Clipping Internacional

Clipping Internacional - 23/10/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

23/10/2020 09:31

Grafite convoca os chilenos a votar a favor da reforma constitucional no próximo domingo (Martin Bernetti/AFP)

Créditos da foto: Grafite convoca os chilenos a votar a favor da reforma constitucional no próximo domingo (Martin Bernetti/AFP)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

A VACINA CHINESA. A corrida para vacinar mais de 200 milhões de brasileiros contra a Covid-19 gerou uma batalha política acirrada entre o presidente Jair Bolsonaro e o poderoso governador do estado de São Paulo, João Doria, aumentando o temor entre os médicos de que o país terá dificuldades para imunizar seus cidadãos mais vulneráveis . Bolsonaro disse na quarta-feira que o governo federal não vai comprar uma vacina que está sendo desenvolvida pela Sinovac, uma empresa privada chinesa, em parceria com o governo do estado de São Paulo, embora pesquisadores da Covid-19 digam que ela pode ser a primeira a ser aprovada para uso no Brasil. Bolsonaro tem sido um crítico feroz do governo chinês e de Doria, um ex-aliado centrista e estrela de TV multimilionária que deve tentar tirar dele a presidência nas eleições de 2022. (The Wall Street Journal, EUA; Últimas Notícias, Venezuela; Sputnik News, Rússia) | on.wsj.com/34o4GIl | bit.ly/2Ti94Ci | bit.ly/2IVTfzn

GOVERNO BOLSONARO. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), órgão governamental responsável pelas ações e políticas de proteção ao meio ambiente, ordenou aos bombeiros que suspendessem os atuais trabalhos de combate a incêndios em todo o país, inclusive na Amazônia e no Pantanal, devido à falta de recursos. A retirada foi ordenada pela Diretoria de Proteção Ambiental do órgão em memorando conhecido nesta quinta-feira e inclui quase 1.400 bombeiros. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, vem reduzindo gradativamente os recursos do Ibama desde o ano passado e anunciou que deseja fundi-lo com outros órgãos ambientais. (Página 12, Argentina; El Mercurio, Chile) | bit.ly/31AEskc | bit.ly/3meuQmV

BOLSONARO. Bolsonaro criticou as "falsas narrativas" sobre o incêndio na Amazônia e voltou a atacar os que desaprovam sua política ambiental. Bolsonaro participou da cerimônia de formatura de 27 novos diplomatas, a quem pediu para "levar a verdade ao mundo" sobre o que está acontecendo no Brasil. “Preservamos a liberdade de imprensa”, disse Bolsonaro, que, dirigindo-se aos jornalistas, acrescentou: “Apesar de tudo, apoiamos o que vocês mostram e divulgam sem represálias nossas”. (Página 12, Argentina; La Vanguardia, Espanha; El Periódico, Espanha) | bit.ly/3dXZv59 | bit.ly/2HpZ0EO | bit.ly/2TgNzlu

ROBINHO. 'Falta de vergonha': escândalo de Robinho destaca crise de estupros no Brasil. O debate público sobre a violência sexual e a cultura do estupro reaqueceu no Brasil depois que um de seus principais clubes de futebol tentou recrutar um estuprador condenado para liderar o ataque. O Santos fechou contrato - agora suspenso - com o ex-atacante brasileiro que foi condenado por estupro na Itália em 2017. Robinho, que está apelando contra a condenação, foi condenado a nove anos à revelia, que foi suspensa até que o processo de apelação seja concluído. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública disse que 66.123 estupros foram registrados no ano passado, um a cada oito minutos. Quase 86% das vítimas eram mulheres e 60% menores de 14 anos. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3mfvd0z

BOLSONARO. Bolsonaro chama governador de São Paulo de "miniprojeto de ditador". João Doria assinou acordo com o Ministério da saúde para comprar 146 milhões de doses de vacina produzida na China contra a Covid-19, mas presidente anulou-o por pretender solução "comprovada cientificamente". A população fica no meio do tiroteio. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3kAY3rK

BOLSONARISTAS. Senador brasileiro anti-isolamento morre de Covid-19. Aliado de Bolsonaro, Oliveira era conhecido por se referir à doença como "o vírus chinês", por ser feroz crítico do isolamento social, por defender o uso da cloroquina e por elogiar todas as controversas posições de Jair Bolsonaro no combate à pandemia. Foi notícia ainda este ano por misterioso envolvimento na morte do marido da deputada Flordelis. (Diário de Notícias, Portugal; Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/3oiNNa0 | bit.ly/2FTU0YL

ÍNDIOS. O Covid mata indígenas que são "bibliotecas vivas" e atraem invasores A indígena brasileira Alessandra Korap, líder da etnia Munduruku e que recebeu nesta quinta-feira em cerimônia virtual o Prêmio Robert F. Kennedy de Direitos Humanos 2020, disse que a nova pandemia o coronavírus matou "bibliotecas vivas", como são consideradas as pessoas mais velhas e sábias de suas cidades. (La Vanguardia, Espanh; El Periodico, Espanha) | bit.ly/2Tqm5K5 | bit.ly/34nAygv

COVID-19. O Brasil ultrapassa 5,3 milhões de casos de Covid-19. O Brasil, um dos países mais afetados no mundo pela nova pandemia de coronavírus junto com os Estados Unidos e a Índia, ultrapassou 5,3 milhões de casos confirmados de Covid-19 na quinta-feira e se aproximou de 156.000 mortes, de acordo com o relatório. Ministério da Saúde. (La Vanguardia, Espanha; La Jornada, México) | bit.ly/3jqotv7 | bit.ly/34oQvTv

LULA. Lula diz que Bolsonaro pode rejeitar a vacina, mas não pode negá-la ao país. “Se o Bolsonaro não confia na eficácia da vacina, ele não a aplica. Mas o papel de um presidente da República é permitir que a população tenha a vacina à sua disposição”, disse o dirigente socialista e um dos principais Os adversários de Bolsonaro em mensagem que ele postou em suas redes sociais. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/35xWq8i

BOLSONARISTAS. Dinheiro na cueca: no Brasil, a corrupção toca o fundo. Um senador brasileiro foi pego pela polícia com a mão na ... cueca, onde havia guardado cerca de 5.000 euros de dinheiro público desviado. Mas ele não é o primeiro a mostrar originalidade nesta área. O caso gerou humor azedo entre os brasileiros. Ficará gravado no ‘anais’ da política brasileira, segundo um dos memes que percorreram as redes após a descida ao senador Chico Rodrigues. (Libération, Brasil) | bit.ly/34kTah4

BOLSONARISMO. Milícias paramilitares, mais poderosas que o narcotráfico no Rio de Janeiro. Um relatório revelou que esses grupos controlam grande parte da população da cidade. Realizado por um grupo de pesquisadores de várias instituições brasileiras, o relatório apontou que um em cada três habitantes da cidade vive em áreas controladas pelas "milícias", como são conhecidas. Ou seja, um total de aproximadamente dois milhões de pessoas: pouco menos que a população do Uruguai. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/35vvV3j

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

CHILE. Oportunidade para o Chile abrir um novo caminho na votação para descartar a constituição da era Pinochet. O referendo de domingo pode significar o fim da constituição de 1980, que permitiu o florescimento da privatização e levou a uma desigualdade generalizada. A constituição do Chile de 1980 tem sido criticada desde seu início como fatalmente comprometida por suas ligações com uma ditadura culpada de assassinato político, tortura e encarceramento em massa. A grande incógnita no plebiscito é o comparecimento (The Guardian, Inglaterra; El País, Espanha; L’Humanité, França) | bit.ly/34o4GYR | bit.ly/31ywDvg | bit.ly/34nr8l3

CHILE. A Polícia chilena anunciou esta quinta-feira a demissão do agente que jogou um menor de 16 anos no leito de um rio em Santiago no âmbito de uma manifestação, incidente que mais uma vez colocou a segurança em destaque pela sua brutalidade e suscitou condenações de organizações internacionais. A direção dos ‘carabineros’ explicou que dispensou o agente de 23 anos acusado de homicídio por "improbidade" por portar câmeras não oficiais no momento do ataque. (El Periodico, Espanha) | bit.ly/3kuMeni

CORONAVIRUS/EUROPA. Onde a segunda onda da Europa está lotando os hospitais. A Polônia transformou seu maior estádio em um hospital de campanha de emergência. O número de pacientes com Covid-19 na Bélgica e na Grã-Bretanha dobrou em duas semanas. E médicos e enfermeiras na República Tcheca estão adoecendo em um ritmo alarmante. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3jpz1e3

EUA/DEBATE. Sete momentos importantes do segundo debate entre Donald Trump e Joe Biden. Num debate mais tranquilo e quase sem interrupções, algumas frases importantes foram deixadas para a campanha sobre temas como a pandemia, a tensão racial e a imigração. Aqui uma seleção. (El País, Espanha) | bit.ly/3kpxZ2Z

AMÉRICA LATINA. A economia latino-americana teria caído o dobro sem o estímulo fiscal dos governos. O FMI acredita que graças aos oito pontos do PIB gastos, os países da região evitaram uma queda entre 14% e 15%. (El País, Espanha) | bit.ly/2HjhAPn

ESPANHA. O Vox de extrema direita foi deixado sozinho em sua moção de censura ao governo da Espanha. A iniciativa acabou mostrando tensões na direita e deixou intacta a liderança de Pedro Sánchez. A moção de censura que o Vox apresentou contra o governo de Pedro Sánchez, foi um fracasso para essa organização política e ficou muito aquém da maioria de 176 votos de que precisava no Parlamento. E mais: nenhum deputado de outro partido apoiou. Não houve nem abstenções, apenas votos contra, inclusive os do Partido Popular (PP) de Pablo Casado, que Vox apoia em coalizões de governo local. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3mfxHMt

UBER. Uber e Lyft perdem seu recurso sobre o status de seus motoristas na Califórnia. Um tribunal de apelações da Califórnia decidiu na quinta-feira, 22 de outubro, que Uber e Lyft realmente violaram a lei estadual que exige que eles qualifiquem seus motoristas como empregados, mas as duas empresas estão suspensas até os eleitores votaram em sua proposta alternativa em 3 de novembro. (Le Monde, França) | bit.ly/2FWw7zK

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Adam Tooze – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “O capital finalmente está perdendo a fé em Trump?” | bit.ly/37AohqM

The Guardian, editores – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “O debate presidencial final de Biden-Trump: o veredicto dos panelistas do jornal. Trump ofereceu pouca visão e quase nenhuma política, enquanto Biden era sólido. O presidente precisava de uma vitória, e ele não conseguiu. “ | bit.ly/3jmb2MQ

Jorge Alemán – Extrema Direita (Página 12, Argentina) | “O que se passa com a ultradireita? | bit.ly/3jmb3Ao

Evo Morales, entrevista – Bolívia (Página 12, Argentina) | “Deve renunciar (Luis Almagro) porque suas mãos estão manchadas de sangue” | bit.ly/31ADC7b

Eric Nepomuceno – Brasil (Página 12, Argentina) | “Cresce no Rio o poder dos sicários” | bit.ly/3kAYaUc

Diego M.Raus - Bolívia (Página 12, Argentina) | “Fatos e reflexões sobre a Bolívia” | bit.ly/3jpE4uM

Joanildo Buriti, entrevista – Brasil (RFI, França) | “O campo evangélico é diversidficado quanto a própria sociedade brasileira” | bit.ly/34lN0gw

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Quantos norte-americanos Ayn Rand matará? Liberdade não significa mãos livres para infectar outras pessoas.” | nyti.ms/34nAttd

Ishaan Tharoor- Papa Francisco (The Washington Post, EUA) | “Papa Francisco, o antiTrump dos nossos tempos” | wapo.st/3dPzMf4

Gianmarco Monsellato – Economia (Le Monde, França) | “A administração Trump criou um protecionismo moderno” | bit.ly/3maDoLy

Amy Goodman e Denis Moynihan – EUA (Democracy Now, EUA) | “Trump mente; os números não” | bit.ly/35r3K5h

Domenico Moro – EUA (Sinistra in Rete, Itália) | “EUA, crise da economia da dívida e enfraquecimento do dólar” | bit.ly/35sVimg



Conteúdo Relacionado