Clipping Internacional

Clipping Internacional - 23/06/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

23/06/2020 09:09

Fundos internacionais advertem embaixadas na Europa e EUA: desmonte ambiental bloqueará investimentos no Brasil

Créditos da foto: Fundos internacionais advertem embaixadas na Europa e EUA: desmonte ambiental bloqueará investimentos no Brasil

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LULA. O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva participará na sexta-feira de um debate com o presidente argentino, Alberto Fernández, sobre os rumos da América Latina após a pandemia da Covid-19. ‘Nesta sexta-feira, dia 26, às 15h, conversaremos sobre a América Latina com nossos colegas Alberto Fernández e Lula, disse Adolfo Pérez Esquivel, organizador do encontro da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires (UBA). (Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/3hTmiAy

IGREJA CATÓLICA. O vice-presidente da Conferência Episcopal do Brasil exigiu que a política estivesse a serviço do bem comum. A Igreja Católica para Jair Bolsonaro: "Não queremos um país à deriva". Diante da dramática crise de saúde causada pela Covid-19, o bispo Mário Antônio da Silva disse ao presidente brasileiro que "não queremos uma nação sem projetos de vida e democracia, sem esperança para a população". (Página 12, Argentina) | bit.ly/2VbJgt5

RIO DE JANEIRO. A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro renunciou em meio a suspeitas de corrupção. Fernando Ferry tornou-se, assim, o terceiro secretário que deixa o cargo no meio da pandemia de coronavírus. O estado registra 8.875 mortes e 96.133 infecções por Covid-19. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2NkmACA

AMAZÔNIA. Investidores alertam embaixadores do Brasil sobre o desmatamento da Amazônia. Um grupo de empresas de investimento principalmente europeias enviou uma carta conjunta aos embaixadores brasileiros em seus países para expressar preocupação com o aumento do desmatamento na Amazônia. A carta diz que o “desmantelamento das políticas ambientais e de direitos humanos está criando uma incerteza generalizada sobre as condições para investir ou fornecer serviços financeiros ao Brasil”. Foi enviado na segunda-feira às embaixadas brasileiras na Noruega, Suécia, França, Dinamarca, Holanda, EUA e Reino Unido e solicitou o início do diálogo para tratar do assunto. (The New York Times, EUA; Financial Times, Inglaterra) | nyti.ms/37VtFmC | on.ft.com/2BAzo4Z

COVID-19. O Brasil, o segundo maior ponto de ataque de coronavírus do mundo depois dos Estados Unidos, passou oficialmente 50.000 mortes por coronavírus no domingo, um golpe para um país que já enfrenta mais de 1 milhão de casos, instabilidade política crescente e economia debilitada. O Brasil agora tem um total de 1.085.038 casos confirmados e 50.617 mortes, contra 49.976 no sábado, informou o Ministério da Saúde. E meio a uma crise de saúde que coexiste com a grave turbulência política desencadeada em torno do governo da extrema-direita Jair Bolsonaro, que quer desinterditar tudo. (The New York Times, EUA; La Vanguardia, Espanha; El Periódico, Espanha; El Mercúrio, Chile; Diário Correo, Peru) | nyti.ms/315qiIp | bit.ly/37UoIKI | bit.ly/3hSy4vh | bit.ly/2YqCd1L | bit.ly/3i43IWK

BOLSONARO. A prisão de um colaborador de Bolsonaro enfraquece seu apoio militar e aumenta o preço das alianças políticas. A pior semana para Jair Bolsonaro desde que assumiu o cargo no Brasil, há 18 meses, terminou com dois alertas para o presidente. O primeiro: a liderança das Forças Armadas não o apoia mais com tanta firmeza e aguarda os próximos movimentos para saber em que direção tomar. No momento, ele está esperando. A segunda: o chamado Centrão, uma coalizão de partidos com presença parlamentar, mas sem programa ou ideologia, cobrará um preço cada vez mais alto para interromper qualquer processo de impeachment contra o presidente. (El País, Espanha) | bit.ly/3dnSybP

DESIGUALDADE RACIAL. As escolas particulares de São Paulo apoiam a diversidade, mas eles têm poucos alunos e professores negros. "Tem. Mas eles são poucos”. É assim que os diretores de algumas escolas de elite da cidade de São Paulo respondem à pergunta sobre o número de alunos e professores de negros e mestiços em seus centros. (El País, Espanha) | bit.ly/2Nn0Vd1

WASSEF. Advogado que albergou Queiroz deixa de representar Flávio Bolsonaro. O advogado Frederick Wassef deixou de representar o senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do Presidente brasileiro, no caso que investiga o desvio de dinheiro público quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro. Foi na casa de Wassef que foi detido na semana passada o ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, que é uma peça fundamental nas investigações. (Público, Portugal) | bit.ly/380ByHp

BOLSONARO. O silêncio de Bolsonaro quando o Brasil ultrapassa as 50 mil mortes. Jornais brasileiros de todos os quadrantes criticam o fato de não existir nenhum comentário do presidente em relação ao marco negro que foi ultrapassado no domingo. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2zWN4qN

COVID-19. "É só a ponta de um imenso iceberg". Brasil terá não 1, mas 10 milhões de infetados. Especialista em doenças infecciosas diz que casos estão subdimensionados. OMS diz o mesmo: Brasil testa pouca população para a dimensão do país. Haverá muitos mais casos do que os oficiais. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3drSac7

ESTADO POLICIAL. Vídeo capta policial militar pressionando o joelho no pescoço de jovem em São Paulo. Nas imagens, gravadas no domingo, surge Gabriel de Sousa, de 19 anos, a cair no chão desmaiado, depois de ser imobilizado por um polícia militar que apertou o pescoço do jovem com o seu braço durante vários segundos. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2V5jR4j

SANTA CATARINA. A maneira alternativa de Bolsonaro combater a pandemia no Brasil. Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, é a referência no país de como lidar com sucesso com esta crise, fazendo o oposto que o presidente brasileiro defende. Santa Catarina é um estado do sul do Brasil com cerca de 7 milhões de habitantes. Nas eleições presidenciais de 2018, Jair Bolsonaro obteve 76% dos votos. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2BzimEm

BOLSONARO. Ordem dos Advogados do Brasil solicitará julgamento político contra Bolsonaro. Segundo a entidade, a situação do presidente "atingiu o fundo do poço" após a prisão de um ex-policial corrupto que estava escondido nas propriedades do advogado do presidente. A situação vinha sendo tratada com cautela, tomou outro rumo na semana passada, quando a Polícia Federal prendeu Fabrício Queiroz, ex-policial e ex-conselheiro e motorista de Flávio Bolsonaro, personagem intimamente ligado com a família e com o próprio presidente. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3dqJh2K

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

VENEZUELA. Trump dá um golpe em Guaidó, expressando dúvidas sobre seu reconhecimento e abrindo a porta para ver Maduro. As palavras do Presidente dos Estados Unidos suscitam preocupação entre a oposição ao Chavismo e forçam a Casa Branca a esclarecer que a confiança na cabeça do Parlamento ainda está intacta. Nicolas Maduro reassume o controle. O vice e proclamado presidente Juan Guaido está perdendo força em uma oposição dividida que se recusa a participar das eleições legislativas. (El País, Espanha; Le Monde, França) | bit.ly/2NpebxS | bit.ly/3eswVs8

CHILE. O contágio não enfraquece, o governo tenta salvar a economia. As perspectivas do país foram revisadas em baixa pelo banco central. A taxa de contágio pelo coronavírus não diminui e os serviços hospitalares de Santiago estão próximos da saturação. (Les Echos, França) | bit.ly/2Nn0YWf

BOLÍVIA. Sob pressão, Añez anunciou que as eleições na Bolívia serão em 6 de setembro. A presidente autoimposta suspendeu as eleições no início de maio devido à pandemia. A situação política e social, perto do descontrole, a levou a rever e fazer esse anúncio. (Tiempo Argentino, Argentina) | bit.ly/2Nn0ZcL

ARGENTINA. Fechar a porta. Uma nova quarentena está chegando com mais restrições. O crescimento de infecções, mortes e ocupação de leitos de terapia aceleraram a decisão. Alberto Fernández, o governador e o prefeito de Buenos Aires, concordaram em endurecer a quarentena. Houve 2.146 infecções, com números semelhantes entre as províncias e as cidades. A nova extensão da quarentena incluirá novas diretrizes que visarão reduzir a circulação. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3esoBbD

CORONAVÍRUS 1. O Covid-19 se espalhou por todo o planeta, enviando bilhões de pessoas para confinamento enquanto os serviços de saúde lutam para lidar com isso. Descubra onde o vírus se espalhou e onde foi mais mortal. Mapa mundial do coronavírus: quais os países com mais casos e mortes por Covid-19? (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3fNKBhB

CORONAVÍRUS 2. A pandemia está se acelerando no mundo e força a diminuição da escalada. Desde a erupção da pandemia de Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) não se cansou de alertar os líderes mundiais sobre o perigo de subestimar o vírus. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/31fM5wS

TRUMP. Trump enfrenta pressão para redefinir a campanha depois de Tulsa encerrar semana sombria. Presidente vai para o Arizona para um evento de fronteira no que equivale a um relançamento de um relançamento. O presidente dos EUA teria ficado irado no sábado, quando seu primeiro comício em três meses, uma aposta desafiadora em meio à pandemia de coronavírus, planejada como uma demonstração assustadora de força, saiu pela culatra com pouca participação em Tulsa, Oklahoma, um coração republicano. Donald Trump perde para Joe Biden em pesquisas nacionais. The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2Nn10xl

EUA. Novos surtos surgem à medida que os americanos se aventuram em bares e igrejas. Durante meses, os aglomerados frequentemente se concentram em casas de repouso, prisões e plantas de processamento de alimentos. Com os americanos se aventurando mais em público, novos tipos de surtos estão surgindo. Os grupos emergentes refletem o curso imprevisível do vírus - e destacam os riscos que os especialistas dizem que provavelmente persistirão até que haja uma vacina. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3hO84Bb

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Bianca Santana – Brasil (The Guardian, Inglaterra) | “Jair Bolsonaro me acusou de espalhar 'notícias falsas'. Eu sei por que ele me colocou em sua mira. Bolsonaro não gosta de ser desafiado por mulheres, principalmente mulheres negras.” | bit.ly/2V5jLtt

Alfredo Serrano Mancilla – Argentina (Página 12, Argentina) | “O imposto aos ricos como sentido comum” | bit.ly/2Vadg8G

Paul Krugman, - EUA (The New York Times, EUA) | “Uma praga da ignorância deliberada. Trump deu poder à sequência antirracional dos EUA.” | nyti.ms/2YqZsJ9

Arnaud Leparmentier – EUA (Le Monde, França) | “Wall Street tenta derrubar Alexandria Ocasio-Cortez com milhões de dólares” | bit.ly/2Z5pGzI

Marco Evers e outros – Coronvavírus (Der Spiegel, Alemanha) | “Uma disputa global pela próxima vacina contra coronavírus” | bit.ly/3dotr8B

Noam Chomsky, entrevista – Trump (Jacobin, EUA) | “Trump é o pior criminoso da história, inegavelmente” | bit.ly/3eswRbS



Conteúdo Relacionado