Clipping Internacional

Clipping Internacional - 22/10/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

22/10/2020 09:27

Inglaterra:  Novas restrições de bloqueio podem forçar muitas pessoas a endividar-se neste inverno, alertou o Citizens Advice (Adam Vaughan/Rex/Shutterstock)

Créditos da foto: Inglaterra: Novas restrições de bloqueio podem forçar muitas pessoas a endividar-se neste inverno, alertou o Citizens Advice (Adam Vaughan/Rex/Shutterstock)

 

1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro ordenou o cancelamento do acordo anunciado terça-feira pelo Ministério da Saúde para a compra de milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac. A decisão opõe-se a uma disputa política com o governador de oposição de São Paulo, João Doria, que promove a produção da vacina naquele estado a partir de 2021. Bolsonaro insiste que eficácia da vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech deve ser “comprovado cientificamente” e que o povo brasileiro “não será cobaia de ninguém”. No entanto, ele não hesitou em promover o uso da hidroxicloroquina por meses, apesar de muitos estudos mostrarem que ela não é eficaz contra o coronavírus. (Página 12, Argentina; El País, Espanha; La Vanguardia, Espanha; Sputnik News, Rússia; El Periodico, Espanha; La Presse, Canadá; La Repubblica, Itália; La Stampa, Itália; El Clarin, Argentina; El Mercurio, Chile; Diário Correo, Peru) | bit.ly/35gRTXm | bit.ly/2HoFkBx | bit.ly/2HpnCOb | bit.ly/31x0d4x | bit.ly/37Domdc | bit.ly/3ofcPH2 | bit.ly/3kmOSLI | bit.ly/31zh9qO | bit.ly/35lQuyR | bit.ly/31wYc8u | bit.ly/3mcgrYG

IMPRENSA. SIP denuncia confronto permanente de Bolsonaro com a imprensa. O presidente Jair Bolsonaro, com ataque permanente à imprensa de forma autoritária e agressiva, ameaça o bom exercício do jornalismo no Brasil, denunciou a Associação Interamericana de Imprensa (SIP). No relatório sobre o Brasil a entidade afirmou que a conduta do líder de extrema direita é o principal exemplo dos problemas que a liberdade de imprensa vem enfrentando no maior país da América Latina. A SIP destacou que o chefe de Estado ameaçou agredir fisicamente um jornalista por interrogá-lo sobre depósitos suspeitos na conta bancária da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. (La Vanguardia, Espanha; El Espectador, Colômbia) | bit.ly/2IWm4fa | bit.ly/31A5Kr0

VACINA OXFORD. Morre voluntário participante dos ensaios da vacina Oxford no Brasil. As autoridades informaram que os testes no país continuarão. Fontes anônimas próximas ao estudo informaram a agência Bloomberg que o voluntário não recebeu a vacina, mas um placebo. A informação não foi confirmada pela Anvisa, que reivindicou um acordo de confidencialidade. (El País, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; The Washington Post, EUA; El Diário, Espanha; Jornal de Notícias, Portugal; La Jornada, México) | bit.ly/3ogvoe1 | bit.ly/2IWlT3u | wapo.st/3kny1rV | bit.ly/31vCstB | bit.ly/3ogaifQ | bit.ly/3ojC0bk

PAZUELLO. Ministro da Saúde do Brasil está infectado. O general do Exército, Eduardo Pazuello, é o responsável pela pasta da Saúde desde maio, quando substituiu Nelson Teich. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2TnuVZ3

STF. Comissão do Senado aprova juiz proposto por Bolsonaro para o STF A Comissão de Constituição e Justiça do Senado brasileiro aprovou nesta quarta-feira a nomeação do desembargador Kassio Nunes Marques como novo membro do STF, embora a decisão ainda não tenha sido avalizada pelo plenário do Senado. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3jlKD1A

COVID-19. O Brasil confirmou mais 566 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o total de mortes causadas pela pandemia para 155.403, em meio a polêmicas sobre a obrigatoriedade e os tipos de vacinas a serem aplicadas no país. De acordo com o boletim de situação divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde, também nas últimas 24 horas o número de infecções foi de 5.298.772, com 24.818 novos casos confirmados. (El Periodico, Espanha; La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/31wwY1G | bit.ly/3ofOctH

ACORDO BRASIL-EUA. O mini acordo Brasil-EUA vale a pena? Trump provavelmente tornou muito mais difícil para os dois países chegarem a um acordo comercial completo. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2HrEDax

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

DESIGUALDADE. Números oficiais revelaram a enorme divisão financeira no Reino Unido causada pela crise do coronavírus, com uma em cada três famílias sofrendo cortes de renda, e jovens adultos e negros, asiáticos e pessoas de minorias étnicas mais atingidas. 31% das famílias do Reino Unido experimentaram uma redução na renda, com as famílias afetadas normalmente tendo perdido um quarto de sua renda. Famílias de origem negra e de minorias étnicas (BAME) sofreram o pior financeiramente co (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/31tpc8v

ARGENTINA. O irmão. O livro que preocupa o ex-presidente Mauricio Macri. Quem fala é Mariano Macri, irmão de Mauricio. E o que conta é uma realidade muito distante do produto construído pelo marketing político. Negócios com empresas do Grupo e Boca, as extorsões, as empresas laranjas, a indiferença por quem está mais próximo, a ocultação de bens. Tudo o que não está à vista do ex-presidente, contado por quem o conhece melhor, no livro que toda a liderança política espera. Maurício Macri apressa-se a minimizar o efeito das revelações do irmão (Página 12, Argentina) | bit.ly/35lkKtK | bit.ly/2IQfRkJ

EUA. Pais de 545 crianças separados na fronteira não podem ser encontrados. Um novo relatório mostra centenas de casos em que os pais deportados de crianças migrantes que foram tiradas de suas famílias não podem ser localizados. Os esforços são parte de uma ampla campanha para rastrear pais separados de seus filhos na fronteira com os Estados Unidos, começando em 2017, de acordo com a política de imigração mais controversa do governo Trump. Cerca de 60 das crianças tinham menos de 5 anos quando foram separadas, mostram os documentos. (The New York Times, EUA; The Washington Post, EUA) | nyti.ms/31si7Ft | wapo.st/2HgRdJX

CHILE. O Chile se distancia da América Latina e segue seu modelo presidencial de governo. Se no plebiscito que será realizado no domingo, 25 de outubro no Chile, vencer a opção “Aprovar” – de quem quer mudar a atual Constituição de 1980, elaborada durante a ditadura–, um dos temas centrais que a futura convenção vai debater será o sistema do governo. O Chile, como o resto da América Latina, tem uma longa tradição presidencial inspirada nos Estados Unidos, de onde países como Peru e Uruguai começaram a se afastar. (El País, Espanha) | bit.ly/2HsOwEu

PAPA FRANCISCO. O Papa abençoa as uniões gays. Francisco acredita que os homossexuais têm direito a uma família. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/31x4uEY

OEA. Em nota divulgada nesta quarta-feira em suas redes oficiais, o Grupo Puebla, espaço político formado por representantes da esquerda ibero-americana fundado no ano passado, pediu a Luis Almagro, secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, que renuncie ao cargo. Eles expressaram que as eleições de domingo deixaram claro que a liderança regional do ex-ministro das Relações Exteriores é "seriamente questionada". E o México censura Luis Almagro e sugere que renuncie. (La Diária, Uruguai; El Espectador, Colômbia) | bit.ly/31y1DLZ | bit.ly/31zfl1f

COLÔMBIA. Nova grande demonstração. Uma coalizão de indígenas, estudantes e professores marchou contra o governo de direita de Iván Duque ontem. Vários milhares de pessoas, incluindo indígenas, estudantes e professores, manifestaram-se na Colômbia na quarta-feira em mais um dia de mobilização contra o governo de direita do presidente Iván Duque. Esta é a quarta "greve nacional", também convocada a convocação dos sindicatos, para aumentar a pressão sobre o chefe de Estado, no poder desde agosto de 2018 e cuja popularidade caiu para 38%. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/35oLaux

CHINA. Em um mundo atolado em recessão, a China consegue uma recuperação em forma de V. Sua retomada também começa a ficar um pouco mais equilibrada, com consumo novamente em alta. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/2HfjMr9

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Luis Arce, entrevista – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Estamos indignados com a OEA” | bit.ly/37xUC1I

Evo Morales, entrevista – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Se tivesse algo de ético, Luis Almagro deveria renunciar à OEA” | bit.ly/34kEEpt

Mark Weisbrot – Bolívia (The Nation, EUA) | “Bolívia demanda sua democracia” | bit.ly/2TfPEhJ

Yannis Varoufakis – Nazismo (Project Syndicate, EUA) | “Enquanto os nazistas gregos vão para a prisão, seu veneno continua livre” | bit.ly/37vUa3R

Sarah Miller – Big Techs (The Guardian, Inglaterra) | “Um processo antitruste dos Estados Unidos pode dividir o Google. Bom, é a ‘Standard Oil’ dos nossos dias” | bit.ly/3jfyGug

Diego Harmus, entrevista - Pandemia (El País, Espanha) | “Não há epidemia que afete mais aos ricos que aos pobres” | bit.ly/3ojt31N

Celso Amorim, entrevista - Brasil (Diário de Notícias, Portugal) | “O Brasil tem um governo de extrema direita” | bit.ly/3maVFs9

Macarena Segovia – Chile (La Diária, Uruguai) | “O Chile não abre mão da rua: um olhar sobre a realidade social do país, onde será votado no domingo um plebiscito pela reforma da Constituição” | bit.ly/3md6NEY

Alen Gilbert – Venezuela (El Periodico, Espanha) | “A vitória da esquerda boliviana enfraquece Guaidó” | bit.ly/3kgVnQ2

Martin Wolf – Crise Econômica (Financial Times, Inglaterra) | “A ameaça do alongamento da economia covid ronda. Os governos precisam se concentrar no custo da inação, não no custo de apoiar a economia.” | on.ft.com/37uBiSG

Alain Frachon – Globalização (Le Monde, França) | “Covid-19: as novas roupagens da mundialização” | bit.ly/2Ho21Wx

Zephyr Techout, entrevista - Monopólios (Democracy Now, EUA) | “’Parti-las’: como o Departamento de Justiça dos EUA visam o Google, pedindo a dissolução do monopólio das ‘Big Techs’” | bit.ly/2IWUyhB

Raphael Tsavkko Garcia – Racismo (Al Jazeera, Catar) | “A diversidade no Brasil é só uma ilusão” | bit.ly/35oLcCF

Conteúdo Relacionado