Clipping Internacional

Clipping Internacional - 25/01/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

25/01/2021 08:56

(Sebastião Moreira/Epa)

Créditos da foto: (Sebastião Moreira/Epa)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO/Manifestações pelo impeachment. Milhares de brasileiros saíram às ruas em seus carros para exigir o impeachment de Jair Bolsonaro, enquanto as pesquisas mostravam que o apoio ao presidente de extrema direita se esvaía pela sua gestão da crise sanitária. No sábado, quando o número de mortos oficial da Covid-19 no Brasil atingiu 216.000, manifestantes de esquerda e centro organizaram passeatas em mais de 20 capitais estaduais, incluindo Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Belém. O líder de esquerda Guilherme Boulos disse aos opositores que desfilam por São Paulo que os comícios sinalizaram o início de “uma revolta popular contra este governo genocida”. Grupos de ex-apoiadores de direita também pediram, no domingo a destituição de Bolsonaro nas ruas. Gritavam: “fora Bolsonaro!” (The Guardian, Inglaterra; Esquerda.net, Portugal; El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; Le Monde, França; Jornal de Notícias, Portugal; El Clarín, Argentina; The Sydney Morning Herald, Austrália; Telesur, Venezuela; Diario Correo, Peru; El País, Uruguai; Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/3qVFi5r | bit.ly/3sONvtT | bit.ly/3qVFjGx | bit.ly/3iHg3AS | bit.ly/3iHg4Vs | bit.ly/3ogOj7p | bit.ly/39fBJ40 | bit.ly/3c8ziln | bit.ly/3qJaKDE | bit.ly/3ogiZFI | bit.ly/3iJMZsh | bit.ly/3oimbRb

CRISE DA SAÚDE NO AMAZONAS/Cenas de horror nos hospitais. Hospitais no estado do Amazonas sobrecarregados após aumento de infecções ligadas à nova variante, deixando muitos sem nem mesmo os suprimentos mais básicos. “Hoje foi um dos dias mais difíceis em todos os meus anos de serviço público. Você se sente tão impotente”, soluçou Francisnalva Mendes, chefe de saúde da cidade ribeirinha de Coari. As circunstâncias eram tão sombrias que os tanques de oxigênio foram levados às pressas pela fronteira da Venezuela, a nação economicamente em colapso vizinha, com seu líder, Nicolás Maduro, condenando o que ele chamou de "desastre de saúde pública de Jair Bolsonaro". a extensão do cemitério de Manaus simboliza a devastação. A cidade brasileira já deplora mais de 3.000 mortes neste mês. As escavadeiras seguem umas às outras para enterrar os corpos. (The Guardian, Inglaterra; Le Parisien, França) | bit.ly/39gh1kA | bit.ly/3qPQNv3

SERGIO MORO/Parecer favorável a corrupto condenado. O ditador, suas esposas, um magnata e uma montanha de ferro: a trama de corrupção que saqueou a África no século XXI. Tribunal de Genebra considera empresário israelense, defendido pelo ex-juiz brasileiro Sergio Moro, culpado de subornar autoridades para explorar um depósito na Guiné, um dos países mais pobres do mundo. (El País, Espanha) | bit.ly/3qN77N4

PAZZUELO/Ministro investigado por omissão na crise do oxigênio. A Procuradoria-Geral da República (PGR) do Brasil pediu no sábado ao Supremo Tribunal Federal (STF) para abrir uma investigação à conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, devido ao colapso da rede de saúde pública em Manaus, na Amazônia, onde faltou oxigénio para os doentes de Covid-19. A PGR pede que o ministro seja ouvido pela Polícia Federal. O ministro é acusado de omissão perante a tragédia em Manaus, onde os hospitais estão no limite e o número de mortos continua a disparar – as autoridades estão a investigar mais de 50 mortes que terão sido causadas pela falta de oxigênio. (Público, Portugal; La Diária, Uruguai) | bit.ly/2LVrmJQ | bit.ly/3ph4fru

GOVERNO BOLSONARO/a hostilidade com a China prejudicou o país. Brasil paga o preço por sua animosidade contra Pequim. O gigante latino-americano depende da China e da Índia para dar continuidade ao seu programa de vacinação, iniciado há uma semana. Mas Pequim não aprecia a propaganda antichinesa de Jair Bolsonaro e seu clã e é novamente a China que deve fornecer os princípios ativos das duas vacinas, para que o Brasil possa fabricar os imunizantes no local. Logo após o lançamento de sua campanha de vacinação, o Brasil corre o risco de ficar sem matéria prima. Após longas negociações, ele acaba de receber dois milhões de doses da vacina AstraZeneca, que havia sido bloqueada na Índia por uma semana. Ele também tem dez milhões de doses de “Coronavac” de Sinovac, mas a China reluta em enviar mais. É muito pouco se comparado à população do país e aos 77 milhões de brasileiros que devem ser vacinados com prioridade. (Les Echos, França) | bit.ly/3ohF2M4

COVID-19. O Brasil registrou nas últimas 24 horas 28 mil 323 infecções pela Covid-19, que chegaram a oito milhões 844 mil 577 casos confirmados desde o início da pandemia no país, além de outras 592 mortes em um dia que acumulam 217 mil 37 mortos. (La Jornada, México) | bit.ly/39fwm4D

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

CHINA/China ultrapassa EUA em investimento estrangeiro. A China ultrapassou os EUA como o principal destino mundial para novos investimentos estrangeiros diretos no ano passado, à medida que a pandemia Covid-19 amplifica uma mudança para o leste no centro de gravidade da economia global. Os fluxos para os EUA caíram quase pela metade quando a Covid-19 prejudicou a economia em 2020. A China, há muito tempo em segundo lugar, viu os investimentos diretos de empresas estrangeiras subirem 4%, disse a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento. Pequim usou bloqueios rígidos para conter em grande parte a Covid-19 depois que a doença surgiu pela primeira vez em uma cidade do centro da China, e o produto interno bruto da China cresceu mesmo com a contração da maioria das outras grandes economias no ano passado. (The Wall Street Journal, EUA) | on.wsj.com/367bYR9

CAPITALISMO/os ganhos financeiros em plena crise da pandemia. Os principais fundos de hedge colhem os maiores ganhos em uma década durante a pandemia. Apesar de alguns fracassos de grandes nomes, muitos gerentes lucraram com a extrema volatilidade do mercado. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/3qQxlhS

ESPANHA/Aumento da desigualdade na pandemia. A Covid-19 “amplia as desigualdades”, alerta um novo estudo da ONG Oxfam Intermón. Penetra mais nas residências e nos bairros mais pobres, como evidenciam os dados de incidência do vírus em cidades como Madri e Barcelona, e também piorou, sobretudo, a economia de quem tem menos, mais precário. A Oxfam estima em seu relatório um aumento da pobreza na Espanha no ano passado para o maior da última década, 22,95%. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3c6Osrl

COLOMBIA/ Violência feminicida cresce. Com mais cinco feminicídios, assassinatos diretamente relacionados ao gênero da vítima, documentados desde o assassinato de María - 18 no total, com mais 13 a serem verificados - grupos de direitos estão preocupados com a segurança de mulheres e meninas, mais uma vez forçadas a entrar em casa com homens abusivos em nova rodada de bloqueios rígidos para conter surtos de coronavírus. Ao longo do ano passado - que envolveu seis meses de bloqueio - a fundação confirmou 229 feminicídios, dos quais 35 eram meninas, e está tentando verificar mais 260 casos de mortes violentas de mulheres e meninas que poderiam ser definidos como feminicídios. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2M1EXiG

ESCÓCIA/Separação do Reino Unido. Uma pesquisa indica que 52% desejam se separar do Reino Unido. O primeiro-ministro da Escócia, Nicola Sturgeon, prometeu organizar um novo referendo para determinar se deixará o Reino Unido no caso de vencer as eleições de maio para renovar o Parlamento local. “Quero fazer um referendo legal, é isso que vou buscar em maio, a autoridade do povo escocês e se eles me concederem, então o que pretendo fazer é fazer um referendo legal para dar ao povo o direito de escolha. é democracia. Não é o que eu ou Boris Johnson queremos ", disse o atual chefe do governo escocês . (Página 12, Argentina) | bit.ly/2M11I6l

PORTUGAL/Resultado das eleições para presidente. Marcelo reeleito. Ana Gomes bate Ventura por uma unha negra. Por margem folgada, rondando os 60%, Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito Presidente da República. Muito atrás de Soares na reeleição de 1991 mas muito à frente de Cavaco em 2011 e de todas as restantes reconduções presidenciais. No campeonato dos segundos, Ana Gomes venceu Ventura. Marisa Matias foi a grande derrotada da noite. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3sXKPu6

TRUMP/Evoluções no processo de impeachment no Senado. Os democratas pressionam para o segundo julgamento de impeachment, enquanto que o Partido Republicano está dividido sobre como defender Trump. Os membros democratas do Congresso estão avançando com os preparativos para o segundo julgamento de impeachment do ex-presidente Donald Trump, dizendo que há um caso "convincente" para Trump ser condenado por incitar uma insurreição e argumentando que avançar com um julgamento é fundamental para o país cura. Enquanto isso, as fraturas dentro do Partido Republicano foram evidentes no domingo, quando os senadores do Partido Republicano pareciam divididos sobre se era constitucional realizar um julgamento de impeachment para um presidente que já havia deixado o cargo. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/39hSdbT

ARGENTINA/ Vacina russa. Espera-se a saída do terceiro vôo ocorreria na segunda-feira; Espera-se que 600 mil doses da vacina russa entrem no país com a operação. Com este terceiro lote, seriam atingidas 1.200.000 doses das 5.000.000 acertadas pelo governo argentino no contrato que assinou com o centro Gamaleya. No governo de Alberto Fernández admitem haver um atraso em relação ao esquema original, mas garantem que isso não alterará o plano de vacinação planejado, que até o momento permitiu a aplicação de 254.456 doses do primeiro componente e 25.146 do segundo componente do Sputnik V. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3a5nVIe

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Emily Kenway - Trabalho (The Guardian, Inglaterra) | “Enquanto culparmos a escravidão moderna apenas em criminosos, nunca resolveremos o problema. A exploração está profundamente enraizada na economia global. Apenas mudanças políticas e melhores leis trabalhistas podem erradica-la” | bit.ly/3piDgeX

Ariel Goldstein, entrevista – AL/evangélicos (Página 12, Argentina) | “O que fazer com o poder evangélico? Ariel Goldstein discute como grupos religiosos estão assumindo o controle da política na América” | bit.ly/36adeTA

Bruno Meyerfield, reportagem – Brasil (Le Monde, França) | “No Brasil, a vacinação começou sobre um pano de fundo de confrontação política” | bit.ly/39ZdbeF

Nestor Espósito – Argentina/Lawfare (Tiempo Argentino, Argentina) | “Irregularidades e ausência de provas atravessam as causas centrais do ‘lawfare’ contra o kirscherismo.” | bit.ly/3iHWt7B

Luis Alberto Reygada – México (Le Monde Diplomatique, França) | “Quem realmente decide no México? Presidente López Obrador entre o embaraço e o compromisso” | bit.ly/3pfy4J2

Joana Ramiro - Portugal (Jacobin, EUA) | “No voto em Portugal, a extrema direita está no seu ponto mais forte desde o retorno da democracia” | bit.ly/36aqO9K

Nico Maccentelli - China (Sinistra in Rete, Itália) | “Mas eu pensei ter visto um gato! Um salto de gato vermelho.” | bit.ly/2Y90GI1



Conteúdo Relacionado