Clipping Internacional

Clipping Internacional - 24/02/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

24/02/2021 09:05

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PETRBRÁS/Bolsonaro afunda bolsa brasileira. A decisão do presidente Bolsonaro de demitir o chefe da estatal petrolífera e intervir em sua política de preços dos combustíveis abalou os mercados. Turbulência era esperada. Foi uma carnificina. Ao meio-dia no Brasil, a participação da Petrobras caía quase 20%, arrastando para baixo a Bolsa de Valores de São Paulo, que perdeu mais de 5%. Em questão, um anúncio alarmante feito na sexta-feira: o presidente Jair Bolsonaro, irritado com os sucessivos aumentos do preço do combustível, ia intervir diretamente nos negócios da Petrobras. Petrobras convoca reunião para eleger aliado do Bolsonaro. Membros do conselho da gigante brasileira do petróleo Petrobras estão abrindo caminho para a aprovação de um general aposentado sem experiência no setor para assumir o comando da estatal (Les Echos, França; The Independent, Inglaterra; The Wall Street Journal, EUA; La Jornada, México; Euronews, Portugal) | bit.ly/3qQBxys | bit.ly/3kjaAks | on.wsj.com/2ZLw5Rw | bit.ly/3soGZc4 | bit.ly/3pPN8wm

PRIVATIZAÇÕES/ Bolsonaro insiste em privatizar a Eletrobrás. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro entregou pessoalmente uma proposta ao Parlamento na terça-feira para avançar a capitalização da empresa de eletricidade Eletrobrás e afirmou que sua agenda de privatizações "continua a todo vapor". A entrega dessa proposta ao Congresso ocorre em um momento em que no mercado financeiro existe grande desconfiança quanto à real intenção do Governo de liberar a economia e reduzir o peso do Estado em todas as atividades produtivas. A agitação do mercado responde à decisão de Bolsonaro de demitir o presidente da Petrobras, o economista Roberto Castello Branco, e substituí-lo pelo general e ex-ministro da Defesa Joaquim Silva e Luna. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2ZIu8VW

SILVEIRA E FLORDELIS/Câmara aceita processo contra os dois deputados. Os dois deputados, Daniel Silveira e Flordelis dos Santos da base parlamentar de Bolsonaro, tiveram aprovados o início do processo que pode resultar na cassação de seus mandatos. Daniel Silveira está atualmente preso e é acusado de graves ameaças e ataques à "estabilidade democrática", e a outra é a deputado Flordelis dos Santos, pastora evangélica, suspeita da morte do marido. (El Diário, Espanha) | bit.ly/37IZ8te

VACINAÇÃO/Aprovado o uso da vacina Pfizer em meio à confusão. Um mês após o lançamento de sua caótica campanha nacional de vacinação e já prejudicado pela falta de doses disponíveis, o Brasil finalmente autorizou na terça-feira o uso da vacina Covid-19 da Pfizer/BioNTech. A agência reguladora Anvisa afirmou em nota que esta foi a "primeira autorização final para o uso em larga escala de uma vacina nas Américas". O Brasil, segundo país mais enlutado do mundo pelo vírus, com mais de 247 mil mortos, ainda não recebeu uma única dose dessa vacina, já usada massivamente nos Estados Unidos, mas também na Europa. Em pouco mais de um mês, cerca de seis milhões de brasileiros receberam uma injeção e 1,3 milhão as duas doses para ganhar imunidade. Mas várias grandes cidades, incluindo Rio de Janeiro e Salvador da Bahia, tiveram que interromper a vacinação por causa da falta de doses disponíveis. (La Presse, Canadá; La Jornada, México; El País, Uruguai) | bit.ly/3pP4xp4 | bit.ly/3qQBHG4 | bit.ly/3qP1DSw

CRISE NA SAÚDE/ Há pacientes de Covid amarrados às camas por falta de sedativos. Os doentes do Hospital Municipal Jofre Cohen, em Parintins, a mais de 300 quilómetros de Manaus, a capital do estado, foram presos às camas dos hospitais com gaze nos pulsos porque acabaram os sedativos para intubação naquele hospital. Apesar de ser uma situação insólita este procedimento não está errado na falta de sedativos, e explicou os perigos quando acaba o efeito do sedativo para o paciente. (Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/3kk5DHZ

PANDEMIA/Novas restrições com as mortes por Covid-19 ultrapassando os 247 mil. I Os estados brasileiros de São Paulo e Bahia decidiram na segunda-feira fortalecer as restrições de mobilidade dos residentes para reduzir as taxas de infecção por Covid-19 e a pressão sobre o sistema hospitalar, já que o total de casos do país ultrapassou 247.000. O Brasil registrou mais 639 mortes relacionadas ao Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número de mortes em todo o país para 247.143. Durante o mesmo período, o ministério também notificou 26.986 novos casos, elevando o total de infecções para 10.195.160. (Xinhuanet, China; Diário Correo, Peru; Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/3bxz4T7 | bit.ly/3aOyqBk | bit.ly/3aTM1aV

ARMAS/Bolsonaro deve explicar decreto das armas em 5 dias. A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, determinou um prazo de cinco dias para que o presidente Jair Bolsonaro apresente explicações acerca de seus decretos sobre armas. Bolsonaro editou, via quatro decretos, no dia 12 de fevereiro, um grupo de regras para o uso e a compra de armas de fogo, de forma a flexibilizar o acesso às armas no Brasil, uma das principais bandeiras do político. Ações dos partidos PSB, Rede, PT e PSOL questionam os decretos no STF e apontam que as mudanças violam direitos fundamentais como o direito à vida, à dignidade da pessoa humana e à segurança pública. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/2O0eNNJ

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

MÉXICO E ARGENTINA/ López Obrador e Alberto Fernández selam um novo eixo progressista na América Latina. Os presidentes do México e da Argentina lançaram as bases para um propósito comum na terça-feira que visa consolidar um novo eixo progressista, ou antineoliberal, na América Latina. A visita oficial que Alberto Fernández iniciou nesta segunda-feira ao país norte-americano tem um significado que vai além da conjuntura, agora determinada pelo combate à pandemia do coronavírus e pelo manejo de vacinas, e visa fortalecer uma aliança geopolítica na região. Os dois presidentes mostram uma harmonia marcada por um objetivo comum: acabar com a ruptura com o passado recente e a herança dos últimos governos. (El País, Espanha) | bit.ly/3us6XgC

CUBA/ Covid19. Vacina cubana avança para a fase final de testes. Uma vacina contra o Covid-19 desenvolvida em Cuba, chamada Soberana 02, avançará para a última fase dos testes clínicos em março. Se for seguro e eficaz, poderá vacinar a população cubana e até os turistas que pretendem visitar o país. Além de um sinal de progresso científico, esta vacina é também uma esperança para o país que atravessa uma crise econômica desde o fim da União Soviética, e não no início dos anos 90, impulsionado pela pandemia Covid-19 e as sanções de os Estados Unidos. (Público, Portugal) | bit.ly/2NRq8jg

EQUADOR/Segundo turno das eleições com os candidatos definidos: Arauz vs. Lasso. Após a contagem final, Equador caminha para o segundo turno eleitoral. Nenhuma delegação de observação internacional denunciou irregularidades nas eleições, nem os demais candidatos. Apesar de relatos de fraude por Yaku Pérez, que ficou em terceiro lugar na contagem. Yaku Pérez chegou a Quito na terça-feira com uma mobilização que percorreu parte da serra. Sua reclamação foi a mesma que começou no dia seguinte às eleições de 7 de fevereiro: a existência de fraude. Desta vez, afirmou que as inconsistências existiam em 16 mil registros, ou seja, quase a metade do total. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3siaHiQ

EQUADOR/60 presos morreram em disputa entre quadrilhas de traficantes. Mais de 60 presos foram mortos na terça-feira nos piores distúrbios penitenciários da história do Equador, enquanto gangues rivais lutavam pelo controle do crescente comércio de drogas do país, parte dela gravada em vídeo e postada online, que as autoridades vincularam ao tráfico de drogas. A violência estourou em uma série de motins coordenados na manhã de terça-feira em três grandes prisões em todo o país, de acordo com a polícia. Só à tarde as autoridades recuperaram o controle. As imagens medonhas deixaram claro até que ponto o Equador caiu na espiral violenta do crime organizado de drogas. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3aLiKil

VENEZUELA/ Sanções privaram o país de 30 milhões de dólares. O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou ontem que os governos que sancionam seu país em meio à pandemia de Covid-19 mostram grande crueldade, num momento em que a União Europeia impôs medidas coercitivas a outros 19 funcionários, legisladores e membros das forças de segurança da República Bolivariana em resposta às eleições legislativas de dezembro. Maduro explicou que seu país já foi objeto de mais de 450 sanções nos últimos sete anos, que geraram uma situação econômica complexa. (La Jornada, México) | bit.ly/3uv90AP

EUA/”Eles vieram preparados para a guerra”, diz policial sobre invasão do Capitólio. Testemunhando na terça-feira na primeira audiência do Congresso sobre o ataque ao Capitólio dos EUA, o chefe da polícia do Capitólio, que renunciou ao tumulto, disse que a multidão proTrump que invadiu o prédio "veio preparada para a guerra". A primeira audiência do Congresso sobre o ataque ocorre um dia depois de Merrick Garland, o novo procurador-geral, ter dito que expandiria a investigação para o ataque de 6 de janeiro. Ex-oficiais de segurança do Capitólio culpam falhas na inteligência pelo tumulto mortal de 6 de janeiro (The Guardian, Inglaterra; The Washington Post, EUA) | bit.ly/3aQloDw | wapo.st/2ZMfayo

ESPANHA/Divisão entre os jovens das manifestações contra a prisão do rapper em Barcelona. As duas almas dos protestos de Barcelona: o saque de lojas por uma minoria divide os manifestantes. Os jovens transitam entre a crítica e a compreensão, embora a maioria defenda a ação direta das barricadas e das lixeiras queimadas. Entre eles duas formas distintas de expressar raiva e tédio. Uma, majoritária, mais politizada, que une o movimento de independência e parte da esquerda republicana catalã. E outro, muito mais incontrolável de esquecidos - quando não criminalizados - pela agenda política: jovens de bairros periféricos que reconhecem abertamente que vão "bagunçar. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2NZRy6o

MIANMAR/O medo dos rohingyas diante do retorno da ditadura militar. Para esta minoria perseguida, a tomada de plenos poderes pelos militares marca o retorno do pior inimigo. O golpe de 1º de fevereiro turvou suas tênues esperanças de um futuro melhor e serviu como um lembrete de sua extrema vulnerabilidade. (Le Soir, Bélgica) | bit.ly/2MlK25F

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Anne Vigna – Brasil/Petrobrás (Le Monde Diplomatique, França) | “Petrobras, privatização em alto mar. Maior multinacional da América Latina vendida em retalhos.” | bit.ly/2MqVKvS

Mohamed El-Erian – Pandemia (Project Syndicate, EUA; The Guardian, Inglaterra) | “Ninguém está a salvo, até que todos estejam - As nações ricas devem ajudar os países em desenvolvimento a lutar contra Covid ou viver em uma fortaleza” | bit.ly/3byS8R1 | bit.ly/3aPaa2f

Florencia Lance e outros, entrevista simultânea – Cuba (Revista Crisis, Argentina) | “Oito tentativas de interpretar a realidade cubana” | bit.ly/2NVujKS

Jojo Mehta e Julia Jackson - Meio Ambiente (The Guardian, Inglaterra) | “Para impedir o desastre climático, torne o ecocídio um crime internacional. É a única maneira. Proibir o ecocídio tornaria governos e corporações responsáveis por negligência ambiental” | bit.ly/3aP51XN

Emir Sader – América Latina (Página 12, Argentina) | “A democracia é um fim ou um instrumento?” | bit.ly/3aQSR0O

Gerardo Szalkowicz – Equador (Página 12, Argentina) | “Equador: o labirinto em direção ao empate das candidaturas e as duas antinomias” | bit.ly/37GsGrm

Christophe Deroubaix – EUA/Desigualdade (L’Humanité, França) | “Covid e vacinas: nos Estados Unidos, a desigualdade se amplia” | bit.ly/3ss8NfV

Elizabeth Anderson – Desigualdade (The Nation, EUA) | “O Sistema Quebrado. O que vem depois da meritocracia? O foco de longa data dos liberais no avanço meritocrático isolou a classe trabalhadora.” | bit.ly/3pPLJpt

Jedediah Britton-Purdy, Amy Kapczynski e David Singh Grewal – neoliberalismo (Other News, Itália) | “Como a lei fez o neoliberalismo” | bit.ly/3qSGp65



Conteúdo Relacionado