Clipping Internacional

Clipping Internacional - 22/09/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

22/09/2020 09:18

Italianos participaram no domingo e nesta segunda nas primeiras eleições realizadas desde o início da pandemia de coronavírus (AFP/AFP)

Créditos da foto: Italianos participaram no domingo e nesta segunda nas primeiras eleições realizadas desde o início da pandemia de coronavírus (AFP/AFP)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PT. PT apresenta plano de ação para tirar o Brasil da crise. O projeto reúne propostas do setor para a reativação do desenvolvimento econômico e social do país. Buscando começar a influenciar a agenda política do país, atolado em uma crise política e econômica, obviamente agravada pela pandemia do coronavírus, o Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil lançou nesta segunda-feira um programa chamado Plano de Reconstrução e Transformação do Brasil. O trabalho foi apresentado em um evento virtual no qual, entre outros, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann; o presidente da Fundação Perseu Abramo, Aloizio Mercadante, e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3mEUAdk

MIKE POMPEO. Senado brasileiro convoca chanceler para explicar a visita de Mike Pompeo. O chefe da diplomacia do governo Donald Trump esteve na cidade de Boa Vista, perto da fronteira com a Venezuela, há cerca de três horas e seu breve encontro com Araújo enfocou a situação naquele país vizinho e os "esforços" do Brasil e dos Estados Unidos para tirar o presidente Nicolás Maduro do poder. A visita e seu conteúdo geraram duras críticas no espectro político do centro, da direita e ainda mais da esquerda, que viram no discurso de Pompeo, endossado por Araújo, de uma "intervenção" nos assuntos internos da Venezuela a um "ato de campanha de Trump "em busca do voto latino para as eleições de novembro. (La Vanguardia, Espanha; Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/32Xah85 | bit.ly/2RQaPWE

MEIO AMBIENTE. Um coletivo de ONGs ambientalistas chama a atenção do grupo francês Casino sobre sua responsabilidade na verificação da cadeia de produtos vinculados com os problemas de desmatamento na Amazônia e no Cerrado. Em uma carta de advertência divulgada nesta segunda-feira (21), associações francesas, americanas, brasileiras e colombianas pedem para o gigante francês da distribuição respeitar suas obrigações legais. (RFI, França) | bit.ly/3kC3MNN

DAMARES. Ministra da Família do Brasil tentou impedir criança violada de abortar. O caso de uma criança que engravidou depois de anos de violações por um tio chocou o Brasil e transformou-se em arma política. A ministra brasileira da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, exerceu pressão para impedir de abortar uma criança de dez anos violada por um familiar, diz a Folha de São Paulo, que cita pessoas que acompanharam o processo. (Público, Portugal) | bit.ly/35WAQfp

VACINAÇÃO. Brasil tem a menor taxa de vacinação infantil em 25 anos. Pela primeira vez em 25 anos, o Brasil, referência mundial em vacinação, não atingiu a meta de imunização infantil em nenhuma vacina do calendário público em 2019 e a pandemia de coronavírus ameaça reduzir ainda mais a cobertura vacinal. O Brasil é referência mundial em vacinação graças ao Programa Nacional de Imunizações, criado em 1973 e considerado o maior programa de vacinação pública e gratuita do mundo, mas especialistas alertam para a queda das taxas. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2FJTfS2

GOVERNO BOLSONARO. Em meio a pressões da UE, Brasil cria secretaria para atender a Amazônia. Ela ficará no Ministério do Meio Ambiente e será responsável pelas políticas de controle e prevenção de desmatamentos ilegais e incêndios. O governo de ultradireita garante que com o argumento da proteção da Amazônia buscam de fora "derrubar Bolsonaro". (El Periódico, Espanha; El Espectador, Colômbia) | bit.ly/3mLdwXN | bit.ly/3kFmlAQ

GOVERNO BOLSONARO. Ministro diz que países mentem sobre a Amazônia para derrubar o presidente. O ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Augusto Heleno Ribeiro, acusou governos de outros países e personalidades estrangeiras nesta segunda-feira de mentirem sobre a devastação da Amazônia com o intenção de derrubar o presidente Jair Bolsonaro. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/32SaMjJ

COVID-19. Brasil registra 377 mortes nas últimas 24 horas e o total ultrapassa 137 mil. O Brasil, um dos países mais afetados no mundo pela nova pandemia de coronavírus junto com Estados Unidos e Índia, registrou 377 mortes relacionadas ao Covid-19 nesta segunda-feira e o número total de mortes já ultrapassou 137 mil, segundo o Ministério da Saúde. (La Vanguardia, Espanha; El Mercurio, Chile) | bit.ly/35YA5SU bit.ly/2RNOxov

BOLSONARO. Amazônia: Bolsonaro responderá a críticas na ONU. Como manda a tradição, o presidente brasileiro fará o primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU. Ele falará sobre sua política ambiental na Amazônia. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/3cj6Prk

PANTANAL. No Pantanal, devorado pelo fogo, o paraíso perdido dos animais. No Brasil, a maior área úmida do mundo está em chamas há três meses devido a incêndios criminosos, desmatamento e seca. É um massacre de pássaros, onças e milhares de espécies protegidas. (La Stampa, Itália) | bit.ly/364Z2Mq

IGREJA UNIVERSAL. IURD alerta comunidade internacional para “grave risco contra direito de religião” em Angola. A justiça angolana ordenou o encerramento e apreensão de todos os templos da IURD em Angola. Só na capital, Luanda, encontram-se 211 templos. Os angolanos, liderados pelo bispo Valente Bezerra, afirmam que a decisão de romper com a representação brasileira em Angola encabeçada pelo bispo Honorilton Gonçalves, fiel ao fundador Edir Macedo, se deveu a práticas contrárias à religião, como a exigência da prática da vasectomia, castração química, práticas de racismo, discriminação social, abuso de autoridade, além da evasão de divisas para o exterior do país. (Público, Portugal) | bit.ly/2ErcSxu

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER. Um pastor evangélico agrediu sua esposa em transmissão ao vivo: "Faça as coisas direito, idiota". Em seguida disse "Aceite a paz do Senhor” ao começo da transmissão como nada tivesse se passado. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3clNu8H

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

JULIAN ASSANGE. Figuras da política mundial pedem libertação imediata de Assange em carta pública e denuncia "a ilegalidade" do processo contra o fundador do WikiLeaks. Da lista de subscritores constam antigos e atuais chefes de Estado e de Governo e inúmeros deputados e diplomatas de 27 países, entre os quais os presidentes da Argentina, Alberto Fernández, da Venezuela, Nicolás Maduro; o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente do governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero. Assinaram também os ex presidentes do Uruguai, Jose%u001 (Pepe) Mujica; Argentina, Cristina Kirchner; Colômbia, Ernesto Samper; Bolívia, Evo Morales; Panamá, Martín Torrijos; República Dominicana, Leonel Ferna%u001ndez; Equador, Rafael Correa, e Paraguai, Fernando Lugo. Assim como o ex-líder do Partido Trabalhista britânico Jeremy Corbyn e o prémio Nobel Adolfo Perez Esquivel. (Esquerda.net, Portugal; Página 12, Argentina) | bit.ly/2FWJWOc | bit.ly/3kDluQX

ARGENTINA. As ameaças da aliança político-judicial-mídia. Pressão sobre o Tribunal no caso de juízes escolhidos a dedo pelo macrismo, enquanto o Supremo Tribunal Federal continua sem receber as reivindicações de Bruglia, Bertuzzi e Castelli. Na mídia de oposição até mesmo possíveis pedidos de impeachment são divulgados aos membros da mais alta corte. Nesta segunda-feira, a Câmara de Cassação voltou a dar-lhes uma má notícia: a decisão sobre as licenças tem que ser tomada pelo tribunal a que agora regressaram, ou seja, houve o indeferimento da entrada. (Página 12, Argentina) | bit.ly/30g3Hb1

BOLÍVIA. A esquerda voltará ao poder na Bolívia? Após vários adiamentos pelo regime provisório do país, as eleições estão marcadas para 18 de outubro. As pesquisas atuais mostram uma clara liderança do candidato presidencial socialista Luis Arce sobre o ex-presidente centrista Carlos Mesa e uma lista de outros candidatos. Se Arce obtiver pelo menos 40% dos votos por uma margem de 10% sobre seu rival mais próximo, ele evitará a possibilidade de um segundo turno. Isso marcaria uma reversão dramática da sorte política para a esquerda do país, depois que o ex-presidente Evo Morales foi forçado a fugir em novembro passado. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/3cjqTd9

VENEZUELA. A Venezuela rejeitou na segunda-feira a imposição de novas sanções contra o Ministério da Defesa iraniano e o presidente do país caribenho, Nicolás Maduro, pelos Estados Unidos e reafirmou seu direito de estabelecer relações "econômicas e comerciais" com Teerã. O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a imposição de sanções unilateralmente ao Irã. (El Telégrafo, Equador) | bit.ly/33Nxb0B

TRUMP. Trump pode ser investigado por fraude fiscal, afirma o Ministério Público pela primeira vez. Um novo processo do procurador do distrito de Manhattan ofereceu uma visão rara da investigação do escritório sobre o presidente e seus negócios. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/33NxfNT

EUA. 60% dos jovens dizem que vão votar em Biden e 27% em Trump, de acordo com uma pesquisa. 63% dos jovens pesquisados pelo Harvard Policy Institute afirmam que com certeza votarão, o maior número desde 2008, em que a pesquisa deu 59% de apoio a Obama. (El Diário, Espanha) | bit.ly/32UrzTf

ITÁLIA. O resultado das eleições regionais dá ar a Gustavo Conte. A centro-esquerda consegue preservar o bastião histórico da Toscana, além de Apúlia e Campânia. 69% dos eleitores dão luz verde para reduzir 230 cadeiras no Parlamento e 200 no Senado.(El Periódico, Espanha) | bit.ly/3kH49GG

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

LULA – Julian Assange (The Guardian, Inglaterra) | “A extradição de Julian Assange minaria a liberdade de expressão” | bit.ly/3iStz3X

Cas Muddle – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Trump está alimentando mitos nacionalistas. Mas os democratas também se entregam ao patriotismo copioso.” | bit.ly/2Hk22KF

Maurizio Matteucci – Itália (Página 12, Argentina) | “Rossana Rossanda, uma mulher de fronteira, comunista e herética” | bit.ly/3cjUCTj

Ariel Basteiro – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Planos ABC e o gosto salgado nas eleições bolivianas” | bit.ly/32PHnGC

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Votar republicano significa votar contra a assistência à saúde. A morte de Ruth Bader Ginsburg apenas amplia a questão” | nyti.ms/33P6wAD

Tim Shorrock – EUA (The Nation, EUA) | “Progressistas criticam o time de Joe Biden para a política externa” | bit.ly/32PHvG6

Oliver Stuenkel – Brasil (Americas Quaterly, EUA) | “Por que uma derrota de Trump seria um desastre para Bolsonaro” | bit.ly/364YXbA

Guilaume Long – Equador (Jacobin, EUA) | “No Equador de Lenín Moreno, a democracia está em perigo” | bit.ly/33OPseb

Conteúdo Relacionado