) | bit.ly/2WGLTng

CORONAVÍRUS. Coronavírus em ascensão em todo o mundo, com os EUA liderando a acusação. Um número recorde de casos confirmados de coronavírus foi registrado em todo o mundo no sábado, com mais de um quarto de milhão de casos novos - um primeiro, segundo a Organização Mundial da Saúde. Os maiores aumentos foram observados nos EUA, Brasil, Índia e África do Sul. O total de casos confirmados agora chega a 14,5 milhões, com mais de 600.000 mortes. (Democracy Now, EUA) | bit.ly/3eOJ2ik

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eduardo Febbro – Ideologia (Página 12, Argentina) | “A pandemia derrutou a narrativa do herói individualista” | bit.ly/30AP4hJ

George Monbiot- Coronavírus(The Guardian, Inglaterra) | “Quando contratos secretos do coronavírus são feitos sem concorrência, é muito sério” | bit.ly/3hjkAYj

Jaime Iturri Salmón – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Bolívia na encruzilhada” | bit.ly/30t4W5M

Rafael Correa, entrevista - Equador (Página 12, Argentina) | “Estão desesperados para nos impedir participar nas eleições” | bit.ly/3eLxLzl

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “O que não se sabe não pode prejudicar Trump. “Reduza a realização de testes”, ele disse; e está acontecendo” | nyti.ms/3eIQ3Bq

Bhaskar Sunkara – Michael Brooks (Jacobin, EUA) | “As lembranças do amigo e companheiro Michael Brooks” | bit.ly/30t4Wmi






Conteúdo Relacionado