Clipping Internacional

Clipping Internacional - 28/07/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

28/07/2020 09:25

 

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

TRIBUNAL DE HAIA. Profissionais de saúde apresentando queixa de Bolsonaro por genocídio. Sindicatos e movimentos sociais que representam mais de mil trabalhadores da saúde apresentarão Queixa contra o Presidente do Brasil por crimes contra a humanidade e genocídio devido à sua atuação face à pandemia. Embora o Tribunal de Haia leve meses para decidir se aceita ou não as queixas recebidas, a repercussão tem sido muito forte e pode trazer consequências. Bolsonaro, denunciado por genocídio, Bolsonaro escolheu ser 'garoto-propaganda' de remédio sem eficácia. (Esquerda.net, Portugal; Página 12, Argentina; RFI, França; Sputnik News, Rússia; El País, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; La Vanguardia, Espanha; La Diária, Uruguai; El Periódico, Espanha; Expresso, Portugal; El Clarín, Argentina; El Espectador, Colômbia; El Mercurio, Chile; Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/2DgvI9n | bit.ly/39ADSG3 | bit.ly/3jLLl9R | bit.ly/3hJOCEN | bit.ly/3hKsp9z | bit.ly/3gaS8rw | bit.ly/2X3aUJO | bit.ly/3jO0Cai | bit.ly/330B6s6 | bit.ly/3f7SCgL | bit.ly/2DaVzja | bit.ly/2CLLdXl | bit.ly/2OZVnGf | bit.ly/2P16ajc | bit.ly/39xLMjc

MEIO AMBIENTE. Investidores descartam gigante de carne brasileira JBS. O braço de investimento do maior grupo de serviços financeiros do norte da Europa retirou a JBS, a maior processadora de carne do mundo, de seu portfólio. A empresa brasileira agora está excluída dos ativos vendidos pela Nordea Asset Management, que controla um fundo de € 230 bilhões, de acordo com Eric Pedersen, seu chefe de investimentos responsáveis. A decisão foi tomada há cerca de um mês, sobre os vínculos do gigante da carne com fazendas envolvidas no desmatamento da Amazônia, sua resposta ao surto de Covid-19, escândalos de corrupção anteriores e frustrações pelo envolvimento com a empresa em tais questões. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/307vhYk

JBS. Novas evidências vinculam a gigante brasileira de carne JBS ao desmatamento da Amazônia. É a quinta vez em um ano que surgem alegações de conexão da empresa com agricultores da Amazônia ligados ao desmatamento ilegal. As empresas brasileiras de carne bovina alegam repetidamente que o maior desafio para manter o desmatamento fora de suas cadeias de suprimentos são os "fornecedores indiretos" - fazendas onde nascem gado, ou que vendem para fazendas onde o gado é engordado, que depois vendem para outras fazendas ou para matadouros. (The Guardian, Inglaterra; Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3g2XFAa | bit.ly/3jQp6zp

BOLSONARO. Resistência à 'seita ambiental' é uma pedra angular do governo de Bolsonaro. O presidente do Brasil não mostra sinais de mudar suas políticas sobre a crise climática, apesar de uma reação em casa e no exterior. Não são apenas as empresas de carne no Brasil que estão sob pressão sobre o crescente desmatamento e incêndios generalizados na Amazônia. O governo foi forçado a reagir depois que investidores internacionais e CEOs de empresas brasileiras protestaram, e agora seus próprios funcionários ambientais se juntaram ao coro. Mas sua resposta é prejudicada por uma profunda desconfiança do aquecimento global, alimentada por uma ideologia de extrema-direita relutante em admitir que a emergência climática tem uma causa humana. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/2OZkoBg

ESTADO POLICIAL. Novas ilegalidades de Bolsonaro. Desvelado no Brasil um esquema de inteligência paralela criado por Sergio Moro. A existência de "arquivos" de 597 funcionários públicos, ativos e aposentados, definidos como "antifascistas", confirmaria a perseguição política e ideológica dos adversários. No meio do turbilhão no Brasil surgiram novas e sérias queixas contra a extrema-direita Jair. Bolsonaro. O STF é instado a investigar o aparato de inteligência paralelo criado durante a gestão de Sérgio Moro no Ministério da Justiça (Página 12, Argentina; La Diária, Uruguai) | bit.ly/39ADSG3 | bit.ly/30ToFMe

BOLSONARO. Sem vírus, Bolsonaro voltou ao Planalto com sua história de negação. O presidente brasileiro minimizou a gravidade da crise da saúde criticando os governadores. A situação do líder de extrema direita não é tão confortável fora do Brasil: ele foi alvo de uma nova denúncia perante o Tribunal Penal Internacional em Haia. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2X3qRzo

COVID-19. O Brasil registrou na segunda-feira um total de 2.442.375 casos de coronavírus e 87.618 mortes, uma vez que os casos continuam aumentando no segundo país mais afetado do mundo. O Brasil registrou 23.384 novos casos e 614 novas mortes. (The New York Times, EUA; Diário de Notícias, Portugal; El Mercurio, Chile) | nyti.ms/331elV9 | bit.ly/2XkBezl | bit.ly/3g4T00t

IGREJA CATÓLICA. Mais de cem bispos criticam Bolsonaro e sua "economia que mata". Um documento assinado por 152 dos quase 500 bispos do Brasil critica a "incapacidade" e a "cegueira" do presidente Jair Bolsonaro, acusado de promover "uma economia que mata" em meio a uma pandemia "sem precedentes”. (La Vanguardia, Espanha; El Mundo, Espanha) | bit.ly/3093lmR | bit.ly/30WNrei

BOLSONARO. Bolsonaro está moderando e buscando mais governança, já recuperado do coronavírus. Pressionado pela Justiça, em rota de colisão com o Parlamento e grandes capitais, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, já curado do Covid-19, retomou sua atividade e agora aposta na moderação para obter maior governabilidade. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3043MyH

MERCADO FINANCEIRO. Por que os investidores no Brasil estão prontos para dar uma chance a Bolsonaro. O entusiasmo começou a retornar, alimentada por ações ressurgentes e otimismo em relação às reformas. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/3jNOKoA

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA. Gigantes do petróleo ajudam a financiar poderosos grupos policiais nas principais cidades dos EUA. Uma investigação retrata a indústria de combustíveis fósseis como um inimigo comum na luta pela justiça racial e ambiental na América. Grandes corporações acusadas de conduzir desigualdades ambientais e de saúde em comunidades negras e pardas através de poluição tóxica e com mudanças climáticas também estão financiando poderosos grupos policiais nas principais cidades dos EUA, de acordo com uma nova investigação. (The Guardian, Inglaterra; La Diária, Portugal) | bit.ly/3g8mP0f | bit.ly/3jKBOzH

AMÉRICA LATINA. A crise econômica do coronavírus não infecta todos igualmente. Na América Latina, milionários aumentaram sua fortuna em 48,2 bilhões de dólares de março a julho, o equivalente a um terço dos pacotes de estímulo dos países da região. Em quatro meses, oito pessoas foram adicionadas à lista de pessoas com ativos acima de um bilhão de dólares, um novo bilionário a cada duas semanas. Os dados vêm de um relatório da Oxfam com base nos dados da Forbes. Marcos Galperín, proprietário do Mercado Libre, aumentou sua fortuna de 2000 para US $ 4,5 bilhões. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2DgJglC

ARGENTINA. Alimentação saudável e proteção infantil nos bairros mais pobres da Argentina. O governo e as organizações sociais apoiam 20 mil menores vulneráveis nas áreas mais desfavorecidas do país, onde as desigualdades e a pobreza aumentam. (El País, Espanha) | bit.ly/2DfbGfu

TRUMP. Republicanos contra Trump. Cada vez mais ricos conservadores financiam campanhas contra o presidente. A 98 dias antes das eleições nos Estados Unidos, as pesquisas em geral deixam o presidente Donald Trump em um péssimo lugar, ou seja, como perdedor. Nada de novo para ele, que venceu em 2016 para negar a grande maioria das pesquisas. No entanto, a má administração do Covid-19, de acordo com a grande maioria dos americanos, não foi expressa apenas nesse estado de opinião. Há rachaduras entre republicanos. (La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/3jRt6js

COLÔMBIA. Soldados e narcotraficantes semeiam a morte na Colômbia. Desde 2016, 971 líderes sociais e defensores dos direitos humanos foram assassinados pelo exército, cartéis e paramilitares. Essa violência mortal está piorando com a pandemia. (L’Humanité, França) | bit.ly/331AHWt

ESPANHA. O impacto do coronavírus destruiu mais de um milhão de empregos no segundo trimestre de 2020. O desemprego aumentou 55.000 pessoas nesses três meses, elevando a taxa de desemprego para 15,33%. Esse aumento não reflete a realidade do desastre trabalhista, uma vez que uma parte considerável entrou em inatividade, uma categoria que aumentou em mais de um milhão de pessoas. (El Diário, Espanha) | bit.ly/330Bjvo

DESIGUALDADE. Para muitos estudantes de baixa renda, os cursos on-line são um mau substituto para o aprendizado presencial. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/3jP2UFS

GUERRA FRIA. China une forças com a Rússia em "guerra da informação" em meio a tensão com os EUA. Apelo da China e da Rússia para que países rejeitem a politização da pandemia de coronavírus, desinformação e opressão da mídia. Nas últimas semanas, o presidente dos EUA, Trump e seu governo, intensificaram o discurso contra a China, incluindo a chamada para "nações livres". (South China Mourning Post, China) | bit.ly/30XbHNg

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Márcia Tiburi, entrevista – Brasil (RFI, França) | “Márcia Tiburi discute seu novo livro: ‘Como derrotar o nazifascismo’” | bit.ly/3hNFLBN

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “O culto do egoísmo está matando os EUA. A direita fez do comportamento irresponsável um princípio chave” | nyti.ms/3hGXFpY

Isabel Wilkerson – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Os ‘Intocáveis’ dos EUA: o poder silencioso do sistema de castas” | bit.ly/331IoMd

Carole Cadwalladr – Facebook (The Guardian, Inglaterra) | “Se você não está assustado com o Facebook, você não tem prestado atenção” | bit.ly/39DW6WX

Roberto Carlés – Argentina (Página 12, Argentina) | “A crise do Poder Judiciário e a necessidade de reforma” | bit.ly/304xJ1u

Cedric Durán – Neoliberalismo (Esquerda.net, Portugal) | “A segunda morte do neoliberalismo” | bit.ly/3jPfzbN



Conteúdo Relacionado